Skip to main content
 -
Daniela Piroli Daniela Piroli

Psicóloga clínica, graduada também em terapia ocupacional, curiosa sobre a vida e o mundo humano.

Eduardo de Ávila Eduardo de Ávila

Advogado e Jornalista sugere debater e discutir – com leveza – situações que vivemos no nosso dia a dia.

Guilherme Scarpellini Guilherme Scarpellini

Jornalista que se interessa por tudo o que a todos pouco interessa. E das beiradas, retira crônicas.

Rosangela Maluf Rosangela Maluf

Professora universitária na área de marketing e nas montanhas de Minas lê, escreve e sonha!

Sandra Belchiolina Sandra Belchiolina

Psicanalista, consultora de viagens, amante da vida, arte e cultura na sua diversidade. Vamos conversar de viagens: nossas e pelo mundo.

Taís Civitarese Taís Civitarese

Pediatra formada pela UFMG. Trabalha com psiquiatria infantil e tem um pendor pela filosofia.

Victória Farias Victória Farias

Jornalista e estudante de Relações Internacionais, além de editar o blog fará uma crônica semanal do nosso cotidiano.

O correr da vida embrulha tudo

Sandra Belchiolina
sandra@arteyvida.com.br

“O correr da vida embrulha tudo”, dito é de Guimarães Rosa. Mas em outro, aquele que Milton Nascimento canta, o mesmo trem da chegada é o da partida, e, a vida se repete na estação. Assim, chegam Gabriel e parte Maria.

“Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais”

Tem risos e tem choros.
Há uma vida construída e concluída.
Há uma vida constituída e a se fazer.

E no revolto mar da vida as trocas acontecem. É um jacarezinho? Por que não? É uma pedra no caminho? Por que não? Ou será uma onda? Aquela que vai e vem num fluxo contínuo.

Assim chegar e partir são os dois lados da mesma moeda. E a vida inventa! E a vida é reinventada!

E viver é perigoso? Né não! Mas requer coragem e seguimos a trilha do escritor: “nem se explica essas coisas. Um sentir é do sentente, mas o outro é o do sentidor. Um senti-dor: sentir na dor.

Drummonzinho, após uma pedra no seu caminho que se repetiu e repetiu…
Havia uma pedra no caminho para suas retinas fatigados. O caminho?
Esse é traçado quando percorrido e se sabe do seu traço somente no final.

Mas é preciso coragem…

*
Curta: Facebook / Instagram

One thought to “O correr da vida embrulha tudo”

  1. Que lindo. Rosa, Drummond, Milton…
    Que orgulho da nossa alma mineira.
    Nesses tempos tão duros, de tantas pedras no caminho, o que a vida nos pede é coragem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.