Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

É bom, e isso serve para eu próprio, colocar as barbas de molho

Seguindo meu roteiro de reclamante, quando tem dois jogos por semana acho que tá demais; já apenas aos finais de semana, registro a abstinência sem Galo. Vida que segue. Nesse intervalo, entre uma rodada e outra no Brasileiro aguardando a Sula, aproveitamos para resenhas interessantes sobre nossa paixão pelo Galo. Trago, na medida do possível, […]

Leia Mais

Envolvido em duas competições e buscando reação no Brasileiro

Com o calendário, aparentemente, mais tranquilo o Galo se prepara para buscar a reabilitação no Brasileiro. Se na Copa Sul-Americana, conforme registrado aqui neste espaço, somamos cinco vitórias consecutivas, no Campeonato Nacional – diferentemente – são três derrotas em sequência. Todas por um gol para o Paranaense, Bahia e Corinthians. Agora, no Rio frente ao […]

Leia Mais

Galo classificado: tempo pra relaxamento, reflexão e mudança de atitude

Quem assistiu ao jogo, com toda comemoração que o Atleticano merece, sabe que não foi um primor de partida. No segundo tempo, até que houve um pequeno crescimento, mas a primeira metade foi um horror. Apesar disso, prefiro assim e a classificação que conquistamos. Terrível é não ganhar e ser eliminado. Meu amiGalo Zé Roberto, […]

Leia Mais

Derrota que não abala a fé e nem esmorece a nossa confiança

Sinceramente. Lamento a perda do jogo, mas não reclamo da atuação do time. Individualmente sim, alguns jogadores não posso deixar de registrar. Guga, Chará e Papagaio foram os fatores de desequilíbrio que nos impediram de pontuar na partida em Curitiba. Os dois atacantes perderam gols incríveis e o jovem lateral justificou sentir a falta do […]

Leia Mais