Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Um porco no caminho do Galo

Antes de entrar na prosa sobre a importante partida de hoje à noite, decisivo duelo em busca da vaga na finalíssima da Libertadores, tenho de registrar sobre a coluna de ontem do nosso Ricardo Galuppo. Foi arrasadora e, notadamente aos mais idosos – como o blogueiro –, lavou a nossa sofrida alma Atleticana. Tanto pelo texto impecável, quanto pelo desabafo nosso de cada dia em relação ao nojento comportamento da imprensa paulista e carioca.

São bairristas e posam de imparciais bons moços, dissimulando uma falsa ética profissional que nunca tiveram, desde que me entendo por cidadão brasileiro, de estatura mediana e que gosta muito desse nosso Galo Forte e Vingador. Esses caras, reforçados por ex-jogadores e ex-árbitros (nesse segundo caso, via de regra de histórico duvidoso), sempre rejeitaram qualquer ascensão de clubes fora do eixo Rio de Janeiro e São Paulo. Notadamente, o Clube Atlético Mineiro.

Dito isso, vamos ao que nos interessa no dia de hoje. Pelas semifinais da Libertadores, agora é a vez do Palmeiras, depois de termos sido o primeiro geral na fase de grupos e eliminado aos argentinos Boca Júnior e River Plate. Temos a prerrogativa de fazer o jogo decisivo em casa, o que – evidentemente – é o desejo de todo time envolvido em mata-mata. Essa gente é tão ordinária, que teve articulista que – ardilosamente – tentou inverter essa lógica.

Outra situação que merece toda nossa atenção é o fato de, embora liderando o Brasileiro e à frente do segundo colocado – exatamente esse Palmeiras de hoje – em sete precisos pontos, não entrar na onda de favoritismo. Como se diz na gíria esportiva, “jogo é jogado e lambari é pescado”, portanto o time deverá entrar focado e imune a essa falsa pretensão lançada pelo treinador adversário.

E é exatamente com essa filosofia, de um passo a cada partida, que o Galo é semifinalista dessa Libertadores e ainda da Copa do Brasil e Brasileiro. O bom elenco atleticano, muito bem dirigido e orientado pelo Cuca, conta com experientes profissionais que muito bem sabem lidar com essa trairagem proposta pelos nossos adversários e seus reforços da mídia paulista e carioca.

Hoje, por obra e graça do regulamento e – evidentemente – com a nossa eficaz resistência a arbitragem de um confronto nacional em competição internacional, o apito será de um argentino. Fosse algum brasileiro, desses viciados com o “esquema CBF/TV”, teria motivos de sobra para externar minha permanente preocupação.

Ao que sinto, baseado nas últimas partidas, o treinador não deverá surpreender na escalação da nossa equipe titular. Éverson; Mariano, Nathan Silva, Alonso e Arana; Allan, Jair, Zaracho e Nacho; Hulk e Diego Costa. É o meu time titular para esse final de temporada, com exceção da Copa do Brasil, que não podemos contar com o zagueiro central.

E, imaginem, temos outro bom time em condições de atuar em qualquer das três competições no banco de reservas. Rafael, (Matheus Mendes/Jean); Guga, Igor Rabello, Rever e Dodô; Alan Franco (Neto), Tchê Tchê (Dylan Borrero), Nathan e Hyoran (Calebe); Savarino (Sasha/Vargas) e Keno (Savinho/Echaporã). São mais 20 jogadores à disposição do treinador, além dos 11 titulares.

Portanto, amiGalos, hoje – a exemplo de jogos anteriores – é paciência e cautela. Estamos quase chegando, mas ainda não ganhamos nada. Um adversário por vez, hoje é dia de Galo enfrentar o porco, mas ainda temos urubu e muitos leões pelo caminho. É fundamental nossa boa energia e confiança em busca dessas eventuais conquistas. Evitar essa “pilha” sugerida pelos concorrentes, que tem o reforço da mídia do comprometido eixo, é fundamental aos nossos sonhos. Tampouco comemorar título por probabilidade de sites especializados. O que vale é lá no gramado.

Aqui é e sempre será Galo, po##@!

*fotos: Pedro Souza/Atlético

Em tempo: a venda de ingressos, mais uma vez, foi caótica. Hoje é dia de jogo e sobre esse transtorno falo noutra oportunidade. Judiação com o Atleticano.

27 thoughts to “Um porco no caminho do Galo”

  1. O Palmeiras tem um jogo pragmático e provavelmente não vai ter muita intensidade, por isso espero que o Cuca não invente de entrar com 4 jogadores no meio, precisamos de 3 atacantes pra construir jogadas e fazer 1 gol no primeiro tempo. Se esperar o Palmeiras e eventualmente eles fizerem um gol, é bem difícil furar a retranca deles.
    Conhecendo o Cuca, provavelmente será cauteloso e colocar Allan e Jair pra que um deles grude no Dudu… tomara q de certo, vem dado até hj

    Jogo mais importante da temporada até agora, estou com um bom pressentimento, acho que será 1×0 pro Galo.

    1. Paulo, acho o Palmeiras um time não muito competitivo , por isto concordo com voce sobre não conseguirem intensidade , acredito que irão cadenciar o jogo bastante e usar os contraataques com Dudu , possuem um bom chutador de chutes de media distancia , Rafael Veiga e torço pro Bigode não jogar, acho ele muito efetivo. Repito , jogo dificil que o galo pode tornar facil, vamos torcer , abraço amigo

  2. SOU ATLETICANO MAS NÃO CONCORDO COM ESSE COMPLEXO DE QUE O GALO SEJA VÍTIMA DE BAIRRISMO. A IMPRENSA, PRINCIPALMENTE A CARIOCA, SEMPRE FOI CALHORDA. EU, POR EXEMPLO, ASSISTO JOGOS DO GALO SEM SOM.
    AQUI EM BH TEMOS A RADIO ITATIAIA QUE FAZ MUITA ONDA E FICA FOMENTANDO ESSA IDEIA DE BAIRRISMO.

    1. Tbm penso isso. Os fracassos do passado se devem muito mais aos nossos ex presidentes que foram passivos com a cbf do que roubos em campo !

  3. Bom dia a todos!

    Meu relógio ainda marca 10:30 e estou custando a segurar a ansiedade. Coração já está batendo mais rápido. A cabeça chega a doer. Mas se Deus quiser, faremos um bom jogo hoje e traremos um resultado satisfatório pra confirmar a ida à final na próxima terça, em BH.

    Minha preocupação também é com os pendurados, principalmente o Hulk. Que ele não caia na pilha e saiba dosar as reclamações com o juiz. Eles vão tentar desestabilizar nosso craque, com toda a certeza.

    Que o Galão faça uma excelente partida hoje, com nossos jogadores mais inspirados do que os deles!

  4. Cuidados a serem tomados no jogo de hoje:
    1. Não fazer marcação baixa, dentro de nossa área; é um prato cheio para pênaltis inexistentes;
    2. Mesma observação para falta na entrada da área – além do perigo do lance, é um prato cheio para virar pênalti.
    3. Recomendar ao Jair não fazer faltas desnecessárias, com excesso de força > risco de expulsão, como aconteceu no jogo contra o Fortaleza.

  5. Bom dia a todos. Foco e equilibrio são as palavras chaves deste jogo, que não termina hoje. Além de trazer um bom resultado ( mesmo que seja empate em 8 a 8) temos que tomar cuidado com os cartões ja citados aqui, pq temos o jogo da volta. Confio no galo, no amadurecimento de jogadores e na experiência de outros.
    Vamos gaaalooo!!!!

  6. bom dia Eduardo e massa. hoje vencer e vencer acredito na Vitória do galo mas será um jogo difícil. o treinador do Palmeiras ea imprensa do eixo coloca o galo como favorito não caia nesta cuca e jogadores. se tiver raça e vontade de ganhar podemos sim vencer mas um empate em gols não é ruim porque decidimos em casa. galo 2×1.a galo nos deixa sonhar. vá galoooooo.

  7. Galoooooooo! 0x1 tá ótimo, mas precisamos definir melhor. Nosso motorzinho Zaracho precisa calibrar o pé (menino bão esse, vai nos dar muitas alegrias). Jogar focado e não deixar espaço pro time deles avançar rápido, do meio pra frente, que é o ponto forte desse time. Dia vai custar a passar…

  8. Bom dia!
    Não há favoritos pra hoje à noite embora o Galo tenha dado provas sobejas que é capaz de enfrentar qualquer um em qualquer campo e contra todo o sistema maligno e sujo. Acho que o jogo vai ser difícil mas o Galo tem amplas condições de sair de S Paulo com vitória.
    Concentração total!
    Espora afiada, bica Bicudo!!!

  9. O jogo de hoje , com os primeiros noventa minutos na terra da garoa e os noventa restantes na terra do galo , é de tanta importancia pra nós , como pra eles ,, que pode ser rotulado como um jogo divisor de aguas da temporada , para todos os envolvidos. Pensem bem, amigalos, estamos a tres passos, tres jogos da conquista da America , estamos a tres passos do paraiso . A conquista da libertadores significa um titulo que traz consigo um combo : disputa mundial no final do ano, holofotes, midia internacional , glamour, dinheiro, muito dinheiro. O nosso momento é melhor, até os ordinários da mídia do eixo, vigaristas e desonestos, engolem esta verdade. Inútil o treinador portugues tentar aquela manjada manobra de colocar em nossos ombros a obrigação de um resultado positivo, favoritaço não combina com a gente. Humildade, foco, inteligencia. Jogo dificilimo , o que está em jogo faz esta partida ser dificilima. Sou mais galo , se Deus quiser, venceremos

  10. Vamos para mais um show de bola do Time
    da Massa , escalado pelos cornetas .

    O Palmeiras já não tem intensidade , o jogo
    deles é previsível por demais .

    É só jogar partindo pra cima que o Verdão
    não vai aguentar .

    Com bem disse o DOMINGOS SÁVIO , ali
    pela direita deles pode estar a mina , pela
    lentidão do Rocha , que não vai ter como
    para o Arana .

    O Atlético não tem adversário no Brasil !

  11. Cautela e caldo de porco não fazem mal a ninguém! Evitar pilhas e outros “não me toques” para não tirar o foco do time e dirigentes. Sigamos travando uma batalha de cada vez com a plena consciência de que o próximo jogo é o mais importante da nossa história. Esqueçamos “o nosso DNA de time que joga pra frente amassando o adversário” e coloquemos no lugar a inteligência e a estratégia, sem desprezar a vantagem que é decidir em casa no segundo jogo. Vai, Galo, faz essa Massa feliz!!!

    1. TEOBALDO ,

      não se deve mudar a característica de um time ( dos jogadores ) em função do adversário.

      Eles que tenham a preocupação de parar as arrancadas do Hulk , as subidas do Arana e as chegadas do Zaracho .

      Essa história de que se for pra cima pode comprometer a zaga , só se não tivermos uma defesa consistente .
      E isso , com Nathan e Mariano, está arrumado .
      Veja que até o Allan , aqui citado hoje , cresceu de produção , pois não precisa mais cobrir os buracos que a zaga propiciava ; hoje ele cuida da porta de entrada e o faz muito bem.

      Então , pra mim , é isso :
      tem que dar um calor de 100 graus na defesa deles , que eles vão pirar .

        1. Boa noite. Eu acho que a única coisa que não pode é recuar demais. Nem acho problema ser pragmático. Precisa é marcar forte desde a saída de bola deles. Vencer é bom, pra não ser obrigado a vencer a volta de todo jeito. Aí eles vêm pior que o florminenC. Jair e Allan servirá pra ganhar o meio.

        2. Boa Noite,

          Sempre assisto a jogos do Palmeiras e eles são muito frágeis quando estão com a posse de bola e só possuem jogadas de contra ataques.
          Daí, concordo com o Teobaldo e se bem conheço o Cuca ele manterá uma marcação baixa e dará a bola para eles, aproveitando as roubadas de bola com as arrancadas do Hulk de frente para a área adversária.
          Torçamos!

  12. Bom dia a todos!
    O jogo de logo mais será extremamente difícil. O adversário é muito qualificado e favorito por jogar em casa e defender o título. Para sairmos com uma vantagem nosso time precisará jogar muita bola e isso nossos jogadores têm demonstrado.
    Há uma preocupação em relação ao Arana que, segundo alguns sites, treinou a parte ontem e ainda sente dores no joelho. Espero que ele esteja em campo. Caso não seja possível, temos o excelente Dodô para substitui-lo.
    Que venha a vitória, mesmo que no sufoco.

  13. Bom dia, Massa e Guru,

    Me recordei do jogo contra este mesmo adversário no brasileirão passado, quando perdemos de 3 x 0. Sampaoli na ocasião e como havia feito nos jogos anteriores, mandou o time pra frente se expondo e o porco aproveitando disto fez os gols no contra-ataque. Jogamos mal? Não, mas demos mole e caímos na armadilha.
    Hoje, com o técnico português que gosta deste esquema, creio que eles farão o mesmo. Se fecharão tentando nos surpreender. Que Cuca e seus comandados revejam o jogo do ano passado e se comportem de maneira diferente não entrando na pilha dos caras.
    No mais, confio no time.

    “Andar co fé eu vou, que a fé não costuma faia”….

  14. Bom dia, Eduardo, atleticanas e atleticanos.

    Hoje veremos a que nível de estabilidade emocional o time do Galo chegou. O descontrole das emoções já nos tiraram títulos e nos levaram a perder jogos importantes. Penso que esse Galo diferente, que joga inteligentemente, está amadurecido também nesse quesito. Basta ver a evolução do Alan, por exemplo, mais calmo, mais preciso nos desarmes evitando as trombadas desnecessárias e os consequentes cartões. Para o jogo de hoje será preciso muito equilíbrio para não entrar na pilha do adversário que pode tentar desestabilizar nossos jogadores com provocações e até jogo violento. Se o Galo marcar o gol primeiro, eu não tenho dúvida de que eles tentarão tumultuar. Muita calma nessa hora, meu Galo. Mostre o seu valor só jogando bola e evitando o anti-jogo.

    A essência do futebol é bola na rede. Entre em campo concentrado, Galo, com equilíbrio, classe e competência, não dê chance para o azar e vença mais essa.

    O GALO ESTÁ VIVO E ATIVO E VAI MOSTRAR A SUA EVOLUÇÃO PROFISSIONAL E EMOCIONAL LOGO MAIS NO ALLIANZ PARQUE.

    1. O Nathan Silva e o Hulk estão pendurados com o cartão amarelo. Podem ser alvos diretos de
      provocações e artimanhas para tirá-los da segunda partida. São com esses “detalhes” que o Galo precisa se ocupar e evitar.

  15. Eduardo e Canto do Galo, Bom Dia!!!

    O Time do Palmeiras:

    Na Fase de Grupos, o Palmeiras integrou o Grupo “A” e fez ótima campanha.

    Como 1º colocado conquistou 15 pontos (5V, 0E e 5D), marcou 20 gols e sofreu 7, obtendo ótimo saldo positivo de 13 gols e um belo aproveitamento (83%).

    Nas Oitavas enfrentou a UCA (Universidad Católica do Chile) e em ambos os confrontos venceu pelo placar mínimo.

    Nas Quartas enfrentou o SP no Morumbi (1 a 1) e na volta, em casa, no Allianz Parque, venceu por 3 a 0.

    O momento atual do Porco, nas últimas cinco partidas, não é tão bom.

    Venceu o mesmo SP no jogo da volta, em casa, pelo Continental.

    Pelo Brasileirão, perdeu para o Cuiabá no Allianz por 0 a 2; venceu o CAP por 1 a 2 em Curitiba; perdeu para o Flamengo em casa por 1 a 3; e venceu a lanterna Chape fora, no domingo, por 0 a 2.

    Sem falar, pelo Brasileirão, da derrota para o Galo no Mineirão por 2 a 0 na rodada 16.

    O provável 4-3-3 do técnico português Abel Ferreira pode ser:

    Weverton;

    Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez;

    Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga;

    Dudu, Wesley e Rony.

    Possível desfalque: Danilo, por lesão, é dúvida.

    As derrotas recentes em sequência para o Flamengo, no Allianz, e para o Galo, no Mineirão, colocaram dúvidas na cabeça do torcedor alviverde que está dividido nas mídias sociais.

    Enquanto parte da torcida, dos otimistas, entende que o Porco vai passar pelo Galo para ser Bi do Continente, há outra parte ressabiada, de pessimistas, com os dedos cruzados.

    As principais reclamações desses torcedores se dirigem mais ao técnico (“pardal”, por exigir atuações fora da posição dos jogadores e não saber substituir), Dudu (não estaria tão bem quanto já esteve), Marcos Rocha e Piquerez (laterais fracos e avenidas), Felipe Melo (lento), Luan (zagueiro fraco)…

    Ainda em relação ao técnico, o torcedor JM esbravejou:

    “(…) Abel só tem um padrão de jogo, jogar a bola para a defesa e goleiro e depois chutão para a frente para ver o que vai dar…”.

    Outro torcedor (HRO), entendido do Palmeiras, deu a receita para o jogo contra o Galo, nas mídias sociais:

    “(…) Independente se Arana jogar, o correto seria colocar Dudu na ponta direita, ajudando na marcação do lateral esquerdo e ao mesmo tempo, jogando nas costas desse lateral ou prendendo-o para não subir. Wesley na ponta esquerda, fazendo a mesma função, ajudando a marcar e jogando nas costas do lateral, segurando-o para não apoiar. Centroavante deveria ser o Breno, muito mais habilidoso, rápido e cabeceador do que L Adriano. O meio teria que ser Patrick e Danilo. E a zaga com Gómez e Renan. O 4x3x3 seria a melhor forma de jogar contra o Atlético sendo que marcação teria que ser sob pressão…”.

    Esse torcedor HRO conhece bem de futebol, muito Palmeiras e até bem do Galo.

    Deve ser cruzeirense, secador…

    Fica esperto, Cucaaaaaa!!!

  16. Bom dia, caros atleticanos

    O jogo começou fora das 04 linhas, com o empurra-empurra sobre favoritismo. Discussão inútil. Bobo é quem cair nessa conversa. Os elencos possuem jogadores de altíssimo nível e com grande poder de decisão.

    O ditado popular “é briga de cachorro grande” teria que ser adaptado por 02 motivos:

    1º) Não é “briga”, mas tão somente um confronto entre 02 timaços.

    2º) Os bichos são outros: confronto de Porco Grande x Galo Grande, sem favorito.

    O Galo vem convencendo com disciplina tática e tira proveito da qualidade técnica individual dos principais jogadores: Arana (se for confirmado), Zaracho, Nacho, Hulk e Diego Costa.

    Será um espetáculo à altura dos investimentos feitos pelos clubes. Dinheiro trás muita felicidade. Assim sentem os milhões de torcedores de ambos os lados.

    Que os deuses do futebol iluminem as decisões dos craques do Galo, para trazermos de SP um grande resultado para o jogo da volta. Assim seja! Lutar, lutar, lutar … força Gaalllôôô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.