Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Sabadão Atleticano

O dia de ontem premiou o Atleticano duplamente. A virada sobre o Corinthians, depois de um primeiro tempo sofrível, aliada à vaga conquistada pelas Vingadoras na série A1 do Brasileiro, ocasionou o sono ideal para iniciar a semana. Afinal, nada melhor que essas comemorações – em dose dupla – para motivar o time que na […]

Leia Mais

Risco calculado e superado

Qual, entre nós, não ficou apreensivo com o time alternativo para enfrentar o América? Afinal, o coelho embora faça uma campanha bastante irregular, faz com o Galo o tradicional e histórico clássico dos mineiros. Antigamente essa partida era conhecida como o clássico das multidões, mas agora o Galo se isolou na condição do maior e […]

Leia Mais

Urubu ensopado à moda do Braz

Vencer é bom, mas alguns times têm sabor especial. Aqui em Minas Gerais, até uns tempos atrás, era delicioso vencer o rival transitório, agora até perder para aquela gente não faz mais diferença. Mas vencer o freguesão carioca, que só superou o Galo em manobras extracampo, é algo diferente sim na vida do Atleticano que […]

Leia Mais

Tem cheiro de maracutaia no ambiente

De manhã, como sempre, resenhamos aqui sobre o último jogo. Agora, em caráter excepcional, como faço ocasionalmente e motivado pela situação, volto para prosear sobre algo que julgo muito relevante. Refiro à tão sonhada criação da Liga Nacional de Clubes. Em 1987, com quatro paulistas e igual número de cariocas, dois mineiros e também gaúchos […]

Leia Mais

Cuca e suas fortes emoções

Outro mísero e magro um a zero, mas que nos colocou na quarta colocação do Brasileiro. O treinador começou, desde a escalação, a polemizar com o Torcedor ao optar pelo retorno do Allan e manutenção do Tchê Tchê. Se não era unanimidade, arrisco em afirmar que a maioria dos Torcedores esperavam Jair na cabeça de […]

Leia Mais

Nuestros ídolos argentinos

Enfim, apesar de tudo, uma partida para encher os olhos. Apesar de tudo, pois mesmo com a goleada, no segundo tempo, como em outras ocasiões, o Galo cedeu campo para o adversário. O que importa é que acordaram e atenderam o apelo do Atleticano, vencemos e – salvo melhor juízo – convencemos. Vitória que nos […]

Leia Mais

Um ponto em nove possíveis

Esse título, broxante, justificaria até evitar as considerações que farei a seguir. Frustrante o que temos assistido depois de um começo fake. Com nove pontos nas quatro primeiras rodadas, o time empacou e frustrou a animação que ajudou a vender quase todas as cadeiras cativas do segundo lote da Arena do Galo. Time depressivo, com […]

Leia Mais

Vagabundos somos todos nós

O destempero do treinador Cuca ao final da partida que decretou outra derrota do Galo, frente ao galático Ceará, me trouxe sentimentos inimagináveis. Desde vagabundo, como ele chamou o árbitro Vuaden, passando por otário, retrógrado, caduco e outros do gênero. Em meus 63 – bem vividos anos –, já experimentei sentimentos diversos em minha vida […]

Leia Mais

A casa balança mas não cai

A exemplo dos últimos jogos, que sempre registramos aqui, o Galo faz o primeiro gol e dá espaço ao adversário. Se nas partidas anteriores tivemos a felicidade de não tomar o gol de empate, ontem – por obra do Allan – aconteceu, por uma penalidade claríssima anotada pelo VAR. E, também como em anos anteriores, […]

Leia Mais