Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Tá na hora da virada

Elias - apresentação 03-02-17

Tomara que na partida de hoje, a primeira do ano longe da Massa, não se repitam os desastres das duas primeiras atuações na temporada. O Torcedor está cabreiro com o futebol apresentado até agora pelo Galo, depois da grande expectativa gerada pelos primeiros dias de trabalho do treinador Roger Machado. Imagens editadas e testemunhos de jornalistas que fazem a cobertura diária do nosso time geraram confiança e certeza de um início arrasador.

Ao contrário, nos jogos realizados – uma vitória e uma derrota – o Atleticano trocou a boa expectativa pela tensão. Mesmo considerando que o novo treinador precisa de tempo para mostrar resultados, para um elenco considerado como o mais valioso da Copa Libertadores de 2017 é evidente que os dois jogos foram frustrantes.

No primeiro jogo, a vitória magra sobre o fraquíssimo América de Teófilo Otoni acabou sendo relevada por boa parte da Torcida que, ao final da partida, saiu frustrada do Independência. Seguramente, o Atleticano superou o pífio desempenho no jogo do Campeonato Mineiro, aguardando uma reação no clássico pela Primeira Liga.

treino 03-02-17
Fotos: Bruno Cantini/Atlético

Ninguém gosta de perder clássico, mesmo considerando que é melhor perder a partida pelo torneio embrião e vencer dois clássicos seguidos numa decisão da Copa do Brasil, como aconteceu recentemente. Ronaldinho já avisou lá atrás, “treino é treino, jogo é jogo”. Mas nem por isso dá pra digerir o resultado. Uma coisa é perder jogando bem e sendo penalizado por algum detalhe. Perder jogando mal, como vimos, é imperdoável e preocupante.

Portanto, hoje, lá em Muriaé, o valoroso ($$$) elenco Atleticano tem a obrigação de vencer e convencer.  O adversário, Tombense, da cidade de Tombos, é um time que subiu em 2012 e de lá para cá vem fazendo campanhas excepcionais no Campeonato Mineiro.  Portanto, não podemos nos iludir e achar que será um time como foi o da primeira rodada. Na rodada inaugural, a Tombense superou, na casa do adversário, a equipe do Tupi.

Pelo que li e ouvi, o treinador finalmente pode escalar Pratto e Fred juntos. A opção por um esquema ofensivo, característica histórica do Galo, parece ter sido esquecida nas partidas anteriores. O que o treinador deve e precisa fazer, sem prejudicar essa condição de time que joga para frente, é resolver a crônica fragilidade do sistema defensivo. Na temporada de 2013, ano da conquista da Copa Libertadores, tínhamos Rever, Léo Silva, Gilberto Silva e Rafael Marques. Depois, ainda contamos com Otamendi e Jemerson.

Quando pegamos a relação dos jogadores para agora, confesso que dá frio na barriga. Léo Silva permanece, mas já se vão quatro temporadas. Rever quis voltar, mas, ao que soube, foi desdenhado, e agora brilha no Rio de Janeiro. Gilberto e Rafael acredito que penduraram as chuteiras, enquanto Otamendi e Jemerson brilham nos gramados europeus. Daí pra frente foi um excesso de Conceição e até outros similares.

Queria, como gostaria, que o Jesiel fosse testado. Ao meu gosto, reúne melhores condições que os que vêm falhando constantemente. A formação do time cabe ao treinador Roger Machado, que, seguramente, num único mês, ganha muito mais do que a maioria de nós durante todo um ano de trabalho. Pois então que acerte na definição.

Já no meio da semana, novamente pela Primeira Liga, com a obrigação de recuperar-se da derrota da primeira rodada, o Galo receberá o Joinvile e, quem sabe, pelo menos o Elias e algum hóspede do Departamento Médico aliviem esta nossa tensão. Luan, cadê você, menino maluquinho? Em tempo: O Santos começou a temporada ontem à noite e arrasou. E continua, ano após ano, mostrando meninos da base. Já a nossa…

15 thoughts to “Tá na hora da virada”

  1. Vou parafrasear a publicação do nosso maior cronista atual, Fred Melo Paiva, e sua observação sagaz de algo que 99% dos visitantes deste blog, e o próprio autor, ainda não perceberam: ” Roger não chegou para dar continuidade a um esquema vencedor, como chegaram Levir Culpi, Aguirre e até Marcelo Oliveira – todos, de alguma forma, herdeiros do Galo Doido de Cuca. Sua tarefa requer mais tempo: Roger foi contratado para reinventar a maneira de jogar do time mais vencedor do Brasil desde 2012, repleto de estrelas e corneteiros a dar com o pau.” Controlem a sua ansiedade Atleticanos!! Paciência, paciência!!

  2. Boa tarde Eduardo e Massa atleticana,
    Pablo tb assisto os jogos dos campeonatos europeu, sobre o Chelsea não podemos nos esquecer que o time tem o Diego de centroavantão e os demais jogadores que jogam com ele são muito velozes, habilidosos e que recompõem com muita força (Hazard, Pedro, Moses, Wilian) e isso que faz toda a diferença no esquema do Conte, na minha opinião Fred, Pratto e Robinho não podem jogar juntos em esquema nenhum no mundo, acredito que o galo deveria contratar mais um volante com as caracteristicas do Elias e mudar o esquema para o 4-4-2 com o meio de campo com Rafael Carioca, Elias mais pela direita, esse outro volante pela esquerda e Robinho centralizado formando um Lozango e no ataque Luan e Fred(Pratto), esse esquema com esses jogadores daria o tão sonhado equilibrio ao time do galo, ou seja, não falta muito apenas mais um volante top que marque forte e tenha uma ótima chegada ao ataque. Acorda Nepomuceno, abraço a todos.

    1. Vi uma notícia q o Tardelli conseguiu junto aos chineses o empréstimo até o fim do ano e vai reforçar um time da série A do Brasileirão. Tomara q seja o Galo. Nesse esquema que o Vinícius falou aí o Luan ou o Danilo seria o outro volante, com Robinho e Tardelli se revezando na armação e o Pratto ou Fred de centroavante. Acho q se pelo jeito que o Tardelli jogou 2013 e 2014 solto, e revezando na armação e ataque com o Robinho será muito bom de se vê. Se vier, a massa busca no aeroporto. Com o Danilo pela esquerda e o Elias pela direita, apoiando e cobrindo os laterais. ou se for o Luan, o Elias fica pela esquerda. Aí vai faltar só mais um zagueiro e o time tá pronto.

      1. …Ricardo, infelizmente acho que o Tardelli vai para o São Paulo….o salário que ele quer ganhar é altíssimo….tomara que eu erre….

  3. Acabei de assistir a mais um show do Chelsea 3 x 1 Arsenal, disparado com 12 pontos de vantagem na liderança do maior campeonato do mundo, colando Mourinho e Guardiola no bolso.
    Roger Machado pelo amor de Deus se inspire no Antonio Conte e arme o Atlético igual ao Chelsea 3-4-3 vamos ganhar tudo nesse esquema bem treinado pelo Roger Machado Vejam:
    Victor
    Leo Silva, Gabriel, Felipe Santana (3)
    Marcos Rocha, Luan, Elias, Fabio Santos (4)
    Pratto, Fred, Robinho (3)
    Esse esquema resolve nosso problema de falta de volante marcador com o Gabriel como líbero, Resolve nosso problema de meia Camisa 10, pois vamos ter uma linha de 4 com o Elias podendo atacar muito vindo de trás, e os laterais apoiando bastante, Resolve nosso problemas dos jogadores que não estão rendendo e vai tudo para o BANCO: Carioca, Maicosuel, Clayton, Otero, Hyuri etc dando várias opções do Roger escalar o time sem mexer no esquema e resolve nosso problema no ataque podendo escalar nossos 3 principais atacantes Pratto, Fred e Robinho.
    Dá gosto ver o Chelsea jogar, e tenho certeza que com os jogadores que temos dá para jogarmos bem nesse esquema.
    Compartilha aí galera 3-4-3 É A SOLUÇÃO!!!

  4. Proposta 3-4-3
    Inspiração: Chelsea técnico:Antonio Conte
    Victor
    Leo Silva, Gabriel, Felipe Santana
    Marcos Rocha, Luan, Elias, Fabio Santos
    Pratto, Fred, Robinho
    Espero que vocês gostem da ideia e que chegue ao Roger Machado e ele coloque em prática.

  5. Eduardo e amigos do blog, completando meu raciocínio de implantar o esquema do Chelsea do técnico Antonio Conte no Galo vejam essa reportagem (abaixo) vale muito a pena é muito interessante, e vocÊs vão entender que essa é a solução para nosso time, estou convicto que vai dar certo no Galo e será um divisor de águas basta o Roger Machado comprar a ideia ou me contratar como técnico rs kkk (brincadeiras a parte) vejam:
    http://oglobo.globo.com/esportes/esquema-tatico-de-antonio-conte-no-chelsea-ja-cativa-adeptos-no-brasil-20696664

  6. Falou tudo Eduardo. O Galo é futebol ofensivo e a caracteristica do elenco é essa. O Roger é inteligente e estudioso para saber que nao da para jogar na retranca como no Gremio. Tem de aproveitar o talento e força ofensiva e achar um equilibrio defensivo,ele é muito bem pago para isso. O Roger poderia me responder onde defensivamente e ofensivamente o Clayton é melhor que Pratto?

  7. Ridículo a base atleticana. Há decadas nao ganha nada e nssses ultimo 30. se revelou mais que meia duzia de talentos par ao time…ainda está devendo….Melhor terceirizar entao….aluga um time de base pois é vergonhoso

  8. Eduardo e amigos do blog, sou admirador do futebol pelo mundo, adoro ver os jogos dos grandes times Barcelona, Real Madrid, Chelsea, Manchester City, Bayern de Munique etc.
    O Chelsea do técnico Antonio Conte vem me chamando atenção ele joga em um 3-4-3 é líder isolado da Premier Ligue com 9 pontos de vantagem sobre o segundo colocado e apresentando um ótimo futebol, em um esquema tático que não é muito usado.
    Pra mim grande técnico é isso, que aproveita a qualidade dos jogadores que ele tem e arma o time conforme o elenco que tem.
    Acho que para o Galo engrenar o Roger tem que apresentar algo novo, nosso elenco apesar de precisar de reforços pontuais, temos ótimos jogadores mas nenhum técnico conseguiu dar liga para esse time.
    Sou fã do Tite por isso o esquema dele é o tradicional 4-1-4-1 mas independente dos jogadores o time dele sempre é competitivo, o Corinthians sofria um desmanche e o Tite mantinha o time competitivo, de um limão fazia uma limonada.
    É isso que o Roger tem que buscar no Atlético, porquê não se espelhar no Conte e armar o time no 3-4-3????? jogadores para isso nós temos, o David Luiz tá jogando muito como líbero, vejo o Gabriel ótima opção para jogar de Líbero no Galo, fazendo a primeira linha de 3 com Leo Silva, Gabriel e Felipe Santana, fazendo a linha de 4 com Rocha, Luan, Elias, Fabio Santos e fechando com a linha de 3 atacantes Pratto, Fred e Robinho.
    Esse esquema resolve nosso problema de falta de volante marcador com o Gabriel como líbero, Resolve nosso problema de meia Camisa 10, pois vamos ter uma linha de 4 com o Elias podendo atacar muito vindo de trás, e os laterais apoiando bastante, Resolve nosso problemas dos jogadores que não estão rendendo e vai tudo para o banco, Carioca, Maicosuel, Clayton, Otero, Hyuri etc dando várias opções do Roger escalar o time sem mexer no esquema e resolve nosso problema no ataque podendo escalar nossos 3 principais atacantes Pratto, Fred e Robinho.
    Essa pode ser a solução para fazer esse time jogar, e se olharmos no papel fica um time bem armado para atacar e defender com muitos jogadores, a sugestão está aí agora cabe a você Eduardo que é Nosso Porta voz falar isso ao Roger, Muito Obrigado
    Esquema 3-4-3 Técnico: Antonio Conte – Chelsea líder disparado da Premier legue
    Fica assim nosso Galão!
    Leo Silva – Gabriel – Felipe Santana
    Rocha, Luan, Elias, Fabio Santos
    Pratto, Fred, Robinho
    Eduardo e amigos do blog tenho Certeza que esse esquema vai dar certo, se o Roger fazer isso vão chama-lo de gênio, tô pensando em patentear a ideia kkkkkk
    Saudações

    1. Pablo! O santos que o Eduardo destacou na crônica jogou assim ontem . Lucas Lima jogou flutuando por trás em todo o jogo,meia armador de verdade, arrebentou com o jogo. Os laterais ( para este modelo de jogo teem de seruito bons,e os do santos são)jogaram fechando pelo meio qdo atacavam ,o time todo (muito jovens com raras exceções,Renato é o mais experiente,não digo velho tá bom) e a recomposição é feita muito i rápida . Gosto deste esquema também ,mas o time tem de estar muito bem treinado e equilibrado,fato que ainda não somos. Quem conseguir jogar neste esquema tático irá se dar muito bem .Concordo com você.Saudações!

  9. Temos de dar tempo para o time assimilar os treinamentos ( a osciosidade da temporada passada ainda reflete em nosso time e outra , não se diz em versos e prosa que torneios menores são para fazer testes? então ! a hora é agora . Time do santos vem de um segundo semestre primoroso ,tanto que brigou pelo título , e já vem com time pronto e com reforços pontuais, não poderia ser diferente. Nosso GALO ao contrário, foi uma bagunça só e com um agravante , nem treinar (pelo que se noticiava à época) o frágil MO fazia e o excesso de lesões tbm atrapalhou muito em nossa caminhada. Vejo além de assimilação de nova filosofia de treinos nosso grupo ainda desequilibrado( nisso o MO acertou),muitos atacantes de qualidade e o sistema defensivo nem tanto(sistema defensivo não vejo como apenas zagueiros, volante pegador e dois mais técnicos para empurrarem o adversário para trás,cabendo ao 10 ( GALO nunca teve um de origem,com exceção do Dinho,este não conta é Bruxo tudo) fazer a diferença. Cazares estão errando com ele, não é o nosso armador, na Argentina ele jogava e rendia muito , mais avançado próximo de um meia ( não recordo quem) mesmo jeito do Pratto no Vélez. Segundo treinador que o escala de meia , não vai dar certo, não é a característica do garoto e ele mesmo já reclamou disto. Vamos para a terceira partida com um terceiro esquema tático a ser testado , tá certo o Roger e que o GALO esteja pronto na hora certa,aquela que o profeta R49 eternizou ” vamu se divertir,brincar com a bola e qdo estiver valendo, está valendo. Saudações !

  10. Bom dia, Eduardo. Passei o ano de 2016 ouvindo, da imprensa, que o Galo tinha o melhor elenco, o time que mais levantava bolas na área. Em contrapartida, tinha uma defesa de causar calafrio no mais tranquilo do torcedor. O resultado de tudo isso foi um time patético, que nada ganhou. Quisera ter o otimismo que você tem com relação à nova temporada, mas, confesso-lhe, não o tenho. Acho (tomara que esteja redondamente enganado, para gáudio de nossa imensa torcida) que a presente temporada será tão ruim ou pior que a do ano passado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.