Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Possível retorno de Pratto e rescisões

Os bastidores do Galo estão cada dia mais quentes; ontem foi de muita especulação e rescisões de atletas em disponibilidade. Sem novas confirmações de chegada de jogadores, as conversas davam conta de um possível retorno de Lucas Pratto. Essa possibilidade muito me agrada.

Ele, o Urso, saiu daqui em meio aquela furada na contratação do ex-jogador Fred. Esse veterano atleta, que agora soube que virou usuário de bike motorizada, passou por aqui sem deixar absolutamente nada de positivo. Foi para onde tem a sua cara e nem lá vingou como anunciou. Fracasso pessoal e coletivo.

Deixou uma dívida que se arrasta tem mais de dois anos desde a sua rescisão, e um gol perdido (até hoje questiono aquele lance) que nos colocaria numa sequência inigualável de participações em Libertadores. Pareceu que errou propositalmente. Frente ao Corinthians. Frederico não deixou legado e sim uma dívida que insiste em recorrer e vem perdendo seguidamente. Paga logo, cara!

Mas, ao que nos interessa que é o eventual retorno do Pratto. Esse argentino tem a cara do Galo. Durante o período que esteve aqui demonstrou isso. Tem garra e fome de gol. Quando ele foi contratado, meu sonho era vê-lo ao lado do Tardelli. Mas o segundo saiu antes do início daquela temporada. Quem sabe essa grata surpresa ficou guardada para esse louco 2020. Tomara!

Enquanto Pratto é especulação, dois nomes acertaram a saída em definitivo. O terrível Maicon Bolt – na conta da curta passagem do Marques pela diretoria de futebol – depois de mais de quatro meses de sua dispensa. Finalmente a rescisão foi publicada, mas o acerto financeiro ainda promete render cenas para o futuro.

Outra rescisão definida foi a do atacante Clayton. Comprado do Figueirense, numa disputa cinematográfica com o Corinthians, o jogador aqui não rendeu o futebol que justificou sua contratação. Daqui foi emprestado ao próprio Corinthians, Bahia e Vasco. Em nenhum lugar rendeu absolutamente nada e sempre foi devolvido ao Galo.

Agora, após esse acordo, fica livre para seguir sua carreira e alivia a nossa folha mensal de pagamento. Lembrando que ele foi bastante caro, na casa de 2,5 milhões de euros. Somando-se a Clayton, que vem da gestão Nepomuceno, mais Hernández e Martínez – herança de Rui Costa. Contabilizando os salários deles, seguramente, chegamos aí aos 50 milhões de reais.

Quantas folhas de pagamento atiradas pelo ralo! Ainda temos, além desse uruguaio e do paraguaio, um argentino – Di Santo – a solucionar, e outros como Ricardo Oliveira, Zé Welison e Edinho. Todos eles contratados pelo Galo mas que não trouxeram qualquer contribuição técnica, e agora custam caro o desligamento.

Esse Di Santo, além da frustração, ainda carrega na mala de sua bagagem ter o mesmo procurador do Pratto. O agenciador, aproveitando da situação, ainda tenta impor a rescisão favorável ao dispensado ao retorno do ídolo. Que coisa! Rescisões outras, que aconteceram dias atrás, foram mais tranquilas com os prata da casa, Lucas Cândido e Dodô. Dois que prometiam muito, mas não renderam o esperado.

*fotos: Bruno Cantini/Atlético

23 thoughts to “Possível retorno de Pratto e rescisões”

  1. Puxa, quero também dar minha contribuição para o momento musical desse espaço atleticano. Chama-se Jogo do Contente, das Aventuras de Poliana, sempre otimista. Claro, é uma música infantil para um público infantil. Mas tem adultos infantilóides que provavelmente aproveitarão de montão. Divertam-se, polianas. Mesmo que tudo dê ou esteja errado…. contente.

  2. Pratto, grande jogador. Enquanto esteve no GALO honrou o nosso manto. Jogou demais. Hoje está em péssima fase, portanto, não faz parte do perfil de contratações de Matos e Sampaoli. Mas acho que o 9 vem da Argentina. Tardelli penso que foi um grande erro ter trazido. Sorte nossa que ele caiu nas mãos de Sampaoli, que vai lhe ajudar. Quanto a dispensa de “craques da base”, estava passando da hora. Uma vergonha manter esses moleque a quase 15 anos no GALO sem retorno técnico e financeiro nenhum. Chega né. Por isso acredito na nova política da base do GALO. E finalmente falta contratar o 10. Vamos acreditar no comando técnico que farão as escolhas corretas.

  3. A volta de Pratto será mais uma excelente ação da Diretoria do Galo, caso se concretize. O argentino SEMPRE foi melhor que o fraco (e picareta) fred cone. Infelizmente, Nepomuceno, o ex presidente provinciano, que gostava de grife, vacilou feio e permitiu a saída do Pratto, e a permanência do péssimo fred. Percebo que 99% apoia a volta do Urso, bom sinal! Com 32 anos, ainda tem muita lenha p queimar. Vamos aguardar. Mesmo que Pratto retorne, acho que não será titular absoluto. Sampaoli prefere um ataque com jogadores com mais mobilidade. Hj, acho q teremos Savarino (que é ótimo), Tardelli e Keno, com Marrony (tbm muito bom), e, eventualmente, Pratto. É assim mesmo, nem toda contratação tem que ser de jogador pra ser titular. Ter um grupo/elenco, de alto nível, é primordial pra conquista de títulos. De qualquer forma, reitero que estamos no caminho certo. Bom fim de semana para todos. SAN

  4. Bom dia MASSA!

    E eu achando que a única notícia ruim da semana seria a tentativa de recuperar o Cachazares.

    Num é que vieram com o retorno de Pratto.

    Para 9ALO, para!!!!!!!! Ê, 9ALÃO DA MASSA!!!!!! Ajuda nós, pelo amor de DEUS!!!!!

  5. Bom dia,

    As notícias indica que o diretor de futebol está trabalhando muito e bem.
    Para todos os Atleticanos as notícias que se referem ao retorno do futebol brasileiro 2020 marcado seu início para 08 de agosto é de se comemorar, nossa abstinência agora tem data para acabar.
    Pergunto: Porque não aproveitar para igualar o calendário do brasileiro ao Europeu?
    Eu gostava muito de ver o Pratto jogando, desde de sua estreia marcando gol num lateral de Marcos Rocha, até na sua saída deixando um sentimento de injustiça pela preferencia pelo cone, ainda deixou muita grana aos cofres do Galo, ou seja, foi nota 10.
    Mas seu ostracismo no último ano deixou uma grande interrogação no seu futebol, o último jogo do River pela libertadores onde ganhou por 8 x 0 não credenciou nem a oportunidade de retorno dele aos gramados, ou seja, está muito queimado por lá, se vier para o Galo foge do estilo de jogo do Sampaoli.
    Sua vinda para mim só valeria a pena se não cancelar a vinda do outro jogador especulado.

    Boa Sexta feira a todos!

  6. JOSÉ ANTÔNIO ,

    no outro post você entrou com um aparte
    em um colóquio do qual eu participava e ,
    para não deixar a conversa no ar após sua
    participação , pontuo :

    não tem nada a ver o que você escreveu .

    Uma bobagem , nada aproveitável .

    1. JOSÉ EDUARDO BARATA, (em maiúsculo mesmo) , bobagem é o que você escreve e outro siguais a você, não leio o que você escreve porque não me interessa….. Suas baboseiras não fazem sentido e só li porque porque me citaram….. Nunca comentei nada que você escreveu porque é m…..!!!!
      Obrigado por ler o que eu comento porque o que você e sua turma comentam pra mim é lixo!!!!!

    2. JOSÉ EDUARDO BARATA, já que fui citado nominalmente, vou responder,
      não leio seus comentários porque não me interessa sua opinião….
      Respondi o comentário do JBHGALO que sempre questiona os pessimistas do blog…. Não sei quem é você e nem quero saber.. Sua opinião não me interessa, como já disse….
      Você tem o direto de expressa-la…. Quem quiser que a ouça…
      Não me referi a você porque, como já disse, não sei quem você é e não me interessa o que você pensa ou deixa de pensar, sua opinião pra mim não vale nada…..

      ]

      1. Pessoal, vou postar aqui e no final da coluna de amanhã.
        Rogo por respeitarmos as opiniões divergentes, quando os comentários caminham para esse tipo de colocação me baixa um desanimo. Meu maior estímulo, depois do Galo – claro – é poder proporcionar um espaço e ambiente saudáveis para debater sobre o nosso time do coração. Ano passado, cheguei até mesmo a me afastar, voltei por receber apelos neste sentido e também por me fazer bem estar blogueiro dessa nossa paixão. Vamos nos ajudar, dai quem ganha é o objetivo maior de todos nós. O clube Atlético Mineiro. Vamos nessa!

  7. Bom dia, querido José Antônio. Bom dia a todos.
    Um Time que tem Di Santo e Pastor, não pode recusar Pratto.
    Quanto às dispensas, desejo felicidades ao Clayton, ele não tem culpa de ter sido superestimado. Diferente de um Elias, marycone, e outros, em MINHA opinião, Clayton é um bom garoto.

    P.S.: Àquele meu fã N1, que insiste em me citar indiretamente em quase todos os seus comentários: Calma! Ando ocupada, trabalhando MUITO, mas sempre que possível venho te dar atenção.
    Ah, pra parar de passar vergonha precisa decidir se sou fã de bilionários ou militante da Grupa. Caso não saiba os dois são antagônicos.
    Obrigada pelo carinho, beijos.

  8. Quando Pratto passou por aqui, eu o achava de artilheiro que não faz gol. Corre, tem garra, tem alma… mas gol que é bom, nada. Gols decisivos então, nem passou perto. E agora que é ex-jogador em atividade, trazê-lo para quê? Tragam o Dátolo. Se jogar 5 minutos, decide. E já que o blogueiro citou Fred, hoje ex-jogador, à época era incomparavelmente melhor que Pratto, com história no futebol que o credenciava a ser o 9 do Galo. De minha parte, não vejo razão para criticar Nepomuceno pela sua contratação. Perder pênalti, até Cerezzo perdeu, e no fatídico jogo do título de 1977. Zico perdeu, na Copa da França, e os exemplos são infinitos. Pratto? Não, obrigado. Ainda mais depois de saber que Di Funto foi indicação dele. E, como dizia o meu pai, melhor ter a receber do que ter a pagar. Demorou, mas a hora do Fred pagar se aproxima. Se Fred nada fez aqui, então fez tanto quanto Pratto, que fez coisa nenhuma que mereça registro. Tomara que Sampaoli faça valer sua vontade. Afinal, o que são dois tostões para o bilionário-mor, investigado pela Receita? Quase nada.

    1. Raramente faço considerações, porém me senti obrigado a expor meu pensar.
      Pratto virou um clássico ao final com dois belos gols. Valeu título. Certa ocasião, frente ao Rogério Ceni, marcou três vezes. Entre outros gols. Além de belas assistência. Tem 32 anos já Oliveira está com 40.
      Quanto ao Fred, o mencionado lance frente ao Corinthians, não foi penalidade. O gol e as redes se escancararam a ele, que já negociava com Itair, e mandou bisonhamente pra fora.
      São opiniões divergentes, sem confronto.

      1. Bom, de fato, a comparar com R.O, daí Pratto é infinitamente melhor. Mas quem não é? Lucas Cândido fez esplendido gol contra o Flamengo, uma pintura. Seu contrato acaba de ser rescindido. Vanderlei fez até o famoso gol Fábio de Costas… Nem de longe, a meu juízo, a virada sobre os azuis em mais um comum título mineiro o credencia a voltar ao Galo. Se for assim, Dátolo já deveria estar de volta. Fez muito mais que Pratto. Quanto ao gol perdido frente ao Corinthians, um desastre total, talvez não figurasse entre os 10 maiores clássicos do Inacreditável Futebol Clube. Fred é (ou melhor, foi, já que ambos são, a meu juízo, ex-jogadores em atividade) infinitamente mais jogador que Pratto. Aliás, o que foi aquilo que o Pratto fez contra o Flamengo na final da Libertadores, hein?! O gol perdido do Fred é fichinha, perto do desastre que o Pratto protagonizou contra o nosso maior rival?! Só opinião, sem divergência.

      2. Ávlia, teve ainda um mata mata contra o Racing, no Independência, que o Pratto carregou o Galo nas costas, marcou gol decisivo, voltou pra marcar e nos classificou pra fase seguinte da Libertadores.
        Pelo que ouvi, o Pratto seria uma segunda opção, em caso de fracasso na tentativa de Bustos, que é mais jovem e também muito mais caro.
        Mas na minha opinião, é uma ótima segunda opção, 32 anos não é idade de ex jogador, ainda tem muita lenha para queimar, e todos sabemos a identificação que o Pratto tem com o Galo, além de ser reconhecidamente um jogador sério e respeitador. Ouvi também que apesar de estar a seis meses sem receber no River, se recusa levar a situação à justiça, prefere resolver amigavelmente por respeito ao clube. Eu quero esse tipo de jogador no Galo sempre.
        Mauricio, quanto a sua opinião a respeito do Menin, a respeito, mas por que essa perseguição com um bem sucedido que obviamente é atleticano e até agora só demonstrou interesse em ajudar?
        SAN

    1. Perfeito seu comentário!
      Se brilhou anos atrás não significa que vai jogar o mesmo agora. Basta ver o que ele não fez no último ano no River. O tempo é cruel! Ele está 3 anos mais velho!!

      Duas coisas me incomodam na forma de pensar de boa parte da torcida:
      – Essa mania de viver do passado achando que ex jogadores (e até treinadores) continuam bons pra sempre;
      – A mania de sempre botar a culpa na arbitragem mascarando os erros e deficiências do nosso time. Sim, os árbitros erram e já fomos muito garfados no passado. Mas hoje os recursos técnicos são maiores e dificultam armações como antigamente!

      Bola pra frente gente! O que passou deve servir apenas como lembranças!

      Saudações!
      PS: Parabéns pelo Blog Eduardo! Acompanho sempre!

      Bola pra frente gente! Vamos pensar no novo Galo!

    2. Concordo plenamente, perdeu muitos gols feitos e se é reserva no seu time, vai servir para um time que quer ser campeão? Otempo dele já passou obrigado, mas eu não apoio esta idéia

  9. Bom dia Eduardo, Lucy, atleticanos e atleticanas,
    sobre o Cone caloteiro prefiro não comentar, só digo que a hora dele acertar as contas com o Galo está chegando….
    Bolt, Hernandez e Martinez tinham pouca ou nenhuma chance de dar certo, tremenda bola fora, mas o Clayton foi uma daquelas contratações que todo mundo apoiou e acreditou, lembro que o Galo disputou sua contratações com outros times… Não deu certo, paciência, tem jogadores que não vingam, e esse é um deles, em breve o veremos em algum time da SÉRIE B ou da C.
    Me parece que o Sampaoli prefere o Bustos, mas o Pratto figura como uma segunda opção.
    Também sou a favor da sua volta, jogador sério, comprometido, profissional e que respeita a torcida e a camisa que veste… Lembro que quando o Galo foi contratá-lo outros times tentaram atravessar a negociação e ele disse que já tinha dado a palavra ao Galo… Merece meu respeito..
    Acho que 100% da torcida vai concordar que ele é infinitamente melhor que Ricardo Oliveira e Di Santo… Ou será que vai aparecer alguém para discordar???
    Uma ótima sexta pra todo mundo

    1. José Antônio, acho que, tanto o Ricardo Oliveira quanto o Dia Santo, não servem como referência para o centroavante de que precisamos.
      Fraquíssimos em sua passagem pelo Galo. Ser muito melhor do que eles é o mínimo.

  10. Bom Dia
    Na verdade o Pratto não deveria ter sido mandando embora pra ficar com aquela bosta do Fred mas o retorno dele não é aconselhavel pois ja esta com 32 anoa vai se tornar um novo ricardo oliveira,acho que tardelli da conta do recado.

  11. Bom dia. Ontem a noticia principal dos bastidores do Galo foi que Rubens Menim, conseguiu fazer a reconciliação de Kalil e Sete Câmara. Assim nao haverá disputa entre esses dois grupos nas eleições. Marcharao com um único candidato que na minha opinião será o Rafael Menim. Em relacao a Lucas Prato , agora eu compreendo porque ele,Lucas Prato indicou o Di Santo para o Galo. Só por essa indicação eu nao o contrataria novamente….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.