Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Vamos abraçar o time no Horto

JPG mktplace 300x250Ainda me recompondo do revés da segunda-feira, tive um dia seguinte atípico. Creio que, pelas dezenas de manifestações recebidas nos posts de ontem, o dia foi similar ao de muitos Atleticanos. Totalmente refeito, claro que não, mas reenergizado para ir ao jogo de quinta – frente ao Sport – em busca de uma convincente vitória. O que passou, passou. Em que pese a raiva e o direito ao sagrado exercício de expor nossa “santa ira” com o que vimos no Rio de Janeiro.

No chamado “the day after” (dia seguinte), pude ouvir e entender ainda mais a nossa alma Atleticana. Quase todos “Ps da vida”, mas senti, de maneira indiscutível e incontestável, que o Torcedor acredita no time e na reação na competição. O amigo Lobo Mauro, cineasta mineiro radicado no Rio de Janeiro e produtor do curta “Quando se sonha tão grande, a realidade aprende” (sobre nossa conquista da Libertadores), me enviou uma mensagem que sintetiza todo nosso sentimento.

“Hoje é momento de ficar puto, indignado, de luto (substantivo). Amanhã já é dia de LUTO (verbo), Lutar! Lutar! Lutar!” Valho-me da mensagem deste ilustre companheiro de Minas Gerais e de Atleticanismo, para sugerir e mesmo convocar a massa a reagir e abraçar o time até a última partida. Nada está perdido, mesmo com resultados inesperados como o último, nós sempre fizemos a diferença. “Vamos à luta sem medo, é hora do tudo ou nada”, canta Bete Carvalho, no samba “Virada”, de Noca da Portela.”

 imageO Galo e o Atleticano são, como o povo brasileiro, acostumados à luta e à superação. Já fomos derrotados por nós mesmos, em algumas ocasiões, embora a maioria delas tenha sido pelas maracutaias da CBF. Nem por isso, esmorecemos. Vamos dar trabalho e dor de cabeça a essa entidade promíscua do futebol brasileiro. Que venham outros Aragões, Wrights e Simons, mas o Atleticano vai com o time até o fim. Não podemos entregar a rapadura para essa gente.

Vamos lotar o Independência na quinta-feira e incentivar ao time em campo. Façamos a nossa parte, que nossos representantes façam a deles. São a diretoria, a comissão técnica e os jogadores em campo. Incentivar e cantar, com o estádio lotado, como fizemos várias vezes este ano e nos últimos tempos.

Marcelo Oliveira 12-09-16 jogo Galo e Flu
Fotos: Bruno Cantini/Atlético – Ilustração: Divulgação

Fazendo a nossa parte, caberá à diretoria cobrar da comissão técnica e atletas que lutem, que saiam de campo suados e dêem sangue durante a partida. Também o treinador, que ontem critiquei aqui pela apresentação no Rio, mas que sempre mereceu minha total confiança, com a Torcida jogando junto, que cobre dos seus comandados, compromisso e resultado na partida.

Ninguém é obrigado a ganhar uma partida, um campeonato, afinal de 20 clubes, apenas um é campeão, mas exigir garra e comprometimento, isso sim, é permitido. Temos cinco pontos a menos que o líder e estamos a quatro do vice líder, ainda faltam 14 partidas, ou seja 42 pontos. Olhando pra frente, vamos levar nosso time ao lugar que merece. Titulo e Copa Libertadores de 2017.

Em tempo: não posso deixar de registrar a provocação hilária de não-Atleticanos. Alguns torcedores de time que está a dois pontos da zona de rebaixamento, comemorando e festejando a derrota do Galo. Gente estamos em terceiro e não em décimo-quarto.

28 thoughts to “Vamos abraçar o time no Horto”

  1. Caro Eduardo palavreando um velho ditado ” de técnico e louco todo mundo tem um pouco. Também tenho profundo apreço por Marcelo Oliveira, mas me responda francamente, ele ainda está devendo, não está???!!!

  2. Considero a discussão sobre a nossa base de suma importância para o nosso futuro futebolístico, inclusive no que diz respeito à viabilidade financeira do Galo, sou do tempo no qual a “escolinha do Galo” era uma das melhores do Brasil sempre revelando grandes talentos como é hoje as categorias de base do Santos, isso num tempo em que não tínhamos toda esta super estrutura do melhor CT do Brasil, dentre outras coisas acho que está faltando uma melhor captação de jovens em outros Estados, moro em Brasília e vejo escolinhas de muitos times aqui, inclusive dos nossos principais rivais, assim como em Goiás, mas do Galo nada. O mais importante, no meu modesto entendimento, é preparar os garotos para jogar no time principal dentro de uma filosofia de jogo bem definida. Quanto ao apoio ao time, basta o time mostrar vontade, ganhar as divididas, mostrar raça, mostrar preparo, mostrar coragem, mostrar paixão que a MASSA vem junto e aí ninguém segura.

  3. Boa tarde á todos!!! Concordo plenamente com o que disse o “Barros” ai mais cedo. O nosso treinador é fraco e não é de hoje, chegou em algumas finais de copa do Brasil, mas vários outros times de menos expressão também já chegaram. Ganhou dois campeonatos pelo rival porque o time era bom, deu liga e souberam aproveitar para abrir vantagem enquanto os outros disputavam a libertadores. Falar que temos o melhor plantel, sei não hein. Zagueiros reservas, todos péssimos; Lucas Cândido, Carlos Eduardo, etc, todos um horror. Sem falar uma coisa que ninguém fala porque não vê ou sei lá o motivo: O tal de Rafael carioca é o dos maiores enganadores do time, gira daqui para lá, só toca de lado, não combate, e nada ou quase nada acontece através dele. Que diferença por exemplo em relação ao Renato Augusto (ex. corinthians), não é nenhum craque excepcional, mas joga pra frente, abre espaços, chega no gol adversário. O nosso volante atual dá dando pena de ver. Pra ficar um pouco pior do que tá, é só voltar o Marcos Rocha, aí sim a média de gols sofridos com certeza vai aumentar. Vou parar por aqui senão tem assunto para escrever varias páginas sobre o nosso galo. Este ano não acredito !!! Abraços,

  4. Caro Rabino. Mande todos os textos de ontem para o Marcelo Oliveira, para ele sentir a indignação da Massa. Se o time não CORRER nada vai adiantar. Tem que parar de dar toquinhos, pois esse não é o jogo do Galo. Tem que CORRER durante os 90 minutos, pois eles ganham muito bem, têm todo o conforto. Marcelo, a tática do GALO é CORRER, LUTAR, DAR SANGUE. PARE COM O JOGO DE ESPERA POLÍCIA, pois já não aguentamos mais.

  5. Sou crítico frequente do atual treinador do GALO, a quem considero incapaz de ocupar o cargo mais importante do futebol mundial. Acho que a falta de sinergia entre a Massa e o atual time passa pelo mal trabalho realizado por marcelo, que entrega um time sem vibração, sem esquema tático, sem variações e que vem vencendo e ocupa a terceira colocação apenas devido aos valores individuais. Não gosto também de ver o GALO contratando medalhões como se essa fosse a única solução. Provincianismo puro! Como alguém bem disse aí atrás, faz parte da nossa história formar e revelar grandes craques. Dito isso, e apesar de achar que devemos trocar de treinador HOJE, concluo que dentro do campo, a única atitude aceitável para um torcedor do GALO é o apoio incondicional. Críticas devem ser feitas nos locais para isso, lá no campo vamos abraçar nosso GALO e carregá-lo, como sempre fizemos. Que nossa Diretoria tome medidas sábias pra corrigir os erros cometidos e que os jogadores entendam que o GALO é a maior instituição do planeta e que devem representá-lo como tal. SAN

  6. Fui ao jogo segunda e ontem, como todo Atleticano, o dia foi de luto, nem consegui escrever aqui. Tentarei ser breve: EDCARLOS não merece estar no Galo; L CÂNDIDO parece juvenil e L PRATTO uma vergonha, não pode ser titular. Quanto ao VICTOR, realmente totalmente fora de ritmo, falhou demais. Em suma, UM VEXAME. Marcelo Oliveira deu uma aula de como perder um jogo, aliás, as últimas 5 partidas foram muito ruins. Não acredito em time desmotivado, em time sem alma, em time sem coragem de vencer… Que a fé de renove após os dois próximos jogos porque do jeito que está não acredito mais!

  7. Desistir não é perfil do atleticano, temos que criar aquela sinergia torcida/time, mas pelo amor de Deus, o time tem que demonstrar raça, comprometimento, porque aquele jogo passado não deu para entender, como um postulante ao título joga daquela forma ? me ajuda ai né gente ?

  8. … que o time seja no mínimo honesto com a torcida … e se comprometa em “tentar” o título e deixar de se levar pelas opiniões de “videntes” que o colocam como candidato ao título … O time é que tem que buscar os resultados dos quais precisa. É dentro de campo que se ganha … a atitude tem que ser de raça, na falta da técnica, se preciso for.

  9. Caro Eduardo, você tenta motivar a massa para ir ao Horto e no meio da motivação, parece que quer construir um factóide do insucesso do time na temporada, alegada fatos passados relativos às arbitragens. Eduardo, todos sabemos que o insucesso na temporada é graças ao goleiro mais vazado no Brasileirão, ao goleiro que mais toma gol infantil, enquanto o Victor for o goleiro titular, conviveremos com o insucesso e corremos o mesmo risco de 2009, flanelinha, segurando o lugar para outros times na Libertadores.

    1. Eu não durmo em berço explendido, mas falar que vai repetir 2009, o Vitor pode estar mal concordo que falhou nos 2 jogos contra o São Paulo, Flamer.. e flor, mas não esqueça da Libertadores, Recopa, Copa do Brasil e se vier o Brasileiro, aí te pergunto oque vai falar? Tá parecendo cruzeirense reclamando do Fábio, sei não. Saudações Alvinegras.

  10. É isto EduGalo, o atleticano torce contra o vento, vamos lá torcer para o Glorioso, e que o vento sopre a nosso favor. Saudações Alvinegras!

  11. OBRIGADO DUDU!!!!
    Precisamos reacender a chama entre a torcida, time, comissão técnica, diretoria, todos em PROL de um objetivo só: ser CAMpeão….
    Vamos lotar o Horto quinta feira, independente do placar do jogo de hoje entre flaXpal……ainda tem muito CAMpeonato pela frente….como disso o nosso amigo Fael Lima: não vamos ao Horto ver o GALO ganhar, vamos ao Horto FAZER o GALO ganhar….por medo em todos os adversários….recuperar a mística do Horto…..ganhar quinta feira e ir com FORÇA MÁXIMA pra cima ”delas” no domingo…..
    AQUI É GALO P……..!!!

  12. A torcida está fazendo a sua parte. Marcelo Oliveira não! Vários atletas também não, por motivos desconhecidos. Jamais deixaremos o Galo!

  13. Bom ia Eduardo, isso ai, vamos tentar esquecer o que passou e apoiar o time até não tivermos mais chances de títulos, hoje tem Palmeiras x Flamerda e os ingressos já estão esgotados, a torcida do flamerda, deu show ontem no aeroporto do Rio e SP, então MASSA vamos fazer a nossa parte, vc citou a música da Beth Carvalho, segundo hino nosso e outra música que a MASSA cantava antes no mineirão antigo era o Eterno Aprendiz do Gonzaguinha, era o nosso terceiro hino, hoje o jogo vai ser difícil, 1×0 ou 4×0 são 3 pontos que é o que interessa, claro que uma vitória por mais de dois gols de diferença é ótimo, menos sofrimento. Agora se a vitória tiver certa no decorrer do jogo o M.O. tem que sacar o Robinhogol e poupar ele, pois o mesmo tem 2 cartões amarelos. Abraços e AQUI É GALO

  14. Caro Eduardo, bom dia. Saindo um pouco do foco do brasileirão, que de forma alguma acho que esteja perdido, embora nosso técnico faça tudo para perdê-lo, gostaria de propor uma discussão entre os atleticanos e você é um cara certo para isso: a qualidade da nossa base. Não é possível que não consigamos mais produzir bons jogadores (nem tô falando de craques, veja bem). O último, depois de anos, foi o Jemerson. Os que estão hoje no elenco profissional são fraquíssimos. O Atlético não consegue competir em alto nível nos torneios nacionais de juniores e outras categorias inferiores. Nem na taça BH fomos até as etapas finais nos últimos anos. Nós que acompanhamos futebol sabemos a causa disso: falta de investimento e estrutura profissional na base. A obsessão por títulos tem levado nossos dirigentes às contratações de peso em detrimento do investimento na base. Nossos dois maiores jogadores – Reinaldo e Cerezo – surgiram no clube. Outros tantos também. Nos últimos anos nossa base é lastimável. E quando surge uma esperança, geralmente ela é mal lançado, precipitadamente, sem completar a sua devida formação, visando o mercado internacional e fracassa. Os atleticanos precisam fazer essa reflexão e cobrar dos dirigentes uma política de profissionalização e valorização da base. Ali está o melhor da história gloriosa do clube. E que pode também ser a garantia de um futuro ainda mais glorioso. Um abraço.

    1. Concordo com a sua opinião , acabaram com o especializado – futebol de salão – com o argumento de que o futebol de campo era prioridade. Pararam de investir na base com o argumento de que o importante eram títulos. Hoje não temos os constantes títulos do especializado, inclusive mundial, não temos títulos na base e o profissional não ganha nem final de mineiro contra time da serie B.

    2. Muito pertinente a sua colocação, grande Sérgio . Eu torço demais pelo título mas, independente dele vir ou não , esse debate inevitavelmente tem que acontecer .

  15. Bom dia Dudu e amigos ! Pergunto ao nobre escriba Atleticano e condutor do blog : – acompanhastes ao programa DebateGalo da @webradiogalo na noite de ontem com a presença do Domenico Bhering e do Daniel Nepomuceno ? Não sei se já disponibilizaram o programa no youtube , pois vale a pena dar um confere na entrevista . Alguns dos questionamentos levantados em vossa coluna da tarde , aqui no blog ,tbm foram feitos pelo Beto e o Eduardo Guerra aos entrevistados.São 1:26′:00 de programa e como disse acima, vale a pena dar um confere .Procurar por programa Debate Galo com Daniel Nepomuceno no youtube e/ou na @webradiogalo . Garrado no Independência VAMU GALOOOOOOOOOO….!!!! SAN
    OFF: Dudu o link do programa é este aqui …. https://www.youtube.com/watch?v=TpOsbp21Gxk&feature=youtu.be … não colei no meu comment por não saber se a @webradiogalo permite fazê-lo . Passada a ‘reiva’ um abraço Atleticano ao nobre amigo .SAN

  16. Fiquei puto na segunda, mas ontem já estava lá vendo o noticiário esportivo ainda mais quando falava do Galo. Minha esposa chegou e falou pra mim, vendo futebol, ontem voce não falou que tava tudo acabado e que tinha jogado a toalha? aí eu falei pra ela é, mas com um empate amanhã entre flamer…x Palmeiras e nós vencendo estamos no páreo de novo. Essa é nossa bipolaridade e vida que segue, mas chega de erros. Saudações Alvinegras.

  17. Caro Avila, estaremos la como sempre, mas por favor se puder leve essa frase aos jogadores e comissão; “Um time sem alma não merece uma vida de gloria”….portanto se pretendemos ter a gloria de um titulo tão sonhado, é hora de apagar o que vimos no Rio e que isso não se repita principalmente nos jogos fora que ainda temos que fazer, aqui a torcida faz com que o time coma grama, mas fora a nossa apatia tem sido irritante, principalmente quando vemos adversários se comportarem de forma diferente, disputando cada palmo de grama como se fosse o ultimo jogo…se igualarmos isso, técnica nós temos mais

  18. Acho que está na hora da virada. De abraçarmos mesmo o time. Já fizemos isso tantas vezes, sinto que ultimamente perdemos um pouco desse espírito de ir com o time nos momentos mais complicados. Igual você mesmo falou no texto, estamos em terceiro lugar, sendo que se não fosse por aquele início ridículo de campeonato estaríamos facilmente em primeiro. O time vive sim um fase muito boa, problema que temos que conquistar pontos que foram perdidos de forma boba no primeiro turno, como o empate para o Sport e derrota para o Grêmio em casa. Mas agora é a hora de ir a luta! Unir torcida e time e gritar o famoso “Eu acredito” que ficou marcado até nas olimpíadas. BORA GALO CAMPEÃO!

    1. Com toda a certeza , grande Bernardo. Não só o time mas a Massa também tem que recuperar a pegada . É esse sentimento de fazer do Atlético algo de especial nas nossas Histórias de vida é que o faz tão grande .

    2. vamos galo, vamos na corrente. eu sou Vitor, este cresce na hora certa e fecha o gol. Pratto pode sair, Datolo tambem.. Fred tem que pedir desculpas por não ter encarado o Flu. E o resto tá bem, DM liberando os craques.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.