Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

A opção para a defesa é Gabriel

Com o fechamento da janela internacional, qualquer possibilidade de buscar uma solução para a nossa zaga teria de ser entre jogadores atuando aqui no futebol brasileiro. E, sinceramente, depois daquela do ano passado, quando trouxemos o Tiago (que acaba de ir para o Bahia), não consigo vislumbrar solução interna. Diante disso, optaria por uma alternativa doméstica mesmo.

Me refiro ao zagueiro Gabriel, de 21 anos, formado nas categorias de base do próprio Galo e natural de Pedro Leopoldo, que já brindou nosso time com grandes jogadores no passado, destacando-se Campos e o próprio Marcelo, nosso atual treinador. Essa cidade sempre se notabilizou por abastecer os times de Belo Horizonte com grandes valores. Não só o Galo, mas também os outros dois.

Erazo treino
Fotos: (capa) Jonathan Xavier, (interna) Euler Junior – UAI/EM

Excepcionalmente, farei uma concessão, para registrar o nome do Dirceu Lopes. Quem o viu jogar, entende do que estou falando. Não sem deixar de tirar um sarro. Ortiz, aquele goleiro que marcou época e arrebanhou muitos Atleticanos naquela geração, por duas vezes defendeu bola do camisa 10 adversário matando no peito. Coincidentemente na despedida do craque adversário de Belo Horizonte e na sua estreia pelo Fluminense, para onde se transferiu já no final de sua carreira.

 

Mas, no caso da nossa conversa de hoje, o que interessa é o Gabriel. Nossa zaga é o setor que mais insegurança vem causando ao Torcedor. Leo Silva e Erazo, titulares absolutos, vez por outra até criticados, não estarão aptos para todas as partidas que faltam para o término do Campeonato Brasileiro. Tiago, para alegria de muitos, já tomou rumo. Restam Edcarlos, Ronaldo e o próprio Gabriel.

Os dois primeiros, com todo respeito aos profissionais, não inspiram confiança ao Torcedor e – acredito – tampouco aos colegas em campo. Edcarlos, com aquele gol épico em cima do Corinthians, está eternizado na nossa memória. Ronaldo, que estreou bem, assustou os Atleticanos quando jogou uma partida inteira.

Por eliminação, chego ao Gabriel. Nas poucas partidas em que pude ver a atuação do jovem atleta, sua presença em campo me encantou. E mais: conversando recentemente numa ponte aérea com gente de dentro do Galo, ouvi que Gabriel irá superar Jemerson. Portanto, cabe ao treinador administrar isso. Estou dizendo, lançar o jogador – gradativamente, que seja – para que a massa proximamente comemore o surgimento de um novo ídolo.

11 thoughts to “A opção para a defesa é Gabriel”

  1. Pra mim a zaga do GALO e boa sim apesar da idade do Léo Silva, mas alguém já viu uma zaga bem sem bons volantes de contenção e um time compactado?

  2. O grande erro da diretoria foi ter vendido o Jemerson,depois teve que sair correndo pra repor,contratou o Erazo,Ronaldo e quase trouxe um terceiro.

  3. Plenamente de acordo, companheiro. Já tivemos problemas no passado que só foram sanados após acertar a defesa…Quantos goleiros tivemos, lembra ? O pr´prio Victor só se firmou depois de se acertar a devesa com Léo SIlva e Réver.. mAs agora, Léo deve ganhar uma placa e agradecimentos. Esse Conceição qe jogou contra o Coritiba não ngana niguém. em Mina, que venga Gabriel. Tem que dar frça para a prata da casa…já estamos há um bom tempo sem revelar um jogador sequer. o último foi Jemerson….mas já se foi….a solução tem que ser caseira. Vamos nessa, dá-lhe Gabriel, carajo

  4. Caro Eduardo, concordo com você que o Gabriel é a melhor opção comparando com os outros dois zagueiros. Porém, o garoto fez a melhor partida quando jogou de lateral direito, não que ele tenha que jogar nessa posição. Ele ainda é muito afoito e inseguro, foi muito mal no jogo contra …………. Ele precisa aproveitar melhor as oportunidades e ai sim, virar a sombra da nossa zaga. A turma ali do meio campo também precisa jogar bola, Rafael está mal, se esconde do jogo, não arrisca mais nada. Jr. Urso está pior ainda, Eduardo já teve todas as oportunidades que poderia ter e não está bem. Lucas Cândido, ainda tá devendo, pra queimar a minha língua, somente o Donizete está um pouco melhor. Não gosto do estilo dele, uma coisa é jogar com raça, outra é ser desleal, mas não posso negar que o cara vem ajudando o Galo há muito tempo.

  5. Eduardo, por mim pode já entrar de titular quando necessário. Jemerson entrou em uma FINAL contra o Lanús na Recopa e deu conta do recado! Espero muito desse menino, acho que joga demais!!!

    1. Caro Wagner, os dados abaixo constam no site do Galo, portanto a informação – como sempre – foi extraída de onde sempre me mereceu confiança.

      Gabriel Costa França

      31 – Gabriel
      Nascimento – 14/03/1995
      Cidade – Pedro Leopoldo/MG
      Posição – Zagueiro

      1. Conheço ele desde de 01 ano de idade, eu e pai dele jogamos juntos aqui no Pingo de Ouro de Capim depois no Cruzeirão (ferro velho) de Matozinhos, ele sempre vinha acompanhado de seu Pai chamado Chico Rela Coco, que era goleiro de nosso time. A certidão pode ser Pedro Leopoldo, ele e família são aqui de Matozinhos e para ser mais exato era meu vizinho antes do pai se casar.

  6. Não vai adiantar muito. Os jogadores brasileiros hoje estão sendo vendidos ainda nos times de base. Quem sobra é quem não conseguiu ir ou porque estão voltando porque o futebol deles acabou. Vide Robinho. Alemanha 7 x 1.

  7. A defesa do galo a muito tempo é um convite ao gol adversário.Se a diretoria ou tecnico não tomarem as devidas providencias …o time como está atuando não tem nenhuma perspectiva de título.E pelo visto continuará do mesmo jeito.
    Será que ninguem consegue ver isso?????
    E não é de agora.Os elementos até antigos no clube mal conseguiram fazer o suficiente.Quando é que teremos grandes nomes na zaga?O clube contrata nomes conhecidos para o ataque mas do meio de campo para trás o time é um desastre.
    Ha um bom tempo não dá gosto ver o futebol do nosso GALO.

  8. Quando Gabriel se firmar no Atlético espero que a presidência não o venda como fez com o Jemerson, que ficou muito pouco tempo no Galo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.