Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

O que está acontecendo com o Atlético?

Max Pereira
@pretono46871088
@MaxGuaramax2012

Esta é a pergunta que está sendo repetida infinitas vezes no universo atleticano. E, claro, provocando outro tanto de respostas, algumas mais elaboradas e com lógica bastante razoável, outras, como não podia ser diferente, sacadas ao sabor da emoção e dessa paixão absurda que só o atleticano consegue experimentar e entender.

Também não é surpresa que para muitos “El Turco” seja o maior e talvez o único vilão nesta história. E, ainda que alguns defendam essa teoria por meio de opiniões respeitáveis, entendo particularmente que o buraco onde o clube foi jogado é muito mais fundo. Não, não estou deixando de reconhecer que o time está muito mal e que o trabalho do treinador, de fato, não está dando os frutos desejados.

Provocado a opinar em minhas redes sociais sobre o que o time atleticano vem produzindo atualmente nunca deixei de reconhecer que o Atlético de hoje perdeu aquele brilho e aquela alegria de jogar da temporada passada que se traduzia em uma equipe que transbordava intensidade, inspiração, capacidade de superação, resiliência e vontade de vencer e de ser campeão absurdas e insuperáveis. Tudo isso parece perdido e o time do Atlético de hoje se tornou, com raríssimas exceções, um amontoado de jogadores mentalmente apáticos, entorpecidos, impotentes, macambúzios, sem apetite e sem atitude.

A sensação comum a muitos torcedores é a de que acabaram com o time do Atlético. Além das saídas intempestivas e equivocadas, tiraram tudo e hoje temos um time letárgico, burocrático, e sem energia. Contundência zero. E, não sem razão, o jogo coletivo e tático não consegue prosperar, reduzindo-se a meros lampejos individuais. O Galo chegou até aqui graças à qualidade individual de alguns de seus jogadores. Até um cego vê que o time do Atlético está doente. E quando vários jogadores estão mal é sinal que internamente as coisas também vão mal, aliás, muito mal.

E se com o passar do tempo o clube não se debruçar para valer sobre as causas reais desta queda brutal de rendimento e não fizer um diagnóstico preciso que o leve à raiz dos problemas e, assim, poder erradica-los de uma vez por todas, o Atlético mergulhará em um caos de consequências imprevisíveis. Ainda não é terra arrasada, mas dependendo do que for feito e, principalmente, do que não for feito agora, chegar lá será inevitável. Aliás, a partir do momento em que o time começou a mostrar dentro de campo que as coisas intramuros do clube estavam indo de mal a pior, se fazia necessário agir e atacar o problema (a doença) na raiz.

A pífia atuação do Atlético diante do Tolima, além de indicar que nada foi feito nesta direção, mostra que os problemas atleticanos não admitem mais tergiversações. O fato de o time ter esboçado uma reação e os jogadores alvinegros terem de certa forma retirado forças de onde não tinham o que levou o Galo a um enganoso e nada duradouro empate e, nem tampouco, o fato do time ter tido a posse de bola não devem e nem podem iludir a ninguém. Era um domínio aparente, falso, enganoso.

Da mesma forma, o fato das jogadas do adversário que mataram o jogo a seu favor terem sido bem construídas e bem executadas não pode e nem deve esconder as deficiências defensivas e de recomposição do time atleticano. Desorganizado para atacar, para construir e também para se defender o Galo não teve competência, nem inteligência e nem tampouco eficiência para resistir aos contra-ataques do Tolima e perdeu o jogo.

Tem sido assim nesses últimos jogos. E, quando sai um gol, por vezes ele acontece na base da água mole em pedra dura tanto bate até que fura. Ou seja, fruto do jogo de abafa. Nada coletivo, nada estratégico.  E como a bola pune, o castigo merecido quase sempre vem a cavalo. E será que tudo isso está acontecendo exclusivamente por culpa do treinador ou em razão da deficiência de caráter desse ou daquele jogador, como grande parte da Massa atleticana sempre costuma pontuar?

Acredito piamente que não. E muitos torcedores também. Nas redes sociais vem crescendo significativamente o numero de galistas que estão intuindo que este futebol amorfo e sem vida do Atlético tem origens que vão muito além da responsabilidade do treinador e da boa vontade dos atletas em campo. E, ironicamente, o próprio clube, tropeçando aqui, vendendo mal ali e defendendo obsessivamente a alienação dos 49,9% restantes do Shopping está inquietando e abrindo os olhos de muita gente.

Nesse sentido, as notícias e as “notícias” que estão pululando na mídia convencional e também nas redes sócias, muitas delas com o tom e a forma de recados a quem pode ou deve interessar, estão cumprindo um papel relevante, embora a sua intenção original fosse outra. Por exemplo, a informação cada vez mais clara e repercutida sobre a insatisfação do diretor Rodrigo Caetano com os rumos que a politica de vendas de atletas estão tomando e, em consequência, com o claro enfraquecimento do elenco. Nesse sentido, o diretor do Atlético tem dito publicamente em todas as suas entrevistas tanto na mídia tradicional quanto na alternativa, que é muito pressionado para vender jogadores, o que mostra que nem tudo são flores no reino alvinegro.

E para quem ainda duvida que essa politica mercantil do clube possa ser uma das principais geratrizes dos problemas do Glorioso, o recente interesse da empresa 777, provável futura dona da SAF do Vasco da Gama, nos serviços de Rodrigo Caetano foi noticiado por um tradicional canal atleticano no You Tube por meio de um recado claro e incisivo para o comando central do Atlético: renovem com RC o mais rápido possível, deem a ele o merecido reajuste salarial e a AUTONOMIA necessária para continuar realizando um trabalho de qualidade à frente do futebol alvinegro. Então, Caetano não estaria satisfeito por não ter a autonomia que entende necessária para executar da melhor forma o seu trabalho?

Mas não é só isso. Um perfil no Twitter, singularmente famoso pelo alto número de acertos em suas informações, ao buscar defender e justificar esta política do vender, vender, vender, revela que a alienação do restante do Shopping e o cumprimento da meta de venda de jogadores fazem parte da mesma estratégia, i.e., são objetivos interligados, necessários à saúde financeira do clube e também à viabilização da SAF atleticana, segundo ele, o melhor e maior projeto dessa natureza no futebol sul-americano.

Particularmente, nunca duvidei que esta mudança de discurso e de rumo nesta temporada, demarcada por esta ode inflamada do vender, vender e vender atende a objetivos definidos e, claro, ao que se busca fazer com e no Atlético daqui para frente. Assim, como tenho exortado aos conselheiros que só votem a favor ou contra qualquer medida se e somente estiverem plenamente seguros para tomar a decisão que entenderem a melhor para o clube, o que equivale dizer só depois de estarem de posse de todas as informações necessárias e conhecendo todas as variáveis envolvidas, afim de que com o seu voto não estejam correndo o risco de fazer o clube vender também a alma atleticana.

É hora, portanto, de não só de tentar salvar o que for possível salvar nesta temporada, a fim de garantir que o Glorioso chegue ao fim desse ano de 2022 com um mínimo de dignidade, mas, também de, pensando no clube como um todo e em seu futuro, que todos os conselheiros e dirigentes tomem as melhores decisões para fazer o Glorioso trilhar o melhor caminho rumo á pujança e ao protagonismo tão sonhado e que o gigantismo natural do clube sempre exigiu. Ah! E dignidade é coisa que não pode e nem deve ser vendida jamais.

Culpar e crucificar exclusivamente o treinador e/ou algum jogador não resolve o problema do Atlético. O buraco é muito mais embaixo e requer soluções que certamente o comando atleticano até o momento está deixando em segundo plano. E, por falar no Turco alguém notou que nos últimos tempos ele esta cada vez mais carrancudo, visivelmente contrariado e tenso. Por que será, heim???

Se sua casa está desarrumada, suja, uma bagunça, a culpa não é só da faxineira. É principalmente sua, é fundamentalmente dos donos da casa que perderam a mão e, em consequência, o controle. Não atoa dizem que é por meio do empregado que se conhece o patrão. Enfim, antes de qualquer decisão é preciso arrumar a casa, analisar os pós e contras de qualquer passo que se pretende dar e conhecer e sopesar todos os caminhos possíveis, escolhendo, claro, a melhor opção.

E isso vale tanto para as estratégias que se quer ou se pensa adotar dentro de campo, quanto fora das quatro linhas, lembrando que tudo o que acontece nos gramados é reflexo do que acontece nos bastidores. E o time atleticano já há algum tempo está dando sinais claros de que a maionese alvinegra desandou. E o pior cego é aquele que não quer ver o que de fato está acontecendo dentro do Atlético.

38 thoughts to “O que está acontecendo com o Atlético?”

  1. É muito fácil deixar a massa furiosa. E uma massa furiosa é um bando de insanos.
    Lição: não sabemos trabalhar na crise. Não chegamos nesse ponto. Ou é lindo, ou é terra arrasada. O meu ídolo tem que ser imbatível, senão é imprestável.
    O que sobrevive a isso?
    E a imprensa amplifica esse caos. A imprensa amiga por estar perdida no tiroteio e a imprensa inimiga por puro sadismo.
    Enfim, acho que não estamos contribuindo com o Galo.

  2. Certas vezes, ano passado , quando o time adversário marcava o galo em seu campo de defesa ou pressionava no ataque, o time recuava automaticamente para explorar o contra-ataque. Quando sentia o time adversário recuado em sua defesa , avançava sua equipe em bloco , com muita organização e compactação , e impedia a maioria dos contra ataques adversários e tb retinha a bola em seu domínio a procura de espaços,com paciência. Outra coisa que se perdeu com a saída do cuca foi a humildade. Agora, quando criticados, jogadores e comissão logo confrontam a torcida ou exaltam um aproveitamento enganoso. Na série A, libertadores e supercopa são menos de 43 porcento de vitorias , 6 em 14 . Pouco. Mas a questão não é perder,e creio que os títulos realmente tornaram o torcedor exigente e impaciente, fizeram o torcedor esquecer o espírito do atleticano ou galense . Ninguém ganha sempre , é muito difícil, e o torcedor sempre se orgulhou da raça em campo e nada mais. A torcida tb perdeu a humildade, isso é fato. Se o cuca estivesse aqui certamente diria que no futebol sempre se deve andar no fio da na navalha ou quanto mais se ganha mais respeito deve se mostrar ao adversário para se seguir ganhando; coisas que se perderam rapidamente. Voltando ao futebol, a defesa parece frágil pq o bloco defensivo e ofensivo, além do mal posicionamento das peças em ocupação de zonas do campos, estão muitos distantes a todo tempo; o que permite campo para o adversário acelerar com a bola e superar facilmente mesmo o mais veloz dos marcadores. Se o bloco ofensivo avança, o bloco defensivo e intermediário devem avançar em medida de manterem uma boa compactação da equipe e quando recua o mesmo se faz O nacho a meu ver, apesar de seu crescimento individual , se mostra um jogador mais efetivo em zonas de menor pressão. Não está em seu auge físico e seus reflexos não são os mesmos, apesar de ser um jogador com grande capacidade de organizar o jogo e oferecer passes entre linhas adversárias; mas, para isso , ele precisa de espaço para pensar e tranquilidade, de forma que a posição de segundo volante seria adequada. O revezamento dele com jair faria bem para ambos, pois ambos se desgastam e perdem produtividade com a sequência de jogos. Zaracho seria meu terceiro volante de forma inquestionável. O esquema de quatro meias , por mais que um volante esteja improvisado na ponta, me parece inadequado para enfrentar a maioria dos times e leva a um domínio de bolo estéril no meio campo e uma grande inferioridade numérica nas zonas quentes do campo; por isso o galo tem arriscado tanto chutes de longas distância e pouco cria de real perigo em muitos jogos apesar da posse de bola. Três volantes é mais que suficiente para a maioria dos jogos , desde que os pontas auxiliam na desconstrução do jogo adversário . No pior dos casos, quando o adversário avança a segundo linha de marcação para a zona em que o galo costumava girar a bola de um lado ao outro , deve-se treinar a aceleração do jogo e o posicionamento de pontas e terceiro volante entre as duas linhas adversárias ,para receberem um passe rápido e direto, qual se os jogadores do galo e do adversários se posicionassem para formar losangos sempre. Enfim, se o galo passar do emelec , creio que o palmeiras será um adversário duríssimo e amplamente favorito , pq hoje está muito mais organizado que o galo , tanto defensiva quanto ofensivamente Está nas mãos do turco ter humildade para aceitar as críticas , enxergar os erros e corrigir , mesmo que seja aprendendo com vídeos do galo do ano passado. E cabe a torcida lembrar que isso é apenas um jogo e perder faz parte dele .Realmente , é impossível só ganhar Há coisas mias importantes na vida, por exemplo , o galo sempre ganhou poucos títulos , mas possuía uma das melhores e mais apaixonadas torcidas , mesmo em derrotas . O turco tb precisa aprender isso e vibrar mais com o time em campo . Acho que o torcedor do galo deve voltar a exigir apenas raça, amor e empenho, e caso a derrota vier , que seja o de menos

  3. O que está acontecendo com o Galo lindo, em minha modesta concepção, é que nosso povo está meio estressado e cobrando demais. Galo lindo vai superar este momento e se recuperar. Quanto à tal dívida bilionária, acredito que os “mecenas” amam o Galo lindo e já investiram a fundo perdido, não precisam faturar em cima e destruir o clube. Pronto, falei!!!

  4. O turco deveria ter a humildade para assistir as melhores jogos feitos pelo galo ano passado. Na final da copa do brasil , 4 vs 0 , a melhor formação do galo no ano estava em campo : Everson , mariano, jr alonso , nathan silva , arana, allan , jair , zaracho , vargas , keno e hulk, se não me engano. Não há nada demais em copiar a melhor versão do galo de jogar , que o cuca com muita humildade conseguiu encontrar. O cuca não é dono dela , apenas descobriu nos jogadores e o turco não usa por que não quer .Basta apenas assistir e aprender e replicar , o mesmo material tem em mãos.

  5. O que está acontecendo com o Galo ?
    Nada. O futebol é feito de fases, e estamos vivendo uma fase ruim.
    Isso já aconteceu com o Santos, com o Boca Juniors, com o Barcelona…enfim acontece com todos os times do universo.
    Pra não falar no CSA-MG.
    Mas em se tratando da torcida do Galo, tudo vira uma tragédia…todo mundo é ruim, o técnico não presta,etc,etc,etc,
    Quem presta então?
    Cuca, que já meteu o pé na bunda do Galo duas vezes, o JJ que vive esnobando o Galo,e outros que já fizeram o mesmo, como Rogèrio Ceni (sempre contestado) e o Tiago Nunes (que já tomou vários pés na bunda por onde passou).
    Só pra lembrar pros sempre pessimistas de plantão :
    Já disputamos e ganhamos dois títulos esse ano.
    E estamos disputando quatro, com GRANDES CHANCES de ganhar.
    Duvidam ?
    Quem viver verá….
    Chega de chatice !
    Vamos apoiar ao invés de criticar….
    Aqui é Galo e não CSA-MG!
    Lá sim a casa tá pegando fogo!

  6. Boa tarde amigos do Galo. O grande erro foi na escolha do técnico, o resto é consequência desta escolha. Já tem torcedor achando que o Hulk não é tão bom assim, o Everson voltou a ser questionado, o Allan não é jogador para o Galo, o Arana está com a cabeça na seleção e por aí vai.
    Nenhum jogador do NOSSO GALO tem culpa, a culpa é de quem contratou e está bancando o Mohamed, quem está se omitindo com o discurso de “ele está prestigiado” , quando deveria assistir aos jogos do GALO com os olhos do torcedor, que aliás nunca concordou com a contratação deste técnico. Não é nada pessoal, mas o NOSSO GALO precisa de um comandante a altura de seu elenco, do seu investimento, do seu torcedor.

  7. Libertadores tem data de saída vai ser qdo enfrentar o Palmeiras já vi este filme no ano passado…

  8. Boa tarde! O Galo nunca vai para frente so sisca para tras, vem tempos ruins de novo!

  9. boa tarde Eduardo e massa e max Pereira. ok esta acontecendo com o galo? te respondo simplesmente não temos treinador ea diretoria cega calouse. aliás o caetano falou so merda ontem na entrevista apoiando o péssimo treinador .vão cair abraçados os 2 juntos quando não ganharmos mas nada em 2022 o rural e jogo contra o flamerda é passado. estou a dizer aqui muito tempo não temos treinador e uns cegos amigalos e puxa sacos ainda não enxegou apesar de ter poucos cegos que no Brasil tem milhões treinador que EL turco. apesar que nosso galo está enfraquecido no banco de reservas mas vamos ser sincero o nacho no último jogo parecia uma lesma. Hulk o herói só reclamou. Guga é jogador de várzea. nossa zaga furada é simplesmente uma peneira. simplesmente fora EL turco fraco e burro. acorda diretoria a corneta voltou queira ou não os puxa sacos deste péssimo treinado .vai galoooooo.

  10. Que texto ridículo!! Evidente que extrapolou o lado esportivo e levou pro campo administrativo demonstrando claramente que o “blogueiro” é apenas mais um opositor a atual gestão. O Galo não está bem, isso é fato mas é de uma imbecilidade imensa chegar a citar “tentar salvar o que for possível salvar nesta temporada, a fim de garantir que o Glorioso chegue ao fim desse ano de 2022 com um mínimo de dignidade”. O time foi campeão mineiro, classificou-se em primeiro no grupo da Libertadores, está nas oitavas da Copa do Brasil, briga na parte de cima da tabela no campeonato brasileiro. Onde está a falta de dignidade nisso? Tem horas que não da pra entender alguns “formadores de opinião” que se dizem atleticanos..

    1. Caro David, boa tarde.

      Primeiro o texto é de minha labrador e não do nosso grande “blogueiro” Eduardo de Ávila. Segundo, vc tem o sagrado direito de não concordar e de não gostar. Terceiro, escrevi no texto que ainda não é terra arrasada como vc diz, mas que poderá vir a ser dependendo da qualidade do que for feito.

    2. É que essa turminha do tal “RenovaGalo” viu aí uma janela de oportunidade… Fora Menin! Que venham Max e sua turma! Aí vocês vão ver!!!!

  11. BOM DIA A TODOS.
    ESSA FORÇADA DE BARRA PARA VENDER O SHOPPING DE QUALQUER MANEIRA ESTÁ PEGANDO MUITO MAL.
    CREIO QUE A MAIORIA DOS ATLETICANOS CONCORDA COM A VENDA DESSE PATRIMÔNIO , MAS NÃO NOS TERMOS EM QUE ESTÃO SENDO ANUNCIADOS…………..
    O ESTÁDIO SEGUNDO DIZEM VAI CUSTAR MAIS DE 900 MILHÕES , QUASE 1 BILHÃO , OU SEJA O DOBRO DO QUE FOI PLANEJADO E CONTRATADO ……………………..
    MAS , O SHOPPING PELO QUE DIZEM NÃO SE VALORIZOU 1 ÚNICO CENTAVO ………………….
    ORA , EVIDENTEMENTE TEM ALGUMA COISA ERRADA AÍ.
    ………. E NA MINHA OPINIÃO VENDER ESSE SHOPPING POR MENOS DE 600 MILHÕES , E CONTINUAR ENDIVIDADO E COM A CORDA NO PESCOÇO , NÃO DÁ………….
    DÍVIDA COM JUROS ABUSIVOS SE PAGA COM DESCONTOS………
    A VENDA DO SHOPPING PODE SER A REDENÇÃO OU A FALÊNCIA DO GALO…………
    COM A PALAVRA , A DIRETORIA.

  12. Oq está acontecendo é q a mesada da CBF acabou, a mesada da comenbol acabou, a mesada dos árbitros acabou, sem isso o Atlético não consegue ganhar , acorda torcida, a dívida já chegou nos 1.7 bi , vc Eduardo q é um cara informado e bem intencionado , procura saber com conselheiros e pessoas q não tem o rabo preso com esta diretoria, essa mesmo exatamente essa com Ricardo Guimarães presidente, Sérgio Coelho vice , Renato salvador diretor e Rubens menin era o pratrocinador master , que em 2005 jogaram o Atlético numa segunda divisão, manchando a história do Atlético pra sempre , e estão fazendo o mesmo agora , endividando o clube sem precedentes , deixando uma dívida impagável, acorda torcida do Atlético

    1. Mesada pra CBF??? Pra Juízes??? Pra Conmebol???

      KKKKKKKKKKKKKKKK

      Só falta você dizer em mesada pro STJD!!!

      Bruno, com todo o respeito a sua pessoa mas não perca seu tempo aqui pois não precisamos da sua opinião, ela não vale absolutamente nada pra nós que somos Atleticanos!!!

      1. Relaxa, caro Hendel. Benecy deixou esse legado, tem gente que só ganhou alguma coisa nessas condições mesmo. Vamos dar espaço para entregar o jogo.

        1. Concordo! Benecy falou isso em alto e bom som. Fora o tunel, no qual o bandeirinha levantava o braço a cada grito que vinha de lá. Época do zeze helicoca é que tinha essas mutretas, depois definhou.

  13. Olá amigos da bola!

    Enquanto alguns times brasileiros meia boca, goleiam de 6, 7, 8, e até 10….. Aqui, ali, acolá, o baita elenco do Galo não goleia ninguém!….. E ainda toma sufoco desses TIMECOS……. Precida dizer mais nada né?

    Mohamed é fraco!

    É preciso ser inteligente e mudar o comando agora!

    “Todos” conseguem perceber que se Mohamed continua, provavelmente Galo não conquista grandes coisas!

    Deve até passar pelas Oitavas da Libertadores, mas, depois cai.

    No brasileiro mesma coisa! Copa Brasil idem.

    Acorda diretoria!

    Coloquem por enquanto, o da base, aquele que comandou muito bem o Galo, antes do Cuca chegar.

  14. Sim, o nosso CAM têm diversos problemas gravíssimos extra campo com sua dívida pra lá de bilhão, isso é um fato que não têm como esconder mas como sou do tipo torcedor que não tenho tempo pra estudar e entender do administrativo financeiro do clube, dou meu pitaco do que vejo dentro de campo!!!

    O treinador Atleticano que não têm capacidade técnica de dirigir um time com tantos caras bons de bola, aliás, nunca treinou um time com esse poderio, aceitou o convite pra vir trabalhar aqui, portanto, que dê conta da pressão ou faça como tantos outros mundo afora, PEÇA DEMISSÃO!!!

    A culpa não é só dele, todo mundo sabe disso pois envolve um conjunto de situações mas suas idéias de tática, leitura de jogo e postura na beira do campo não são condizentes com o perfil de treinador para o nosso CAM, não basta ser gente boa, simpático, bom de vestiário etc, têm que ser bem mais que isso pra conquistar títulos!!!

    Em jogos do nosso GALO, se vê claramente falhas grosseiras em todos os setores do time e quando as estrelas não estão num dia de brilho, já era. Eu e toda a torcida Atleticana gostaríamos muito de acreditar que o time vai melhorar mas não é o que se apresenta, o time simplesmente não evolui nas mãos do TURCO e só pra constar, muito em breve começam os verdadeiros jogos “mata-mata” e com esse futebol meia boca, vão ser só decepções!!!

  15. Bom dia
    Diretoria errou por vender jogadores importantes ao elenco e ao contratar esse técnico fraquissimo.
    Se jogadores vendidos ainda estivessem no galo, a situação não seria muito diferente porque nosso treinador não tem competência para dirigir esse elenco.

    2022 tá perdido

  16. Bom dia a todos: para termos chance de ganhar a Copa do Brasil e garantir uma vaga na Libertadores de 2023, o remédio é amargo: derrota para o Avai e uma goleada contra o Palmeiras. Ai resolve.

  17. “O que está acontecendo com o Atlético?” Simples resposta: treinador e diretoria incompetentes. Já passou da hora de substituí-lo. Acorde, diretoria omissa, enquanto há tempo ainda. A temporada não está de todo perdida.

  18. Bom dia Massa e Guru

    Passa pano, pero non mucho!
    Sim, sou daqueles torcedores assumidos que ainda confiam no time e no técnico, mas esta confiança e apoio não são incondicionais, pois o próprio Turco se encarregou de entrar na frigideira, para ser fritado por não conseguir fazer o time jogar e pelos resultados ruins recentes.
    Por outro lado e compartilhando responsabilidades, os jogadores tb têm sua parcela de culpa, já que alguns estão deixando a desejar e o próprio grupo não conseguem fazer o técnico enxergar, que o sistema de jogo atual é kamikase.
    Turco é o nome certo? Turco é excelente? Claro que não, mas o próprio Abel, em um dado momento, foi questionado no Palmeiras com a torcida pedindo sua cabeça e não podemos nos esquecer os NÃOS que ganhamos quando fomos atrás de alguém para substituir Cuca.
    É como diz o ditado: se não tem tu, vai tu mesmo!

  19. Aproveitando a entressafra de jogos, gostaria de fazer alguns comentários sobre a venda do shopping. Primeiramente sobre a tão falada valoração do mesmo já que muitos comentários aqui questionam o preço de 300/350 milhões agora se a outra parte foi vendida por 250 milhões a 3 anos. Temos que atentar que não é uma negociação simples de um imóvel, mas de uma empresa. Quem comprou 51% do shopping anteriormente tem o controle do negócio, podendo direcionar as ações e estratégias como quiser. Só esta situação já é um fator que afeta o preço. Compras desta magnitude geralmente são feitas baseadas em perspectivas de retorno, ou seja, o investimento que vai fazer deve dar um retorno maior do que por exemplo se aplicasse o dinheiro (com Selic hoje de 12 %). Temos que ter informações (coisa rara para um simples torcedor) sobre a data/valor que o investidor vai receber a partir da compra pois o Galo tem um contrato com Shopping em que vai recebe um valor menor durante muitos anos ainda. Como se resolveria esta situação. Se o investidor tiver que receber este valor que o Galo recebe pelo tempo que ainda falta no contrato, o valor da venda deve cair bem.
    Como existe uma concorrência entre as cadeias que controlam os shoppings, acho complicado uma outra cadeia comprar uma participação minoritária em um. Outra opção seria a venda para um fundo imobiliário (alguns destes fundos tem cotas de shoppings) mas a questão do retorno deve afastá-los. Levando em conta estes fatores acho muito difícil o Galo conseguir vender até pelo valor que estão falando.,
    Outro agravante na ideia é que se e quando for feita a venda, vai haver uma corrida de ações na justiça para tentar bloquear estes valores. Aqueles com mais “boa vontade” poderão passar na frente dos outros. Haja visto as ações de bloqueio que alguns empresários que alegam dívidas cada vez maiores tem conseguido.
    Por isto acho que a SAF deveria vir antes das vendas de patrimônio. Os credores poderiam aceitar bons descontos em relação às dívidas e num processo parecido com uma securitização, aceitar partes do shopping como pagamento ou então teriam que esperar de 6 a 10 anos para receberem os valores da SAF. Um valor de 300 milhões poderia se tornar 400/450 milhões de abatimento da dívida.
    Se vc cria uma SAF nos modelos do que foi feito no Cruzeiro, deixando o estádio, o centro de treinamento, o plantel atual, contratos (tv, publicidade, etc) e o capital intangível (torcida, imagem, etc) na SAF você tem condição de fazer o maior negócio SAF das Américas. Só o estádio vale 900 mi, o plantel dizem 600mi, os contratos no mínimo 100 mi por ano o centro de treinamento e o capital intangível não consigo nem imaginar. O clube ficaria com a sede social e os clubes esportivos, além dos dividendos da SAF (20% faturamento e 50% do lucro).

  20. Pelo que li de sua cabalistica opiniao sobre o galo, que passa a impressao de terra arrasada, sim, um fator me chamou a atencao : aumento salarial para o diretor Rodrigo Caetano , urgente , assediado pelo 777. Isto pode nao resolver o declinio do time atleticano , mas com certeza, vai resolver a vida deste diretor, que trouxe godin, fabio gomes, vendeu Savarino , etc. Quanto ao nervosismo e carranca do amigo de todos, paizao gente boa el turco , com sua passividade a beira do gramado , suas escalacoes exdruxulas , sua estupida substituicoes, sua insistencia com savinho, vendido pra um clube ingles , nada disto explica i mau rendimento do time , nao ? Deixemos de lado as conspiracoes do porao atleticano, que somente meia duzia de “articulados e entendedores” conhecem e vamos ao mundo real, pratico e visivel = time que se parece um ajuntamento, apatico, desorganizado e , que no final do mes recebem, religiosamente, pontualmente, uma bolada , uma grana preta do clube. Isto o que interessa , isto o que a massa esta vendo , o resto , mimimi , blablabla.. SIGAMOS

    1. Caro Evandro, boa tarde.

      Primeiro, apenas citei um recado dado por um veículo relativamente famoso das redes sociais para os comando alvinegro. Portanto, a sugestão de se dar aumento para Rodrigo Caetano não é minha.

      Segundo, aproveito sua crítica a Caetano para dizer que ele não decide sozinho, não contrata e nem vende sozinho, muito menos decide sozinho. Aliás, a última e maior palavra é a do comando central. E é exatamente por não concordar com várias saídas e pelas dificuldades postas a ele de contratar e repor é que ele está muito insatisfeito e deve deixar o clube.

      Terceiro, é importante saber sim o porquê da carranca do Turco.

      Quarto, no artigo deixei claro que enxergo os problemas e as deficiências do time e que entendo que Mohamed por várias razões não faz um bom trabalho.

      Quinto e último, não tratei de teorias da conspiração. Apenas opinei em cima do que sei e do que a minha experiência me permite intuir.

  21. Bom dia, todos! Disse que não comentaria mais sobre o Galo aqui nesse espaço, pois alguns leitores não aceitam quando fazemos críticas sobre o time, treinador e diretoria. Porém, achei melhor voltar e continuar a manifestar minha indignação com o atual momento do time. Repito o que venho dizendo desde o início do ano, apesar de não ter gostado da contratação do Turco, não gostar do trabalho feito por ele até o momento, torço muito para que ele melhore o rendimento. Agora é fato que ele não está a altura de um time como o atual Galo. Contra o Tolima ele escalou o Nathan que estava pendurado com dois cartões amarelos, acho que ele nem sabia desse detalhe. Perdemos vários jogadores? Sim! Mas ainda temos um elenco muito superior a todos que enfrentamos até o momento. O individual que temos será suficiente para ganharmos jogos e não chegar ao patamar de “terra arrasada”, mas o que ganha títulos é o coletivo e isso não temos. Por isso digo, “feliz 2023”.

  22. Prezado Max,

    De suas palavras, “…garantir que o Glorioso chegue ao fim desse ano de 2022 com um mínimo de dignidade…”, estou com a sensação que na toada que vai o Atlético não irá conquistar nenhum título em disputa no restante da temporada.

    Será que ao menos daria G4 no Brasileirão?

    Também acho que não.

    Pode dar classificação para a Pré-Libertadores na base de G6 e olhe lá.

    Poderá salvar o restante da temporada o reconhecimento da CBF ao título de 37, dando ao Atlético o Tri do Brasileirão.

    Sobre o Turco, não seria racional substituí-lo a base de pagamento de multa milionária para apostar em outro treinador.

    Multa de quanto?

    10 milhões?

    Ô Lôco!!!

    O contrato do Turco é de um ano?

    Se sim, que se aguarde até o fim para que o trabalho do treinador seja melhor avaliado.

    Outras coisas:

    O Atlético irá vender o Shopping e isso me parece muito claro…

    E deve, depois disso, mudar o Estatuto para permitir a transformação do Clube em SAF…

    Também me parece óbvio…

    E numa SAF o objetivo do Clube passa a ser “vender, vender, vender”…

    Penso que o que irá acontecer seja por aí em curto espaço de tempo.

    Uma preocupação deveria ser qual o conceito ou modelo de SAF que o Atlético vai encampar:

    90% como a do rival?

    49% (Atlético) e 51% (investidor)?

    51% (Atlético) e 49% (investidor)?

    O investidor vai incluir o Centro de Treinamento na SAF como ocorreu com o rival?

    Vai incluir o Estádio?

    Interessante o comentário de um AmiGalo aqui no Blog tempos atrás:

    “Com a SAF o CAM vai se transformar no ASA”…

    Também acho…

    Vamo que vamo…

  23. Vender, vender, vender, esse é o nosso ideal?
    Quando o maestro é escolhido errado, não ha instrumentista que afine a orquestra!
    Volta cuca!

  24. Parabéns pelo comentário Max, o trabalho do Turco não vingou,o Time está irreconhecível, você definiu muito bem sobre o estado letárgico dos jogadores,o Time está doente,todos inclusive o Treinador estão infestados de lombriga,parasitose.Acho que os reajustes dos altos salários de alguns jogadores dividiu o grupo,pode ter causado descontentamento em parte dos que ganham menos,atraso de salarios, alguma coisa de podre está acontecendo, além é claro do péssimo trabalho do Turco.

  25. Bom dia,

    Prezado Atleticanos,

    Max, peguei emprestado esse trecho do seu texto:

    “Ah! E dignidade é coisa que não pode e nem deve ser vendida jamais.
    Culpar e crucificar exclusivamente o treinador e/ou algum jogador não resolve o problema do Atlético.”

    Para fazer uma analogia:

    Ontem lendo o texto do D’Ávila, não quis me posicionar, mas faço agora:
    Li vários torcedores gritando aos quatro ventos solicitando um tal de “Renato Gaúcho”.

    Pqp!

    A analogia:

    Estão parecendo aquele marido traído, que chega em casa e pega a mulher com outro no sofá. E para resolver o problema, vai e correndo vender o sofá.

    Ajudem aí, esse sujeito cansou de desdenhar o Atlético e quando por aqui passou, desagregou o time e não apresentou nada que prestasse, tal qual um outro merda que atende por nome Neto, que virou apresentar.

    Por favor, repito:

    “Ah! E dignidade é coisa que não pode e nem deve ser vendida jamais”.

    Saudações

    “Somente sendo um pra saber”

  26. Bom dia Eduardo, Max e Atleticanos! Que as coisas dentro do Atlético não estão boas, isto é notório; basta ter um pouquinho de reflexão sobre as manifestações de dirigentes, dos atos realizados e do futebol apresentado. A desorganização do time aliada ao enfraquecimento do elenco são o resultado pratico do desalinho que aparenta se instalar internamente no clube.
    Com certeza que há medidas urgentes e necessárias para equalizar a quitação dessa dívida astronômica, pois uma hora ela vai ter que ser paga. Então, para concretizar tal atitude , a diretoria tem que ser transparente e clara com o torcedor para que não se iluda com expectativas que não poderão ser alcançadas e às bruxas venham a ser direcionadas para quem não tem, a priore, culpa pelo resultados dentro de campo.
    Pelas declarações de Rodrigo Caetano, é nítida que está insatisfeito e não deve renovar seu contrato – vai sair com certeza. Ademais o Atlético vai vender alguns jogadores na janela de transferência no meio do ano e não deve trazer ninguém de ponta. O cenário atual não nos deixa boas perspectivas para um futuro em curto prazo. A verdade, pelo menos para mim, o momento atual tem como prioridade tentar reduzir essa dívida a qualquer custo, antes que ela inviabilize a continuidade do Clube. O Atlético não pode viver na dependência financeira de mecenas; tem que seguir seu rumo com as próprias pernas e como apoio geral e irrestrito do torcedor. Portanto, nos torcedores temos que estar conscientes dessa situação e dar apoio ao clube, e quem puder dar sua colaboração financeira por meio do galo na veia, aquisição de camisas e outros “gifts” do clube, para que as coisas não piorem ainda mais. Vamos dar um voto de confiança na diretoria para que planeje e tome decisões acertadas para ir reduzindo essa dívida e que pelo menos consiga manter um time que não deixe o torcedor passar vergonha (obs: a derrota para o Tolima foi vergonhosa). Infelizmente, estou com a impressão de que títulos somente depois da redução e equalização da dívida. Saudações Atleticanas

  27. Bom dia!
    Até agora nada foi feito. El Turco continua no cargo. A culpa é do mesmo que trouxe Fábio Gomes, Godin, vendeu Savarino e Dylan e foi incompetente pra contratar um treinador depois da saída do covarde Cuca.
    Fora Caetano!

    1. Prezado Roberto,

      Se tem culpados dentro do Atlético por tudo de ruim que está acontecendo e certamente os tem, seguramente Caetano ou não é um deles ou é o menos culpado. O poder de decisão de Caetano é limitado. Quem manda e decide em última análise não é ele.

      Ele é empregado e acima dele há uma estrutura diretiva que dá as diretrizes para todas as áreas do clube. E não é assim porque ele o quer. Aliás, ele tem sido muito pressionado para vender, vender e vender jogadores e tem resistido o quento pode.

      Ele é bom profissional e, não atoa, a 777, futura dona da SAF do Vasco, o está sondando e deseja contar com os seus serviços. Enfim, Caetano nem vende e nem contrata sozinho ou apenas por vontade própria.

      Saudações alvinegras.

    2. Covarde ? Meu amigo, voce pegou pesado. Sou Atleticano de assistir o Galo Campeão no Rio, ver o Galo ganhar da Seleção Brasileira. Covarde ? Talvez, por não atender suas necessidades de torcedor e entristece-lo, voce que o qualifique assim como uma pessoa ruim. Te garanto que não tem nada de covarde na atitude dele, saiu por cima. Deixou-nos em 2021, o Brasileiro, Copa do Brasil e uma bela equipe. Reveja seus valores individuais antes de qualificar as pessoas com tão baixa estima. Talvez o problema nessa qualificação e mais seu, do que do CUCA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.