Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Jogo que pode valer o título

Mesmo considerando que o principal candidato ao título, Palmeiras, joga partida aparentemente tranquila em casa frente ao rebaixado América, não podemos descartar que havendo um vencedor nesse confronto – Galo x flamídia – passaria a ter credenciais de conquista. O coelho não deverá oferecer resistência, assim como já fez frente ao time carioca no final de semana, e já se prepara mesmo para a temporada na segundona do próximo ano.

As três rodadas finais irão definir título, vaga direta, pré-Libertadores e rebaixamento. E serão relâmpagos. Começou ontem, segue hoje e termina amanhã. Nosso foco, evidentemente, é no Maracanã. Se o time entrar ligado como no domingo, quando atropelamos o Grêmio e a arrogância do Renato Gaúcho, vamos ter chances reais de vitória. Mas, se optar pelo futebol covarde e retrancado que nos fez perder pontos inimagináveis, voltamos pra casa derrotados e com a faca no pescoço.

O quinto e sexto colocados (Grêmio e Bragantino), estão a apenas um ponto do nosso time, brigando também pela vaga direta no G4. Portanto, se ganhar, credencia a sonhos altos; se perder, atiça a aflição no meio da Massa Atleticana e no elenco. O time gaúcho recebe o praticamente rebaixado Goiás, já o de Bragança Paulista pega – também em casa – o Fortaleza. Dois adversários que não devem oferecer qualquer resistência e a tendência é que façam três pontos. O outro concorrente embolado é o decadente Botafogo que vai a Curitiba pegar o Coritiba. Nessa partida não existe favorito, pela mediocridade do futebol que ambos vem apresentando.

Diferente do clássico nacional, a ser realizado no Rio de Janeiro, jogo de tantas histórias e que aguçam a rivalidade. Minha geração vai sair dessa vida, levando para o universo a dor da injustiça e malandragem carioca de tempos. Desde os anos 80, quando fomos violentados pela arbitragem e nas decisões do Brasileiro e também na Libertadores, em favorecimento ilícito ao time da rede de televisão e interesses escusos da cbf e do regime da ocasião. Nem as vitórias e goleadas, 6 a 1 e 4 a 1 (essa no dia do classificadaço) conseguem apagar e acalmar o coração do Atleticano.

Nessa temporada, que o Botafogo liderou da terceira até a trigésima terceira rodada, o título se oferece – em ordem de probabilidades – ao Palmeiras, flamídia e ainda ao nosso Galo. Evidente que, ainda ao mesmo time carioca da estrela solitária, ao Grêmio e também Bragantino. Torço, claro, pelo Galo. Vencer hoje e secar todos os demais, na situação atual (rodada 36), notadamente ao Palmeiras e Botafogo. Pra quem nem acreditava em vaga, não é o meu caso; título, nesse me enquadro; acredito que vamos fechar o ano com bom consolo.

Poderíamos, por razões amplamente já debatidas, viver situação de total conforto nesse momento. Liderando, seguramente, até com folga. Mas, a exemplo dos demais concorrentes ao título e G4, tropeçamos em jogos com times menores. Alguns até rebaixados por antecipação. Enfim, essa é a realidade. Entre os seis primeiros, coube ao Botafogo em primeiro lugar e depois ao nosso Galo, perder pontos inacreditáveis e inaceitáveis que estão fazendo falta. Recuperar em cima do flamídia seria fantástico, a exemplo do que já fizemos com São Paulo, Internacional, Palmeiras e Bragantino, na casa deles; Botafogo, Fluminense e Grêmio, aqui no território Atleticano da Cidade do Galo, capital que tem o nome fantasia de Belo Horizonte.

Quase ia me esquecendo do chutômetro da escalação para esse importante confronto. Creio que irá repetir o time: Éverson; Saravia, Lemos, Jemerson e Arana; Otávio, Edenílson, Igor Gomes e Zaracho; Paulinho e Hulk. Admito que muitos Torcedores, até eu mesmo em parte, preferem Igor Rabello, Alan Franco e Rubens, nas vagas de Jemerson, Edenílson e Igor Gomes, mas quem decide e o Felipão. O mesmo treinador, que no domingo assustou ao anunciar o time, mas acabou dando um nó no Renato Gaúcho e – finalmente – reacendeu o Atleticano.

E, observando resultados nessa reta final, entre tantos eu destacaria o Corinthians. Vence o Grêmio, em Porto Alegre; é goleado pelo Bahia, em São Paulo; finalmente atropela o Vasco, dentro de São Januário. Tem lógica? Ou como diz na vizinha Ibiá, do meu Araxá, “tem base”?

Pra cima deles, Gaaalooo!

*fotos: Pedro Souza/Atlético

21 thoughts to “Jogo que pode valer o título”

  1. Bom dia Eduardo e massa. Simplesmente espectacular. Nota 1000 para todos. Todos jogarem bem. Mas Everson foi o melhor do jogo. Repito perdemos o caneco naquela 2 derrotas na arena menin contra 2 equipas que estavam no z4. Muito bom vencer o flamerda o cheirinho de 2023 e calar a bola do eixo. Choram. Rsrs. A Galo pena que acordou tarde. Vá Galooooo.

  2. Salve Massa e Guru

    Nos últimos jogos contra o Flamerda lá no Maraca, pecamos por sermos covardes, ou seja, não atacamos a adversário. Espero que desta vez, não nos falte inteligência e principalmente que não tenhamos medo de ir ao ataque.
    E pelo amor de Deus Felipão, vc sabe muito bem quem deve ser anulado no adversário. Não vai dar mole hein!
    Nota: a pressão encima do juiz caseiro já começou. Olho vivo diretoria!

  3. Bom dia, prezados Atleticanos,

    Brasileirão – jogo 36/38 – Flamengo (fora) – Jogo “pegado”, pra jogadores cascudos, que suportam pressão de torcida. Ganhamos bem do S. Paulo e do Palmeiras com estádios deles lotados.

    Portanto, marcação forte, não violenta, com foco em Arrascaeta, que vive complicando nossa vida.

    Devem-se evitar faltas desnecessárias do tipo pontapés, empurrões e puxões pelas costas, com os caras longe do nosso gol.

    Força física foi feita para roubar bolas limpamente, antecipar as jogadas, interceptar passes e cruzamentos, etc.

    Eles vão prá cima. Ótimo. Será bom demais ver a velocidade, técnica e inteligência dos nossos jogadores nos contra ataques.

    Emoção não vai faltar neste clássico interestadual que mobiliza o país inteiro.

    Mirem-se na vitória maiúscula contra o Palmeiras e repitam a dose.

    Nossos pontos perdidos: 21(casa) e 24(fora), num total de 105/114 pontos disputados. Ganhar de 2×0 no “Inferno 2.0”, Gaaloôô!

  4. Bom dia Eduardo e massa. Disse tudo Eduardo. Se 7×1 e jogadores entrarem como covardes e retranca vamos sair goleado. Se jogar igual contra o grémio temos chance de vencer. Então 7×1 e jogadores abrem os olhos. Vá Galooooo

  5. O jogo que mais torcer para que o Galo seja vitorioso, em todo o certame, é o de hoje, sem dúvida alguma. Razões óbvias. A meu ver, uma vitória hoje, só dependerá de nós no restante dos jogos, que, embora sem desprezar os adversários posteriores (neste certame não dá prá dizer nem que o América perderá para o Palmeiras….), além de depender, também, do próprio Palmeiras, já que o único que, se vencer todos os jogos, será matemáticamente o campeão! É torcer, torcer e torcer!

  6. Um jogo que tem que ser jogado , simples assim .

    Se os caras tiverem vontade e disposição , jogo igual , palpite triplo.

    Agora , se levar na bagagem o “aí , meu Deus , vamos enfrentar os malvados invejosos que nos odeiam”
    é melhor ficar por aqui .

    1. Amigo Barata, falou pouco e falou tudo. Nada de mimimi, vitimismo , inferno 2.0 , patoacadas , var, blablablabla. Jogar honrando pelo menos , um futebol equivalente a folha salarial do clube. Se jogar o jogo, venceremos, ou melhor, cravar, como voce, um triplo , futebol é assim. Acredito. Abraço

  7. Bom dia Sr Eduardo Ávila!!!!!

    Rapaz, tava pensando aqui na situação do julgamento do Hulk…… Seria um favorecimento ao Atlético?… Ou até mesmo ao Palmeiras?. A pergunta é, imagina se fosse um atleta do Flamengo na mesma situação?
    Com certeza, seu texto diário iria dedicar boa parte falando disso, atribuíndo um suposto favorecimento ao Flamengo…. Como foi a favor, tá tudo certo….

    Abraço bom jogo no ” inferno”….

    1. Já havia definido que este infeliz não teria seus comentários postados aqui no blog. Mas, diante do desafio, vamos aguardar o que pode acontecer. O sujeitinho querer comparar o adiantamento do julgamento com os roubos- internacionalmente – reconhecidos é de uma dissimulação gritante. Falar sobre as maracutaias desses caras a favor do flamídia tem vasto material. Walter Clark que o diga. E, em vida, disse. Bora ali ver o Galo. Tô sentindo que vai atropelar urubu. Até amanhã!

  8. DOMINGOS SÁVIO ,

    eu bem que gostaria de emitir a minha opinião sobre o seu questionamento de ontem .

    Mas , você sabe , hoje em dia , mais que nunca , “em boca fechada não entra mosquito” .

    1. Bom dia . Como dizia Padre Torga: Jogo para ver quem tem garrafa vazia pra vender. O Hulck tá precisando de fazer a diferença num jogo desse tamanho. Quem sabe hoje ele não faz uns dois gols na Maracana. Agora o que me preocupa é a marcação no lado esquerdo. O Arana é muito fraco na marcação. Tomara que o Felipao entre com o Rubens para fazer um reforco naquele setor. Everson, Zaracho e Hulck, precisam jogar tudo hoje. Esses três tem condições de ser o diferencial. O restante do time é só não atrapalhar, não é Jemerson?

  9. O FLAMENGO:

    O provável 4-3-3 de TITE:

    Rossi;

    Matheuzinho, Léo Pereira, Fabrício Bruno e Ayrton Lucas;

    Thiago Maia, Gerson e Arrascaeta;

    Bruno Henrique, Everton Cebolinha e Pedro.

    Desfalques: Pulgar…

    O FLAMENGO deve ir a campo com linhas altas e pressão na saída da bola atleticana. Vão querer marcar logo para definir a partida o quanto antes…

    E dá-lhe pressão…

    O jogo é difícil, uma FINAL, e o ataque rubro-negro é poderoso…

    Chegam no mínimo com 4 ou 5 na frente, com apoio ofensivo de Arrascaeta, Gerson e os laterais-alas, e bombardeio de seguidos ataques com Cebolinha, Bruno Henrique e Pedro que são todos três muito decisivos e letais…

    Com esse ataque veloz e jogo de muito volume, imposição e aberto pelas pontas, qual deveria ser a postura do ATLÉTICO?!!

    Entrar com Edenilson e Rubens dobrando a marcação em Saravia e Arana nas laterais e determinar a Zaracho que pregue em Arrascaeta para não deixar o uruguaio respirar nem ditar o ritmo da partida…

    E nada de entregar a bola ao adversário, baixar linhas, se afundar lá atrás na espera e alongar bolas no Hulk naquele joguinho pífio que tanto tememos…

    Ao contrário, tem é que adiantar a marcação e não deixar o FLA nem jogar nem gostar do jogo…

    Se jogar de igual pra igual, avançar as linhas, dobrar a marcação em Cebolinha e Bruno Henrique, mantendo sempre um na cobertura pelos lados, marcar individualmente o Arrascaeta, e jogar atacando pra vencer, o GALO vence…

    De 3 a 2…

    E seremos CAMPEÕES!!!

    EU ACREDITO!!!

    1. ERNEST ,

      traduzindo :
      marcar em cima o Arrascaeta e teremos o jogo nas mãos .

      O cara é fera pra arrumar espaço pra jogar .

      No mais , o subir , o descer e o alongar são movimentos normais da dinâmica de um jogo .
      Desculpe , não resisti

      1. BARATA,

        Rsrsrsrs…

        Exatamente…

        É marcar o uruguaio e jogar sempre com cobertura pelos lados…

        No mais é compactar a equipe e jogar com determinação de matar ou morrer que equivale a lutar-lutar ou entrar em campo com a velha RAÇA ATLETICANA…

        Vamos vencer!!!

      2. Caro Barata!
        Basta jogar como na nossa epoca: ter fome de bola. Se isto acontecer, a vitória virá, agora se entrar com muito respeito, aí será um Deus nos acuda…
        Abraço.

  10. Bom dia xará e amigalos!
    O jogo de hoje vale mais que o título. Todo atleticano que se preza tem verdadeiro nojo do queridinho CBFLA. Assistir a derrocada do urubu agourento em sua casa não tem preço. GALO vai partir pra cima deles e calar a falácia do eixo do mal. Nosso GALÃO tem que entrar atento e determinado a sair do Rio com 1 ou 3 pontos. Até o empate não seria mal resultado levando-se em conta a classificação direta para a fase de grupo da Libertadores. Então é honrar o manto alvinegro e acabar com a pretensão de título do Flamídia. PARTIR PRA CIMA DELES GALÔÔÔ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! NÓS TEMOS PAULINHO E HULK, HULK, HULK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  11. um texto deste de hoje , como dempre, dispensa comentario, perfeito, preciso. Hoje cedo, um cruzeirense me abordou na fila do pão , sempre na fila do pão e berrou : os tres pontos que perderam pra nós , vai rirar o titulo de voces. Quis retrucar , porem me calei. Este individuo, que nunca vi na vida , pode ter razão , melhor ficar calado. Se isto ocorrer , adeus felipao , obrigado pelos serviços prestadoe e…vaza do meu galo. O jogo de logo mais , uma verdadeira pedreira , pelo fato de significar ,pelo lado deles ,salvar a ridicula temporada 2023 , virão com tudo. enso como vece, Eduardo, se entrar no modo feijoada , recuado , covarde e com medo, temo por goleada. Se entrar pilhado , atacando, nossas chances de vitoria são grandes, não confio no sistema defensivo do urubu , jogoé jogado, lambar é pescado. Ontem, pipocaram novamente nas redes sociais a entrevista de Sergio Coelho , garantindo felipao e rodrigo caetano em 2024. Sempre assi,. o time dá uma embalada e aproveitam pra dar estas noticias. Gosto muito de Sergio Coelho como pessoa de bem que ele ‘e, nào gosto dele como presidente com certas medidas que ele toma. Vai galooooooo

    1. Até as árvores de BH sabem que o Sérgio Coelho é apenas um testa de ferro, um pau mandado dos 4Rs ou alguém acha que ele toma alguma decisão sozinho, manda em alguma coisa no clube? Lembram que ele fechou com uma Liga mais vantajosa e teve que voltar atrás e fechar com a outra porque o Menim mandou e depois ele foi chorando pedir desculpas? Só um pau mandado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.