Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

E na reta final os três candidatos no páreo

No início da competição, todos os analistas – até mesmo a turma do eixo – indicavam que Galo, porcos e flamídia eram os favoritos para o Brasileirão. Foram os três últimos campeões do Brasil, pela ordem os cariocas, depois mineiros e ano passado os paulistas. Começaram a competição na condição de serem as três maiores folhas de pagamento entre todos os concorrentes. Salvo melhor juízo, a nossa teve sensível queda durante a temporada, estando atrás até de outras com elencos mais modestos.

Sem qualquer receio, embora entenda que a competição está em aberto, cravo que os dois concorrentes estão em melhores condições que o nosso time de levar o título. A pontuação, sequência de jogos e o fator campo, faltando exatas três partidas para cada candidato. Entre os demais, estão o Botafogo – em decadência – e ainda Grêmio e Bragantino. E, por fim, ao que imagino um dos três últimos fará parte do G4, junto aos primeiros que mencionei como favoritos. Enfim, como gosta o amiGalo Neneth, jogo é jogado e lambari é pescado.

Lá na parte da confusão, como dizia o ex-treinador Luxemburgo, três já planejam a série B. América, Coritiba e Goiás, sendo que este último – respirando por aparelhos – tem remotíssima chance de escapar da degola. Tem de vencer e secar vários, diante do que acho, sem chance de se salvar. A última vaga promete briga de foice no escuro. Matematicamente, desde o décimo colocado, existe risco. Já racionalizando, penso, que São Paulo, internacional e Fortaleza não caem. Restam daí pra baixo o csa/mg, Corinthians, Santos, Vasco e Bahia. A maior chance de queda está com o time baiano.

Nesse caso, coincidentemente, com seu rival – Vitória – depois de tempos voltando para a série A. Situação idêntica entre os goianos, onde sai Goiás e entra Atlético GO. É a gangorra, que ano após ano, conduz a emoção das torcidas brasileiras. Este ano, tanto na parte de baixo, que ainda tem essa situação a ser fechada, quanto na superior – onde os seis primeiros ainda têm chances matemáticas – seguramente é o campeonato nacional mais envolvente dos tempos. Refiro as indefinições, longe das melhores condições técnicas mesmo recentes. Quem ganhar, seja qual for, além de ter também cometido deslizes, supera que concorrentes erraram ainda mais.

E é nesse imbróglio que vamos hoje à noite para o Rio de Janeiro, para amanhã enfrentar o queridinho da cbf e da tv, aquele que segundo um seu ex-vice presidente, Walter Clark, contou com o apoio da rede de televisão para alavancar títulos e torcedores. Está no livro “O campeão de audiência”, que carinhosamente guardo na minha estante. E há quem conteste a afirmação que não é só minha. É publica e notória. Não é por acaso que, em função dessas maracutaias é a maior torcida do Brasil. Em contrapartida, também pelo mesmo motivo, é o time mais odiado por todo o território brasileiro.

Para amanhã, o cara pálida Seneme, não escalou Daronco – vetado pelo Galo -, os irmãos Sampaios, Claus, Marcelo e nem aprendiz Rodrigo, optando por Ramon Abatti. Aparentemente e até avaliando jogos do Galo com ele, seria confiável. Atuou em três vitórias nossas e um empate. Paranaense, BH; Botafogo, BH e Internacional, fora; ainda no empate com FluminenC, fora. Nosso Galo da Mata, atento, não passa batido. Entretanto, como Atleticano tem memória boa e apurada, foi com ele no apito que o Galo foi derrotado pelo mesmo flamídia ano passado no Rio de Janeiro. Nada demais, não fosse uma penalidade clara – não assinalada pelo árbitro e VAR – coisa normal numa situação dessa. Se correr tudo bem, ainda que o Galo seja derrotado, nada a registrar. Mas, se repetir esse roteiro, nesse ônibus vai ter cadeira para o Abatti.

Nota triste: Faleceu na noite de ontem, nosso eterno volante campeão de 1971, Vanderlei Paiva. Recentemente, numa campanha fantástica encabeçada pelo Instituto Galo sob a batuta do presidente Sérgio -, a Massa pode ajudar no tratamento do ex-jogador. A ele nosso eterno reconhecimento, aos familiares e toda família Atleticana, o blog e o blogueiro se junta nesse momento de dor e solidariedade.

*fotos: 1 e 2) Pedro Souza/Atlético; 3) print da TV Galo

14 thoughts to “E na reta final os três candidatos no páreo”

  1. Preservar o Flamingo é questão de profilaxia social. É o que pensam. A palavra flamengo se originou de erro de pronúncia causado por sotaque. Por aí já se vê.

    1. Existe outra versão, porém, que consideram oficial. Um estrangeiro teria dado o nome ou algo assim. Afinal, isso é assunto sem importância para nós.

  2. Boa tarde Eduardo e massa. Meus sentimentos a todos familiares do Vanderlei Paiva e descansa em Paz. O Galo tem uma pedreira pela frente contra tudo e todos o tite acertou a equipa do flamerda. Se jogar retrancado é derrota certa então 7×1 e jogadores preparar-te. O Galo está nesta se perder pode voltar no G 6 porque grémio e bragantino se ganharem nos passam. Ontem o Goiás pipocou contra as Gaselas dentro de casa só imaginar que Galo só não perdeu lá por sorte. Então chegou a hora da onça beber água. Rsrs. A Galo como você adora levantar defuntos principalmente em casa. Aff. Vá Galooooo.

  3. Eita povo sem memória, éramos pra já estarmos festejando o campeonato brasileiro há muito tempo. Recordando… o 7×1 ficou 10 partidas sem ganhar, no segundo turno perdemos para o Curitiba, Cruzeiro em casa. Mesmo que o atlético ganhe todos os jogos( o que eu acho impossível, não que eu seja pessimista, mas não gosto de deturpar a realidade), o Cruzeiro se ganhar do Atlético do Paraná, vai entregar o jogo contra o Palmeiras, fato! O pior disso tudo é suportar o 7×1 em 2024.

  4. Bom dia.

    Interessante o futebol. Até pouco tempo, o Bataglia era tido por todos nós, como o melhor jogador do GALO , sendo imprescindível a sua presença no meio campo.
    Ele se machucou e lentamente foi sendo esquecido nos nossos comentários, ou seja, o Felipão deu um jeito nessa meiuca.

    Os meus sentimentos aos familiares do grande Vanderlei Paiva, um dos que defenderam essa camisa preta e branca com raça e amor.

  5. Prezados Amigalos
    Estamos pouco a pouco perdendo ídolos do Galo . Agora foi o Wanderley Paiva. Sempre tivemos grandes jogadores da camisa 5, aquele que segura o ímpeto do adversário. Lembro de um golaço do Wanderley, da intermediária. Infelizmente, a idade já começa a cobrar, não lembro mais contra quem. Mas foi um golaço.
    Ah, anteontem encontrei o Paulo Isidoro perto do supermercado, com a mesma humildade e solicitude de sempre. Mais gordinho e com cabelos começando a branquear. Trocamos algumas palavras e senti meu final de dia melhor. Sempre é bom rever um daqueles que ,no passado, gritamos seu nome nas arquibancadas.
    Um abraço a todos

  6. Oh Barata, olhe a matéria sobre manipulacao de resultados. Esta sendo investigada a derrota de 2×1 do Flamengo para o Avai, no Maracana, no Brasileiro de 2022. Uai, o Galo perde para o Cruzeiro daquele jeito e a virada do Coritiba…..Será que eu estou vendo fantasma de dia? O que você pensa sobre esta minha conjectura??

  7. Bom dia Avila. Bom dia a todos. Aquele gol aos 50 minutos do segundo tempo ontem foi de lançar. Como ensinava Padre : Torcer para time ruim é igual torcer para Jacare nos filmes do Tarzan. Eu penso que o Galo tem de jogar para ganhar as três últimas partidas. Simples assim. O Filipao ressuscitou o Jemerson e o Edenilson. Agora, o ressuscitado da vez deve ser o Vargas, que fará o gol do título no Jogo contra o Bahia. EU ACREDITO!!

  8. Bom dia!
    Abatti, esse é o nome do cidadão bola da vez.
    Só espero que ele não abata o Galo naquele escrupuloso esquema de sempre.
    Não somos o Real Madrid e tampouco ganharemos todos os jogos,mas que o resultado seja tão somente na bola .
    RIP. Vanderlei Paiva.

  9. R.I.P., VANDERLEI PAIVA!!!

    O SÉRGIO COELHO, pelo Instituto Galo, tentou ajudar em vida a um grande atleticano, o Vanderlei Paiva…

    Isso é bom…

    Embora eu quisesse o BOLIVAR como presidente do CAM na próxima gestão atleticana, devo reconhecer que o SÉRGIO COELHO faz um bom trabalho, a despeito de todos os “Ahs…”…

    “__ Ah, isso”…

    “__ Ah, aquilo”…

    “__ Ah, blá-blá-blá…”…

    Não é fácil ser presidente do CAM, o segundo cargo mais importante de Minas…

    De um lado a Torcida mais chata do mundo…

    Por outro lado, o ATLÉTICO…

    Não é fácil, convenhamos…

    Mudando de pau pra cavaco…

    Esse time do GOIÁS é feio demaisssss…

    E o pior é que o Esmeraldino, em pleno TERREIRÃO, quase azedou a garapa atleticana…

    Ô lôco!!!

    O ATLÉTICO mantém chances para título (improvável), G4 (qualquer vacilo, babau) e G6 (praticamente certo)…

    Amanhã pega uma pedreira no Rio contra o bom time do VARmengo…

    A torcida rubro-negra está prometendo o INFERNO DOIS PONTO ZERO…

    No primeiro INFERNO atacaram e quebraram o ônibus da delegação atleticana e não faltou tiro, porrada e bomba…

    E nenhuma punição aconteceu ao VARmengo nem vai acontecer…

    Então, ao GALO só resta a determinação de matar e morrer…

    Chegou a hora da onça beber água…

    Chegou a hora de ver quem é quem nesse elenco atleticano, inclusive FELIPÃO…

    Dirá o padre TORGA, “é chegada a hora…”…

    Haja coraçãoooooo…

  10. Concordo com todas as colocações feitas pelo blogueiro democrático. E acho que todos devem pensar também, que, se o Galo ganhar do Flamídia no RJ, estará bem mais no páreo, muito embora o Palmeiras só dependerá dele ganhar as restantes que será campeão, mesmo com todos os concorrentes ao título ganharem todas também. Vamos torcer muito, porque eu ainda acredito!
    Um registro: que coloca seu comentário aqui no espaço democrático, pela manhã, não mais vê à tarde. Por qual razão? Comentar e ficar sem saber se foi aprovado, fica mehor não comentar mais!

    1. Pode ocorrer demora na liberação, em função da minha disponibilidade de tempo. Procuro, na medida do possível, agilizar. Nem sempre posso. Sigamos!

  11. Salve Massa e Guru

    Notória e historicamente o Galo sempre foi conhecido pelas dificuldades de ser batido em seus domínio e a maior prova disto foi a famosa frase: “Caiu no Horto, tá morto”.
    Apesar dos tropeços dos 9 jogos iniciais e ouros durante a campanha, estamos finalizando a temporada novamente entre os melhores, mas a pergunta que fica, porque não estamos disputando o título?
    E a resposta veio na tabela de desempenho das equipes mandantes: estamos apenas em nono lugar e como visitantes em segundo, ou seja, passamos a obter melhores resultados fora do que dentro de nossos domínios.
    Pior é saber que nosso fracasso em casa foi diante de equipes medíocres como o csa-bh, meleca e Curitiba.
    Vida que segue.

    Nota: Vanderlei Paiva encarnou mais do que ninguém o espírito atleticano. Que Deus o tenha

  12. Se o galo jogar com raça e confiança, temos chances. O flamerda tem um.bom elenco, diria que melhor que o nosso, mas eles cometem deslizes e é aí que temos que estar atentos e matar a partida. Pra cima deles galo, contra tudo e contra todos.
    Meus sentimentos à família do volante CAMpeão. Siga em paz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.