Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Inadmissível esse empate com o Figueirense

Tudo bem que o juiz prejudicou, também acho, mas estou seguindo sugestão de evitar criar mais polêmica sobre essa situação. Considerando que o próximo jogo será contra o Flamengo, eterno protegido pela CBF e emissora que manda no futebol brasileiro, a atuação do juiz no jogo de ontem reforça – ainda mais – a desconfiança histórica do Galo quanto aos seguidos “erros” de arbitragem que sempre aplicou “in dúbio” contra o Galo.

árbitros e capitães Gaolo x Figueirense

Ainda assim, com ou sem “erros”, o Galo tinha que vencer o Figueirense. Os catarinas vinham de uma derrota de goleada para o líder, Palmeiras, e aturaram com sete desfalques. Fizemos o gol logo no início, o que dava ideia que poderíamos vencer por um placar até elástico, mas o time encolheu e foi – até certo ponto – covarde. Imaginei que o Galo iria para o intervalo com dois ou três gols de frente. Que nada, o sufoco já começou na primeira etapa.

Quando o time voltou com Patric no lugar de Robinho, meu pânico aumentou. Robinho, uma das estrelas do Galo, pode até estar mal em campo, mas sua presença amedronta os adversários. Já disse aqui outro dia, o “coringa” dos últimos treinadores parece um paredão, quando a bola chega nele. Bate e volta. E foi por aí que tomamos o gol de empate. Numa inacreditável “linha burra” da nossa defesa que – literalmente – foi “burra” por inteiro.

Tivemos tudo para emplacar duas “quintas” simultâneas. Quinta vitória consecutiva e quinta colocação na tabela. Agora temos que ir com tudo pra cima do Flamengo, que foi derrotado vergonhosamente pelo Corinthians, e que – não tenho duvida – terá toda boa vontade da organização para se recuperar. É assim, sempre foi assim. Relembrar fatos ao longo dos anos, sinceramente, não faz bem ao meu já combalido coração Atleticano.

O treinador terá uma semana de folga para definir melhor um time que precisa aprender a jogar fora de Belo Horizonte. Segundo o próprio Marcelo Oliveira, para pensar em título, temos de fazer 75% dos pontos em casa e 50% fora de casa. Estamos em defasagem nas duas situações. Também pudera, começar o jogo com um ataque de Robinho, Fred, Cazares e Clayton e terminar a partida com nenhum deles em campo, é duro. Ao final estavam no ataque Hyuri, Carlos e Patric.

Se o resultado foi péssimo, considerando a expectativa e a lógica, por outro lado – pelas circunstâncias do jogo – acabou ficando de bom tamanho. Confesso que fiquei temeroso durante o segundo tempo diante da possibilidade de não trazer nenhum ponto frente ao fraquíssimo Figueirense.

image
Fotos: Atlético/Bruno Cantini e arquivo Orlando Augusto

Que voltem logo àquela quantidade de jogadores entregues ao Departamento Médico, sobretudo os volantes Carioca e Donizete. Pratto e Luan também, claro. Quero ver esse time voando, convencendo e disputando as primeiras posições. Estes jogadores são fundamentais para sonhar com título ou pelo menos com classificação para a próxima Copa Libertadores.

Em tempo: Participei ontem, com satisfação, do programa “Meio de Campo”, da Rede Minas, comandado pelo meu professor de radiojornalismo, Orlando Augusto, ao lado de Chico Maia, Marcos Guiotti e Sulimar Silva, nomes consagrados da imprensa esportiva mineira. Foi uma resenha muito saudável.

40 comentários em “Inadmissível esse empate com o Figueirense

  1. Eduardo, a sensação foi de que o time estava subindo escada e com freio de mão puxado.
    O jogo contra o Botafogo foi de um jogador só e contra o Figueirense não foi de nenhum jogador.
    A cada descida do Figueirense parecia que eles fariam o gol. O jogo foi como um homem comum se arriscar em um telejornal da Rede Golpe, uma programação dominical de TV ou até mesmo acordar de madrugada e ligar a TV para dar dízimos em cheques pré datados, moço! 🙁 Teremos salvação ? 🙁

  2. Se o elenco é bom, é difícil entender a falta de objetividade, toque de bola, determinação, motivação e acerto de passes. Chutões para a lateral, constante recurso do Erazo, displicência e lentidão do Leonardo Silva, laterais com pouca desenvoltura, meio de campo que não liga nada a coisa alguma e as insistentes escalações de Kleiton, Patrick, principalmente. O baixo rendimento técnico de Robinho, sempre substituído por “desgaste físico”. Há inegáveis qualidades, porém o conjunto da obra não referenda para a eficácia. Falta diretor de futebol para orientar e cobrar do treinador e jogadores, posturas, responsabilidades e ajuda, quando for o caso. Nas vitórias obtidas nos quatros jogos seguidos, houve méritos, mas não um futebol empolgante. Preocupar e justificar erros de arbitragem somente servem para maquiar ou não ver os erros táticos e técnicos da equipe. Há elenco, muitos jogos pela frente e possibilidades. Porém fazer uma humilde e competente reflexão para as correções é fundamental. Presidente, a bola é sua!

  3. Tá faltando atitude de Campeão. Não adianta elenco, não adianta torcida, não adianta favoritismo é preciso sobretudo de atitude, atitude de Campeão. Em Santa Catarina nos confrontamos provavelmente com a equipe em campo mais fraca de todo o campeonato, time fraco na zona de rebaixamento, em crise e muito desfalcado com sete juvenis. Um time com atitude de Campeão não teria desperdiçado essa grande oportunidade e teria liquidado, de forma definitiva, a partida no primeiro tempo, dando até pra poupar jogadores no segundo, mas ao invés disso o Galo depois do gol engatou uma marcha super lenta, administrou o resultado diante de um time que não tinha o menor poder de reação e aí o castigo veio à cavalo, não só sofremos mais um gol de contra ataque, diante de mais uma falha clamorosa da nossa lenta defesa, como também sofremos a expulsão do nosso principal atacante. Pois bem contra o Flamengo não teremos nosso principal atacante e único centro avante, por isso sou totalmente favorável ao retorno imediato do He-Man, por outro lado o Flamengo não é o Figueirense desfalcado, perdeu pro Corinthians mas dominou totalmente o primeiro tempo e só não começou ganhando pelos milagres do Casio, por tanto domingo vai ser pedreira e se não quisermos perder feio para um rival tradicional super motivado teremos que jogar pra valer, com atitude de Campeão. Finalmente sugiro trocar o Patrick, Carlos, Yuri e Clayton que não jogam absolutamente nada, por outros jogadores mais promissores como os veteranos Cícero (Flu), Andrezinho (Vasco) e/ou He-man (Fig) ou mesmo outras revelações de times de menor expressão do interior do nosso imenso Brasil. Galo Sempre.

  4. ja estão preparando o terreno caso o galo perca para o flamengo que de protegido da cbf não tem nada haja visto o jogo com o timão em que no 1 tempo o soprador de apito deveria ter expulsado o jogador do timão e não o tecnico do fla.

  5. Prezados, o Patrick se explica assim … Patrick Cabral Lalau … pelo nome já basta para saber o quanto tem nos roubado a tranquilidade e otimismo … Putz !!!

  6. Sejamos realistas. Não tem como um time sem meio campo querer ganhar um campeonato como este, mesmo com o nível técnico dos times baixíssimo. Não vi até o último jogo um esquema implantado pelo Sr. Marcelo Oliveira. Mesmo com os 5 gols diante do Botafogo vimos um time sem consistência no que diz respeito a jogadas pelo meio campo. No jogo de ontem, principalmente depois do gol do Fred, o que se via era um bando de baratas tontas no campo sem nenhuma criatividade. O assunto Clayton já caducou de tanto falarmos. O dito cujo não é jogador para time grande como o GALO. Se emprestar o Clayton para o Sport, Chapecoense, Vitória, América, tenho certeza de que vai arrebentar e ser o craque do brasileirão. Patric nem vou comentar……Robinho virou pipoqueiro e não está nem aí para o time. Fred está sendo um dos poucos que se esforçam, mas depende de outros jogadores para o colocar de frente para o gol. Se algo não mudar rapidamente vamos figurar no bloco intermediário. Nem Libertadores vai dar…..( Acorda Nepomuceno!!!!!!!!!!!!!!!)

  7. Amigo Dudu,
    Tenho que discordar de você em alguns pontos.
    Usar o Robinho para amedrontar a zaga adversária, é muito pouco. Ele não está rendendo nada, e juntamente com o Clayton, que é um piadista ao dizer que não ia comemorar gol(kkkkk, quem disse que ele faz gol, se nem bola joga? Fanfarrão!!).
    O problema é que não temos peça de reposição, Robinho e Clayton devem ficar no banco, mas aí, só sobra o Patrik e o Carlos.
    Não é culpa dp Patrik que os técnicos insistem em coloca-lo para jogar em todas as posições. Ele faz quaase tudo que o técnico manda, menos jogar bola.
    No jogo de ontem, o time estava apático, parecia que estavam sem vontade de jogar, uma lástima, pois eram tres pontos fáceis que deixamos de levar para casa.
    Agora, é bola pra frente, e ir para cima do Flamengo com sangue no olhos.
    Bica Eles Bicudo!!! VOLTA KALIL PELO AMOR DE DEUS!!!!AQUI É GALO PORRA!!!!!

  8. Que saida foi aquela do Vitor? Sobrenatural ja que ele e santo? So pode ser, porque em nenhum momento ele dificultou para o jogador do Figa, e outro que ja esta acomodado afinal tem contrato ate 2019, e o Guilherme no Curintia? nao machuca mais kkkkkk acorda Nepomosono

  9. Eduardo, beleza de participação ontem no Meio de Campo. Falou pouco mas muito convicto, sem meias palavras, como costumamos ver por ai…
    O Galo ontem estava sem alma, beirando a soberba. Quem, de sã consciência não achava que tomaríamos o empate? Ou a virada… estava escrito! Sabe me dizer se o Marcelo Oliveira estava lá? Tem certeza? Estava vivo? Tem certeza? Ou estava dormindo com o time? Não consegue passar ânimo à equipe… não dá um grito, um sacode? Será que só a gente em casa viu o time desanimado, tocando a bola…? Cadê o esquema? Mesmo nas vitórias, foi só força e correria com o apoio da massa. Cadê o nosso presidente? Não vai ter bronca? E não tem essa de juiz pois poderia dar um penalty da bola na mão do Erazo. Tem como vc levar esse grito de insastifação da massa pro no presidente? Abraço.

  10. Em tempo, caro rabino. Olhe que todas as opiniões de hoje, no blog, condenam a escalação do PATRIC. É unanimidade, por favor, faça chegar essas manifestações ao presidente e ao treinador. Grato

  11. Prezados atleticanos,
    bom dia,
    nosso time não se impõe dentro de campo. . qq adversário nos assusta e realiza um futebol de força e ficamos trocando passes no meio, dando chutões. não temos reservas a altura do Fred, Casares, Carioca. estamos nos iludindo com Clayton, Yuri , Patric, Carlos, etc. ondé estão os fundamentos de futebol que o Telê treinava a exaustão? qual é o nsso esquema tático? o futebol brasileiro está pobre com os treinadores de hoje. não se consegue alterar esquema de jogo durante a partida. A diretoria do Galo precisa contratar um diretor de futebol urgente, para estar com os jogadores e participar com a comissão técnica . o afastamento do Maluf, em virtude de sua doença- espero que ele se recupere rapidamente, está nos causando problemas dentro e fora do campo. alguém sugeriu o Kalil assumir esta função . seria ótimo.
    no domingo, teremos uma pedreira pela frente , pelo jogo, no primeiro tempo, entre flamengo e Corinthians que assisti ontem. . depois o flamengo sumiu em campo mas não foi facil.
    a nossa torcida precisa estar mais presente nos estádios cantar o tempo todo , alem do nosso hinp.
    se não reagirmos e nos mostrarmos em campo , não iremos para a liberdatores. o campeonato brasileiro já era. se o casares se lesionar teremos graves problemas para que a bola chegue a área adversária.

  12. Eduardo, bom dia. Vi ontem sua participação no Meio de Campo. Parabéns. Quanto ao nosso Galo, a defesa precisa melhorar. Que façamos melhor diante do protegido Flamengo.

  13. Dinheiro é tudo, meus caros … só isso explica Yuri, Clayton, Patrick em nosso elenco … aproveiro para cornetar nossos laterais, meu Deus … dão o bote … falham na maioria das vezes e nem sequer esboçam recuperar a bola … apenas “andam” em campo, olhando nossos lentos zagueiros tentar a sorte … nossa sina para 2016 é o quase … tomara que não pelo menos o “quase caiu” não se estabeleça … porque não temos juizes e nem bandeirinhas, muito menos prestigio na CBF … então, abre o olho Galão …. Bica eles ….

    1. … eita … retificando … tomara que pelo menos o “quase caiu” não se estabeleça … e mais … corneta no Carlos, rascunho de jogador que teimam em manter ele é nosso atual Renan Ribeiro … acho até que menos ainda … fraco … fraco … fraco .. fraco …

  14. Caro rabino! A sua atuação com o Canto do Galo é esplêndida e de grande valia para o Clube e todos nós atleticanos. Mas acho que você tem que dar um jeito de as opiniões sua e nossas cheguem aos ouvidos do Marcelo Oliveira e do presidente Daniel Nepomuceno. Pois parecem que eles não estão lendo seu blog. Não dá mais para aguentar o Patric de atacante. O Patric faz bem para o time quando está no banco, e nada mais. Proponho à torcida atleticana que, toda vez que o Patric entrar no time como opção de atacante que todos saiam do estádio, de uma só vez, deixando o campo vazio. Esse pode ser um dos protestos contra a escalação do inoperante e fraco Patric. Caberia ao presidente Nepomuceno impedir o Marcelo de estressar a sofrida Massa, mas parece que o presidente não manda como deveria…. Então cabe a nós atleticanos tomarmos a providência: PATRIC entrou? Vamos sair. E olha, caro rabino: pelo que o Flamengo jogou ontem, quando não merecia perder, o Galo pode ir para Brasília sabendo que com esse joguinho de espera polícia mais a ajuda do juiz, sairemos de lá com mais uma derrota. Anote aí…..

  15. O ponto de interrogação foi mesmo a entrevista do Marcelo, antes do jogo, dizendo que agora não precisa de improvisos… Aí me volta para o segundo tempo com Patric no lugar de Robinho… Dá remédio pra ele gente! Ou ele também acha que Patric é atacante? Outra coisa, que saída do gol foi aquela de Victor? Parecia goleiro de pelada de empresa no fim do ano… No mais, mais um jogo para esquecer…

  16. Eu não achei tão inadmissível esse empate. É natural o torcedor querer sempre a vitória. Mas é necessário levar em consideração o gramado péssimo, a arbitragem ruim e a forma que se portou o adversário jogando em casa. Concordo que o time atleticano tem qualidade muito superior, mas é um time técnico. Faz uso de troca de passes rápidos e tabelas. Impossível jogar dessa forma num campo de futebol de areia. Vamos com calma. Porém eu acho que o Marcelo deve rever a titularidade do Clayton. Ele pode render mais, mas não está funcionando ainda. Talvez mudar a posição dele em campo, entrando no segundo tempo lhe dê a confiança necessária.

  17. PQP leia = Por Que Patric,
    quando entrou no segundo tempo, acabou meu bom humor, juro está conseguindo me tirar do serio.
    PQP fico irritadissimo… PQP… O galo fica com 10 e o adversário com 12, porque ele arma contra ataque, num marca ninguém, atrapalha nossos jogadores, recebe uma bola e devolve uma melância, ele não faz p…nenhuma…PQP…PQP….O menos entendido em futebol enxerga isso, PQP…Quando isso vai acabar….PQP….Contra o Santos estavamos com reservas e essa B… nao jogou e ganhamos…PQP….Sou Galo doido …. mais não assisto quando ele jogar… PQP…PQP..

  18. Com toda sinceridade, mesmo após as 4 vitórias em casa, não me entusiasmei. Não temos um bom padrão de jogo. Ontem, então, que lástima! Só ligação direta, nenhuma jogada construída passando pelo meio campo! Parece que estava assistindo um jogo do palmeiras do ano passado! Com as mesmas explicações do mesmo técnico! Somos 100% dependentes de uma boa atuação do Cazares; se o moleque não aparece para o jogo, o time desanda, não sai uma jogada que preste! Vou falar baixinho para não dar a dica pro framengo: anulem o Cazares que o Galo acaba! Cala-te boca! Vamos nos arrastar assim até o fim do ano? Quando o DM estiver vazio, claro que o time melhorará, mas isto então significa que o técnico não é capaz de fazer este time jogar minimamente organizado se não estiver com todas as estrelas tinindo?
    Marcelo Oliveira, tenho certeza que está feliz em treinar seu time de coração, mas me ajude aí, meu querido! Não da pra viver só de amor!
    Frustrante. Não… Peraí… A gente só se frustra quando espera por algo iminente que não acontece… Isto que aconteceu tem outro nome… Um misto de ilusão com choque de realidade…
    Parece é que vamos passar o campeonato lutando pelo G4… Uma hora belisca, outra cai… Fod@, viu…

    1. Concordo com você prezado ! GALO vive de individualismo dos jogadores e no dia em que alguém vai mal a maionese desanda . Coletivamente o GALO inexiste, e as desculpas são sempre as mesmas . Na guerra não existe o “SE” , é ou não é, ponto ! Enquanto isto as pedras rolam … SAN

  19. SAUDAÇÕES ALVINEGRAS. Sempre estive otimista e ainda estou pois estamos a 5 ponto do líder. Mas entendo um pouco de futebol e algumas constatações devem ser feitas. Leonardo Silva, não tem mais condição de ser titular. Foi capitão, Campeão e Fez gols importantes, Foi, passou, a vida anda é pra frente , e sempre será reconhecido por tudo que fez mas não dá mais. Está muito lento e nem nas jogadas aéreas produz mais. Robinho está dando o famoso Migué, joga pouco e alega cansaço. Dátolo não pode de maneira alguma ter o contrato renovado. Outro que já deu o que tinha que dar. Engraçado é ver o Guilherme jogando todos os jogos no curíca. Patrick, bom patrick acho q não preciso falar mais nada, já foi amplamente exposto aqui várias opiniões. Clayton é uma das maiores enganações que o galo já comprou. Como diz minha sábia mãe “todo dia sai um bobo de casa”, e naquele dia o bobo era o Daniel nepomuceno. Infelizmente. Não se pode acertar todas, por isso tem desconto. No mais é torcer para esses lesionados retornarem logo, até porque estamos a apenas 5 pontos dos líderes. Mas que tá complicado ai com essa turminha isso tá.

  20. Com este treineiro (MO) não vamos chegar a lugar nenhum. todo jogo vai ser esse sofrimento. vez ou outra, quando pegarmos um time fraco, vai golear, mas no mais vai ser isso todo jogo. o time faz um gol no incio e recua pra administrar. este é o esquema do MO.

  21. Inadmissível, Eduardo, é o nosso presidente aceitar a mediocridade do Clayton, que teve a petulância de informar, previamente, que não comemoraria se marcasse gol ontem. Porquê o nosso digníssimo presidente não o devolve para o Figueirense. O futebol dele é de baixo nível, e agora vem conversar fiado e desafiar a torcida do GALO. O FRED comemorou, ou ruim de bola Clayton não iria… Tenha a santa paciência.

  22. Embora concordando que o Arbitro foi compassivo com jogadores do Figueira e rigoroso com os do CAM, a bem da verdade os jogadores do CAM não quiseram ganhar o jogo. Era para ter liquidado a fatura no primeiro tempo. Agora não dá para aceitar um buraco na defesa com o que resultou o gol do Figueira. Aonde estavam nossos cabeças de área. Esse Eduardo, não tem condições de vestir essa camisa.

  23. Assustado Dudu ? Jogar em SC é assim desde a idade da pedra . Lembro-lhe que o excelentíssimo sr. pres. da federação catarinense é nada mais nada menos, que o vice da cbf,só isso! Qto ao time,temos muito que evoluir.Longe de sermos uma equipe no sentido amplo da palavra . A inconstância apresentada pelo time, a qual nos tirou 2 pts preciosos, não fazem um time CAMpeão .
    _ Patric é um bom sujeito e tudo mais , afirmo que também sou,mas isso não me qualifica para ser um dos atacantes do GALO . Esta brincadeira já deu …. !!!!!!!!! SAN

  24. Eduardo, pior que o Patric foi a saída de gol do Vitor. Porque ele foi fora da área e ficou imóvel? Porque ele nao esperou o atacante entrar na área onde poderia usar as mãos e tentar um bote?
    Vitor me parece deitado nas glórias que ele mesmo conquistou no nosso Galo e parece ter “parado de treinar e se esforçar”

  25. Prezado blogueiro, costumo ler sua coluna. Infelizmente, assistindo ao jogo, me pareceu corpo mole. O famoso salto alto que vem acompanhando o discurso de vários jogadores que, ” temos o melhor elenco”. Acham que podem ganhar a qualquer momento. A expulsão de nada atrapalhou o time (ainda que injusta, concordo). O time estava andando em campo, longe de dar a ideia de um time que briga pelo título. Não criou nada. Apenas uns lampejos de futebol. E também não foi a ausência de Carioca e Donizete que também não atuaram contra o fraco Botafogo. Essa foi minha visão do jogo

  26. Primeiramente, venho parabenizá-lo pela participação no programa “Meio de CAMpo”, da TV Minas…, do qual sou telespectador assíduo… Em segundo lugar, comungo de sua opinião quanto a obrigatoriedade do Galo de far 3 pontos em cima de times com menor habilidade técnica, seja aqui ou na “Conchinchina” . Está visível que o segundo tempo do Galo só vai até os 20 min, principalmente depois que o Robinho, mesmo que ainda devendo, é substituído….Time que quer ser CAMpeão, tem de ter além de elenco, um eficiente Departamento Médico. Pelo que sei, o Atlético tem uma das melhores estruturas do país, então pergunto: Por quê essas quantidades de contusões dos atletas e esta longa demora em resposta satisfatória de recuperação? O Dátolo já foi e retornou 3 vezes, o Pratto está no estaleiro desde abril, o Luan, o Carioca, o General? Ei! Doutores e preparadores físicos, deem uma resposta pra melhor e mais comprometida torcida do Brasil…. “Eu acredito” e “Aqui é Galo” p.

  27. Nenhum dos times jogou para ganhar. Logo resultado foi justo. não sei de onde iraram que o elenco do Galo é o melhor do Brasil. Não estou reclamando!!! Faltou o time jogar feio e assegurar a vitória já que na técnica não iriamos chegar.

  28. Marcelo nas entrevista está dizendo que o Galo agora joga sem improvisação em campo. Então o que é essa pereba do Patrick está fazendo de atacante? Já passou da hora do presidente exigir que não escale mais essa pereba e nem a outra de nome Carlos. Quando vi a substituição, logo disse, vai tomar o empate e até mesmo a virada, por sorte, ficou só no empate.

  29. O Atleticano, por volta das 13 horas de domingo, fala para o Cruzeirense: Ahhhhh! KKKKK! Empatou com time pequeno! KKKKKK
    O Cruzeirense, lá pelas 21 horas do mesmo domingo, revida: Ahhhhhh! KKKKK! Empatou com time pequeno!KKKKK
    O Americano, que a tudo assistia, esboça um leve e discreto sorriso.
    O Atleticano e o Cruzeirense, ao verem essa reação alviverde, dizem: Lanterninha! Lanterninha! Lanterninha!
    A situação está ruim, tensa, desesperadora, mas está divertido (que me perdoem os mais fanáticos). Como diria nosso José Simão: agora vou pingar meu colírio alucinógeno.

  30. Quem é bipolar, a torcida ou o time? Vencer jogos fora de casa, sem a pressão de sua torcida, sempre foi o maior desafio do Galo. No gol de empate, Victor saiu do gol pra quê? Pra fazer algo, que não fez. Fred fez o gol e dava trabalho, agora não tem substituto à altura. Robinho não consegue correr os noventa. Clayton saiu mais uma vez por baixo rendimento. Conto do vigário? Leo tá velho, Eduardo não passa de jogador qualquer, Patric tem QI baixo mas é um dos nossos atacantes? E o Carlos, de soquete, jogando fora da área. Cazares, da seleção equatoriana, iria por o pé numa dividida daquelas? O campo do Figueira é pior que o de Patos, que foi chamado de pasto. Sem chororô, um juiz jamais expulsaria um atacante do curintia num lance daqueles. Temos que vencer mesmo contra tudo e contra todos. Aliás, ventava muito durante o jogo.

  31. Quando Patric entra e campo desisto. Esse Patric é a cara da derrota assim como era Márcio Araújo, mas que técnicos cismam que são jogadores de futebol. Sinceramente pra entrar com Patric prefiro mil vezes o Neto Berola que na minha opinião joga mais que o citado, Carlos ou Hyuri. Falta ao Galo se impor mais fora de casa. Na época do Cuca e o Levi era derrota na certa agora só empate com um pouco mais de boa vontade ja estariamos na liderança pelos pontos bobos perdidos para genérico, vitória e sport.

  32. Caro Sr. Eduardo, tá osso, vi um time azul ser campeão com elenco infinitamente inferior ganhando dentro e fora de casa dos pequenos, com o timinho de Itaquera foi a mesma coisa este é o segredo, mas depois de 4 jogos “bons” (o jogo contra o América e Botafogo foram para se esquecer passar aperto com o América e tomar 3 gols do Botafogo é porque algo não vai bem) e agora empatar com o Figueirense desfalcado é sem comentários, se perder ou empatar para o time do urubu, é vaga na libertadores e olhe lá, até quando Kaliu? teremos que aguentar Patrick jogando de ponta direita? acorda Nepomusono

    1. Seguinte: Carlos-doar para o Ibis; Edcarlos-rua; Thiago-rua; Robinho-Santos; Pratto-China. Carioca-não sabe desarmar; Donizete-não sabe dar passes. Léo Silva-velho, já deu, lento.

  33. sinceramente. …Não estou vendo esquema. . só lançamento de longa distância. ..o juiz errou. ..foi covarde. ..mas poderia ter dado um pênalti e não deu contra a gente. ..Caso realmente tivesse mal intencionado ele só era fraco tecnicamente.

    1. Contra o Botafogo os chutões foram corrigidos. Ontem não dava para ter posse de bola. O campo horrível, cheio de areia e alguns buracos… além disso, esses times pequenos traçam um perfil de jogador brucutu, sem técnica nenhuma mas incansáveis…só sabem marcar e correr. Então ao meu ver a zaga não quis arriscar sair jogando, por isso optou pelo chutão. Eu detesto chutão, mas se eu estivesse em campo numa situação dessas talvez usaria esse recurso. Jogo nível de várzea, pelo gramado, pelo oponente e a dificuldade em manter a posse de bola.

    2. O galo quando joga fora de casa, parece que tem medo de vencer. Sempre se acovarda e isso é péssimo para quem deseja conquistar o brasileiro. Outro fator é a falta que faz um bom treinador. O Marcelo Oliveira, até o momento não disse a que veio.

  34. Dudu, bela cronica e perfeita, nosso galo acha que precisa somente fazer um gol e esta ganho a partida, ai vem aquele time sem alma, tocando sem objetividade, sem a força do ataque. chegava com seis jogadores ao ataque toda hora no primeiro tempo e que acontecia nada. errava o passe e davo o contra ataque ao Figueira, parecia que estavaq de ferias e treino ao meio dia, MO tem que dar alma para este time que ainda é um combinado. Mas colocar Patric no lugar de Robinho e querer perder o jogo, me desculpe quem apoia o Patric no ataque, mas ele entrou e errou todas as jogadas, outro que entra e não faz que deveria fazer tomar a bola do adversário e Eduardo, ele no jogo de ontemmais uma vez somente certa e não consegue em 90 minutos ser um volante que marca ou que sabe sair pro jogo, horrivel ter em campo um time apatico assim. 7 jogadores carregam 4, mas 4 não carrega 7, temos que parrar de dar a bola ao adversário e parar de chutões, a beleza que havia em sair pelas latarais acabou. Pior que ainda se acham os melhores do barsileiro, com este futebol fraco e sem vontade de vencer, estamos merecendo esta em ultimo lugar se não melhorar este elenco fraco de futebol, falta amor em jogar e vestir a camisa do galo, chega de desculpa de falta de jogadores, tem que honrrar nosso manto sagrado, ter vontade em jogar. Que vimos ontem foi nada, ha desculpem mas acho que sim um apitador que não deixa os times jogarem, futebol e jogo de contato mas para o apitador se olhar e cair e falta, marca no griot e acho que deve apitar volei que não tem contato fisico entre os atletas, PORQUE TODO ANO ESCALA APITADOR DE TERCEIRA PARA JOGOS DO GALO, pior quesempre times de Santa Catarina, eita cbf fraca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*