Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Vitória sofrida e sem convencer

B01 - 300x250A rodada, ao final acabou sendo ótima para o Galo, mas o futebol apresentado pela equipe explica o pequeno público. A vitória, magérrima, sobre o Sport desfalcado, deixou o Torcedor com ares de frustração e muita preocupação. Confesso que o sofrimento e a agonia, minuto a minuto, me obrigaram a rever conceitos que julgava consolidados.

Pratto, longe do jogador do ano passado, ao lado do Fred não está convencendo. A liga que imaginei quando sonhei com ambos atuando juntos no ataque, não aconteceu. Tanto que, com exceção da partida de ontem, sempre acontece de um deles – via de regra o Fred – ser substituído.

Quando o treinador foi contratado, confesso que fiquei apreensivo, pelo respeito e admiração que tenho por ele desde os tempos de jogador. Seu trabalho como técnico é de conquistas. Ganhou títulos nacionais por três anos consecutivos. Temia pela cobrança que teria do exigente Atleticano. Apesar da terceira colocação, nós Torcedores, vemos no time muito mais potencial do que vem apresentando.

image
Fotos: Bruno Cantini/Atlético – Ilustração: Divulgacão

De qualquer maneira, o momento – como venho dizendo há dias – é de acreditar e dar força ao time em campo. E, apesar do público distante da grandeza e até da nossa colocação na tabela, o Torcedor que foi ao Independência incentivou o tempo todo. Tanto que, eu mesmo que condeno quando equipe elege treinador como melhor em campo, privilégio que entendo ser apenas para os jogadores, escolho o Torcedor ontem como o destaque da noite. Incentivou e só não fez mais barulho pela baixa presença na Catedral do Horto. Temos de fazer a nossa parte com presença no estádio, claro!

Quanto ao jogo, serei bem sucinto. Ganhamos três pontos, ufa, mas por pouco o caldo entornava. O empate não seria injusto, mas como aqui é SÓ Galo, quero que os pernambucanos se esgoelem. Se Edcarlos foi justamente condenado, sem querer fazer trocadilho, Carlos Eduardo merece o mesmo roteiro. Ele entrou e o time que esboçava crescer, depois que Cazares assumiu a vaga de Clayton, voltou a ser sonolento (ao ritmo do jogador) e voltou a deixar o Torcedor em pânico. Um deles, ao meu lado, comparou Carlos Eduardo a Renan Oliveira.

Se Pratto errou gols, passes e jogadas, Fred que sempre preocupa a defesa adversária, acertou pela terceira vez – em dois jogos na capital – caprichosamente a trave. Se a bola entra, o sofrimento não seria como acabou acontecendo. Mas artilheiro que tenta, manda bola no travessão mesmo, mas marca, como na partida anterior. Duas na trave e duas na rede.

image

Apesar de tanta agonia, valeu a vitória e novamente colar nos dois líderes. Três atrás do primeiro colocado, Palmeiras, e dois do Flamengo. Que venha o clássico e o time atue – na condição de visitante – da mesma maneira que jogou com o Palmeiras. Queremos a vitória, custe o que custar.

Vamos Galo, ganhar o Brasileiro!

Em tempo: Sem delongas, atendendo pedido de leitores e de amigos, registre-se: que juizinho fraco. Não posso dizer outra coisa, pois correria risco, mas “in dúbio” em desfavor do Galo. Em alguns momentos, nem dúvida se enquadraria. Mas, com todo respeito, para quem viu Palmeiras e Flamengo ficou evidente – no segundo tempo – prejuízo aos paulistas. Do outro lado esses cariocas, sempre favorecidos. Êh juizada, êh CBF!

 

59 thoughts to “Vitória sofrida e sem convencer”

  1. Já ha algum tempo dá aflição assistir os jogos do GALO. Time desarrumado, sem qualquer qualidade tática. Time parece cansado, preguiçoso, jogadores sem vontade, chego a pensar que os salários dos jogadores estão atrasados (embora, eventual atraso não justificaria o corpo mole, pois são profissionais e em campo o jogador tem que se dedicar ou então pede pra sair). Outra coisa, no início não via assim, mas hoje percebo claramente uma vaidade entre Fred e Pratto, embora estes vão negar, mas observem, só passam a bola um para o outro quando não é a melhor opção, estão marcados ou longe da área. Não é raro ver um dos dois posicionados em situação clara de gol mas o outro não passa a bola, seria por vaidade, egoismo? Ademais, parece que o time joga no rítimo do armador que tem a responsabilidade de fazer a transição da bola da defesa ao ataque, nessa posição irá aparecer Carlos Eduardo (lento e morto); Lucas Cândido (lento e morto); Junior Urso (lento); Rafael Carioca (lento), e aí ficam naquele jogo burocrático, medroso, covarde, tocando a bola para os lados, assim mesmo errando passes de um metro, não buscam o jogo agudo, pra frente, de pressão no adversário. Não entendo essa falta de motivação do time, diferentemente de times como o CBFlamengo, ou Palmeiras, até mesmo o Corinthians (outro beneficiário da CBF), os caras se doam, mordem o tempo todo. Principalmente quando está ganhando o jogo o time do GALO não consegue ficar com a bola nos pés, não conseguem dar mais que 3 toques sem entregar a bola para o adversário. Por outro lado, o time adverso, seja grande ou pequeno, encontra uma facilidade brutal de chegar até o gol do GALO, time totalmente bagunçado na marcação e não oferece nenhuma resistência. Penso que os técnicos adversários gostam de jogar contra o GALO, muito fácil armar um time pra nos atacar, e se marcar a saída de bola do GALO aí pronto, a coisa lasca de vez, o time não consegue sair da marcação. SOU GALO ATÉ MORRER, NÃO VIREI, NASCI E COMO UM VERDADEIRO TORCEDOR TAMBÉM CULTIVO O LEMA DO “EU ACREDITO”, más não está fácil manter manter esse lema.

  2. Calma galera,o time jogou pro gasto.hoje em dia nao tem nenhum time no Brasil dando show..jogadores estavao se polpando para o clássico.m.o tbem nao tem como fazer milagres com o time perdendo varios jogadores..e domingo com certeza vai dar galo..

  3. O que me preocupa é que o Galo vem regularmente atuando mal. Os pontos vem aparecendo, mas isso não é sufuciente para levar um brasileiro. Inclusive precisamos jogar muito mais pra ganhar do cruzeiro no domingo. E, para finalzar, Pratto e Fred infelizmente não rendem juntos.

  4. No próximo domingo vou à missa rezar para que o Pratto tenha o mesmo destino do Carlos; quebrar um pé. É a única maneira de ficarmos livres desses dois inúteis.

    1. Com todo respeito, mas não posso concordar com vosso comentário. Democraticamente, uma vez que me esforço para postar o que recebo, vai ai sua colocação. Reitero, entretanto, minha profunda discordancia.

      1. Poizé meu caro Eduardo, tem cada um que me aparece. É direito de todos gostar ou não de determinado jogador, agora torcer pro SER HUMANO se machucar. Acho que esse tipo de comentário não merece ser publicado. SAN

      2. Ô xará, num liga não. Gente amarga assim, a gente larga pra lá. Vai passar a vida indo na igreja rezando e num vai valer nada. Vai entrar e sair do mesmo jeito. Nem Jesus na causa.

    2. Cidadão, ao menos que vc seja um enrustido azul, imbecilidade tem limite!

      Pratto é o jogador mais aguerrido do time.

      Vá a missa rezar pra que vc possa melhorar como ser humano.

  5. O time do Atlético está com sérios Problemas , o time marca mal, em relação ao ano passado já temos um numero superior de gols tomados no Brasileiro. Outra coisa nossa bola parada morreu todo mundo sabe o que acontece a bola é cruzada no Leonardo Silva, nos Já estamos em Setembro e Erazo que tem mais de 1,87 Metros não conseguiu dar uma cabeçada que mandasse a bola para o gol. O time está Mal Treinado e a compactação não existe. A qualidade Tática do Time está sendo mascarada pela Fase Artilheira que vive Robinho se ele Machucar o Galo Desaparece.

  6. MO, dois brasileiros, uma copa do Brasil e três vices da copa do Brasil. Roger nunca ganhou nada como técnico, em dois anos no Grêmio, na hora de mostrar a que veio o time não ia. Roger é aposta, MÓ é realidade, não é hora de reclamar do técnico é hora do EU ACREDITO

    1. Prezado Carlos, me desculpe mas sua análise é rasa. A comparação não deve ser feita dessa maneira. Roger se tivesse tido os times que marcelo teve em mãos, teria ganho duas vezes mais títulos. Roger levou um time limitadíssimo como o grêmio a boas campanhas, enquanto foi possível, mas a falta de elenco qualificado não permitiu ir mais adiante. Marcelo, com o melhor elenco do futebol brasileiro consegue piorar o time jogo após jogo. Analisando friamente, o trabalho dos treinadores e não os resultados, porque as realidades são diferentes, Roger (e qualquer outro) entende muito mais do assunto que marcelo, que é apenas um entregador de camisas e conta com a conivência de parte da torcida (parte cada vez menor) e de parte dos formadores de opinião, apenas pelo fato de ter história no GALO. Não se engane, marcelo é medíocre. SAN

    2. Perfeita a sua análise, Carlos! Parabéns! Lembro que o Marcelo Oliveira também evitou que o Galo fosse rebaixado em 2008, com um grupo péssimo que Ziza, o fujão, lhe proporcionou, tendo ainda que lidar com atrasos de salários e indisciplina de jogadores (Mariano, Ary e Lenílson). Não há como se fazer este time atual jogar com tantas contusões seguidas, que impedem o Marcelo Oliveira de entrosar um time que possa ser chamado de titular. Ele está moldando um grupo operário, com todas as dificuldades possíveis. Não vamos esquecer, também, que Marcelo Oliveira teve de começar tudo zero, graças ao péssimo “trabalho”, isso sim, feito por Diego Aguirre, que estranhamente era e é muito venerado por alguns detratores do nosso atual treinador, a começar por um certo jornalista carioca que milita nestas Alterosas. Trocar de treinador agora, por um nome que nunca ganhou nada no futebol, além de escalar times que só jogam atrás e que só sabem dar botinadas nos adversários (característica típica dos times do Sul, que também estão na fila há anos no Brasileirão), faz parte do imediatismo e do amadorismo que culminaram com seguidos fracassos do Galo no campeonato brasileiro (que esperamos terem ficado no passado, após a presidência profissional de Alexandre Kalil), sendo que, em muitos desses casos, a diretoria agiu assim por causa da precipitação e da impaciência, na maioria das vezes irracionais, de setores da torcida atleticana. Os resultados obtidos, todos nós conhecemos. Tenho certeza que muitos atleticanos, assim como eu, preferem um time de competição, mas capaz de chegar efetivamente ao título, do que amargar “derrotas gloriosas” com times jogando o fino da bola e que não ganharam nada como em 1977/1980/1986/1987/2002 e por aí vai, ou, o que é pior (e que me parece ser o caso dos times do Roger Machado), que nada jogam e nada ganham!
      PS: Se ganharmos o clássico contra o time da Enseada das Garças, e se nossos adversários que estão à nossa frente perderem, o Galo volta a ser o “melhor do mundo”. É assim que funciona a mente do torcedor de futebol no Brasil. Vai entender, não é mesmo?

      1. Prezado, respeito sua opinião, mas é impossível concordar com seus argumentos. Falei no Roger porque ele é melhor treinador do que marcelo e está no mercado, mas pode ser o Diogo Giacomini, do sub-20, que também é melhor que marcelo. Não quero “futebol bailarino”, chapéu, caneta, jogadas de efeito, isso é tudo balela, conversa pra boi dormir, quero efetividade, quero sentir segurança com o time do GALO. Quero que a Massa saiba que mesmo com um possível resultado negativo durante uma partida, que pode confiar no time. Vc acha realmente, que o time do GALO que jogou ontem precisava de algum jogador que não pode jogar para vencer o fraquíssimo time do sport, com um jogador a menos desde os 30 do primeiro tempo e sem seus dois principais jogadores? Os desfalques fazem falta, é verdade, mas achar que é por isso que passamos sufoco contra sport, américa, chapecoense, figueirense, vitória e outros fracos times é muita ilusão. Temos elenco pra superar os desfalques, pelo menos contra os adversários mais fracos. As dificuldades que estamos passando são exclusivamente responsabilidade do treinador, que até agora não conseguiu fazer com o que o time seja um time. Passamos sufoco contra quase todos os adversários, mesmo os mais fracos, perdemos jogos em que faltou compreensão tática. Além disso, é nítida a falta de condicionamento físico de nossos atletas, responsabilidade do Juvenílson de Souza, preparador físico que acompanha o marcelo e que já havia sido duramente criticado no crucru, palmeiras e no coritiba. E se ganharmos no domingo (estarei lá, apoiando incondicionalmente, como deve fazer todo torcedor dentro do campo), ficarei muito feliz, mas o GALO não passará a ser o melhor time do mundo, a não ser que jogue para isso. Concluindo, só pra corrigir as datas que vc falou em seu comentário, em 2002 não perdemos jogando o fino da bola, era o time do Geninho, por sinal muito ruim (Eduardo, Gutierrez, Nem e Neguete, Mancini, Hélcio, Cleison, Souza e Michel, Marques e Paulinho). Em 2001 sim, tínhamos um grande time (Velloso, Baiano (Cicinho), Marcelo Djian, Álvaro e Felipe, Gilberto Silva, Cleison (Djair), Valdo e Ramón, Guilherme e Marques) e perdemos naquele dilúvio em São Caetano (eu tbm tava lá). PS: O que menos marcelo está fazendo é moldando um “grupo operário”, a preguiça e a falta de sangue nos olhos são gritantes e visíveis até prum cego. SAN

        1. OK, Barros, respeito a sua opinião, mas temos pontos de vista diametralmente opostos no que diz respeito ao Marcelo Oliveira, que eu acho ser um excelente treinador que ainda acredito que vai nos dar muitas alegrias no comando do time do Galo. Acho que um treinador que ganhou os títulos que ele ganhou, e mais ainda, que levou o modestíssimo time do Coritiba a duas finais seguidas da Copa do Brasil, disputada por 62 times, não pode ser um ignorante em matéria de futebol, muito pelo contrário. Contudo, a divergência é natural e saudável, nesse caso. Acho apenas que as seguidas e intermináveis contusões o impediram de definir um time titular, e com base nisso, acertar o posicionamento tático do time. Como exemplo, e poderia mencionar vários outros, ele escala o Marcos Rocha, que sabemos que tem uma jogada fortíssima de cruzamento pela direita, e com cinco minutos, o jogador pede para sair por contusão. Isso mata qualquer esquema que o Marcelo tenha preparado no vestiário, pois ele foi obrigado a improvisar um zagueiro na lateral. Outro: ele necessitava desesperadamente de escalar um armador contra o Fluminense, pois não tinha ninguém nessa posição em condições de jogar, e o Dátolo, já recuperado de contusão, se recusa a entrera em campo pois se dizia inseguro para tanto. Ou seja, muitas vezes não dá para administrar de maneira minimamente razoável tantos problemas ao mesmo tempo.Quanto aos times pequenos, observo que nesse campeonato o Galo venceu todos eles aqui em BH, e não perdeu fora (coisa que era comum até mesmo sob o comando do Levir), embora eu reconheça que nas partidas contra o Sport, Vitória e Figueirense fora o time deixou a desejar (me corrija se eu estiver errado). Quanto ao preparador físico eu nada posso dizer, pois realmente nada entendo dessa área. Vamos aguardar, pois o que importa para mim não é ter razão, mas sim que o time possa conquistar os títulos que ainda disputa nesse ano.
          PS: Me equivoquei quando citei o time de 2002, pois queria mencionar mesmo era o de 2001. Obrigado pela correção. SDS.

  7. Outra coisa, o preparo físico do GALO está ridículo! Juvenílson de Souza, nosso preparador, que acompanha marcelo foi alvo de muitas críticas no crucru, no coritiba e no palmeiras. Temos o Carlinhos Neves que é competentíssimo mal aproveitado, enquanto o time anda em campo em todos os jogos. FORA MARCELO E SUA COMISSÃO TÈCNICA! FORA HOJE!

  8. Quanto ao público, falei disso em post anterior. Assim será enquanto a venda de ingresso (não confundir com necessidade/planejamento orçamentário financeiro) tiver o foco voltado para o sócio torcedor. Do jeito que está, somente haverá grande públicos em grande jogos;
    Quanto ao rendimento do time: elenco com muitos desfalques, treinador sentindo a pressão, jogadores fora de posições. O contexto não ajuda. Aos poucos, jogadores voltando e decidindo na qualidade técnica, treinador voltará a ter opções que minimizem suas invenções (e erros) e atuando em suas posições. O rendimento melhorará.
    Não espero que o time convença. Eu quero é que o time vença. De que adianta as atuações espetaculares como as de 2012 e 2015, se em alguns jogos o time não saiu vencedor, embora tenha sido melhor que os adversários? De que adianta ser apontado com o time com melhor futebol, como no meio do ano passado e na recuperação do turno esse ano, se individualidade e egoísmo de jogadores e treinador prejudicam o desempenho do grupo? Prefiro vitórias com críticas. Elogios não trazem 3 pontos. E o Galo tem que estar na liderança do campeonato é ao fim da rodada 38. Prefiro os holofotes da imprensa sobre o “classificadasso”, o “ melhor do segundo turno” , o “ mais querido”, o “expresso”. Quero o Galo campeão, não “eleito”.
    Jogos como o de segunda me preocupam e não como os de ontem.

  9. A imprensa e a torcida podem se preparar. A farsa já começou. O Atlético não vai ser Campeão por culpa exclusivamente de seus jogadores. Algo de errado está acontecendo dentro do time e o Daniel Nepomuceno sabe. Os jogadores, mais uma vez, não estão jogando para ser campeões.

  10. OK! Tudo péssimo. Muitos comentários no excelente blog do Eduardo, o que é merecido, mas pouca gente em campo, o que é incompreensível. Mas estamos ganhando, que é o que importa. Se para chegar ao título tivermos que ir aos trancos e barrancos, que seja!

  11. Oi Eduardo,
    Acho q seria importante abordar no blog a presença da torcida do Galo no jogo do esporte. 11 mil pessoas com time brigando pelo título?
    Desculpa, mas uma é vergonha.
    Pior é ver a torcida do Flamengo levar 10mil no aeroporto.
    (Eu moro no Rio, isso não é invenção da média, moro próximo do local aqui no Rio)
    Fui moto pra BH pra ver o jogo do Galo e fico decepcionado com isso.
    Nossa a parte é menino que temos que fazer.
    Vc convocou o apoio incondicional.
    Gente isso é Galo, vamo lá

  12. MAIS UMA VEZ PÉSSIMA ATUAÇÃO. Fred e Pratto é impossível. Marcelo Oliveira é FRACO. Roger está no mercado. O time não evolui, não tem padrão, não sou torcedor cego que só apoia… Ouça a Massa: Cazares, Otero, Robinho e Fred.

  13. Em termos de gatunagem na triste história do futebol brasileiro, nada, mas nada se compara aos mulambos. Nem Corinthians do apito amigo e nem o CBFlu…

    Independente disso, o maior inimigo do Atlético pra que deixasse de sagrar-se bicampeão nesses últimos 4 anos (principalmente em 2012 e 2015) foi o próprio Atlético. Msm com os inúmeros erros de arbitragem contra, e os a favor dos concorrentes.
    A taça vem dando mole pro Galo já há alguns anos, e temos visto sempre outro clube tomar a frente e levar o objeto de desejo.

    Jogador brasileiro é um bicho mimado e que gosta de uma zona de conforto. Arbitragem, contusões, salários atrasados… na hra que falham por falta de qualidade ou empenho, sempre tiram uma desculpa para a própria ineficiência.

  14. Até quando o Técnico e Jogadores vão achar que estar ganhando de 1 x 0 é goleada. Tenho mais de 60 anos e tem hora que o coração não aguenta. Até quando o Técnico vai dar chance a ao enganador Carlos Eduardo?

  15. Como falei em comentário anterior, o Galo como em 2012,2013 e 2015 terminou em agosto, daí para frente não joga mais. Cabe a diretoria, comissão técnica, imprensa e torcida cobrarem o mínimo de profissionalismo dos jogadores, visto que o salário dos mesmos vai até dezembro.

  16. Caro Eduardo, primeiramente registro os meus sinceros agradecimentos por este importante espaço dedicado ao nosso Galo. As análises sempre ponderadas tornam a leitura de sua coluna parte do cotidiano de milhões de atleticanos. Quanto ao time, faço coro a imensa maioria da torcida quanto às dificuldades de Fred e Pratto atuarem juntos. O time fica lento e com pouco poder de marcação. Apesar de grandes jogadores , entendo que Marcelo deveria repensar tal situação, principalmente para o clássico. Por fim, registro o meu desapontamento com a baixa presença de público nestes últimos jogos do galo. O esforço da Diretoria precisa ser reconhecido pela maior e mais apaixonada torcida de Minas Gerais .

  17. Perfeita a colocação. Gostaria de ressaltar que domingo entramos em campo na mesma situação daquele fatídico dezembro de 2011, aonde poderíamos colocar nosso adversário na zona da degola. Por isso os jogadores precisam entrar concentrados e compromissados, com a camisa que vestem, pois o único resultado que nos interessa é a vitória.

  18. Não tente minimizar a vitória do Galo. Ele é o terceiro colocado no Brasileirão e o único mineiro com possibilidade de título. Venceu por 1 a 0 e daí, venceu, é o que importa.

  19. Ótima análise. Quero frisar que o Atlético não pode jogar ao mesmo tempo com Pratto e Fred, não dará liga. Os dois estão com baixo desempenho e sem entrosamento. Quero fazer uma crítica especial ao Departamento Médico do Atlético – é o pior do Brasil hoje! Ou o técnico é irresponsável em colocar em campo o Marcos Rocha, ou este departamento.

  20. Sei que é duro pra nós torcedores. Mas não ligo de ganhar todas daqui pra frente de 1×0, do que dar espetáculo nos jogos e acabar empatando ou perdendo. Como já aconteceu várias vezes com o Galo ao longo desses anos.

  21. Fora de suas posições, Fred e Prato não jogam nada. Dão canelada na bola, principalmente o Fred. Júnior Urso e Lucas Cândido são volantes lentos, que só funcionam num esquema mais defensivo, com três volantes. Erazo e Leonardo Silva formam uma dupla lenta. Cazares e Otero podem e devem jogar juntos formando o meio com Rafael e Donizetti (ou Urso, quando este não puder). É preciso parar de inventar.

  22. Alguém aí poderia me explicar o porquê do Argentino Lucas Pratto ter cadeira cativa no time? Mesmo que faça gol no próximo clássico ele deve ser vendido o mais rápido possível e trazer o tardelli de volta para a libertadores. Chega de enganadores de plantão!!!!!!!!!!!!!!
    Vamos a barca para o final do ano: Zagueiro Ronaldo, Lucas Pratto, Hyuri, Carlos Eduardo, Lucas Cândido, Patric. Boa economia não acham? Um abraço a todos e vamos ajudar o time estrelinha voltar ao Z4.

    1. … Tardelli, não …. o resto concordo … deixa as oferendas já despachadas descansar em paz … é por isso que não ganhamos brasileirão … sempre cheios de saudosismos e comprando ou recomprando jogadores que são “bananeira que já deu cacho” … O Galo é mais do que isso que estamos vendo e sempre será.

  23. Caro Eduardo. Discordo de você quando fala que o futebol pouco convincente do Galo está afastando os torcedores dos estádios. O motivo do baixo público é simples, os preços dos ingressos!!! Fazendo uma conta rápida, o ingresso mais barato (portão 7 – com visão parcial do campo) custava R$ 40 para o sócio GNV Prata, que já paga a mensalidade de R$ 35, ou seja, aí se vão no mínimo R$ 100 considerando o deslocamento e mais alguma comida ou bebida. Em tempos de crise econômica é inviável a diretoria continuar com esses preços, basta ver as médias de público dos últimos jogos. Não consigo entender o motivo de não levar jogos para o Mineirão cobrando R$ 20 independente do setor e voltar a ter a casa cheia em todos os jogos. O apoio massivo da torcida nessa reta final do Brasileirão é fundamental para brigarmos em nível de excelência com Palmeiras e Flamengo!!! Voltando agora ao jogo de ontem, tenho dois destaques negativos e dois positivos. Lucas Pratto parece perdido em campo e até aquela raça que mostrou nos jogos da Libertadores aos poucos vai sumindo. Otero não tem condições de ocupar uma vaga entre os titulares e isso é um fato comprovado por todas as vezes que ele pisou no gramado, é no máximo uma opção para o banco de reservas. Fiquei abismado com um escanteio cobrado no 1º tempo, onde a bola parecia que iria sair do estádio, e jogo após jogo vem se reafirmando como um Cárdenas piorado. Cadê as famosas cobranças de faltas que endossaram a sua contratação??? Agora, vamos para os destaques positivos do jogo, que realmente devem ser exaltados. Primeiramente, o melhor jogador em campo e que surpreendeu boa parte da torcida, Clayton! Demonstrou vontade e raça durante todo o tempo que ficou em campo, errou pouco e deu instantes de força ofensiva ao time, apesar de não ter sido correspondido, saindo aplaudido (verdadeiramente) de campo pela primeira vez. O outro destaque vai para Cazares, que mesmo sem ritmo de jogo já mostrou que voltou para organizar a bagunça da ligação do meio de campo com o ataque e esboçou boas enfiadas de bola. Para as próximas rodadas, tenho certeza que o Galo vai mostrar um outro futebol, por conta da presença do 10 que tanto precisamos. Força GALÃO DA MASSA!!! Domingo começa a escalada ao topo!!!

  24. Excelente resultado, que nos mantém na briga, mas atuação ridícula, contra um time fraco, com um jogador a menos desde o primeiro tempo e sem seu principal jogador suspenso (Diego Souza). GALO do marcelo segue sem convencer. Quanto mais treina pior fica. Repito o que venho dizendo desde sua contratação: marcelo não é treinador pro GALO. Tem suas qualidades, gente boa, tem história no clube mas em termos táticos é uma negação. O GALO segue vencendo na base de seus talentos individuais. Porém, como marcelo não consegue fazer o time jogar como time, esses talentos também estão devendo. Vejo Pratto, Fred, Victor, Carioca e outros grandes jogadores abaixo de seu nível justamente porque marcelo não é capaz de armar o time de forma convincente. Além disso, o treinador está se tornando mestre em fazer péssimas escolhas. Ontem mais uma vez mexeu muito mal. Primeiro tirou Clayton, que se não era brilhante, pelo menos era o atacante que mais incomodava a defesa adversária. Deveria ter saído um dos centroavantes ou mesmo o Otero, que valorizo pela luta e raça, mas continuo achando que fez péssima partida, apesar do passe para o gol. Não produziu, bateu mal todas as bolas paradas (diziam ser seu forte) e acabou substituído também. Quanto ao Carlos Eduardo, mais uma vez nulo, a melhor comparação não é com o Renan Oliveira que pelo menos é um atleta magro, ele lembra mesmo é o Daniel Carvalho, igualmente apático e igualmente gordo. É isso, sigo apoiando incondicionalmente dentro do campo, aplaudindo atletas e treinador, mas o time não me convence e se eu fosse o Nepomuceno, demitia o marcelo hoje ainda e trazia alguém mais competente. SAN

  25. Caros amigos Atleticanos, acho que não precisa ninguém explicar tanto espaço vazio no Horto. O Galo não assusta mais ninguém. Ganha sem querer… como ontem, num lance em que o goleiro adversário foi expulso. Com um a mais em o Galo foi pressionado pelo Sport. Inadmissível!!! Repito o que disse aqui antes: a missão do Marcelo Oliveira é tirar o Galo do G-4. Só pode ser. A torcida já não aguenta mais esse time medroso, que dois centroavantes jogando no meio de campo voltando bolas para tras. O Sport, com apenas 10 jogadores em campo ia para o ataque com cinco e até seis jogadores. O Atlético ia para o ataque com dois ou três no máximo. Teve cronista ontem que elogiou o Clayton! Devo ter assistido outro jogo, pois esse cara não acertou uma única jogada. O Pratto da mesma forma. Fred, ah Fred, tornou-se especialista em acertar a trave. Ontem, bastava um toquinho por cima do goleiro, ou passar a bola para o Pratto marcar… Os gremistas lá no sul têm razão: o time precisa de um treinador mais sanguíneo… O Galo amarelar para o Sport com 10 jogadores em BH é demais para nós que amamos o Galo. O Departamento médico do Galo parece enfermaria do SUS… E o presidente, quando tomará as rédeas do Clube que preside?

  26. É sabido e evidente que, quando jogamos com o time considerado titular, sem baixas, jogamos bem e convencemos. As baixas que estamos, constatemente, sofrendo vem sendo determinantes e explicam as atuações pouco convincentes do time, já que não mantemos uma base jogo após jogo. Acredito que quem deve explicações ao torcedor e ao técnico, que muitas vezes não sabe com quem pode contar, são os departamentos médico e de fisioterapia. Esses sim, estão comprometendo nossa campanha nos torneios que disputamos. Como pode o técnico implementar um padrão de jogo se não mantemos uma base? Quanto às substituições, concordo que ele tem pecado, e muito ! SAN.

  27. Otero o melhor em campo? Deve ser piada de mau gosto. No jogo que assisti o jogador não acertou um cruzamento, uma falta, um chute e na jogada do gol quase perdeu a bola.Não falo de raça, que ele tem, mas jogador de perninhas curtas nós não precisamos (vide Cárdenas)

  28. Eduardo Avila(ou Fidel,hehe),o futebol que o Galo tem apresentado nos deixa muito reticente e desconfiado mas olhando o lado cheio do copo,me apego aos tres pontos e as recentes lembranças de um time que apresentava um futebol bonito e encorpado mas que, como dizemos por aqui,em Bom Despacho,”não conseguiu sangrar o capado em brasileiroes anteriores”.Domingo é o jogo do ano e sair do salão de festas com 3 pontos é fundamental pro titulo ser nosso. Vamos Galooo,abs.

  29. O Galo tem jogado de uma maneira tão desorganizada que parece uma banda de fanfarra reunida de última hora. Não existe jogada de linha de fundo, uma triangulação sequer. A maioria das jogadas se dá por ligação direta, aqueles lançamentos longos, que às vezes resultam em alguma vantagem (a expulsão do goleiro no jogo de ontem, por exemplo). No mais, um exemplo de futebol desorganizado, bolas rasteiras cruzadas perigosamente de um lado para outro do campo, que tem resultado em contra-ataques dos adversários. O Galo tem um bom elenco, será que está faltando treino, ou existe um desleixo proposital dos jogadores por alguma insatisfação? E agora, esse jogo com nosso maior rival no domingo. Preocupante.

  30. Eduardo, manda um recadinho para os atacantes Fred e Pratto: Futebol é esporte coletivo, portanto, revejam seus lances onde perderam os gols, que o companheiro estava em melhor condição de finalização, logo, deveriam ter dado o passe, ao invés do arremate. Larguem a vaidade de lado e joguem em favor do CAM, e não de promoção pessoal. Saudações e reafirmo: CAMpeão 2016 do brasileirão e da copa do Brasil

  31. É Eduardo, haja rivotril o GALO com 1 jogador a mais e fazendo a massa sofrer. De bom a conquista dos 3 pontos e a boa partida do Clayton, tomara que ele agora deslancha pois seria um ótimo reserva par o Robinhogol. Para domingo meu time seria Victor, Carlos Cesar (pois o Rocha não deve ter condições) Leo Silva, Erazo e Fábio Santos;Carioca se o general voltar ótimo, senão vai o Urso mesmo, Cazares,Otero;Robinho e Fred

  32. Caro Eduardo,
    Concordo inteiramente com sua análise mas acho que vale destacar que o Otero jogou muito ontem e demonstrou garra digna de Luan ontem . Também fiquei bem impressionado com a boa atuação do Gabriel improvisado de lateral direito. Robinho fez uma falta enorme. Com ele em campo,o jogo teria sido outro.
    Vamos galo !!!!!

  33. Cara, inacreditável!! Este time perdeu a vibração estando a 3 pontos do líder??? É sério??Cara, eu tô puto com o q eu vi contra o flormineC e ontem….o q foi aquilo??? Não velho, e o Pratto??? Me diga q diabos foi aquilo q ele fez em campo principalmente ontem…..velho!!! Cara, vou dizer na moral, com este pseudo treinador….sem chance… minha única esperança era somente o time se fechar e dar seu sangue, pq se depender desse enganador, será só G4 e olhe lá…. cara, me digam o q é esse sistema defensivo do Galo….cara, inadmissível time q quer ser campeão tomar de 4 fácil assim de time medíocre….ontem o Sport só não empatou pq é ruim demais….qq um vê q o time joga por conta própria pq não existe tática, sistema de jogo algum. Se esse MO não ganhar domingo, o Daniel deveria demiti-lo no vestiário e o Roger assumir o time já na 2ª feira. Tô puto demais com o q tô vendo!!!

  34. É, companheiro, fica cada vez mais difícil engolira a incompetência do M. Oliveira como treinador. Não sabe escalar, não sabe substituir, e insiste em dizer que acredita na evolução do Clayton…nem que que fosse evoluções de um port-bandeira do Salgueiro, ele tem que entender que ameba não evolui a não ser para câncer. Carlos Eduardo, parece mesmo o cachorrinho das histórias em quadrinhos, o Soneca. Otero, cuja fama de cobrador faltas ainda não se comprovou, é no máximo, um reserva regular. Um segundo reserva… De Clayton já falei. É uma ameba. Quem sabe o Galo não traz a “nova revelação” do Figueirense , o Rafael Moura ? Se me permite perguntar, por que esse jogadorzinho de meia pataca despertou a atenção do Corinthians, Plameiras e Galo ? Será que foi tudo manobra de marketing do empresário para vender o cara ? Finalmente, a pergunta que não quer calar : nosso Galo não tem preparador físico ? Como se explicar tantas e seguidas contusões e leões ??? Se jogar como jogou ontem contra o Sport, vem goleada por aí…Deus nos ajude.,

    1. Cara, tem umas passagens no seu comentário. Aposto que faz parte da turminha Galo na veio preto que fica cornetando no portão 2. Falando nessa turminha, deplorável ver socos na briga de ontem … de longe deu para ver a confusão (que foi prontamente inibida e um agressor ( os dos socos) foi retirado pela policia.
      O M.O. não consegue dar consistência e padrão ao time, ganhamos ontem porque nosso time é melhor e porque aqui eh Galo porra, vamos na tecnica mas se nao der, vai na marra como foi ontem!!!
      Vamos ganhar, vamos ganhar do Inter e botar mas pressão naquela turma de cima… mas pelo amor de Deus M.O., estude os próximos dois adversários e arme o time para ganhar o jogo!!! A responsa está na sua mão, já que jogador voce tem!!!

    2. A proposito quem (nome) é o Preparador Físico do CAM? Logico que não é Carlinhos Neves. Pois esse entende de preparo físico. No meu entender está sendo “fritado”.

  35. O sofrimento se deve ao fato da falta de comando técnico e presidência. Sim, jogadores estão andando em campo. Vide Rafael Cariova, não toma a bola de ninguém, não acerta passes. Lucas Pratto corre errado e cansa. Time sem alma. Se jogarmos assim domingo e contra Palmeiras e Flamengo, vão passar o trator em cima do Galo, não vao tomar conhecimento. O time tem que melhorar muito para ficar razoável. e sejamos honestos: com esta vontade que os jogadores estão, nunca ganharemos o brasileirão.

  36. Vou repetir o que tenho dito, o time não tem esquema, jogada ensaiada ou seja padrão de jogo. Outro jogo ganho na base do vamo que vamo, o MO parece perdido, mexe mal demais. Ontem por exemplo Clayton estava bem e Pratto mal eis que ele tira o Clayton e deixa o Pratto. Na hora eu falei burro, será que o MO ta sendo obrigado a escalar o Pratto? Otero tambem estava bem pelo menos corria, brigava e tentava algo, mas Carlos Eduardo é fod…E o MR outro contundido por questão muscular até quando. Vendo meu comentário até parece que só sei reclamar, mas é o que vejo. E falo novamente, se jogar essa bolinha, perde pro zerim, e não ganha nem do flamer… e nem do Palmeiras. Cazares e Erazo voltaram bem, Gabriel deu conta na lateral e chega de Pratto e Fred. Mete Cazares e Otero, Robinho e Fred e arruma esse time MO.

  37. São Magrão nos deu a vitória. Chapecoense mostrou que a derrota para o Flu foi mais vergonhosa ainda. Caro Vereador Nepomuceno, perdemos a chance de ter o Cuca, podíamos ter o Mano (e o outro time já estaria disputando a lanterna com o mequinha) e não tivemos. Agora é a chance de termos o Roger, sai da política e venha tomar conta do nosso Galo. Caro Eduardo, vd chegou à conclusão que eu já tinha colocado aqui há muito tempo, ou Fred ou Pratto. Por fim, me desculpe mas promoter não enche campo, o que enche campo é um time que ganha e mostra empenho, como foi o caso da libertadores e da copa brasil.

  38. Esse comentário me parece muito bonzinho!!!! O time foi horrível!!! O goleiro expulso só fez uma defesa no lance do Pratto que o zagueiro deu uma de Edcarlos. O que entrou não fez nenhuma defesa mesmo com eu time jogando com um a menos. Ontem ficou claro que o time está muito mal, não fez uma jogada, uma tabela, uma ultrapassagem do lateral!!!!! Além da grande maioria dos jogadores não correr, parecia que quem tinha um jogador a menos era o Galo e o empate não veio porque o outro time é horroroso e estava sem os dois principais jogadores. Na verdade o futebol apresentado nesse returno não nos credencia a nada, nem G4. O público dos jogos está é grande em comparação ao futebol que o time vem jogando. Obrigado aos céus pela vitória, mas se o time não acordar e jogar com gana de vencer vamos passar vergonha. PS.: e demos muita sorte, a substituição correta seria tirar o Jr. Urso, pois empatávamos em casa e com um a mais. O Marcelo Oliveira está muito mal, o time parece que não treina.

  39. Nossa será que é é tão dificil implantar o que todos falam…cade o time compacto? A cada atque que sofremos ta tudo aberto, todos distantes, será que o treinador não ve isso ? Se tivessemos perdidos a quantidade de jogadores que o corinthians perdeu estavamos disputando é a lanterna…a gente torce, mas ta dificil

  40. Amigo Eduardo, o Esport botou pressão no Galo no início do jogo e, como o time leva gols em todas as partidas, temi! 🙂 Otero, em minha visão de jogo, foi o melhor em campo. O venezuelano correu, marcou, desarmou, deu carrinhos, chutou, cruzou e, por fim, foi premiado quando na raça brigou pela bola e o Jr. Urso complementou. 🙂 No esquema de jogo o Pratto e Fred estão sacrificados e caso eles dois tenham que jogar, precisa de ter armadores mais velozes para municiá-los. 🙂 Jogadores lentos prejudica o esquema do Marcelo. 🙂 Nos minutos finais o Sport percebeu que o time do galo estava cansado e apertou que cheguei a temer!!! 🙁 Não vou condenar ninguém no time, mas que precisa mudar, precisa, pois, a derrota para o fluC mostrou fragilidade do esquema de Marcelo. 🙂

  41. O problema e tambem da diretoria que so faz coisa errado contrata certos bondes e agora com este treinador que so faz trocas erradas e agora precisa de laterais e nao contratou e fora uma camisa 10 pensador e sem marrar uma cordinha na bola acorda diretoria porque ainda tem tempo de sermos campeao .

  42. Eduardo, não podemos desprezar que o Sport jogou a maior parte do jogo com um jogador a menos e mesmo assim o rendimento foi pífio, sem falar nos erros das substituições . O time está sem alma. Quanto ao juiz, pelo menos não aplicou a regra Cássio. Bom dia.

  43. Perfeita a sua análise Eduardo. Acrescento apenas que após a saída do Rômulo Otero o time deixou de jogar. Afora a ruindade de Carlos Eduardo, parecia que quem tinha um jogador a menos era o Galo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.