Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Vamos virar esse jogo!

Passada a ressaca, depois de alguns dias desolados com queixas que não são gratuitas, o Atleticano volta às atenções hoje para o Campeonato Brasileiro. Aliado a isso, sem perder o foco nas copas Libertadores e do Brasil – com ansiedade – aguardando os registros e liberações dos novos contratados. Jemerson, Pavón, Allan Kardec e Pedrinho, que só estarão liberados depois de 18 de julho, são alento às nossas expectativas de reação na temporada.

Ao ler reação, o leitor pode e até acho justo reclamar pois estamos entre os primeiros do Brasileiro e temos vantagens no jogo decisivo das copas, mas a justificativa para o uso dessa expressão é o futebol que o time vem apresentando. Oscilando sistematicamente. Nesta temporada, em que pese as conquistas do Mineiro e Supercopa e até destacando as partidas com os dois maiores concorrentes – Flamengo e Palmeiras –, o time Atleticano ainda não conseguiu passar confiança ao Torcedor.

Repetir sobre os jogos que, aqui temos sistematicamente registrado, não acrescentaria nada neste momento. Até porque, qualquer entre nós que acompanha jogo a jogo, sabe exatamente quais foram as partidas que o time fez o Torcedor perder sono nos dias seguintes. Elenco qualificado temos, se perdemos algumas reposições, as que mencionei acima estão chegando para suprir essa eventual perda de qualidade do elenco. Só o futuro dirá se será possível corrigir esse desvio de rota.

Quanto ao jogo de hoje, no interior do Rio Grande do Sul, pegamos uma equipe no desespero. Isso me incomoda. Afinal, em nosso histórico, temos exemplos inquestionáveis de assistir ao time Atleticano atuar e vencer adversários fortes e perder pontos para equipes na linha de rebaixamento. Citei, durante a semana, em 2020 ficamos a apenas três pontos do campeão e perdemos na reta final para os rebaixados Vasco e Goiás. Seis pontos preciosos.

Na situação atual da tabela de classificação, vencemos o lanterna e hoje enfrentamos o vice-lanterna. Acima deles, Fortaleza e esse Juventude, vem o Cuiabá que vamos jogar no primeiro turno na casa deles e quatro outros que perdemos pontos imprevisíveis e preciosos. Pela ordem: América (derrota e Galo mandante), os demais – Coritiba (c), Ceará (f) e Goiás (f), todos empates. Pois que, então, chegou a hora de virar esse jogo. Isso aqui é Galo e não admitimos jogo de carta marcada. Vencer e vencer!

Para tanto, ao que foi divulgado pelo Galo, o time seguiu para o sul com o que tem de melhor para a partida. Excetuando jogadores que ainda estão no DM, todos os jogadores disponíveis estão à disposição do treinador. Os três pontos hoje, assim como a cada partida por pontos corridos, serão fundamentais para o fechamento do campeonato na 38ª rodada da competição. O Torcedor só quer e espera uma coisa. Comprometimento!

*fotos: Pedro Souza/Atlético

15 thoughts to “Vamos virar esse jogo!”

  1. Boa noite!
    Vencemos! Isso é o mais importante. Assumimos a vice liderança, pelo menos por enquanto.
    Porém…é impressionante como esse time comandado pelo Turco consegue deixar um jogo fácil contra um time horrível, tão difícil no final. As substituições pioraram o time. Nacho…nem vou falar nada.
    Otávio marca e joga muito mais que Allan, mas se tem medo de chutar em gol, é melhor não subir ao ataque. Atrapalhou o Hulk em duas ocasiões.
    Joguinho irritante do tal do Allan. O cara pega a bola, sai correndo na frente de dois marcadores, e quando vê que está livre deles, volta a bola pra defesa. Ainda bem que estamos livres desse embuste no jogo de terça pela Libertadores.

  2. Boa tarde! Três pontos obrigatórios hoje contra um adversário fraquíssimo ofensivamente,….gramado bom, apesar do inverno nós Pampas, horário do jogo nos favorece muito, aos atletas também; 21:30h já estarão em BH, tudo graças ao vôo fretado pra “todos” os jogos; temos que parar com esta frescura de desgaste, vejam que nenhum dos ausentes estão fora por este motivo. Estes caras correm em banho Maria 8 a 10km por jogo a cada 04 dias; vi esta semana que uma nadadora brasileira em ritmo de competição muito acirrada até o final, nadou em alto mar 5km na segunda, 10 na terça e acreditem, 25km na quarta-feira, estes boleiros são muito dodói viu!! Firma o corpo naXOOO, vamos jogar Arana, ajuda o mínimo MULAMED!!!

  3. boa tarde Eduardo e massa. hoje vencer e vencer. não será um jogo fácil o juventude vá dar a vida neste jogo brigam para não cair para série B. o problema que o galo é rei para levantar defuntos. poupar ninguém. precisamos de 3 pontos para não descolar dos porcos. então EL turco não inventa. galo 2×0.vai galooo.

  4. BOM DIA EDUARDO E MASSA ATLETICANA.
    ALAN KARDEC , JEMERSON , PEDRINHO E PAVÓN , TEORICAMENTE SÃO EXCELENTES REFORÇOS , SÃO JOGADORES COM POTENCIAL PARA SEREM TITULARES EM QUALQUER TIME DO BRASIL.
    RESTA SABER COMO ESTÃO ATUALMENTE , POIS ESTÃO RENEGADOS EM SEUS CLUBES , E HÁ MUITO TEMPO NÃO JOGAM.
    JEMERSON POR EXEMPLO AMARGOU A RESERVA NO CORINTHIANS.
    TODOS OS QUATRO TERÃO QUE RECUPERAR O SEU FUTEBOL APRESENTADO NO PASSADO SE QUISEREM JOGAR NO GALO.

  5. Não sei pq estão depositando tantas esperanças nestes contratados que nem sabemos se estavam jogando bem, pois o Jemerson comeu banco no Corinthians e os outros não jogam tem tempo e se estivessem bem não viriam de graça.

  6. Bom dia Massa e Guru

    Duas entrevistas de jogadores, me chamaram a atenção.
    Na primeira pós derrota vexatória para o Florminense, Hulk reclamou dizendo que não poderíamos tomar cinco gols daquele jeito, até expondo nosso sistema defensivo.
    Depois Júnior Alonso, reclamou após a partida contra o Emeleq, que nosso ataque precisa ser mais efetivo e matar o jogo.
    Estes depoimentos para mim, sinaliza falta de sinergia na equipe o que é preocupante, já que confiamos nos jogadores para corrigir os erros que nosso técnico tem cometido em relação ao sistema tático e organização do time em campo.
    Espero estar errado, pois nunca precisamos tanto de unidade e união para voltarmos aos trilhos de 2021.
    Espero que hoje e principalmente na próxima terça feira, que o time faça o dever de casa, pois se fizer. ficarei muito contente em estar errado.

  7. Bom dia!
    Só espero que a diretoria já tenha um substituto alinhavado para o Turco, caso o Galo não vença hoje.
    Espero também que o departamento de fisiologia do Galo seja substituído logo por um mais competente. Absurdo como esses jogadores que jogam duas ou três partidas e depois ficam meses no DM!

  8. Bom Eduardo. Bom dia a todos. Agora a torcida tem o técnico para substituir o Turco: Sampaoli tá livre no mercado. Fora Turco!! Volta Sampaoli, para a felicidade de quem nao tolera o turco com as mãos no Bolso na beirada do Tunel. Com o Sampaoli, teremos a reintegração de Alan Franco , Natan pescador e Hyoram que estão emprestados. Fora Turco. Viva Sampaoli.

    1. Prezado Domingos,

      Ganhamos o quê com o Sampaoli?
      Aliás perdemos os jogos para todos os times do Z4 e próximos do rebaixamento.
      Deixe ele para lá, pois os chiliques dele não deram em nada.

      1. Caro Leonardo!
        Com Sampaoli ganhamos a mudança de mentalidade imposta à direção do galo, com a aquisição da maioria dos jogadores que hoje integram a equipe do galo. Se não houvesse Sampaoli na vida do galo, não estaríamos, como se diz, em outro patamar. Não que queira a volta do Sampaoli mas que ele foi importante para o Atlético, isto foi.
        A Vitória do Sampaoli pode não ter sido no campo de jogo, mas foi na estrutura do time.
        Abraço.

  9. Bom dia. Precisa e criar vergonha na cara e jogar bola. Com raça. As favas os desfalques. Pra cima deles é quero 3 pontos.

    1. Prezados Ávila, atleticanas e atleticanos!
      Com o nosso time querendo jogar , não há juventude que resista!
      Pra cima deles, galo!!!

  10. Bom dia, Eduardo e Canto do Galo!!!

    O Time do Juventude:

    O técnico Umberto Louzer, há apenas dez dias no Clube, teve a semana cheia para trabalhar e praticamente terá todo o elenco à disposição.

    O provável Juventude (4-3-3):

    César; Rodrigo Soares, Thalisson, Rafael Forster e William Matheus; Yuri Lima, Jadson e Óscar Ruiz; Chico, Capixaba e Ricardo Bueno.

    Desfalques:

    Duas baixas na zaga (Paulo Miranda e Vitor Mendes).

    Tabela:

    O Juventude é o vice-lanterna com 11 pontos (2V, 5E e 7D). Fez 12 gols e sofreu o dobro (saldo negativo de 12). O aproveitamento de 26% sinaliza uma chance que beira a 70% para o rebaixamento.

    Como mandante teve apenas uma vitória, empatou duas e perdeu quatro partidas em casa.

    Desempenho

    Os últimos cinco jogos no Brasileirão resultaram em quatro derrotas (CAP, COR, Dragão e SAN) e um empate contra o SP.

    No jogo contra o SP no Morumbi na rodada anterior, a primeira partida do novo treinador Umberto Louzer, houve melhora do sistema defensivo pelo time que atuou mais aplicado, compactado e com mais vontade.

    Jogo contra o Atlético:

    Com o time descansado e o ânimo renovado pela chegada do novo treinador, que parece ter mexido com a motivação do time e da torcida, o Juventude vai endurecer o jogo para o Atlético, que é o favorito no confronto.

    Como o treinador teve a semana cheia para trabalhar e priorizou o sistema defensivo nos treinamentos, a partida pode impor dificuldades ao Galo que vai ter que pelejar para confirmar o favoritismo.

    O jogo é jogado e o lambari é pescado…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.