Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

A que ponto chegamos

Imagem: Canto do Galo

Conquistar um empate, consequentemente um ponto na classificação, e ainda segurar o Avaí que passaria na nossa frente, passou a ser comemorado.  Difícil imaginar isso, mas é o que estamos festejando agora ao final da partida em Santa Catarina. Pensava diferente, exatamente em um final de semana em que o blog atingiu 20 mil seguidores na página do Facebook. É uma marca excepcional, uma vez que sequer patrocinadores temos para investir na busca de ampliar marcas mais ousadas.

Festejamos com o fiel leitor que tem neste espaço seu lugar, exclusivo e genuinamente Atleticano. De volta ao jogo. A escalação foi a previsível, pelo menos o treinador parou com aquela idiotice de esconder o time e fazer treinamentos secretos. É o que temos de melhor, em que pese à displicência do Cazares e o papelão do Elias, ambos na partida de agora cedo. O equatoriano matou contra-ataques promissores e o outro tomou dois cartões amarelos – consequentemente buscou a expulsão – em dois lances infantis. Reclamar do árbitro acintosamente e fazer falta em uma jogada que foi responsável pelo contra-ataque adversário.

A situação, cada vez mais complicada em termos de buscar melhor colocação no Brasileiro, talvez sugira uma reação dentro do elenco. Jogadores como Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva e Luan – remanescentes do nosso melhor momento – poderiam assumir a responsabilidade em convocar e provocar os demais a uma reação. O treinador, com todo respeito que merece, não vem demonstrando comando. Substituições e falta de poder de fogo da equipe são a maior prova. Na Copa do Mundo de 70, ao que se sabe, jogadores experientes chamaram o grupo à responsabilidade e deram o tri ao Brasil, colocando Zagalo na história do futebol brasileiro. Algo assim deveria acontecer para buscar sair dessa mesmice.

Imagem: Canto do Galo

No início do jogo, o Galo parecia ligado e era efetivo, mas aos poucos cedeu e – apesar de ter mais posse de bola e conclusões – tomou o gol no final da primeira etapa. Culpa da falta de pontaria, que acabou fazendo prevalecer o ditado de “quem não faz, leva”. No segundo tempo, o time perdeu o ímpeto e conseguiu empatar, assegurando um pontinho insuficiente a reagir na tabela. Valeu mais por segurar o Avaí, que passaria à nossa frente.

Agora é esperar outra semana cheia e, quem sabe, o treinador mantendo a equipe (Elias não joga), reagir sobre o Vitória que no turno impôs uma vergonhosa derrota. Naquela partida, ainda sob a direção de Roger Machado, o Galo mostrava a senha do sofrimento de 2017. Contando os pontos para sair da zona do risco, só depois olho para a parte de cima. Se G-6, G-7, G-8 ou o que seja, por enquanto quero é fugir do Z-4.

Caros, amanhã será o dia da votação. Independente do momento, de quem são os diretores e tudo que envolver essa nossa paixão, só quero uma coisa. Que prevaleça o que for melhor para o Clube Atlético Mineiro. Postarei, bem cedinho, duas interessantes teses a respeito do assunto. Claro que uma de cada lado, para que possamos debater durante a votação.

60 thoughts to “A que ponto chegamos”

  1. Pois vejam, quase não estou me contendo de tanta ansiedade, me dá uma vontade imensa de sair gritando despudoradamente a minha felicidade: O GALO FINALMENTE VAI TER SUA CASA! Viva Kalil, o grande idealizador da nossa redenção.

  2. A personagem do jogo foi Otero, pelo gol do empate. O resto é mais do mesmo. Time desmotivado, descompromissado e sem nenhuma criatividade. Essa temporada de 2017 é para ficar o olvido em caráter definitivo. A cada jogo pergunto-me: o que estão fazendo com meu GALO, time de tanta grandeza e glória?

  3. Assino embaixo ao que disse acima o caríssimo Dr. Edison Simão, advogado dos mais éticos e atleticano de primeira hora. E, resumindo tudo que fundamentadamente ele disse, volto a fazer uma indagação, até agora sem resposta: se o negócio fosse bom para o Galo, qual a razão de tanto interesse na aquisição pela compradora, “expert” no ramo Shopping? O velho ditado lá do interior de Minas está presente neste episódio, até que se prove o contrário: “tem linguiça embaixo do arroz”!

  4. Quando vejo alguem nesse blog comparando melequinha com GALO por causa de estadio, vejo que o desespero e total pelas bandas Das MARIAS. E viva o ESTADIO, e viva NEPOMUCENO e VIVA O GALO. Pra quem ja viu quase a insolvência desse Clube a situacao atual e cage pequeno. SAUDACOES ALVINEGRAS AO ATLETICANOS DE VERDADE DO BLOG.

  5. Boa noite a todos! Parabéns Eduardo pelo alcance dos 20.000 seguidores! Frequento este blog há muito pouco tempo, mas o suficiente para perceber a sua postura ética e democrática, sempre oportunizando a manifestação do contraditório. E esse é um princípio fundamental, embora por vezes não compreendido por alguns que aqui frequentam e se manifestam em comentários de negação da opinião do Outro. Somos uma jovem democracia e o seu blog oportuniza a todos nós o exercício do diálogo e do contraditório. Felizmente, temos diferentes visões e perspectivas de análise. A expressão das mesmas e o diálogo que provocam é o que há de mais rico na esfera pública. Podemos concordar, divergir, discordar, sempre dialogando com respeito, sem necessariamente adjetivar negativamente o contraditório. Sobre o tema da Arena do Galo, as minhas dúvidas residem na questão da venda do Shopping. Mas os Conselheiros do Clube, por direito, terão a atribuição de avaliar a questão e decidir. Só me resta torcer para que decidam pelo melhor para o Galo e para todos nós! Sobre o time, penso que, com as expectativas redimensionadas, precisamos apoiar o treinador que aí está, bem como o elenco. A meta deve ser permanecer no Brasileirão e, depois, quem sabe, alcançar o G-6. E nesse aspecto, você tocou em um ponto crucial. Sinto muita falta do protagonismo de jogadores como Léo Silva, Vitor, Luan e Marcos Rocha no elenco, exigindo dos jogadores o que o precisa ser exigido (Compromisso? Profissionalismo? Respeito?) e promovendo a motivação de todos. Esses quatro jogadores, como parte da situação, tem mais condições do que nós de fazer um diagnóstico preciso e de interferir diretamente para que alcancemos os nossos objetivos na temporada (revistos, infelizmente). Mas até então, ao que parece, esses jogadores se mantem um tanto tímidos (acho que estou sendo generoso!). O Léo Silva, sobretudo, na condição de capitão, deveria nos dar mostras de um posicionamento de líder. Penso que se esses jogadores exercerem a liderança que tem autoridade para exercer as coisas tendem a melhorar num espaço de tempo mais curto. Torçamos para que isso ocorra! Abraços! Viva o Canto do Galo!!!

  6. Olha nosso amigo aí, apesar de dois acertos óbvios; presidente e o volante, mas impressiona a birra e perseguição ao ex-treinador; tem algo obscuro aí! Rendimento treinador anterior 62%, o atual 39%; está feliz meu caro?

  7. Minha mulher me perguntou: uai, é o galo que tá jogando? Com vc calado?
    Respondi pra ela que foi isto que este time fez com a gente, torcedor. Tirou nossa emoção, nossa esperança. Não tenho mais nenhuma expectativa com este time para este ano. Pro ano que vem, quero meu Galo de volta.

  8. O melhor cenário no momento será a definição da arena amanhã, pois só assim as atenções e energias estarão totalmente voltadas para o time. Aos que acharam o resultado bom, sugiro que olhem a tabela e vejam a quantas estamos do Z4.

  9. Atenção diretoria… O Tardelli voltou pra seleção, e pra ter chance de disputar a Copa, é muito provável que estude um retorno para o futebol brasileiro. Depois de um ano sofrendo com Robinho, Fred, Elias, o Atlético deveria investir nele, que além da qualidade técnica e raça, tem total identificação com o clube e a torcida.
    A reformulação de elenco poderia começar por aí.

  10. Bom, não foi um domingo só de más notícias. A melhor notícia DO ANO foi nos dada hoje: Nepomuceno não será candidato. Graças a Deus. Num ano só nos livramos de Roger Machado, Rafael Carioca e Daniel Nepomuceno. Não é pouca coisa não.

    1. Sério mesmo que você está acreditando nisso? Alguém ouviu ele dizer textualmente isso? Já vi político assinar documento afirmando que não seria candidato e depois tava ele lá na eleição. Imagina quem já foi perguntado diretamente e saiu pela tangente na resposta!

      O político Kalil parece que pegou o jeitão da coisa. Está muito à vontade na profissão que o bom senso nos indica que não se deve dar crédito a nenhuma palavra dita por esses ‘profissionais’.

      Depois de ter tentado, malandramente, se desvincular da decisão do Conselho de hoje e de ter sido chamado às falas pelos seus correligionários e, sobretudo, pelo seu eleitor que ameaçava lhe tirar o seu bem mais precioso hoje, o voto, ele não só prometeu ir como também está convocando os conselheiros a cumprirem sua ‘obrigação’ constrangendo-os dizendo que ‘não podem fugir’ e quem não for é um ‘malfeitor’. Como sempre usando de palavras fortes para impor seu ponto de vista!

      Ora, quer dizer que o Kalil iria fugir e ser um ‘malfeitor’ mas não o deixaram? Cadê a coerência? Impressionante como o que se fala hoje nada vale amanhã!

      E agora uma manobra política para diminuir a pressão e aliviar a barra do Nepomuceno com essa estória que ele não vai ser candidato à reeleição. E como tem gente que acredita na palavra de políticos!

      1. É, faz todo o sentido. Até porque seria bom demais para ser verdade. Pode ser apenas conveniência para dobrar possíveis indecisos.

  11. Boa Noite! A paciência acabou junto com o voto de confiança.perdendo um jogo contra o avaí e o aprendiz me coloca o robinho!já escrevi neste blog que ele nunca teve a intenção de colocar fred e robinho no banco.só está esperando ganhar uma partida com os dois em campo para não tira-los mais.sinceramente estou achando que este ano iremos sim para a segunda divisão.não conseguimos ganhar do palmeiras com dois jogadores a mais e empatamos com o avaí;os times da parte de baixo trocaram de treinadores e estão subindo na tabela.só nós não estamos.nunca elogiei e agora tenho certeza:este cazares é uma enganação.o problema de não ganhar é contornável;agora o modo e de quem não ganhamos é que é dureza.continuo torcendo para sairmos desta situação mas pelo visto tá difícil.


  12. RECEITAS LÍQUIDAS DO ATLÉTICO NO MINEIRÃO

    Caro Conselheiro,

    Venho solicitar sua atenção para alguns pontos de grande importância
    relativos à Reunião do Conselho Deliberativo do nosso Clube Atlético Mineiro
    que se realizará no próximo dia 18 de setembro.

    O primeiro deles para lhe dar conhecimento das RECEITAS LÍQUIDAS RECEBIDAS
    PELO CLUBE NOS JOGOS QUE REALIZOU NO MINEIRÃO ENTRE 21 DE ABRIL DE 2013 E 19
    DE FEVEREIRO DE 2017 E QUE ESTÃO DESCRITAS NO ANEXO ACIMA.

    Você poderá verificar que, bem ao contrário da propaganda largamente
    difundida na imprensa foram 23 jogos no período cujos resultados líquidos
    chegaram a cerca DE VINTE E NOVE MILHÕES DE REAIS, COMO SEJA HUM MILHÃO E
    DUZENTOS MIL REAIS EM MÉDIA.

    Nestes valores está incluída a receita líquida referente à final da
    Libertadores em 2013, CERCA DE OITO MILHÕES DE REAIS: considerando os demais
    22 jogos apenas, chegamos a um RESULTADO LÍQUIDO MÉDIO DE CERCA DE HUM
    MILHÃO DE REAIS POR JOGO.

    Entretanto e sem qualquer informação sobre estes dados, o que se propala é
    que a Minas Arena e o Estado de Minas Gerais estariam se locupletando às
    custas dos clubes de futebol, omitindo-se propositadamente que a reforma do
    estádio custou cerca de seiscentos milhões de reais que devem ser pagos
    segundo os critérios adotados na Parceria Público Privada até sua final
    liquidação.

    Por outro lado e como frisado acima as receitas líquidas percebidas não
    sujeitam o Atlético a qualquer tipo de despesas com manutenção, segurança,
    taxas públicas como luz e energia elétrica e, principalmente, custos de
    administração eis que apenas utiliza instalações de altíssima qualidade –
    padrão Copa do Mundo FIFA.

    A média anual de jogos dos clubes da Série A em casa é de cerca de 33
    PARTIDAS, OU SEJA, CASO TIVESSE O CAM ATUADO APENAS NO MINEIRÃO A PARTIR DE
    2013 PODER-SE-IA ESTIMAR UMA RECEITA DE APROXIMADAMENTE CENTO E VINTE
    MILHÕES DE REAIS.

    O segundo ponto diz respeito às receitas advindas do Diamond Mall:

    FALTAM OITO ANOS E MEIO PARA QUE O ATLÉTICO SEJA O DETENTOR DA INTEGRALIDADE
    DE TAIS RECEITAS, QUE HOJE ESTÃO NO PATAMAR DE SETENTA MILHÕES DE REAIS
    ANUAIS E QUE SE ASSIM CONSIDERADAS – SEM A PREVISÃO DO AUMENTO INEVITÁVEL
    DAS MESMAS NESTES PRÓXIMOS ANOS – RENDERIAM AO CLUBE NOS PRIMEIROS DEZ ANOS
    APÓS A APROPRIAÇÃO DO SHOPPING SETECENTOS MILHÕES DE REAIS.

    AINDA NA MEDIDA DOS VALORES ATUAIS ESTAS RECEITAS, ACRESCIDAS POR EXEMPLO
    DAS RECEITAS DECORRENTES DA UTILIZAÇÃO DO MINEIRÃO, CERCA DE TRINTA MILHÕES
    DE REAIS NOS PREVISTOS 30 JOGOS ANUAIS CHEGARIAM ENTÃO A UM BILHÃO DE REAIS
    NOS PRIMEIROS DEZ ANOS APÓS A POSSE DEFINITIVA DO EMPREENDIMENTO.

    MAS NÃO É SÓ, PORQUE A PROJEÇÃO DE FATURAMENTO DO DIAMOND A PARTIR DE 2026 É
    DE CERCA DE CEM MILHÕES DE REAIS ANUAIS QUE ACRESCIDOS DAS RENDAS MÉDIAS DOS
    JOGOS JÁ DEMONSTRADAS – TRINTA MILHÕES DE REAIS AO ANO – LEVARIAM A RECEITA
    ANUAL AO PATAMAR DE CENTO E TRINTA MILHÕES DE REAIS, ALCANÇANDO NOS
    PRIMEIROS DEZ ANOS UM BILHÃO E TREZENTOS MILHÕES DE REAIS, SEM NECESSIDADE
    DE OUTRA EDIFICAÇÃO COM ENORME APORTE FINANCEIRO, PARTE DELE COMPROMETENDO
    IRREMEDIAVELMENTE A OBTENÇÃO DAS RECEITAS DECORRENTES DE UM EMPREENDIMENTO
    PLENAMENTE VITORIOSO E CONSOLIDADO, EIS QUE O DIAMOND MALL É CONSIDERADO
    PELA PRÓPRIA MULTIPLAN COMO O MELHOR NEGÓCIO DO GRUPO, PROPORCIONALMENTE ÀS
    SUAS DIMENSÕES.

    DAÍ SE INFERINDO QUE A PARTIR DA PERCEPÇÃO INTEGRAL DA RECEITA DO SHOPPING
    PODERIA O CLUBE, SE FOR INTERESSANTE À ÉPOCA, SE UTILIZAR DAS DOAÇÕES
    OFERECIDAS PARA COM SEUS PRÓPRIOS RECURSOS COMPLEMENTAR A CONSTRUÇÃO DO
    ESTÁDIO.

    O terceiro ponto é a situação econômica e financeira do Clube: dívida na
    casa dos SEISCENTOS MILHÕES DE REAIS, UMA PARTE RELATIVA A DÉBITOS FISCAIS
    CONTINGENCIADA PARA PAGAMENTO EM GRANDE PRAZO MAS QUE DEVE SER PAGO
    INTEGRALMENTE E OUTRA PARTE A FAVOR DE CREDORES DIVERSOS. ALÉM DISSO OSTENTA
    UMA FOLHA DE PAGAMENTOS DE ONZE MILHÕES DE REAIS MENSAIS, TOTALMENTE
    INJUSTIFICADA TANTO NO QUE DIZ RESPEITO À REALIDADE DO PAÍS COMO NO QUE SE
    REFERE À FALTA DE RESULTADOS POSITIVOS.

    IMPORANTE RESSALTAR QUE NA GESTÃO ALEXANDRE KALIL A FOLHA GIRAVA EM TORNO DE
    CINCO A SEIS MILHÕES DE REAIS MENSAIS RAZÃO PELA QUAL, SE SE CORRIGIR A
    GESTÃO FINANCEIRA SALARIAL PARA PATAMAR ADEQUADO – TETO DE CINCO MILHÕES
    MENSAIS, POR EXEMPLO -, NOS PRÓXIMOS OITO ANOS E MEIO ATÉ O RECEBIMENTO DO
    SHOPPING HAVERIA UMA ECONOMIA DE CERCA DE QUINHENTOS E DEZ MILHÕES DE REAIS.

    O quarto ponto é a constatação de que os grandes times atleticanos sempre
    foram vitoriosos com jogadores em sua absoluta maioria formados na base do
    Clube, sendo certo que o objetivo principal do CAM é a conquista de títulos
    que podem ser mais facilmente alcançados com a mescla de jovens e de alguns
    jogadores mais experientes que seriam conseguidos com aplicação de parte das
    expressivas receitas previstas acima, repita-se sem disponibilizar nada do
    nosso maior patrimônio material em cento e nove anos de existência.

    O quinto ponto decorre do anúncio da intenção da Diretoria em favorecer a
    interessada na aquisição do Diamond Mall: além de se sujeitar à alienação de
    metade mais um por cento do empreendimento aceita a dilação do prazo do
    arrendamento POR MAIS QUATRO ANOS APÓS 2026, NAS MESMAS CONDIÇÕES ATUAIS:
    CONTINUAREMOS DONOS DE 49,9% DO EMPREENDIMENTO QUE NOS DEVERIA SER ENTREGUE
    COM RECEITA INTEGRAL EM 2026 MAS SÓ TEREMOS 15% DA RECEITA ENQUANTO A
    MULTIPLAN CONTINUARÁ RECEBENDO OS OITENTA E CINCO POR CENTO.

    À luz dos números acima citados ISTO EQUIVALE A DIZER QUE NESTES QUATRO ANOS
    A MAIS, MESMO SENDO NOSSA A METADE DO EMPREENDIMENTO, ABRIREMOS MÃO EM
    FAVOR DA COMPRADORA A VALORES DE HOJE – SETENTA MILHÕES DE REAIS ANUAIS –
    de nada mais nada menos que DUZENTOS E OITENTA MILHÕES DE REAIS, VINDO A
    RECEBER 15% DISSO, QUARENTA E DOIS MILHÕES DE REAIS, OS OUTROS DUZENTOS E
    TRINTA E OITO MILHÕES DOADOS À ADQUIRENTE.

    Sem esquecer que se projetarmos tais valores para a previsão de CEM MILHÕES
    DE REAIS ANUAIS A PARTIR DE 2026, ESTAREMOS ABRINDO MÃO DE QUATROCENTOS
    MILHÕES DE REAIS, VINDO A RECEBER 15% DISSO, SESSENTA MILHÕES DE REAIS, OS
    OUTROS TREZENTOS E QUARENTA MILHÕES DE REAIS DOADOS À ADQUIRENTE.

    O sexto ponto diz respeito à tentativa incompreensível de desvalorizar o
    nosso centro comercial – que é, proporcionalmente, se não o melhor um dos
    três melhores do Brasil – anunciando de forma equivocada que em pouco tempo
    não valerá nada e que não temos condições de administrá-lo.

    Não só temos tais condições como prazo suficiente para preparar ou mesmo
    contratar profissionais qualificados para isso até o término do arrendamento
    – porque no contrato respectivo temos direito de acesso integral a todos os
    procedimentos administrativos do shopping – como vir a contratar empresa
    síndica profissional ao custo usual do mercado de cerca de 5% (cinco por
    cento) da receita, nesta última hipótese e por questão ética oferecendo a
    administração em primeiro lugar à Multiplan.

    Acentuo que venho à sua presença pelo fato de que até agora não houve a
    oportunidade para que o Conselho Deliberativo pudesse discutir não apenas
    estes aspectos como outros inteiramente relevantes para a correta análise e
    apreciação de tema tão importante para chegar ao que for realmente melhor
    para o Atlético.

    Grande abraço,

    Edison Simão

    Avsnitt för bifogade filer
    https://mail.google.com/mail/u/0/?ui=2&ik=b8c6fb0796&view=att&th=15e91c50dc56afff&attid=0.1&disp=safe&realattid=b1f62985c41444b7_0.1&zw

    1. Em consideração ao caro leitor, a missiva atribuída ao conselheiro será aprovada para a apreciação dos AmiGalos. Digo atribuída, uma vez que o mencionado conselheiro – procurado pelo blog – disse textualmente não ter interesse no debate do assunto pela imprensa.

    2. Quem dera a lógica imperasse… mas é o império da emoção. Esse negócio escabroso vai ser aprovado, e só vai ser restar o arrependimento estéril. A venda do Shopping nas condições propostas é a maior besteira da história do Galo. A maior bola fora. Que pena.

    3. Correto, estou vendo muita energia e disposição da imprensa em BH para aprovar este péssimo negócio para o clube, estão liquidando e parcialmente doando um patrimônio seguro do clube e usando inverdades como ingressos populares; como assim cara pálida? Preços populares com apenas 29.600 ingressos a venda? Redações de jornais populares de BH à serviço deste golpe lesivo ao clube, LAMENTÁVEL!!!

    4. Resumindo, o em breve futuro ex aprendiz de presidente além de acabar com o Galo quer acabar com o patrimônio. O ainda aprendiz de presidente está dilapidando o patrimônio do Galo e tirando o time de campo.

  13. A real é a seguinte: Desde que chegou ao Galo, Cazares quando esteve bem, o time esteve bem também. Quando o equatoriano esteve mal, o time foi mal. Simplesmente porque ele é diferenciado e NÃO EXISTE NO ELENCO DO GALO OUTRA OPÇÃO, infelizmente. E parece que Juanito não tá querendo nada com nada.
    Jamais pediria Micale como treinador do Galo, mas como foi ele que veio, esperava que ele fizesse algumas mudanças…até começou fazendo, barrando Fred e Robinho, mas ele não tem força pra isso. Tanto é que o cone já voltou pro time e parece que não vai sair mesmo. Aí você me pergunta: Colocar quem, no lugar? Eu estava esperando que o Micale tivesse a fórmula…descobrisse alguém da base, que ele conhece…sei lá, mas…continuar apostando nesses caras que são os responsáveis por estarmos onde estamos, isso é inadmissível! Não quero mais ver Robinho e Fred em campo com a camisa do Galo! Chega!!! Ah…e não me venham com Rafael Moura. Isso é uma afronta ao Mexirica!
    O título que quero comemorar esse ano é a Arena do Galo!

  14. O Micale vem fazendo o feijão com arroz e mantendo a equipe titular.
    Porém a cada jogo fica evidente as carências do elenco e que temos um elenco limitado.
    Precisamos de um camisa 10 com urgência, o Cazares joga uma partida nota 9 e na outra partida nota 3, além de oscilar demais dentro das partidas.
    O Robinho como seu substituto é um zero a esquerda.
    Nos falta um atacante velocista que saiba chegar linha de fundo e também fazer gols.
    E na zaga nosso melhor zagueiro tem 38 anos deveria ser nosso melhor zagueiro reserva, mas é titular por falta de opção.
    É continuar fazendo o feijão com arroz e chegar logo aos 45 pontos, o campeonato ta nivelado por baixo com sorte beliscarmos uma vaga na Libertadores.
    Saudações

  15. Ótima notícia veiculada na mídia mineira, notícia dada por Alexandre Kalil, nepomuceno não se canditará á releição , pra mim, pessoalmente esta notícia é melhor que estádio. Kalil disse que tentou demove –lo ( brinca não, Kalil ) , e este se mostrou irredutível , para nossa felicidade.
    Ainda criticou a oposição do Galo , que só aparece na turbulencia , na carniça. Saiba, Kalil , que estamos com voce, pensamos da mesma forma e sabemos muito bem quem são as pessoas que contribuem para o clube . Agora, nepomuceno, faça-me o favor.
    Galo 1 x 1 avaí : Com este bando de vagabundos , se escaparmos da serie b é muito , time com robinho e fredcone é isto aí, custa a empatar com o avaí , motivo de comemoração , não tenho muito a dizer , time indolente, mais do mesmo, time que não deu liga , time de enganadores.
    Atenção : Kalil pediu veementemente foco no restante do brasileirão , não duvidem, irmãos atleticanos , Kalil de bobo não tem nada , ele sabe que corremos risco real com este bando de descompromissados que não tem nada a ver com o Galo.
    No Barradão , vitória 0 x 2 bambis. Em campo, pelo vitoria, patricão da massa, fazendo das suas , carlos eduardo , não fazendo nada como sempre e uma perola da base de andre figueiredo 😮 pereba felipe souto , que sacramentou a vitoria saopaulina com um gol contra de canela ; anotem aí : este time vai endurecer contra nós , contra o time do micale _SE, do robinho ,do elias, do cone.

  16. Caro Eduardo e atleticanos e atleticanas de verdade, com esse técnico e com esse elenco não podemos esperar mais do que isso. A renovação para o próximo ano terá que ser grande. Amanhã os nossos conselheiros vão ter a oportunidade de entrar para a história do nosso time. Que eles não se omitam. Que aconteça o que for melhor para o nosso Galo. Sou a favor do estádio.

  17. Fora Micale.
    Fora Roger.
    Fora Marcelo.
    Fora Aguirre.
    Fora Levir.

    Nepomuceno, continue fazendo seu brilhante trabalho. Como vc mesmo disse, não houve erro de planejamento. O time não precisa de camisa 10, de zagueiro, nem de atacantes velozes. Essa máquina que vc montou não rende simplesmente porque os técnicos são incompetentes! Daqui a pouco é só trocar de novo.

  18. Assisti só o primeiro tempo e o início do segundo. Difícil! Desanimei quando Robinho foi chamado pra ser a solução. Já estava desanimado ao ver Fredcone em campo. Mas…valeu pelo empate.
    Eu quero a Arena do Galo e pronto!!

  19. Não tá fácil não, a macumba deve estar funcionando, seria a melhor explicação. Quase um ano sem convencer, tá mole não

  20. Boa tarde, um otimo fim de domingo, estou tao desanimado, que nao vou nem criticar, estou na expectativa da votaçao de amanha! que a eleiçao defina o que for melhor para o Atletico, o projeto parece ser bem interessante, estadio bonito e que pode ser a redençao financeira que tanto aguardamos! nos mais e esperar o jogo da proxima semana, com mais uma esperança de Vitoria sobre o Vitoria, e refrescar a cabeça com os shows do Alice Cooper na quinta e The Who no sabado no Rock In Rio!

  21. Va tomar banho pegamos o boi e esse empate tem que ser comemorado sim, esperava vitoria mas diante da derrota eminente ganhamos 1 ponto. Fala isso pros outros adversarios do Avai que foram batidos. Turma chata, ir la enfrentar o Avai né brinquedo nao. Ja sei o Real Madrid brasileiro tinha que ganhar tudo e de todo mundo. So combina antes com os adversarios. Se querem o futebol desse jeito nao coloquem adversario pra chegar e golear todo mundo. Comecou errado e todo mundo pensando que ia dar certo com RM mas eu tambem me enganei. Portanto 46 e depois se der algo mais. O estadio e realidade. Sei de muita gente que tava torcendo pra derrota pra culpar o Estadio. Mas ta pior aqui no blog. Saudacoes Alvinegras.

  22. Boa tarde Galistas e a Massa mais barulhenta do mundo!
    Que o time não cai eu tenho certeza,mas:
    Nosso time esta esquecido por esta diretoria omissa e descompromissada.
    Rezo todos os dias que este assunto de estádio se encerre da melhor forma possível,
    para que enfim, o comando do GALO possa definitivamente acompanhar este elenco que há tempos deixou de ser!
    Eu quero novamente aquele ATLÉTICO ambicioso e vitorioso,
    Quero novamente jogadores que incorporem o espirito ATLETICANO de ser e de viver,
    Quero as cores e amor a camisa,
    Quero a alma ATLETICANA em campo,
    Quero meu GALO de volta…….

  23. Fala Eduardo, A grande verdade é que este time não deu liga. Muito pela falta de um diretor, pois após a enfermidade do Maluf, o futebol ficou a deriva e sem comnando, em mão inexperientes. O Daniel Nepomuceno é um ótimo administrador, mas de futebol entende zero. A Saída da Adriana Branco também foi muito ruim para a estrutura do time. De forma que, o melhor agora é repensar o ano que vem, com novo presidente, Sérgio Settecâmara, novo diretor de futebol e um rejuvenescida no elenco. Sou contra mas este ano precisamos de uns 60% de renovação!

  24. Uma vergonha esses jogadores do galo!
    Tudo bem, o técnico tem culpa sim, mas, que adianta o técnico passar instruções para os jogadores?
    Os jogadores estão entrando em campo sempre com salto alto’
    Nome não ganha jogo!
    Eu acho que todas às vezes que o atlético perdesse, o salário teria de ser reduzida pela metade!
    Aí sim, eu queria ver se o desempenho em campo melhoraria ou não !
    Sou atleticano, mas infelizmente não vejo furo neste elenco do galo!!!

  25. Meus amigos ATLETICANOS, a paciência com esse bando de vagabundos chegou ao fim. É muita vergonha empatar com um time de quinta categoria! O GALO parece que nunca treinou. É visível que Cazares não se interessa mais pelo GALO. Fábio Santos faz quase tudo certo, menos a última jogada e ninguém vê isso. Clayton, esse é uma caso à parte. Como será que o GALO conseguiu investir num jogador tão fraco. Valdívia treinou chutes a gol a semana inteira: a chance que teve mandou lá nas nuvens. Elias é caso de polícia: deveria ser demitido e demitido também quem o contratou. Que ele vá logo para o Flamengo ou Corinthians, não é lá que ele quer jogar? A mediocridade tomou conta do nosso time, e sem treinador, me deu saudades do Yago, Alex Silva, Ralph, Dodô, Leleu e até do Mexirica. Os atleticanos se tivessem vergonha na cara assistiriam o próximo jogo de costas para o gramado, se bem que sem o Elias o time deve melhorar. Que Deus nos ajude.

  26. Estava esperando esta postagem prometida pra me desabafar, eu com todos meus pés atolado num lodaçal de irritabilidade com os companheiros de blog, que no momento não quero chamar AmiGalos. Simples, muito simples: é só parar de vir aqui. Os incomodados devem se retirar… Mas acontece que eu gosto do blog. O blog fala do que eu gosto, é o que o gosto: então eu gosto do blog. Tinha resolvido passar raiva nos demais postantes ao invés de só eu mastigá-la… Mas sei que esta postura não tem futuro pra mim. Teoricamente é a coisa mais fácil ficar sem vir aqui: eu não posso viver é sem o Atlético. Mas, caramba, eu tinha vontade de poder debater sadiamente com blogueiro e companheiros, trocar idéias, aprender. Mas não. É um mar de críticas, de pedantismo, de nariz empinado, de soberba e antiatleticanismo. Querem ganhar tudo, e de preferência de muito… Tenho a impressão que se vencêssemos todas as competições do Continente, abriria espaço para os papos que seriam mais ou menos assim: “Quero ver este time ganhar a Champions. Aqui na América é mole. Não vai nem ser campeão do mundo.”
    Um jogo excelente para mim, desde o primeiro momento. Domínio estéril? O Avaí no momento é o Corinthians do início: abrir a defesa deles é tarefa árdua… E mesmo assim nós merecíamos vencer. Um técnico mexendo na hora certa com precisão. Todos, à exceção do Cazares estiveram bem. Todos. Robinho entrou babando. Fred jogou contra a melhor retaguarda do momento, do ponto de vista de desempenho. Tinha tomado um único gol no segundo turno, de penalty… Elias foi expulso justamente, mas ele não sabe disso. Acha que tomou o penalty. Foi ombro a ombro mas ele só sabe que foi derrubado. “Matou com falta um contra ataque que ele próprio criou!” Que exemplo maravilhoso de tendência à predisposição: se eu quiser __ e eu quero __ eu posso interpretar assim: “Perdeu a bola lá em cima, e de tão engajado ele acabou recuperando-a cá atrás, por um triz tendo conseguido sem falta, a ponta da chuteira dele resvalou na canela do adversário, derrubando-o: acertaram ele e o juiz”.
    O Atlético no segundo turno perdeu uma única vez, jogando um grande jogo naquela noite. Empatou acidentalmente com o Palmeiras, um dos melhores times do país. Jogamos um baita jogo com a sensação do segundo turno, jogando no campo deles… De fato. É um timinho muito sem vergonha!

      1. Falou tudo o que eu queria dizer, Bispo. Só negatividade, pessimismo, mau humor, o de sempre que esperamos das mesmas pessoas. “Fora” é a única palavra que a arrogância expressa, “nada presta” é o único grito de parte da torcida. Ultimamente eles tem conseguido tirar o prazer que eu tinha em ler o blog. Mas sou Galo, vamos em frente, ainda bem que tem milhares que são como nós, e não se renderam ao “moedor de carne” como já disse outro amiGalo aqui. Vamos Galo, acreditarei e apoiarei quem vestir sua camisa e demonstrar vontade e luta, ainda que o resultado não seja o que eu desejava, mas se teve entrega já tem meu reconhecimento. Aos que acham tudo fácil e que ganham só com o nome, continuem se iludindo. Vamos Galo!!!!

        1. Apoiado, Denilson e Rubens Bispo. Aqui tá cheio de engenheiro de obra pronta, que servem para condenar depois do feito. Nenhum time é perfeito. Mas tamos juntos Galo, para o melhor e o pior.

    1. A muito também não comentava aqui no blog, mas o seu comentário me levou a escrever. Venho dizendo que o Atleticano está chato… há muito tempo. De acordo com esses torcedores deveríamos ganhar todas, e sempre. Não estou satisfeito com o rendimento de alguns jogadores. Entre eles Cazares, que tirou a vitória do Galo, matando vários contra ataques, Clayton nāo deveria nunca ter voltado, e o Robinho, que nunca mostrou alma de Atleticano. Mas não me iludo e nāo deixo a soberba me levar a achar que tudo é fácil e que seremos campeões todo ano. O time que está aí orecisacde um bom tecnico…experiente e com a cara do Galo. Com o Cuca ou Levir, estariamos bem melhor posicionados na tabela. Vejo um time com em que, a mairia tem garra e luta, mas ainda muito desorganizadamente. Abs.

    2. Cara, concordo em partes com você. Mas falar que o time ta bem?? Vc ta de sacanagem ne? Um elenco milionário que cria duas situações de gol contra o elenco mais fraco do Brasil. Por favor ne. Sem essa de que não existe mais time bobo. A decepção esse ano foi enorme. Agora a crítica ao Elias é de fato um exagero.

  27. o empate pode ser considerado vitória.A realidade do galo é fugir da serie B e esta coisa de G 6 é ilusão.Fiquem de olho nesta imprensa que tá louca para ver o galo cair e fica falando pro time ir pra cima desorientado.Temos que ganhar mais 4 ou 5 jogos livrar do Z4 e depois poder arriscar mais para ficar em 6sexto setimo ou oitavo porque no G6 tem time na sul americana e copa do Brasil podendo ser campeão e ai abre mais vaga para Liberta.Outra coisa se não der a Liberta o Galo tem que liberar Fred e Robinho porque não da mais!!!!! E tentar o Brasileiro 2018 Boa Tarde.

  28. A tristeza não é apenas ver um time, multimilionário em salários de jogadores “estrelas” e que não vêm jogando nada, ter em sua direção pessoas que só pensam em construir estádio, porém VENDENDO UM PATRIMÔNIO DOS MAIS VALIOSOS, sob o pretexto de que shopping não é o melhor negócio. Ora, “me enganem que eu gosto”! Já disse e repito: nunca vou deixar de ser atleticano, porém vou arriar a bandeira em frente à minha casa (famosa no bairro), porque não vou torcer,neste momento, por diretoria cujos interesses não são lá transparentes! Se a venda fosse boa, o comprador, “cobra criada no ramo”, estaria tão interessado???

      1. Estádio próprio? Beleza, é legalzinho, da certa autonomia, alguma renda, mas não é milagre extraordinário que muitos acham. Muito se fala em “redenção financeira”, citam clubes europeus e tals… mas e.no Brasil? Quantos times que possuem estádio próprio conseguiram redenção financeira? Quantos times possuem estádio a alguns anos e nao passam de times medianos pra baixo? Vc citou o exemplo do Atlético-PR. É um dos clubes que cito como exemplo. Tem estádio a vários anos, um dos mais modernos… e o que mudou? Continua um time médio e sem expressão. E temos vários outros exemplos. É bom? é bacana? Sim! Se for feitl de forma correta, sem trambiques e correndo tudo certo. Melhora muita coisa, mas não é nada milagroso e maravilhoso como muitos acham, algo muda da água pro vinho e seja impossível continuar sem.

    1. Também sou contra e tem muita gente ganhando com essa “venda” de brinde, inclusive a imprensa que está praticamente toda COMPRADA pela poderosíssima Multiplan! Tá me lembrando as privatizações a preço de banana do FHC nos finais dos anos 90
      Eu acredito que o projeto venha a ser aprovado, mas por favor, tirem um print destes comentários contra e daqui alguns anos vamos conversar sobre essa loucura predita aqui no fórum. Ainda bem que eu não sou a única a concordar com essa patifaria, mas somos a minoria e como o a maioria vence, deixa o barco rolar. Não dá pra competir com $$$$

      1. Corretíssimo Camila; estão “rifando” patrimônio à troca de bananas; o tal terreno foi divulgado seu valor quando disseram que a MRV iria doá-lo, 8 milhões; agora dizem 50 milhões; e mais uma lorota do arquiteto do projeto, ingresso a preço popular; tá bom viu!! Serão colocados a venda apenas 29.600 ingressos, os demais serão as cadeiras cativas, camarotes e torcida adversária, necessidade de arrecadação e irão fazer caridade? A imprensa popular de BH está vendendo discaradamente este projeto; só mostram o que convém aos responsáveis!!

    2. Concordo com você Marcos Augusto. É o que eu sempre venho falando aqui. Se estádio fizesse um time grande, o América seria um. O Inter tem estádio e está na série B. O que faz um time ser grande é administração responsável. Mas, tivemos um ótima notícia hoje. O aprendiz de presidente já falou para o Kalil que não será candidato à reeleição. Sem ele, o Galo terá boas chances ano que vem. Não é possível que o próximo consiga ser pior.

    3. Já vi que vocês não entendem nada mesmo, vejamos: “vamos” vender 50% do pratrimônio mais valioso, mas que não sabemos administrar, para uma empresa que tem lucros altissímos com o mesmo, ficará encarregada de construir mais um andar e todo a receita líquida 50% com direito a veto, exemplo vamos expandir uma loja ali, se o Astlético falar não é não pronto acabou, ser dono de 50% de um Shopping e 100% dono do estádio sem dívidas, todos estão tendo que pagar pela construção e ou reforma, mas o Galo terá o seu quitado, esta é a grande diferença para a concorrência, mas não é só isso o Galo irá lucrar com aluguel de lojas, locação para eventos em uma área reservada para tal, enfim se quiser fazer estádio financiado aí sim seria a falência do Galo, porque dinheiro em clube de futebol normalmente não sobra para realizar uma obra deste porte

  29. boa tarde Eduardo e massa,aonde chegamos comemorar empate com todo poderoso avai,eo fim do poço,zaga bate cabeça,meio campo perdido,alias o cazares esta com anemia,morto em campo,eo fred,Robinho ate quando vai decidir alguma partida,meu Deus que 15 pontos nunca mais chega,obs,que venha a nossa arena do galo,reage galo,vai galooooooooooooooooooo.

  30. Continua tudo no mesmo lugar. A cada jogo uma decepção. Não se vê evolução do time, sempre oscilando desde os tempos de RM.
    Enquanto isso, mais uma rodada se foi e continuamos lutando para não cair.
    Vergonha, pois a nossa folha de pagamento é a segunda maior do Brasil.
    Chega de jogar dinheiro pelo ralo. A torcida não aguenta mais.

    1. Calma meu caro, vão fazer pior amanhã no Conselho do CAM, irão aprovar o micro-estadio e comprometendo património seguro do clube, simplesmente, como adoram chamar, a menor ARENA do Brasil; mais uma GRIFE para agradar a torcida emergente que somos infelizmente!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.