Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Jogador da base é compromissado

 

Crédito: Bruno Cantini/Atlético

Tem sido cruel a temporada. Algumas lições ficam para o Torcedor – nem me coloco aqui como blogueiro do Galo neste espaço -, sobretudo para quem acompanha o Galo há mais de 50 anos. Diga-se, no meu caso pessoal, até mesmo algumas coincidências relacionadas ao time da minha cidade. Como sabem, sou de Araxá, e o Ganso (primo-irmão do Galo em tudo: nas cores, camisas, ave de bico, etc.) também vive situações similares. Seria a minha sina? Meu time do coração, claro, é o Galo, mas o Ganso representa minha cidade.

Se no time araxaense, no passado, tivemos Marcelo Ramos, Fabrício Carvalho e até Túlio Maravilha – que nada renderam -, aqui no Galo já desfilaram Márcio Santos (campeão do mundo), Rodrigo Fabri, Diego Souza, Evair e até Ado (goleiro da seleção do tri), que foi o único da posição que vi até hoje sendo substituído no meio de uma partida por deficiência técnica.

Entre os atuais, alguns estão próximos de integrar essa relação. Se não reagirem, assim serão lembrados no futuro. Ao contrário de Marques, Guilherme – aquele de Marília – (em que pese a besteira que fez depois), Valdir Bigode e, especialmente, Ronaldinho Gaúcho.

Outra incrível similaridade entre os dois alvinegros: os garotos da base demonstram muito mais futebol e comprometimento que os medalhões. Se nesse ano o Ganso, no Mineiro do módulo II, foi rebaixado para a segundona, os meninos do Gansinho vêm fazendo uma extraordinária campanha no sub-20 estadual.

Crédito: Bruno Cantini/Atlético

Aqui, igualmente, depois da conquista da Copa do Brasil Sub-20 pelo Galo, que possibilitou até mesmo a subida de alguns jovens valores ao profissional, o time “experiente” vem – rodada a rodada – decepcionando a imensa Torcida Atleticana. Convenhamos. Conquistar apenas 17 pontos, em 39 disputados, com aproveitamento de 43%, mancha a passagem de muito jogador consagrado que está no time atual.

Pior, tivemos 13 partidas no Brasileiro, seis fora de Belo Horizonte e sete como mandante. Destes 21 pontos possíveis em casa, conquistamos apenas sete, acumulando três derrotas, dois empates e apenas duas vitórias. Uma no clássico e outra sobre o Avaí, num apertado um a zero. De 18 pontos disputados fora de casa, fizemos dez. Tem algo errado. E não está na arquibancada. Claro que é no comando, seja técnico ou administrativo, com consequências dentro do campo.

Tivessem Galo e Ganso colocados a garotada para atuar, seguramente, meus dias estariam sendo muito melhores neste 2017. Está claro para quem sabe entender que jogador consagrado (será mesmo?) e em final de carreira não tem compromisso. Já ganharam tubos de dinheiro e vêm para cá encerrar carreira. As exceções são poucas, como disse acima. Não adianta insistir. Prefiro garotos que buscam espaço a quem entende que isso aqui é estação de repouso.

Para fechar essa prosa chata de hoje, trago aqui um debate sobre as quatro penalidades dos dois últimos jogos, metade a favor e a outra parte contra. Nas contrárias, Victor defendeu ambas. Contra o Botafogo, os zagueiros não acompanharam o lance e a bola sobrou para o batedor da infração, que colocou nas redes. Quarta-feira, o goleiro segurou firme. Nas duas favoráveis, o oposto. Contra o Botafogo, o goleiro espalmou para escanteio, sem sobra. Já frente ao Santos, deu rebote, aí foi o Fred que ficou parado, dando tempo ao zagueiro de colocar a bola para fora. Resumindo. Vontade! Gana! Tesão! Tá faltando tudo isso.

Clique aqui e reveja na fan-page do blog as quatro cobranças.

112 thoughts to “Jogador da base é compromissado”

  1. Obviamente se o time não está rendendo, se algum jogador está fazendo molecagem, quem tem que observar isto e escalar os melhores , é o treinador, que vive o dia-a-dia com os jogadores e ganha muito dinheiro para isto. Simples assim.

  2. Caros,
    Sobre o assunto, uma coisa me intriga no trabalho da base alvinegra. Pq de lá só sobem zagueiros, volantes, laterais, defensores, muitos bons mesmo, até craque, por assim dizer, e nunca, nunca mais um atacante? Será q os treineiros e olheiros (se é q ainda existe a figura) ñ conseguem lapidar um jogador q seja pra ser um atacante. Será q é difícil incutir na cabeça de um moleque lá com seus 10 – 14 anos q ele tem todas as condições de ser um puta de um atacante se ele treinar fundamentos e desenvolver vontade de ser fora de série? Porra, o clube tá lá, o cara chega cedo, tem de tudo do melhor, fica até os 17, 18 anos e ñ conseguimos descobrir ou lapidar um craque atacante. Sempre é aí a maior carência alvinegra e ñ consigo ver outra coisa a ñ ser a cegueira de quem é responsável por isso. É claro q hj ñ temos mais aquela peneira de antigamente, onde se descobriam jogadores nas periferias de BH e por aí afora. A seleção desses moleques q entram hj é menos diferenciada mais heterogênea. Hj o cara tem q ser alto, já sabendo cobrar lateral, ser um obediente tático aos 6 anos e nascer alto filho de algum conselheiro empresário e ter um contrato inicial de $$$$. Dizem q o negócio hj é prá chinês ver. Tem explicação?
    O entregador de camisas vai insistir com Zé Carioca de volante. Ninguém tem peito prá tirar Rafael Carioca do time, desde q o treinador engraçado efetivou o preguiça, demitiu os operários e decretou início do desrespeito dos adversários, principalmente dentro do Horto, e os caras tão falando em tirar Robinho/Fred/AvRocha. É muita mutreta no nosso Galo.
    Tá chegando 27/7.
    PRÁ CIMA, GALO!!!

    Vivam a justíssima justiça brasileira e, não esqueçamos de comemorar tb, o fim da arcaica legislação protetora do trabalhador! Dá-lhe Brasil zil zil!!!

  3. Pô ,Alex, sempre comentei, neste espaço, e agora você acha que sou cruzeirense ? Já coloquei, aqui, que não ouvi a final do Brasileiro de 77, porque só tinha um radinho de pilha e as ondas ´´fugiam´´. Mês passado, desloquei 300 Km de Espinosa até Montes Claros só para ver o Rei e comprar seu livro, além de tirar foto com ele. Não merecia esta mas, aceito suas desculpas.

  4. Roberto Cruz, comentário mais inteligente. Não acho que 2017 está perdido, mas o time precisa de uma sacudida. Não me contento com migalhas (primeiro lugar na libertadores num grupo onde não tinha NENHUM time com elenco a nivel do Galo; passar de fase na Copa do Brasil em UM confronto contra um time da série B do Nacional). Com um elenco como o nosso é pouco; ganhar um jogo ou outro é natural já que ninguém se esquece de jogar futebol da noite para o dia, e mais com todo o suporte que o clube dá. Já disse isso aqui: o jogador é contratado para jogar bem, então quando joga bem não precisamos aplaudí-lo (isso é sua obrigação contratual) mas o fazemos para incentivá-lo a melhorar ainda mais, e quando não joga bem por má vontade, birra, displicência ou para derrubar treinador (como tá acontecendo) temos que cobrá-los independente se o time ganhou ou não, pois, talvez 2 ou 3 fizeram birra mas os outros se doaram e levaram o time à vitória. Nunca ví um ” torcedor de mentira”, nem do GALO e nem de outro time, por isso não entendo esse negócio de “torcedor de verdade”.

  5. Prezado Raul Souza,
    Concordo com o seu comentário. Você falou tudo. O que falta ao Galo é exatamente isto ” Profissionalismo”. Antes de execrar o técnico e alguns jogadores, devemos cobrar do Comando do Galo! Não temos planejamento, não temos alguém que cobre e coloque a responsabilidade de cobrar dos jogadores e comissão técnica. Pois com essa diretoria, não adiantará nem contratar Zidane, Pep Guardiola, San Paoli dentre outros. Nem adianta contratar Messi, Cristiano Ronaldo, Neymar, Suares, dentre outros craques!!! Pois o que falta é exatamente isto ” Um diretor de futebol com capacidade técnica, competência e liderança!!!

  6. Eduardo, devido as circunstâncias, vale lembrar que para o jogo com o Xará de Goiás, toda a nossa defesa será formada por jogadores da Base. Bremer, Gabriel e Leonan; sem falar em M Rocha que também foi cria da base.
    Devagarinho – comendo pelas beiradas – a meninada está chegando. Isso é muito bom.

  7. Só lembrando, abrimos mão do Lucas Prato que se matava em campo em favor do Fred que, na minha visão, lidera a cambada de mercenários que está fazendo corpo mole por causa de R$ 80 K de prêmios.

  8. Penso que Roger Machado quer jogar com volantes que como dizem hoje saiba jogar, ou seja , o que chamam de brutucu, mas para na verdade operários que jogam para o time. O Carioca e Elias não conseguem ser os volantes que RM deseja e nesse ponto não entendo sua teimosia. Carioca e Elias juntos deixam o time vulnerável na defesa. Antigamente, talvez funcionasse, pois os laterais guardavam suas posições, sendo que hoje jogam como alas- aí é preciso de volantes com grande capacidade de marcação. Quanto ao Robinho e Fred acho que falta capacidade física para marcarem como Roger exige deles. Futebol hoje tem uma exigência física muito grande e eles tem a limitação da idade- nos jogos eles voltam até na defesa e com 30 minutos de jogo já estão cansados. Não acho que tenha má fé da parte deles- devem estar frustrados com o baixo rendimento. Quanto ao Marcos Rocha sempre foi deficiente na marcação e não pode jogar sem cobertura. Acho que ele foi infeliz ao criticar os atacantes publicamente, deveria ter feito internamente com o grupo. Ele mesmo tem errado muito este ano- pênaltis infantis, contra Fluminense e Santos, marcação a distância, falta de recuperação. Quanto a pênalti perdido, já disse em outro post, que os goleiros evoluiram e esperam até o último momento para sairem, tem que bater forte no angulo, como batia o goleiro Ortiz do Galo em 1976. Todo o grupo, treinador e jogadores, devem fazer uma autocrítica e buscar o melhor com o que temos no momento. Se Robinho , Fred puderem jogar apenas 30 minutos que tenham humildade para aceitarem suas limitações, pois se entrarem com intensidade no segundo tempo poderão contribuir para o Galo chegar aos títulos ainda possíveis e a classificação no brasileiro na zona de classificação para libertadores. Que o RM reveja seus de esquema tático e saiba utilizar o que tem de real em suas mãos.

  9. boa tarde Eduardo e massa,hoje com menos criticas,mais farto com estes jogadores e cia,chega de Robinho,fred,carioca,yago que e ainda novo,se o roger não tirar estes 4 jogadores do galo ele vai cair junto,a torcida não aguenta mais roger e estes jogadores,presidente acordaaaaaaaaaaaaaaaaaaa,vai galoooooooooooooooooooooo.

  10. Está faltando profissionalismo no futebol do Atlético. Desde o saudoso Maluf o departamento de futebol está sem um profissional experiente e está fazendo muita falta. Não só pelas contratações equivocadas feito pelo boi sonso do presidente, mas principalmente pela ausência de alguém que resolva os problemas do vestiário. É notório que o grupo está sem comprometimento e completamente solto (cada um faz o que quer).
    Entregar essa responsabilidade para o inexperiente André figueiredo é sacanagem, jogador de futebol é malandro. Ninguém vai respeitar um cara novato, que até ontem lidava somente com garotos da base.
    A coisa ferveu lá no Palmeiras após a derrota pro rival e quem botou a cara foi o gerente de futebol. Nem técnico, muito menos jogador foi pra imprensa falar besteira. Muito diferente daqui… um dia é o Luan reclamando, no outro é o Rocha, agora vem o R. Moura prestar explicações, e a batata quente sobra só nas mãos do Roger, que por sinal nem deveria ter vindo.
    Pelo andar da carruagem, faltarão velas pra tanta reza.

  11. Diego Aguirre morreu abraçado com Patrick, Marcelo Oliveira com Erazo e agora Roger quer caminhar pro mesmo fim com Carioca e Yago. Até Robinho já está sentando no banco, mas o Carioca tem cadeira cativa, só sai por suspensão e não se machuca, claro, pois com seu jogo de cerca-galinha e marca-com-olho, não corre esse risco. Enquanto isso, o Roger Bernardo que esperamos um semestre ficar livre da Europa e que arrebentou no clássico come banco pro careteiro ou pro bola murcha da base. E o Professor Pardal, mais um gaúcho no Galo, de fala bonita e mansa nas coletivas e berros no campo continua enganando até a próxima eliminação vexatória…

    1. Falou tudo, fica aos berros na beira do campo iludindo torcedor que acha que ele é bravo, tem culhão…mais os jogadores não ouvem ele e não o respeitam…kkkkkkkkkkk. Com RM estamos fardados a 1 alegria a cada 4 lamurias e olhe lá. Mais como aqui é GALO sempre vamos remando contra a maré RM e torcendo/sofrendo com este futebol de gaucho horrivel!!!

  12. Cuidado para não cometerem injustiças chamando os outros de Maria. Melhor procurar saber (pesquisar) antes, para que time a pessoa torce.

  13. Vc ta dando showzinho a toa!
    basta uma vitória de 4×0 sobre o lanterninha no sábado
    com 3 gols de Fred, 1 gol e 1 assistência de Robinho e 3 assistências de Cazares e vc vai escrever bem sobre eles e o time!digo time o conjunto dos jogadores!
    Pq sobre o Galo vms escrever bem sempre!
    No inicio do ano falei aqui que o time era envelhecido e fui criticado, agora aguenta!

  14. O Fred e o Robinho precisam continuar no time, afinal eles são pagos pra isso e sabemos que entraram funcionários e sairão torcedores ao final de seus contratos.

  15. Ufa! Parece que o RM leu os comentários do blog. Hoje começou os treinos específicos. Já dividiu defesa e ataque, simulou as jogadas que deram errado nos últimos jogos. Já é um começo. Não temos muito tempo e isso faz com que ele tenha coragem de ousar, mesclar mais ainda e treinar especifico os grupo durante a semana. Quando Fred estiver escalado, Rafael Moura fica treinando especifico e vice versa. Quando Iago e Carioca estiverem escalado, Roger Bernardo e Adilson treinam especifico e assim com o resto do elenco. Precisamos garantir essas repetições, certamente trará frutos. Vamos galooo!

  16. Embora preocupado, as coisas ao meu ver, não estão tão desesperadoras… ainda. Estão decepcionantes, pois a nossa campanha no Brasileirão é pífia.
    Ainda dá tempo de corrigir, é só o Roger acordar, ser mais atrevido no bom sentido e observar a realidade ao seu redor. Tem que tirar a sua viseira.
    Também sou contra a sua demissão, até porque não vejo no momento ninguém melhor que ele.
    O que falta a ele, é ter mais lucidez e discernimento ao optar por suas escolhas.
    Sendo repetitivo, todos estão vendo que o R Carioca e Robinho não vem jogando nada há muito tempo. Se Roger fosse um pouquinho mais inteligente, nem os escalaria nesses momentos turbulentos, a fim de preservá-los. A imagem deles perante a torcida e a própria imprensa está muito desgastada. Não podemos desvalorizá-los, pois fazem parte do nosso patrimônio.
    Hoje com tantas críticas sobre os dois, os mesmos acabam perdendo valor de mercado.
    A defesa está boa, falta uma melhor cobertura para o M Rocha (isso não é de hoje). Daria passagem também para o Leonan.
    No meio campo, ele precisa testar com Adilson e Roger Bernardo (para mim ainda é uma incógnita). Enfim, precisamos de um meio campo mais pegador.
    Elias tem muita qualidade, para mim é titular absoluto, desde que jogue mais solto, em sua verdadeira posição.
    Cazares precisa jogar mais próximo do Fred, preparando jogadas para ele.
    Fred ainda é o melhor camisa 9 do Brasil.
    Também, insistiria mais com Valdívia ou Marlone (é o que temos de melhor no momento).
    Agora, nada de querer apagar o fogo com gasolina. A opção é achar o Time ideal e treiná-lo bastante, principalmente nas finalizações.
    Vamos continuar acreditando.

    1. A palavra é esta caro Jandir ,DECEPÇÃO ! Ninguém aqui torce contra o CAM,muito pelo contrário,para o CAM tudo para o restante nada! É certo tbm que não existe o dono da verdade, mas ela é uma só; este time pode entregar muito mais do que temos visto, e o que aflora ainda mais esta “decepção” , e q em alguns raros momentos ele entregou,ou seja, o que anda faltando e muito, é o tal comprometimento com a Armadura Alvinegra e a correção passa muito pela atitude de quem comanda para que este time decole de vez … abraço GALO

  17. Infelizmente, nestas alturas, só nos resta planejar melhor um 2018. Este ano, não dá tempo ganhar mais nada. Brasileiro, já foi. Copa do Brasil, ainda passaremos pelo Botafogo ( e faremos a maior festa aqui), para cair para o Flamengo ou Santos, na outra fase. Libertadores, ainda passaremos pelos bolivianos ( e faremos muita festa , neste espaço), para cairmos na fase seguinte, para o River Plate. Time sem raça, sem vontade, naõ ganha nada, só mineiro, diante do Cruzeiro, pela rivalidade mesmo. Sejamos realistas.

    1. …Genival, maria igual a vc, não tem igual…kkk……rimou…kkk……bater em vcs é fácil…..kkkkkkkkkkk…e parabéns, nem eu sei que são os adversários do Galo….kkkkk

  18. Time praticamente escalado para o jogo domingo pelo técnico Roger Machado.
    O rodizio continua, o Carioca continua, e nossa paciência acabando…
    Escalação do técnico Roger Machado para domingo:
    Victor, Rocha, Brener, Gabriel, Leonan, Adilson, Carioca, Elias, Cazares, Marlone e Fred.
    Como eu previa o Roger só vai colocar o time alternativo no jogo contra o Vasco (se colocar), até lá o time continua sem treinamento e dando cabeçadas!!

  19. Roger, um recado honesto para você. Faça como fez no Grêmio…… Peça as contas e vá embora. Tenha vergonha, cara…..tenha hombridade…. você não consegue ter comando sobre o time, escala mal, não enxerga o jogo durante a partida, substitui mal e pior. … tem medo das “estrelas decadentes” que encostaram aqui no Galo. Vamos coragem….. peça demissão e vá embora. Você fará a alegrai da massa e vai deixar o galo deslanchar com qualquer outro treinador.

  20. Bom agora de cabeça fria e totalmente dolorida pelas últimas pancadas que recebemos, vejo que agora não adianta chorar mais. Temos é que apoiar estes caras que estão ai vestindo nosso manto, torcendo para que a temporada acabe e eles peguem seus rumos. Já me assumi aqui como um bipolar, e somente sou bipolar, porque o time também é. Pelo menos mantenho e manterei minha opinião sobre alguns jogadores que aí estão mesmo que eles venham a ganhar a copa do Brasil, a liberta e ficar entre os primeiros do brasileirão, mas os quero bem longe de nosso time, e não tenho medo de dar nome aos bois: Carioca, Fred, Robinho, Danilo, Fábio Santos, Valdivia, Erazo e Felipe Conceição.
    Como já postei aqui, nomes como Lucca, Matheus Galdezani, Rossi, Capa; seriam muito bem vindos ao nosso time, junto com um bom centroavante (tardelli seria o melhor) e um jogador estilo Luan maluquinho. Se vamos perder em termos de nomes de peso no futebol brasileiro, pelo menos ganharemos em qualidade, raça e vontade; que hoje andam faltando na Cidade do Galo.

  21. Caro Rabino! O nosso colega Mário joga pedra em avião…. Autuori, Mário? Você quer fechar de vez o CAM? Que o Roger não dá, tá na cara. Para mexer lá no fundo, em que pese tantos ti, ti, ti, contra ele, eu traria Antônio Carlos Cerezo. Quando lá esteve de treinador, não tínhamos jogadores, era um plantel de várzea.

    1. Por pior que possa parecer, não existe no mercado nenhum técnico de renome disponível! Ou vocês acham que o Giacomini, o Micale ou, até mesmo, o Eduardo Batista (já mais tarimbado) vão conseguir controlar nossas “estrelas”?!?! Talvez trazendo o Autuori para Diretor de Futebol daria moral para o Roger lidar com os nossos “medalhões”. O Cerezo, hoje, com o elenco do GALO atual, não seria má ideia. SAUDAÇÕES ATLETICANAS!!!!

  22. Há dois anos nosso time não tem Diretor de Futebol!
    Maluf teve grave problema de saúde e faleceu, uma pena!
    Mas a escolha por ficar e continuar sem Diretor de Futebol foi do Presidente!
    Hoje estamos colhendo os frutos podres da falta de planejamento e desleixo com o futebol do Galo!
    Nossa Diretoria hoje está só interessada em sócio torcedor, gerar receita, fazer estádio, o que é muito bom, claro! Mas o principal está ficando de lado!
    FUTEBOL!

    Pra quem acha que não faz diferença ter Diretor de Futebol, leiam essa matéria:
    http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-italiano/noticia/rei-do-mercado-monchi-movimenta-milhoes-em-transferencias-e-agita-a-roma.ghtml

    Enquanto vamos descendo ladeira mais um ano, depois de 2015 e 2016 vexatórios, estou rezando para que em 2018 essa turma largue o osso, que tenhamos um novo Presidente, que tenha mais conhecimento e foco na gestão do futebol, assim como tem sido feito com a gestão administrativa do Galo.

    Fora Nepomuceno!

  23. Bom dia. Já que é pra cornetar, vamos lá: Victor, Alex Silva(mesmo tendo deficiências produz mais do que o acomodado Marcos Rocha), Bremer, Gabriel e Fábio Santos, Adilson, Roger Bernardo e Elias, Marquinhos(Nos jogos do SUB-20 mostrou que tem mais pernas e garra que o acomodado Robinho), Cazares e Fred. Futebol não é complicado e nem precisa de grandes estudiosos. Os treinadores é que complicam. Jogador que não está rendendo tem que ir para o banco. Acontece que os treinadores tem medo do novo. Medo de inovar. O que está acontecendo no GALO é simples de entender. Jogadores com altos salários tem cadeira cativa no time principal. Ainda digo mais: Se Felipe Santana não tivesse machucado ele ainda estaria como titular, mesmo com atuações abaixo da crítica. Porque não testar mais garotos da base? O time do Santos está cheio de garotos. Concordo com tudo que foi dito aí pelo xará. O problema é o medo dos treinadores em ousar. Roger Machado insiste com uma formação que já está manjada pelos outros times. Acho que ele é que entende de futebol. Nós não entendemos nada….

  24. A Pinduka e Denilson o meu abraço e satisfação de saber que não sou o unico a enxergar além de uma derrota aqui ou ali, na vida a gente tem que ter foco e o do Galo nós sabemos qual é, é só saber administrar o resto, renovamos bem a zaga e o meio e alguns esquecem que nos dois ultimos jogos os melhores em campo foram os goleiros do adversario, isso porque a maioria acha que o time não corre e não tem compromisso, se tivesse então, seguindo esse raciocínio, a gente goleava todo mundo. Bom, esse time não existe em lugar nenhum.

    1. Pior que é verdade!
      Berola fazendo falta nesse elenco limitado e desequilibrado!
      kkkkkkkkkkkk
      Tem que rir pra não chorar!

  25. Roger, me explica Yago de ponta direita e Marcos Rocha não marcando ninguém, como sempre. Era só ter trocado o posicionamento deles.
    Adílson e Roger Bernando deveriam ser titulares.
    Time treina pênaltis?

    1. Marcos, Roger é tido como uma promessa da nova geração de técnicos, por causa de seu estilo moderno de trabalhar. Só que esse trabalho a frente do Galo demonstra um treinador incoerente, vaidoso e teimoso. Como vc mesmo disse, na última partida ele inventou o Yago na direita, passando o Elias para jogar centralizado. Não deu certo, tanto na parte ofensiva (lógico, pois o Yago é volante), quanto na parte ofensiva ( Marcos Rocha ficou no “mano” com o Bruno Henrique, sem qualquer apoio ou cobertura).
      Preterir Adilson e Roger Bernardo, as melhores opções de marcação no meio, com a desculpa de ter melhor qualidade no passe é uma teimosia monstro, um caprichoso vaidoso nessa insistência em implantar no Galo o estilo de jogo do grêmio no ano passado. É burrice!
      Para finalizar, Roger não estava treinando tecnicamente o Galo não só quanto as cobranças de pênaltis, mas em todas as situações reais. Usava como muleta o calendário, com pouco espaço entre as partidas, para realizar somente treinos físicos e tácticos (posicionamentos). Isso explica a quantidade de gols perdidos, as falhas individuais na defesa, o excesso de perda de bolas nas disputas “mano a mano” (dribles), os erros nas cobranças de pênaltis. Contudo, exceção a poucos times, grande parte das equipes estão com o mesmo inchaço no calendário, mas realizam treinos(Flamengo, Grêmio, Botafogo, etc) . Agora, depois de 3 resultados ruins, resolveu, como se tivesse descoberto a pólvora, realizar treinos NESTA MANHÃ, ou seja, em tempo inferior ao habitualmente utilizado na preparação do time, uma vez que os trabalhos são realizados A TARDE. E deu a entender que o Adilson será novamente titular. Antes tarde do quen nunca!
      Ora, o problema está, como vc demonstrou de maneira tão sucinta e SIMPLES, na falta de SIMPLICIDADE no trabalho do Roger. Somente a teimosia do treinador para explicar a inutilização de métodos e soluções SIMPLES para a correção de problemas já identificados por todos. Ou então, ele não vê essas situações. Aí, a questão é mais grave: é incompetência mesmo.

  26. SAUDAÇÕES ALVINEGRAS. Presidente ausente( o que adianta ir ver treino) sendo que os medalhões estão na academia)> Não temos diretor de futebol para controlar e fazer o diálogo com os jogadores. E o treinador é frouxo, não tem voz de comando e os jogadores não o respeitam. Resultado. Time frouxo e descompromissado. Todos estão vendo o que está acontecendo. Mas ninguém tem o poder de fazer nada. A não ser esse tanga frouxa do presidente exigir a escalação de Roger e Adilson no time titular imediatamente. TROUXE OS CARAS DA EUROPA JÁ MOSTRARAM QUE DÃO CONTA DO RECADO MAS AI P O PRF. PARDAL ELES SÃO BANCOS. To indignado com esse frouxo do Roger . Vergonha a falta de postura do time , treinador e diretoria. Isso que está mais doendo no Atleticano.

  27. Bom dia Eduardo e AmiGalos,

    Como bem disse o Paulo, aqui se formou um “muro das lamentações”. Isso, fruto de nossa paixão pelo Galo e a bipolaridade que é consequência disso. Então, com a permissão do blogueiro e dos demais amigos, vou colocar minha preocupação. Para alguns, pode soar como pessimismo excessivo, mas é um sentimento que já começa a me incomodar.
    Como Atleticano, minha primeira preocupação hoje é não correr risco de rebaixamento no brasileiro. Não preciso nem lembrar do que isso já nos causou naquele fatídico ano. Alguns vão dizer que é muito cedo para se pensar nisso (já temos mais de 1/3 do campeonato), que é um alarmismo exagerado, mas, não escondo, é um sentimento que começa a me incomodar.
    Meu receio é o time não conseguir êxitos na CB e na Libertadores (acho até que temos chances, mas também não podemos deixar de considerar a possibilidade de eliminação) e isso influir no moral do grupo, bater o desespero, troca técnico sem a garantia de que ele vai acertar etc. etc. etc. Por isso, acho que, independente de estarmos disputando competições paralelas (e importantes), o Galo deveria dar uma “priorizada” no brasileiro, sim. É preciso abrir uma distância do Z4 que nos dê tranquilidade para espantar esse fantasma que já nos assombrou. Como dizia o Luxemburgo: sair da zona da “confujão”. Amigos, desculpem se estou sendo pessimista ao extremo, mas este blog me serve para isso também: desabafo.
    Paralelamente a isso, ainda vejo alguma chance do Galo beliscar mais algum título este ano. Minha esperança é que o RM encontre um equilíbrio para o time. Muitas vezes, este equilíbrio vem de coisas simples, como a entrada de jogador (e a consequente saída de outro) que dê “liga” ao time. Sem muita convicção pergunto: este jogador não poderia ser o Blanco? Afinal, é o único do elenco que ainda não teve chance. Quem sabe será ele o equilíbrio naquele meio de campo, que parece ser nosso calcanhar de aquiles.
    Um abraço a todos. E fé… Aqui é GALO p#@*&!

  28. Parece que as vezes falta interesse sim de alguns jogadores. Mas o Robinho por exemplo, é o estilo dele desde quando chegou para o Futebol. Não se compara pessoas e comportamentos, assim comparar Robinho com Ronaldinho não dá, apesar que o segundo deu muito de si pelo Galo.
    Agora, o treinador parece meio perdido: achou o esquema com Carioca, Adilson e Elias. Depois desfez como contra o Santos escalando o Yago de meia… perdido em campo.
    Otero, contratado como o cara do chute, provou que é bom, mais eficiente que Marlone e Valdívia, agora não figura nem no banco de reservas.
    Daqui a pouco o grupo vai estar rachado, se já não está…

  29. O Atlético hoje, em termos de campeonato Brasileiro, tem o pior aproveitamento desde 2012, ano de sua ascensão e recuperação no cenário nacional Se não houver uma mudança radical em termos de compromisso e “vergonha na cara” nós vamos sim, ver o Galo lutar contra o rebaixamento até a 38ª rodada, como eu já escrevi aqui. Não conheço time mais displicente, mais tonto dentro de campo. Jogadores sonsos correndo ou não correndo, desligados e sem noção, isto é o que vemos hoje. perdemos 4 pontos de bobeira nos 2 últimos jogos, fora os outros que jogamos em casa. O Galo já poderia estar com 30 pontos e está só com 17. Se perder domingo e os concorrentes ganharem, estará colado no Z4 e respirando por aparelhos. É uma vergonha, uma desfaçatez, mas isto, infelizmente, é perfeitamente possível. se for o caso, coloca os meninos em campo, recheia esse time, tira os “come, bebe e dorme” e vê o que acontece. Se perder, pelo menos perde com dignidade.

  30. Oi Eduardo e Amigos, bom dia!
    Concordo. O Galo necessita de uma reformulação URGENTE, rejuvenescendo o seu Elenco.
    Acontece, que não vejo profissionais QUALIFICADOS que saibam fazer essa transição.
    Agora, o momento é de COBRANÇA. COBRANÇA JÁ de forma generalizada.
    Existe aquele velho ditado: “Se o Chefe assenta, o Peão deita”
    É isso que está acontecendo nos bastidores.

  31. Bom dia Eduardo e Canto do GALO ! Realmente lições devem e precisam ser tiradas, e a principal delas é que a engrenagem está péssima,sem lubrificação;hora funciona,hora não. Nosso time tem vivido de lampejos individuais,já no coletivo nada!Qdo isto acontece,não será uma ou outra peça que dará conta de solucionar o problema,nosso esporte é coletivo. GALO hj não tem um jogador de velocidade para armar e dar sequência a um contra ataque,qto menos retirar o “ônibus” que os adversários têm estacionado frente a sua área qdo vêm jogar em nossos domínios,nossa válvula de escape não existe. Não é só isto,erramos lá atrás,na pré-temporada qdo foi traçada a estratégia -se é que houve- e hoje estamos pagando por isso , nesta altura e com as competições rolando, não temos tempo p/ treinar,não temos um equipe titular que dê confiança e nem entrosamento esta equipe tem e os jogos falam por si. Roger tem suas convicções ,beleza , porém 7 meses de trabalho é tempo suficiente para identificar as deficiências do grupo e na hora de tomar as decisões necessárias ele tem feito as piores escolhas com isto o time não rende. Ficamos a comparar outros times e estamos esquecendo de dar foco ao que deve ser feito no GALO.Nas coletivas de Roger,ele usa muito a expressão “projeção da amplitude inversa no último terço do campo”,se o time é lento ,isto não vai acontecer de forma eficaz nem que a vaca tussa é como chover no molhado . Nestas horas – amiGALO Paulo Silva sempre bate nesta tecla- falta alguém ao lado do Roger com experiência ou pulso firme para uma troca de idéias,aí dá impressão que estamos sem comando técnico . Quer um exemplo ,as feições do Fred dentro de campo dizem isto , é o mesmo biquinho que ele fez qdo estava insatisfeito no florC ,podem reparar e não é só isso ; Elias correndo e escalado errado,está sendo inoperante,Robinho tendo de correr atrás de lateral e o que é pior vai queimar o Yago fazendo ele atuar de ponta,sendo que o garoto não tem qualidades para isto -igual a teimosia com o Danilo ,onde ele está hj?- . Para finalizar ,que falta faz um diretor de futebol a um Clube de futebol,que falta faz … ” é mais fácil o GALO desistir de mim do que eu dele… ” frase do Atleticano Marcelo A. -estais sumido hein brother!- GALO

    1. Olá Galodamata, um abraço. “projeção da amplitude inversa no último terço do campo” Essa foi sensacional. Ainda não o tinha ouvido dizer isso porque não consigo ouvir nem dois minutos de entrevista dele. Será que ele diz isso para os jogadores? ‘Amplitude inversa?” Que droga é essa? Será que os caras têm que correr de trás para a frente ou será que é correr de costas? Amplitude implica expansão. Significa movimento em direção de algo como uma onda sonora ou até marítima ou qualquer coisa que se dirija à frente. Significa também evolução. No sentido inverso eu não consigo vislumbrar nada a não ser implosão. Será que ele quer é isso? Implodir o time do Galo? E “último terço do campo”, tendo como base a própria meta e dividindo o campo em três partes seria da intermediária do adversário para a frente. Invertendo isso fica atingimos a própria meta. Me ajude, por favor, minha ignorância não consegue acompanhar esses conceitos de estudiosos. E eu que pensei que ele é que é burro. Saudações amplificadas.

      1. Abraço cordial, grande Paulo! Olha tbm não sei o que significa esta expressão,gostaria muito de elucidar vossas ponderações,mas infelizmente – ou felizmente -. Sou de um tempo em que o futebol, principalmente o do GALO, não tinha estas justificativas modernas qdo o “leite estava p/ azedar” aliás, apesar de não ter visto – nem nascido era – a projeção de amplitude inversa que o Yustrich utilizava,era a q a orelha do caboclo ia para o sentido oposto ao movimento ,qdo ele dava-lhe uns petelecos carinhosos após o jogador NÃO fazer o que ele tinha recomendado . Observação! eu não vi ,mas meus saudosos pai e avô viram. Com o Barbatana – este aí apesar de ser piazim,eu vi – tbm não tinha estas expressões,mas o time dele tinha triângulações,jogadas de linha de fundo,escanteios ensaiados,lançamentos de 50/60 metros no peito ou pé do companheiro,o meia era meia,o ponta era ponta,o lateral era lateral e o REI metia gol de tudo qto é jeito. Não posso lhe ajudar,fosse a bola o assunto principal até que tentaria,mas overlapping,profundidade reversa, inversa e introversa,para mim é como aprender falar o mandarim, fico lhe devendo esta! Mas num ponto posso ajudar, precisamos de mais Yustrichs.Teles Santanas,
        Ênios Andrades e por aí vai,com estes a bola saia do pé de seus jogadores direto para o gol,até o gol mudou,antes a bola dormia mansa nas belas redes véu de noiva,hj a bola toma um susto qdo bate na rede que mais parece um caixote… Vamos que vamos! assim que descobrir o que é uma amplitude inversa, terço do campo e afins,faço questão de repassar a informação ao nobre amigo … um abraço Paulo! ” é mais fácil o GALO desistir de mim do que eu dele ” -M. A.- GALO

  32. Caríssimo Eduardo, nosso time vai mal, na minha ótica falta comando, não só do técnico, da direção, Daniel Nepomuceno está sobre carregado, precisa imediatamente de um Diretor de Futebol, capaz (?) com autonomia, que tenha como metas o relato acima do nosso amigo Carlos Lima, com o qual concordo plenamente, ou então da um tempo ao cargo público. Acompanho o Galo há sessenta anos,realmente estou preocupado não desanimado, esperemos dias melhores. Saudações atleticanas.2

  33. Bom dia a todos! Olha, a meu ver, o principal culpado dessa situação é o treinador Roger Machado. Insiste nos mesmos erros de Aguirre e Marcelo. O elenco do Galo é bom sim! Com muito menos, o ex retranqueiro Levir, fez nosso time jogar bonito!! Pra frente e em alta velocidade. Mas Roger não compreendeu o grupo de jogadores. Treinador bom é aquele que monta o esquema conforme elenco e características dos atletas!!! Não o contrário, impor filosofia, esquema, colocar atletas para desempenharem funções que não condizem com suas características, isso não funciona. O Galo é um time lento, por causa do esquema do treinador!!!!! É fato!! E todos nós sabemos, que no futebol de hoje, time que não tem velocidade, tá fora!! Em relação a treinador, temos boas opções! Vagner Mancine e Micale! Os dois sabem montar times! Abraço!

  34. Bom dia Eduardo e amiGalos do blog!!
    Muito bom o assunto da resenha hoje, já fui muito crítico da nossa base e hoje estou esperançoso dessa safra campeã sub 20 e que foi campeã sub 17 ou seja já vem com DNA campeão!!!
    Nosso planejamento para 2018 tem que focar em dar oportunidades para esses garotos, o ideal é já coloca-los para jogar no time alternativo e acabar de vez com esse rodízio ridículo do Roger.
    Como eu disse; hoje o Atlético tem jogadores para formar 3 times competitivos para jogar, e por burrice de planejamento não temos nem um time formado.
    Afinal nosso time titular por causa do rodízio, carga de jogos e falta de treinamento não pode ser considerado um time e é isso que vimos nos jogos.
    A ideia de disputar a segunda divisão Mineira com uma equipe sub23 é ótima, construir mais campos para base e um mini estádio ótimo também, esse é o futuro do Atlético jogador da base pode dar retorno técnico e financeiro.
    Essa semana li uma notícia de o Fluminense deve dois meses de direito de imagem ao elenco, assim como o Fluminense tem muitos clubes com dificuldades financeiras por não aproveitar bem a base.
    O próprio Atlético tem atrasado o pagamento de jogadores comprados por dificuldades financeiras, ninguém fala isso mas a verdade é que o Atlético fez uma escolha manter os salários e dia, mas para isso atrasa o pagamento aos clubes como nos casos do Elias, do Victor, do Maicosuel etc…
    Temos uma safra boa e tem que ser bem cuidada e com paciência da torcida pois esse processo de maturação eles oscilam um pouco como no caso do Alex Silva que foi um dos melhores em campo no clássico e o pior na Bolívia, a torcida tendo paciência vamos colher bons frutos.
    Nossa zaga é o maior exemplo disso, já revelamos o Jemerson, o Gabriel e o Bremer e ainda tem muita gente boa como o Jesiel, o Nathan, o Matheus mancine.
    Temos o Leonan, Yago, Ralfh, o Cicero, o Capixaba, o Marquinhos, o Flávio macarrão, o goleiro Cleiton enfim tem muita gente boa a ser trabalhada e pronta para entrar no time gradativamente, tem que aproveitar esse DNA campeão essa alto estima que o garoto entra com personalidade como no caso do Bremer.
    Que o Atlético se volte mais para base ano que vem mas que a torcida tenha paciência!!
    Saudações!!

  35. Primeiramente FORARM!!!É o culpado sim, sou gerente de uma grande empresa, se os resultados não são os esperados EU sou demitido, se minha desculpa for mais tem funcionarios atendendo mal, fazendo corpo mole… O Presidente da empresa me responderá, meu amigo eu te contratei para gerir os negocios, os problemas e as soluções, então você não serve para gerir minha empresa, muito obrigado e sucesso!!! Bom dia AmiGALOs, simples assim, não entendo porque tem atleticano que acha absurdo demitir o RM????? Ah mais os jogadores não se comprometem em campo, culpa de quem? TREINEIRO que distribui camisa e não treina o time. Ah mais os atacantes ficam perdendo gol e penalti e nao marcam ninguem, culpa de quem? TRENEIRO que distribui camisa por nome, não treina coletivo e parece que nem fundamentos, perde jogo e no outro dia folga, academia, sala de video, deve ter até um pagodinho para descontrair. Ah mais o Presidente também é omisso, pergunto uma culpa justifica a nao culpa do outro? Ah mais o time ta mal escalado, não quero ROBINHO, não quero RC, acho que tem de entrar com esse e aquele, culpa de quem? Culpa do TRENEIRO que escala o time, deveria ser pelo desenvolvimento visto nos coletivos, mais como esses não existe, acho que ele escala pelo Play Station FIFA, ele joga com o time do GALO e ganha no video game e pensa perfeito!!! Vamos parar de tapar o sol com a peneira gente, o RM é fraquissimo , pessimo dos pessimos e NÃO, NUNCA vai fazer o GALO jogar o que esperamos, ponto. Ele tem estilo tic taca que até no Barcelona faliu, acabou, e quando deu certo o Barcelona era uma quase seleção Mundial… Então caiam na real, com RM não vamos a lugar nenhum, se ganhar algum mata mata será na base do individualismo como temos ganhado até agora algumas partidas, se depender de jogadas trabalhadas, coletivas tá osso, a não ser que o estudioso RM descobriu que chutão para frente , correria desenfreada é a nova era do futebol mundial!! FORA RM e como disse em outro post para aquele amante do RM que perguntará: colocar quem????? Até você meu caro AmiGALO será melhor opção para o GALO, porque você ama o GALO, vc cobraria Raçã, empenho e treino dos jogadores e ainda aceitaria de graça, não ganhando fortunas como RM e outros distribuidores de camisa que o GALO anda trazendo ultimamente. Profissionalmente falando eu proporia uma troca entre RM e Cuca, Cuca é motivacional e conhece o espirito GALODOIDO, ah mais ele fez isso, nos traiu… Ta bom o chorão então nem o TITE serve para o GALO na sua opinião, porque ele quando aqui veio nos ferrou… A cabeça é redonda para girar AmiGALOS, mudar a visão. Desculpe me o desabafo e agradeço o espaço Eduardo, mais mesmo estando em RONDONIA o sofrimento com o GALO é o mesmo de quem está ai dentro do estádio apoiando e depois chorando de raiva!!!!

    1. Concordo em gênero, número e grau, Fabrício!!
      07 meses e o time ainda não tem padrão? não tem uma jogada ensaiada?
      Se esse professor pardal nos ouvisse, tenho certeza que o Galo estaria nas cabeças.
      Será que ele sabe quem é o dono da camisa nº 12 do Galo? Somos nós “A Massa”!!
      Mas já conhecemos bem o discurso desses “professores”:
      – Tenho as minhas convicções e não vou mudar meu trabalho pra satisfazer esse ou aquele.
      Enquanto isso corremos o risco de ficarmos só com o Mineiro de novo.
      Acordem pessoal!! Vamos encher o email desse presidente, com nossa insatisfação!

  36. Marcos Rocha e Rafael Carioca são os jogadores mais sem gana que eu já vi jogar no Galo. Claro que houve outros “corpos-moles” nesse tempo que eu acompanho o Galo, mas que jogue tanto tempo no time titular, esses dois são imbatíveis. Marcos Rocha ao menos tem talento e já entregou resultado, mas Rafael Carioca é absolutamente incompreensível que seja TITULAR do Galo. JOGA NADA, MARCA NINGUÉM, DESARMA COISA ALGUMA. MAS ARMA… CONTRA-ATAQUES PARA OS ADVERSÁRIOS. Eu tinha me prometido que não veria jogos do Galo em que ele fosse escalado. Acabo quebrando a promessa. Mas não devia. Esse ano fez UMA partida boa, contra o Botafogo, e nada mais. E, convenhamos, Marcos Rocha já deu, né?! “Ah, quero ir para Europa… Ah, sonho em jogar na Europa”. Vá com Deus, filho. É outro que tem que sair do time. Ora, o BR17 já era (e eu disse isso ANTES DO BR17 COMEÇAR), então é lutar contra o Z4. Victor, Yago, Gabriel, Bremer, Leonam; Roger Bernardo, Adílson, Elias, Cazares; PokoPika e Marlone. É o meu palpite. Cada um tem um seu. Para hoje, o meu é esse. Esse seria o MEU time titular do Galo para o resto do ano.

  37. Bom dia, ja desiludi com este Presidente, esta muito frouxo, nao toma atitude nenhuma, esta esperando o que? sermos eliminados na Libertadores e Copa do Brasil? no Brasileirao vai ficar no maximo entre os 10 ou 12 melhores, entao ano que vem nao tem Libertadores!

  38. Você é muito bipolar barbudo. Esses 50 anos de futebol lhe deixou doidão. rs
    Estamos vivos em todos os campeonatos, exceto quanto ao titulo da seria A, pois este já tem dono.

  39. Concordo que há alguns bons valores na base, mas coloca-los para jogar de cara? garanto que na primeira derrota iriam dizer que não valem nada, muito ruim, André Figueiredo péssimo até outro dia era assim, agora são a salvação? continuo achando o plantel do GALO um dos melhores do Brasil, lógico que Fred e Robinho não estão rendendo, mas essa última partida mostrou que há algo errado ou com preparação física, técnica ou administrativo, o Fred naquela passividade não é normal, podem falar o que quiserem dele mas ele é brigador enquanto tem folego, mas nesse jogo paradão, aéreo, displicente com certeza algo está errado. Quanto ao Robinho ele joga de que nesse esquema do RM? esse time do GALO tem padrão, treina, e se fossem os garotos, estariam jogando bem e vencendo? Raça e garra ajudam, mas num plantel com tantos jogadores técnicos, pode-se ter muito mais que isso para vencer bem os jogos. Já que falam tanto no Pratto, alguém tem visto os jogos do SPFC? Portanto antes de cobrar dos jogadores devemos cobrar de quem os treina e escala. Saudações Alvinegras.

  40. Olá Eduardo e Atleticanos. Ainda acredito que deveríamos deixar o Fred fora desse cesto. Afinal de contas, quando passam a bola, ele faz. Perdeu o penalty, mas o Rafael Moura também perdeu penalty contra o Botafogo. Também acredito que um dos fatores que vem contribuindo pra esse marasmo, é a falta de solidariedade de jogadores como o Cazáres. Afinal, o time contra o Botafogo correu e dominou o jogo, mas quando chegou a hora de transformar esse domínio em números, esbarramos no egoísmo do Cazáres. Isso frustra qualquer jogador. Além disso, o time tem jogado com 10…Robinho há muito tempo não entra em campo. Esse sim, é o fiel exemplo de ex jogador em atividade…sem qualquer compromisso ou vontade. Só o Roger não enxerga isso. Falta, também, liderança. Nepomuceno é quase tão omisso como o Gilvan, do outro lado da lagoa. Precisamos de um choque de gestão, e isso deveria vir do commandant in chief. Abs.

    1. Pessoal é muito radical com o Fred se faz gol é o melhor do mundo se passar em branco não serve mais pro Galo, a unica “estrela” que não está rendendo e o Robinho e como vc bem disse quando passam a bola pro Fred ele sempre deixa o dele.

  41. Olha, é FATO: o time está mal. E o Roger tem enorme parcela de culpa nisso. Não é ele quem treina, escala, toma decisões? O time não evolui e isto é preocupante. São 7 meses de trabalho, repito, 7 meses! É início ainda? É pré-temporada? Assistimos vários times mais modestos e melhores organizados que o nosso. Trabalho de treinador. O Roger é uma grande decepção! E a 12 dias da decisão na CB e a 3 semanas da LA. Era para estar em outro nível, time entrosado e consciente, com esquema, controle de jogo e maturidade emocional. Vimos exatamente o contrário. Por mais otimista que seja, não consigo enxergar neste time a raça e espírito que tem os campeões. Falta jogo coletivo, menos egoísmo e mais entendimento do que é o Galo. Cansado de ver ano, após ano, a história se repetir. É hora da torcida fazer um protesto mesmo, cartazes, faixas, cobrar. Tomara que esteja errado e possamos ser campeões. É o que espero.

  42. Pra mim a melhor escalação do Galo seria, Vitor – Alex Silva – Bremer – Gabriel e F. Santos, no meio Adilson – Roger Bernardo – Elias e Marlone e na frente Cazares e Fred. Acabaríamos com a Av. MR e teríamos um meio mais marcador. Quanto as divisões de base parece que não mudou muito em relação a anos anteriores pq se tinham o Bremer e o Mateus Mancini pra que contratar o Felipe Santana que pra mim é simplesmente horroroso. Saudações alvinegras.

  43. Seguindo o raciocínio da maioria e resumindo a ópera:
    Titulares: Victor
    Alex Silva
    Bremmer
    Gabriel
    Leonan
    Adilson
    Róger Bernardo
    Gustavo Blanco
    Cazares
    Valdívia
    Marquinhos…

    12º Luan (quando tiver condição)
    13º Otero (idem)
    14º Fábio Santos (pra segurar resultado)

    Restante fica para substituir na falta um cartões o descanso…

    Saudações

    “Somente sendo um pra saber”

  44. Deixem o Roger trabalhar em paz. Falo mal dele, mas, não quero a sua saída. Sei que burrice e teimosia um dia acabam e ele vai acabar acertando. Prezo as suas qualidades. É esforçado, bem intencionado e bom caráter, além de ser novo. Isso ajuda muito e faz um grande homem e claro, um bom técnico. Qualquer técnico que fica desempregado aí fora querem trazer para o Galo, sendo que todos já passaram por aqui e só o Cuca e o Levir deixaram saudades. Virge Maria! Até o Autuori? Cruz credo. Nossa bipolaridade está sem controle.

    1. Por pior que possa parecer, não existe no mercado nenhum técnico de renome disponível! Ou vocês acham que o Giacomini, o Micale ou, até mesmo, o Eduardo Batista (já mais tarimbado) vão conseguir controlar nossas “estrelas”?!?! Talvez trazendo o Autuori para Diretor de Futebol daria moral para o Roger lidar com os nossos “medalhões”.

  45. Pra começar a mudar o panorama do time, teria que começar a colocar no banco Robinho, Marcos Rocha e Rafael Carioca, que deveriam ser na verdade demitidos por justa causa. Não é assim com qualquer um de nós trabalhadores, quando não cumprimos nossas obrigações de trabalho? Então, como um jogador como o Robinho que ganha mais de 500 mil por mês, pode se aceitar a moleza e apatia deste jogador? É muito claro o problema do Galo: FALTA DE PULSO FIRME DESTA DIRETORIA. Se a diretoria contrata um jogador tão renomado e caro, é porque se espera que ele vá fazer a diferença nos jogos. E convenhamos: o que Robinho fez durante este ano inteiro? Ele não decidiu uma única partida, é figura totalmente apagada em todos os jogos. Para jogar o que ele tem jogado, seria melhor colocar alguém da base, pelo menos não se gastaria tanto dinheiro e certamente teríamos ao menos mais vontade em campo. Sou a favor de se observar mais a garotada do Sub 20 e dar cada vez mais chances a eles, pois estes sim, querem mostrar serviço. Robinho é um acomodado que já está rico, quase em final de carreira, não quer mais saber de nada. As atitudes dele mostram isso. Só a diretoria que não enxerga. O que a torcida deve fazer é ter um mínimo de bom senso e não ir aos próximos jogos, melhor forma de protesto à falta de compromisso deste time. Pra nós trabalhadores, não é fácil ganhar dinheiro. Somos mal remunerados comparados a estes jogadores e somos cobrados o tempo inteiro. Portanto, eu não gasto um centavo para pagar Robinho, Rafael Carioca,Marcos Rocha e Cia. Meu dinheiro é muito suado, se eu não valorizar, quem irá valorizar? Esses jogadores, só valorizam o seu próprio ego e sua mordomias. É preciso ser menos fanático e mais racional neste momento.

  46. O Atlético tem que desfazer destes tidos como medalhões, mas que na verdade são apenas mercenarios . Fica apenas Casares, este dá o sangue. buscar jogadores na base, e sondar a 2º divisão , assim como os campeonatos estaduais é a melhor opção. Encontra-se craques com raça. Vamos nessa.

  47. Autuori, rapaz você tem memória curta mesmo. Só se for como diretor de futebol. Deixa o Roger no comando e o Autuori de diretor, mas como técnico jamais!

  48. Bom dia Eduardo! Nem me fale de Ado. Sofri muito com esse frangueiro. Se você reparar bem, os caras de fora que deram certo aqui no Galo, não vieram badalados. Tardelli era refugo de São Paulo e Flamengo, marcado por indisciplina. Marques e Guilherme não eram lá essas coisas até vestirem a camisa do Galo…o próprio R10, arrisco a dizer que se ele viesse pro Galo com festas, torcida lotando o aeroporto, etc, seria mais um fiasco. A verdade é que elei veio ferido, em baixa com a opinião pública. Lembra, que foram feitas enquetes pra saber quais torcidas o queriam em seu time e ninguém queria? Então, chegou no maior de Minas de crista baixa, precisando provar que ainda era o R10, e o Galão levantou novamente esse gênio da bola. A verdade é que os grandes clubes, como Galo e flamengo, não aprendem a lição. As seleções que flamengo, Galo e Palmeiras montaram, não chegam nem na unha do acertado time do Corinthians, que era considerado no início do ano como a quarta força paulista, e agora, tudo indica que será campeão com “cinquenta” rodadas de antecedência. Infelizmente montamos de novo uma “seleGalo”. Lembro-me que o Galo ficou tão endividado depois dessa “proeza”…Chega!!

    1. Se sou presidente do Galo fazia de tudo pra trazer Tardelli ano que vem e mandava o Robinho de volta pro Santos.

  49. Deus me livre, Autuori é absurdo. Também é absurdo não querer ver que o time tem oscilado muito e não é o fato de que por estar ainda na libertadores e na Copa do Brasil não precisa ser cobrado e está tudo bem. Também não podemos trazer o exemplo de que a geração de Eder, Reinaldo e companhia, por não ter ganho nada, exime a atual de não gerar resultados. Passei como todos os outros por momentos pífios do GALO, sai do Pará para ir ao Mineirão ver o jogo do titulo da libertadores, e por isso mesmo, exijo que os profissionais hoje atuantes no GALO façam diferente e na medida do que custam e da estrutura que tem. Não dá para passar a mão e achar que está tudo bem. Se assim o fizermos, estaremos cavando a derrocada dos mata a mata que estão por vir. Se jogarem como agora, passam por Botafogo e Jorge, mais ficam na próxima fase e ai não teremos mais tempo para nada, a não ser repensar o próximo ano. Lógico que os times tem jogado fechado e explorando os contra ataques, essa é a estratégia do GALO também em seus jogos fora. Problema é que temos atletas cansados, experientes e sem nenhum velocista. Robinho nunca será Bernard que marcava para Ronaldinho e se posicionava para receber o passe. Elias nunca será Tardelli, que marcava e arrancava com velocidade. Nenhum dos outros que temos no elenco conseguem fazer essa função (Marlone, Valdivia, Otero), não conheço, a não ser no sub 20, algum que possa fazer isso. Não cito o capixaba, pois a meu ver já deveria ter tido o contrato rescindido, assim também como deveria ser com Mansur e Leleu, hoje além dos salários custam hospedagem e alimentação, já rodaram o mundo e não deram retorno. Não deveriam estar mais. Voltando a nosso problema em casa, já que fora e do elenco é falta de velocistas, para quando precisarmos do contra ataque. Em casa o problema é infiltrar na defesa adversária e não sofrer o contra ataque. Pra isso sugiro: 1) avalie os vídeos dos jogos que perdemos, vejam como estávamos posicionados nos momentos dos contra ataques, treinem essa recomposição. Lógico, com o devido descanso na semana, por isso é preciso mesclar mais. Será que nosso treinador tem coragem de fazer? 2- Para entrar nas defesas temos duas opções; a) chute de fora, para isso é preciso espaço; treinem a movimentação da equipe, assim como se faz no futsal; a) treinar tabelas e infiltrações, essas podem ser também como no futsal, precisam ser desenhadas no campo e repetidas com insistência para que se tornem automáticas e cada vez mais rápidas, só assim serão produtivas. Enfim, meio desabafo, meio esperança que dê certo e ajude, é o meu sentimento.

    1. Olá Galopará, tão longe e sofrendo como nós que estamos aqui pertinho. Boas sugestões as suas. Sugestões que por sinal já foram feitas de várias formas por vários de nosso amiblogs. Parece que todo mundo sabe o que pode melhorar o Galo, só o RM não sabe ou insiste em contrariar todo mundo. Esquenta não. Burrice e teimosia têm limites. Uma hora ele cansa e começa a acertar. Não adianta tentar com outro tem que ser com ele mesmo. Um abraço.

  50. Bom dia Eduardo!
    Na minha modesta opinião, o Roger tem que ter mais coragem para tentar uma mudança radical, já que o que ele tá escalando não vem dando resultados. Que tal tentar o time com dois volantes brucutus, formando o time com Victor, Rocha, Bremer, Gabriel, Fábio Santos, Adilson, Roger Bernardo, Elias, Cazares, Valdívia ou Marlone e Fred. Deixa Robinho descansar, pois descansado para uma eventual mata mata ele pode render. Já trocamos de técnicos outras vezes e não adiantou nada e não vai ser agora prestes as decisões que será a solução. O técnico tem que ter peito e tentar tudo que tem no elenco, procurando acertar e não se omitir. Aí que tá faltando o tal diretor para exigir essas mudanças, claro não escalando time, mas orientando o nosso treinador tentar outra solução.

    1. Robinho Mata-Mata. Mata todas as jogadas de ataque do Galo. Mata o resto do time que tem correr depois de cada dominada errada dele. Mata a gente de raiva. Deixa ele descansar. Enquanto isso, ele para com esse mata-mata.

  51. Autuori? Só pode ser brincadeira….Esqueceu que ele esteve aqui há pouco tempo e foi uma péssima passagem? Inclusive, quase ninguém queria ele no Galo e podemos dizer que ele era um dos ex-técnicos em atividade, bom que agora resolveu não ser mais treinador. O melhor técnico para o Galo hoje seria o Cuca ou o Levir Culpi, ambos que a nossa incompetente diretoria deixou escapar. Um técnico que não tem comando, uma diretoria que não cobra dos jogadores e jogadores descompromissados = eliminação, decepção e sem títulos.

    1. Por pior que possa parecer, não existe no mercado nenhum técnico de renome disponível! Ou vocês acham que o Giacomini, o Micale ou, até mesmo, o Eduardo Batista (já mais tarimbado) vão conseguir controlar nossas “estrelas”?!?!

  52. O segundo semestre chegou e uma nova fase do futebol brasileiro e sul-americano começa. Jogadores em evidência no Brasil devem sair. O Coringão mesmo sofre o risco de sofre uma debandada assim como Grêmio, Flamengo e Palmeiras que não se reencontrou com Cuca. O mesmo pode acontecer com outros times da Libertadores. O próprio River perdeu vários jogadores por doping. Infelizmente esta janela não vai trazer nenhuma notícia boa para o Galão. Vamos ter que aguentar Robinho, Fred, Carioca. Marcos Rocha, dentre outros. Estão tão ruins que nem se fala em proposta nesta janela. Lendo os comentários aqui muita gente pedindo a cabeça do Roger. Se houvesse algum bom técnico sobrando tudo bem, mas fazer experiências com nomes que são citados nos comentários, é melhor ficar com RM mesmo. Ele pegou um time mal formado por compras mais midiáticas do que por razões futebolísticas e ate nisto foi incompetência (vide o cado do Robinho com a fornecedora que ninguém conhecia). Espero que tenha sido só incompetência mesmo. No meu entender, a Libertadores e a CB deveriam ter prioridade neste momento e o Brasileirão monitorado para não corrermos riscos. É hora de começar o plantel do ano que vem. Com o salário de Robinho o Galo consegue 3 jogadores de nível. O mesmo no caso de Fred. Deve se priorizar a entrada de Adilson, Roger Bernardo e Blanco para que tenhamos ideia do valor destes jogadores. É melhor conhecermos eles agora para termos uma grata surpresa ou para preparar a barca para o ano que vem. Estes três próximos jogos podem ser considerados mais fáceis (apesar de não ter mais jogo fácil para o Galo, principalmente no saudoso Horto). estamos na fase de pré contratos e não vejo também movimentação da diretoria do Galo em buscar reforços. se este time de idosos não está dando conta este ano, imagina um ano mais velho. Eu daria mais tempo ao Roger desde que ele tenha coragem de testa um time titular alternativo. Não é por um time num jogo e falar aí, não deu. Colocar um time para jogar 3,4 partidas para dar ritmo e adaptação. Por que não dar chances para uma formação como já foi comentado aqui< com Roger B., Adilson e Blanco no meio e Cazares, Fred e Marlone que tem feito boas apresentações. Até me mostrarem o contrato de Fred e Robinho, continuo afirmando que existe cláusula de titularidade, principalmente no segundo. Deixem o Roger opinar sobre o elenco do ano que vem, trazer jogadores que tenham o mesmo jeito de jogar dele (como jogador e treinador) e do Galo. Raça e dedicação. Este time do Grêmio foi montado por ele. Eu pergunto: Tem um cone lá na frente esperando bola? Tem um Robinho parado lá na frente querendo fazer gracinha e perdendo tudo? Tem jogador de meio de campo com a mão na cintura e fazendo cara de enjoo? Tem jogador de meio de campo com barriga de fazer inveja ao Walter? Não para todas. Se eu fosse o amigo do Mickey tentava salvar a carreira fora e dentro do Galo. Não adianta visitar tem que tomar atitudes.

    1. Boa Carlos Lima. Não pude deixar de te responder. Onde eu assino? Você fez uma excelente análise e crítica. Infelizmente não adianta ficar fazendo campanha Fora Roger, Fora Fred, Fora Robinho. É superarmos as contratações mais midiáticas que futebolísticas (e nem culpo totalmente o presidente inexperiente, penso que ele imaginou que, se deu certo com Kalil, vai dar certo comigo), tentar um título na Libertadores ou na CB, ficarmos numa posição boa (G6) no Brasileiro (pra garantir a Liberta do próximo ano) e já irmos montando o time pro próximo ano. Saudações Atleticanas.

    2. Excelente comentário, Carlos.
      Muito coerente e realista!
      Eu só discordo na questão do Roger Machado!
      Acho que ele já demonstrou sua teimosia e que está perdido!
      Acho que insistir com ele não vai dar em muita coisa!
      Além de inventar o pior erro do Roger é não reconhecer que o Brasileiro já era, que não dá pra disputar tudo e usar este campeonato para fazer experiências no time e poupar também os titulares, tentando se manter ali entre G5 e G10, pra no final do ano correr atrás de vaga na Libertadores não tenhamos sucesso na CB e LA.
      Esta teimosia do RM pode nos custar muito caro! Além das eliminações, pode nos custar um 2018 sem disputar Libertadores!
      Acorda, Roger!
      Ou então pede pra sair!

  53. Que tal um time com Victor, M. Rocha, Bremer, Gabriel e Leonan, Adilson, Roger Bernando, Elias e Cazares, Valdivia e Marlone. Acaba com essa história de Robinho e Fred que já deram o que tinha de dar.

  54. Amigos atleticanos, o Galo desse ano tá dando uma canseira danada. E as perspectivas parece não serem das melhores. Treinador fraco, diretores incompetentes e omissos, atletas descompromissados. Mas ganham do Cruzeiro e, para grande parte da torcida, isso basta. Não pra mim. Esteja enganado eu e vejo duas eliminações à vista e um 14o lugar no Brasileirão de um time só. Providências urgentes, diretoria!

    1. Muito bem colocado, Roberto!
      Aos iludidos de plantão, basta vencer as Marias e tudo está lindo!
      Nosso time não engrena desde o começo do ano!
      Podemos contar nos dedos as poucas partidas boas que fizemos em 2017!
      Além de iludidos, essa turma tem memória curta!
      Esquecem que o time não ganha dentro de casa de quase ninguém no Brasileiro!
      Que passou vergonha contra Fluminense, Ponte, Vitoria, Atletico-PR, Sport, Santos!
      Isso sem contar que já devem ter esquecido também do vexame na final da CB ano passado, com praticamente esse mesmo time, levando de 3 dentro de casa.
      Aí essa turma de iludidos vem aqui chamar os outros de bipolar e corneteiros só pq perdeu do Santos!
      Mas o que importa é que ganhou o Mineiro e o clássico no Brasileiro!
      Pra que ganhar mais alguma coisa?

  55. Vitor, Marcos Rocha, Bremer e Gabriel, Fabio Santos, Adilson e Roger Bernardo, Elias( ou Blanco) Cazares, Valdivia e Fred. Porque não tentar?

  56. O que eu vejo é que o técnico tenta resolver os problemas apresentados pelo time durante o jogo. Ninguém obedece ou presta atenção. Vimos diversas vezes a jogadaser interrompida por um erro de passe ou uma perda de bolae os outros que etava acompanhando viram as costas e preferem reclamar do que tentar recuperar a bola, isto é individualismo e jogador de pelada master. Falta treinamento de situações de jogo. Na falta que tomamos o gol do Santospresenti que íamos tomar o gol, barreira mal formada, displicente, o primeiro homem o baixinho Elias, fica fácil passar a bola por cima dele de curva jogando do outro lado e ele nem fez questão de subir, todos estavam entregues naquele momento, correram muito , desarticulados, e pouco efetivos. Sinceramente pareciam um amontoados de jogadores sem função tática. Marcos Rocha precisa entender que é bom de avanços para surpreender nas tomadas de bola mas não é a primeira vez que ele toma um baile deste Bruno Henrique. Quando ele pegar um atacante mais rápido que ele tem que mudar o estilo, aí o técnico pode orientar. É melhor jogar com Carioca, Adilson, Roger e Elias pela direita. vamos Galo.

  57. Bom dia, Eduardo! Não acho que estão velhos, mas, sim, mais “experientes! Esses “medalhões”, se compromissados, ganhariam fácil todos os campeonatos que estamos disputando! Bastaria ter um comando mais firme, com uma Diretoria atuante e um técnico experiente e capaz de lidar com esses caras! Infelizmente, como já disseram acima, o Roger me lembra muito o “Tite” quando de sua infeliz passagem pelo GALO! Muita conversa e pouca atitude! Para arrumar todo o estrago feito até agora, que tal termos uma Diretoria mais presente, dispensar o Roger e trazer o Autori, técnico renomado e com experiência de campeão, para lidar com esses figurões?!?! Que saudade do Kalil!!!! SAUDAÇÕES ATLETICANAS!!!!

      1. Por pior que possa parecer, não existe no mercado nenhum técnico de renome disponível! Ou vocês acham que o Giacomini, o Micale ou, até mesmo, o Eduardo Batista (já mais tarimbado) vão conseguir controlar nossas “estrelas”?!?!

      1. Por pior que possa parecer, não existe no mercado nenhum técnico de renome disponível! Ou vocês acham que o Giacomini, o Micale ou, até mesmo, o Eduardo Batista (já mais tarimbado) vão conseguir controlar nossas “estrelas”?!?!

  58. Bom dia!

    Se eu morasse na capital ou próximo (moro no sul de Minas) deixaria de ir ao estádio… Gostaria de ver os medalhões sentir na pele não ter platéia..no jogo com o Santos o Fred foi até aplaudido ,onde está a pressão?

    1. Pensar assim, é ser contra o Galo, pois além de não adiantar nada tal boicote, ainda reduz a arrecadação do time; os adversários percebem que a torcida está ausente, etc. Gostei demais da postura da torcida na partida: incentivou e aplaudiu: no final um sonoro: “time sem vergonha”. Isso sim é fazer pressão, é só se consegue isso indo ao estádio, e fazendo os jogadores sentirem o “bafo quente” da torcida. Se os torcedores aplaudiram o Fred é porque viram motivos para tal ou porque quiseram demonstrar um “voto de confiança” nele. SAN

  59. Bom dia Eduardo e Amigos. Se o Galo tivesse colocado a garotada pra jogar e tivesse perdendo, estari aqui voce escrevendo que estavam queimando os meninos. Ao contrario de sua opinião, e eu a respeito claro, o meu 2017 continua sendo muito bom em relação ao Galo. Fomos campeões mineiros em cima do Rival, vencemos novamente o rival no Brasileiro, estamos vivos em tres competições embora ocilando ainda no brasileiro, normal para quem visivelmente opitou pelas outras duas. A unica coisa estranha é o desempenho decepcionante em casa, mas se fosse ao contrario estariamos falando do mal desempenho fora. Após a vitoria contra o Cruzeiro eu perguntei aqui onde estão os fora Roger? Não li um comentario sobre isso, porque estavam esperando um tropeço pra voltar com a ladainha. Vencemos apertado o Avai por 1 x 0, um absurdo..pois é, o time de futebol mais vistoso, o Gremio perdeu em casa para o Avai por 2 x 0, este mesmo Avai que ontem em casa levou de 4 do limitado Coritiba…este é o Brasileiro. Eu como acredito que a maioria aqui, são do tempo de Cerezo, Reinado, Eder, Luisinho e cia…e oque ganhamos alem do mineiro? Hoje, depois de Copa do Brasil, Libertadores com jogadores muito mais a quem desses idolos, passamos a ser por demais exigentes, porque perdemos um jogo depois de 4 sem perder. Quando se ganha, todo mundo corre, todo mundo tem brio, quando perde, os medalhões são isso, o tecnico é inexperiente, falta coração. A incoerência é marca dos que torcem para o time que vence e joga pedra no que oscila. Adilson esta sendo preservado para libertadores, mas a pressão dos que querem tudo vai fazer o treinador coloca-lo mais cedo, eu, continuo com a opinião que se vir a libertadores, não tou nem ai para o Brasileiro, é só brigar pra ficar entre os 6, mas se ganhar a copa do Brasil também, ai meu amigo, é só não ficar no Z4, meu 2017 eu tenho certeza vai ser melhor ainda do que eta sendo.

    1. Poxa Luciano, eu tinha desistido de postar este ano pois meu sentimento é EXATAMENTE o que você escreveu. Mas depois de ver que não sou o único “idiota” a pensar que o objetivo do galo é e deve ser sempre a Libertadores, me senti na obrigação de congratulá-lo pelo post tão coerente e focado. Não que eu não respeite a opinião dos outros, mas como, as vezes, sou muito rude nos meus comentários (anteriormente fui até sem educação para com todos os leitores e comentarista daqui) achei que seria melhor me tornar apenas um leitor e esperar até que o nosso galo volte para os trilhos e todos se acalmem.
      Parabéns novamente pelo seu texto sucinto e confortador.

      1. Luciano e Pinduka, me identifico totalmente com seus comentários.Como disse antes, essa bipolaridade (na vitória todos são ótimos, é Pelezares daqui, é deixaram o Papai chegar dali, Robigol pra lá. Na derrota são todos mercenários, interessados apenas em dinheiro…) as vezes é contraproducente: prefiro ter prudência e calma na crítica pra depois não ter que voltar aqui é dizer: “queimei a língua”. Ora dizer isso é muito pouco frente às ofensas pesadas ditas por alguns sem o menor constrangimento (diferente de críticas bem colocadas, que devem sim ser ditas, da cobrança de uma posturas comprometida e séria dos jogadores, que devem ser feitas). Ontem, por exemplo, tinha torcedor que sugeriu até dar porrada na cara de jogador (sei que é da boca pra fora, mas mesmo assim, dá licença viu? Não é por aí). Mas vou procurar ficar mais na minha, deixar o festival de choro passar (sim, claro que o resultado contra o Santos foi decepcionante, mas ninguém pode negar que o time buscou o tempo todo a vitória, ao menos no primeiro tempo, mas com a fatalidade do pênalti cobrado displicentemente por Fred (e não o crucifico e nem digo Fora Fred, pois sei que ainda vou vê-lo ainda trazer muitas alegrias pra gente, podem me cobrar depois os que gostam de chama-lo de cone), a insegurança e o “desespero” pra fazer o gol prejudicaram todo o segundo tempo. Mas é isso, nem ligo mais por ser tratado como iludido, cego, puxa-saco de treinador. No fundo eu sei que todos aqui querem o melhor para o Galo, mas é bom ver outros torcedores pensando fora do modo “corneta” ligado no máximo. SAN.

        1. Luciano, Pinduka e Denilson, fecho com vcs…..os mesmos que reclamam do time, são os que estavam eufóricos com a vitória no clássico….

        2. Boa tarde, Massa!!! Finalmente posts coerentes e Sensatos. Comungo do mesmo pensamento de vocês, essa tal “bipolaridade Atleticana” enche o saco. Parabéns ao Luciano, Pinduka e Denilson. E vamos que Vamos Galooooo!!!!!

    2. Se sua análise de que o Galo está bem é em cima de vitorias em cima do rival, vc deveria repensar isso ai. Contentar se com pouco. olha nossa posição na tabela e olha a do rival. olho nossos titulos. nao adianta. roger não é tecnico que se identifica com o galo. fred, robinho não são jogadores profissionais mais. enquanto fred for titular não ganhamos po**a nenhuma. vi um comentario ai sobre o ronaldinho ser a unica contratação de peso do kalil. faz sentido, no galo hoje fica essas “estrelas decadentes” disputando quem chama mais atenção da imprensa e esquecem de jogar bola.

    3. Luciano, Parabéns por externar o sentimento da maioria dos “torcedores” de verdade. Que me perdoe os cornetas de plantão, mas estão estragando a verdadeira torcida Torcida Atleticana. Depois dos últimos títulos, ficou muito exigente, pra não dizer chata. Com todo o respeito aos demais torcedores, e acho que tem alguns infiltrados, só pode… nao vou mais vir aqui depois das derrotas… bipolaridade e incoerência é ‘mato’.

      1. Não existe isto de somente alguns mais tolerantes serem “verdadeiros torcedores”. Todos que entram aqui são torcedores de verdade, mas com caraterísticas diferentes. Por isto o blog é legal e não devemos nos ofender uns aos outros e nem chamar de lixo outros comentários diferentes da nossa opinião. Todos aqui queremos o Galo jogando bem e ganhando títulos. Vamos ser mais gentis, pessoal.

    4. Boa Luciano, apesar de ler o blog todos os dias parei de comentar em notar que na verdade tem algumas pessoas que parecem torcer para as coisas da errado para o Roger sair. Muito estranho isso, falta e jogadores ter mais vontade, problema não e tático problema e querer, porque quando quer eles jogam. Seu comentário representa minha opinião.
      Galooooooooooooo

  60. Excelente colocação Eduardo! A diretoria deve mudar sua estratégia para a próxima temporada, está bem claro para todos (espero que para a diretoria também) que um time formado por sua maioria por “medalhões” não vai a lugar nenhum (pode ser que consigam chegar à série B). Talvez você ter um ou dois jogares mais badalados, mas que estejam jogando o fino da bola, pode agregar em muito a um time mais jovem. Agora contratar jogadores em fim de carreira somente por ter nome é coisa de time “pequeno”.

  61. O Exemplo começa de cima, se o comando é fraco, o que esperar dos malandros em campo, jogam quando querem? E digo comando não é só técnico não…é a turma toda. Mas o que ainda mais me irrita é como nosso técnico é um conversinha mansa tipo os tites da vida

  62. Bom dia Eduardo
    Eu trocaria Robinho e Fred por Trardelli! Esse sim tem identidade com o Galo e não sai de campo rindo e abraçando “amigos” como se nada tivesse acontecido depois de um vexame
    Como trazer Tardelli em 2017 parece impossível , sugiro colocar Robinho e Fred na reserva até acabar os milionários contratos ou buscar uma recisão amigável .
    Galo gasta mais de um milhão por mês com esses dois e o atleticano prefere falar do Bremer que é uma grata revelação e até do jovem mancini
    As duas melhores contratações , ao lado de Elias são Roger bernardo e Adilson … que o nosso brilhante treinador deixa no banco para colocar Iago e “ponta direita” e Carioca de “marcador ”

    Saudades eu tenho do Levir
    Esse sim não tem medo de colocar medalhões improdutivos no banco

    1. Concordo quanto a entrada do Adilson, mas ainda não entendi a não escalação do Roger Bernardo. Ele fez o lançamento pro Elias dar, de cabeça, o passe pro Cazares no terceiro gol no clássico. Jogou bem, deu mais segurança pra zaga. Até agora não entendi o por que do Roger não escalar o trio de volancia com Adilson, Roger Bernardo e Elias. Com dois marcadores natos, muito melhores que Rafael Carioca que joga bem, passa bem, mas não marca ninguém. Ele é um bom desarmador, mas se o adversário recebe e toca rápido e já passa pra receber, o Carioca fica pra trás. Com dois marcadores melhores, como os que citei, os laterais terão mais segurança e espaço pra atacarem, pois terão cobertura. Foi assim em 2013, com Pierre e o General na volancia, fazendo a cobertura dos laterais. Assim até o Elias terá mais liberdade pra fazer o que ele sabe, que é sair pro jogo, aparecer no ataque e fazer gols, como elemento surpresa. Contra o Xará goianiense não teremos o Fábio Santos. Eu escalaria assim: Victor, Marcos Rocha, Bremer, Gabriel e Leonan ( Danilo não pelo amor de Deus ); Adilson, Roger Bernardo e Elias; Cazares, Valdivia ou Otero e He-man. Deixar o Robinho, o Fred e o Carioca no banco e não colocá-los em campo. Pra cima deles Galoooo

    2. Parem de falar de Tardelli! Quando voltar já não terá a mesma velocidade! Foi só abanar $ que ele saiu do Galo 2x. Concordo que estes 2 aí podem sumir, mas Tardelli não será solução mais.

  63. Bom dia Massa prova disso foi o próprio Santos que ganhou do Galo com metade do time formado por garotos, a diferença da base do Santos em relação aos outros é apenas a coragem de por pra jogar no lugar dos “experientes” além do incentivo que eles dão pro garoto partir pra cima dos zagueiros, eu sei que é uma estratégia deles para enganar os europeus e vender caro depois como se fosse o novo Pelé mas o importante é que funciona.

  64. Bom dia, Eduardo, atleticanas e atleticanos que transformaram este blog num muro de lamentações. Acho que nem quando a seleção de Israel perde há tanto choro e ranger de dentes. Você está certo Eduardo ao preferir a “garra” dos garotos da base. Garra que dura até que eles encham o bolso e depois viram um Marcos Rocha da vida. O Fred, o Robinho, o Fábio Santos, o Elias também já foram garotos da base e jogavam com o coração na chuteira. O problema não está exatamente neles, embora seja também uma questão de caráter. Ao assinar o contrato eles prometem o que depois não entregam, ou seja, iludem com o propósito de auferir ganho. Há no Código Penal um artigo que conceitua esse comportamento. Como isso acontece há anos e você lembrou o Araxá e o próprio Galo, os maiores responsáveis por essa situação são os dirigentes que os contratam sabendo que essa é uma possibilidade mais que hipotética. Mas, voltando ao Galo de hoje, não posso falar do jogo contra o Santos, porém vi aqui que foi a mesma coisa que está se transformando em rotina. O Aguirre e MO duraram seis meses e o Roger já está há sete o que significa que ele já esta fazendo hora extra. Mas, será que o problema é só o técnico? Claro que não. Por mais culpa ou responsabilidade que ele tenha nesse caso ele não está e não pode pagar sozinho. Porém cabe a ele dar um basta nisso. Ele tem em mãos um elenco bastante expressivo e embora não tanto qualificado quanto numeroso pode dar a ele alternativas capazes de modificar essa situação. E ele tem plena liberdade para fazer o que quiser tanto que está fazendo besteira atrás de besteira e ninguém cobra dele. Em sete meses ele não foi capaz de conhecer o seu elenco? Não sabe ainda quem pode ou não ser alternativa de mudanças? Se todos aqui no blog sabem como ele pode ignorar isso? Acho que não é só jogador que se acomoda. Técnicos também são ótimos profissionais para assinar contratos e “mansos” demais para entregar o serviço.

    1. É falta de cobrança do Presidente inexperiente, Diretor inexperiente (Andre Figueiredo – para o tamanho do galo não dá) e do treinador fazendo estagio(fala bonito mas atua pouco).
      E quanto a jogador mais velho descompromissado é caráter. Porque não acontece com o Zé Roberto no Palmeiras, ele sabe se não jogar esta fora, só que no Galo não acontece, eles tem cadeira cativa.

    2. Paulo, peço licença para alterar a ordem do seu texto:
      “…Mas, será que o problema é só o técnico? Claro que não. Por mais culpa ou responsabilidade que ele tenha nesse caso ele não está e não pode pagar sozinho. Porém cabe a ele dar um basta nisso. Ele tem em mãos um elenco bastante expressivo e embora não tanto qualificado quanto numeroso pode dar a ele alternativas capazes de modificar essa situação. E ele tem plena liberdade para fazer o que quiser tanto que está fazendo besteira atrás de besteira e ninguém cobra dele. Em sete meses ele não foi capaz de conhecer o seu elenco? Não sabe ainda quem pode ou não ser alternativa de mudanças? Se todos aqui no blog sabem como ele pode ignorar isso? Acho que não é só jogador que se acomoda. Técnicos também são ótimos profissionais para assinar contratos e “mansos” demais para entregar o serviço… ”
      A torcida se irritou com o Levir quando o time começou a cair de rendimento, não conseguindo manter-se a caça do líder, e o treinador bradava que não entendia as críticas pois já havia vencido a Copa do Brasil no ano anterior, o mineiro daquele ano e que o time estava entre os primeiros colocados no Nacional.
      Nas entrevistas dadas ao Superesportes no domingo e a rádio 98 ontem, Marcelo também citou as críticas mesmo com “a chegada a final da CB e o 4 lugar no brasileiro”. Interessante é que em ambas o treinador reconhece que não fez uma bom trabalho no Galo, pois “não fluiu”.
      Roger, displicentemente, se apega a classificação da Libertadores e a conquista do Mineiro para explicar que seu trabalho está no caminho certo.
      Cuca foi vice-campeão brasileiro, num campeonato que a CBF não deixou o Galo vencer. Disse, após a vitória no último clássico de 2012, que comemoraria a sim a classificação direta a fase de grupos, mas que o trabalho estava somente começando. Ao fim da partida do bi-campeonato mineiro, disse que a comemoração deveria ser breve, pois tinham compromisso na libertadores no meio de semana. Contudo, disputou o mundial já acertado com o futebol chinês. Talvez por isso o resultado decepcionante. Talvez por isso essa ressalva feita pela torcida ao Cuca.
      Dito isso:
      “O Aguirre e MO duraram seis meses e o Roger já está há sete o que significa que ele já esta fazendo hora extra…”

  65. Caro Eduardo, o nosso Time é na frente é muito velho. Cansa rapidamente. Quando foi buscar nomes para preencher o nosso Galo. Kalil buscou um só jogador Ronaldinho Gaúcho. O rapaz era líder. Criou uma identidade com a torcida. A gente ia no campo para ver Ele joga. Robinho, Elias e Fred não têm essa liderança. A nossa defesa, desde do ano passado, estava ruim. O Técnico é fraco. Não deu ritmo aos reservas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.