Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Entre tapas e beijos o Galo vai para cima

Os últimos dias, em função dos resultados que não estão aparecendo em campo, foram intensos na vida do Atleticano. Depois das conquistas do ano passado e aquelas duas menores deste início de temporada – mineiro e Supercopa – a expectativa da Massa era de o Galo fazer 15 pontos nas cinco primeiras rodadas. Isso mesmo, conversei com vários amiGalos, e eu mesmo me alinhava a tal projeção.

No entanto, o Coritiba e Goiás (empates) e América (derrota) no meio do caminho causaram e todo esse estrago. Afinal, foram sete pontos – a nosso juízo, atirados pelo ralo – em que pese fatos que sempre denuncio do “esquema da cbf/tv” para prejudicar ao nosso time. Isso é histórico, eu vivi e sofri muito dessa ação inescrupulosa de gente que agiu como bandidos. Porém o time, nestes jogos e até mesmo nas duas primeiras rodadas que venceu, não mostrou o futebol vistoso que a Massa aprendeu a apreciar.

Tudo bem, o temos momentos de instabilidade – coletiva ou individual – e é preciso compreender e conviver com essas adversidades. O empate do meio da semana, salvo fatos estranhos que ocorreram, é absolutamente normal. O Bragantino é um time chato de ser batido em seus domínios. A equipe, embora ainda distante do Galo/2021, fez talvez o melhor jogo no Campeonato Brasileiro. Mas apesar de achar o empate normal, não podemos deixar de denunciar que fomos “roubados” naquele lance da penalidade marcada e depois desconsiderada. O fato é uma evidência irrefutável do esquema cbf/tv contra o Galo.

Mutatis mutandis esse assunto é para a prateleira de cima. Nós, mortais torcedores – no caso Atleticanos –, seguiremos vítimas dessa ação vergonhosa capitaneada pela dupla que detonou o futebol brasileiro nos tempos recentes. Não é por acaso que a nossa seleção não ganha uma Copa do Mundo desde 2002. São vinte anos, sendo quatro competições e esse ano vamos para a quinta edição pós aquela conquista. Adicione-se aos vexames, o time brasileiro costumeiramente passa pela fase de grupos e morre no mata-mata, a goleada em casa para a Alemanha por sete a um em 2014 prova isso.

Outros ocorreram, como perder a Copa América para a Argentina, também no Brasil, ano passado. Toda essa responsabilidade é da cbf, que trata o futebol brasileiro aos interesses comerciais de uma emissora de televisão que tem o Rio de Janeiro e São Paulo como seus dois principais mercado e interesse comercial. Cabe a diretoria agir, como fez ano passado, exigindo respeito e equidade nas ações da cbf. Desde a arbitragem, decisões internas e administrativas e esse desavergonhado stjd. Gente que veste toga, mas não honra as calças que usam.

Temos de vencer os adversários e a maracutaia histórica da cbf. Para tanto, hoje, frente ao xará goianiense, é imprescindível o apoio do Atleticano na busca de mais três pontos. Apoiar e gritar o tempo todo. De olho no juiz – ao que vi um trio gaúcho que é outro estado vítima da cbf (em 2020 o Inter foi prejudicado e perdeu o título para o Flamídia). Se os tchês aprontarem vamos vaiar com toda força que advém dos pulmões, da garganta, do coração e da alma Atleticana. Sem fazer bobagem, afinal vaiar e homenagear a progenitora de juiz questionável, é direito inalienável do torcedor de qualquer equipe de futebol.

Acredito na vitória, creio na recuperação do time em campo e – consequentemente – dos pontos que deixaram escapar nas rodadas terceira, quarta e quinta do Brasileirão. Confio na diretoria e na intenção dos benfeitores Atleticanos, foi assim que costuramos as conquistas do ano passado. Tenho fé no bom elenco Atleticano e deposito toda minha esperança no treinador e nos jogadores que ele escolher para a missão de iniciar a reação e virar a chave neste Brasileirão.

Que assim seja!

12 thoughts to “Entre tapas e beijos o Galo vai para cima”

  1. Boa tarde xará e amigalos!
    É isso aí Gurú! Está na hora do time reagir e voltar a se impor no Brasileirão! Somos os últimos campeões brasileiros e Copa do Brasil. GALO tem que voltar a cantar alto!!!!!!

  2. Bom dia a todos. O fato é que precisamos deixar o extra campo de fora e focar no jogo e nos 3 pontos. Se jogarnos bem, não tem juiz, tv ou qq outro fdp p nos tirar a vitória. Pra isso, precisamos jogar bem e vencer.
    Basta isso. E temos time p vencer.

  3. Bom dia!
    Se para os jogadores o treinador é um cara bom, que deixa o ambiente lá dentro mais leve, que eles tratem de jogar pro treinador porque o ambiente aqui fora está tenso, pesado. Por mais que a diretoria diga que o treinador está prestigiado, a verdade é que a corda já está no pescoço do argentino. Se o Galo não ganhar hoje a cobra vai fumar.
    Só tem um jeito do Galo superar essa ORCRIM que envolve futebol e imprensa. Jogando muita bola.
    Espero que tenhamos um bom fim de sábado. Que o time nos ajude.

  4. Bom dia, prezados Atleticanos

    Brasileirão – jogo 07/38 – Atlético-GO (casa) – Todo adversário merece respeito, né? É verdade.

    Hoje será retranca brava. Ao invés de cuspir labaredas de fogo, o Dragão vai “engolir” fogo, tipo artista de circo. Vai esconder o jogo e apostar nos contra-ataques. Todo cuidado é pouco.

    O 2º tempo contra o Bragantino foi sensacional. A marcação esteve impecável. Eles, os jovens e talentosos rapazes, não deram 01 mísero chute a gol.

    Nossas chances criadas, com chuva e tudo, foram de alto nível de inteligência e a bola não entrou por detalhes. Foi bom curtir aquele 2º tempo e juntar força, esperança e confiança nestes craques acima da média, invejados Brasil afora. Um timaço.

    Nossos pontos perdidos: 05 (casa) e 04 (fora), num total de 18/114 pontos disputados. Ganhar em casa, Gaalôôô!

  5. Bom dia!!!

    Galo x Dragão

    O Atlético Goianiense:

    O campeão goiano objetiva repetir as duas últimas temporadas quando jogou o suficiente para permanecer longe da zona de rebaixamento e conquistar vaga na Copa Sul-Americana.

    Na Sula o Dragão vai bem e se encontra como 1º colocado no grupo “F” (3V e 1d).

    Na Copa do Brasil, no meio de semana, conseguiu vaga para as oitavas de final após bater o Cuiabá nos pênaltis (3 a 5) na Arena Pantanal depois de empate de 0 a 0 no tempo normal.

    No Brasileirão, o Dragão vem mal e é penúltimo colocado com apenas três pontos (3E e 2d). Fez três gols e tomou 8, tendo saldo negativo de 5. O aproveitamento, de apenas 20%, é muito baixo e já preocupa muito pela assombração de queda de divisão.

    Os três empates foram contra o Fla, SP e o Cuiabá. As derrotas foram de 0 a 4 para o Bragantino fora e para o rival Goiás de 1 a 0 jogando em casa no último domingo.

    Para o jogo contra o Galo o Dragão vai com o time completo, num 4-3-3, com dois desfalques por lesão (Dudu) e suspensão (Jorginho).

    O provável time do xará goianiense, do técnico Umberto Louzer, deve ser:

    Ronaldo;

    Hayner, Edson, Ramon Menezes e Jefferson;

    Baralhas, Marlon Freitas e Wellington Rato;

    Shaylon, Churín e Luiz Fernando (Léo Pereira).

    O Galo é muito favorito para a partida e tem que vencer, vencer e vencer.

    E vencer bem!

    No BR21 o CAM de Cuca, pela 8ª rodada, venceu fácil o Dragão por 4 a 1 no Mineirão com dois gols de Zaracho e dois gols de Nacho.

    Resta saber se o CAM do Turco conseguirá fazer um jogo tão bom quanto.

    Quero crer que sim e terá chegado a hora do Turco virar o desempenho do time como Cuca também fez ano passado nessa mesma altura da competição.

    Então, é dia para o Galo vencer (resultado), convencer (desempenho) e golear (para reverter e inverter a fase ruim).

    Estou apostando!!!

  6. Bom dia, Todos! Caro Blogueiro, a cerca de 2 anos conheci e comecei a escrever neste espaço. Acho ótimo os seus textos e de bom nível os comentários. Porém, neste ano em que as coisa não estão saindo da forma que queríamos o ambiente começou a ficar pesado aqui entre os torcedores, lembrando o ambiente político nacional que vivemos na atualidade. Sendo assim, resolvi me afastar daqui para evitar que meus comentários possam trazer tumulto e prejudicar o seu blog. Infelizmente, alguns torcedores, inclusive um que o substitui nas terças feiras, não consegue entender que mesmo torcendo pelo mesmo time teremos opiniões diferentes e precisamos ser respeitados por isso. Eles não entendem que somos torcedores, com nossas obrigações diárias, não somos diretores, treinadores e nem o presidente para contratar técnicos ou jogadores. Quero simplesmente torcer pelo meu time, xingar, estressar, gritar, mas acima de tudo continuar amando meu Galo. Sei que não farei muita falta e talvez nem leia meu desabafo, mas deixo aqui o meu abraço e minha admiração. Sucesso para Vc e para nosso Galo.

  7. Na minha opinião um dos fatores que o time caiu de produção foi no rodízio que no Turco fez o elenco não tem substitutos a altura dos titulares principalmente para o setor de meio de campo e ataque. Vejamos os jogadores que saíram, alguns contestados mas que foram importantes nas competições de 2021. Foram, Yoram , Nathan, Dylan, Diego Costa, os que chegaram não tem as mesmas qualidades dos que saíram. Faltam substitutos a altura para Alan, Jair, Zaracho e Nacho.

    1. Até acho o Otávio um substituto à altura de Jair e Allan. Mas realmente faltam outros.

  8. A recorrente e usual bandalheira, do conluio globolixo /cbf , nesta ano de 2022 , entrou com tudo. Nota se claramente e somente um cego nao enxerga , o objetivo de frear nosso time. Nosso time , vencedor e em sinergia com a mais fantastica torcida do planeta , tem que ser detido, haja visto o ultimo jogo, onde a regra do futebol foi subvertida, escandalosamente , descaradamente. O nosso time , dominando , passando o rodo nos times do eixo , nao pode. Ruim pros negocios do crime organizado . que somente temem a opiniao publica , igualmente pessima pros “negocios” . Portanto , a diretoria, com fez no ano passado , se manifestar e nao poupar adjetivos pra esta gente , botar a boca no trombone ; denunciar, exigir , se rebelar. Hulk , a bola da vez , estao maquinando uma maneira de sacar o melhor jogador da America , com o claro objetivo de nos prejudicar. Tudo isto que escrevo nao pode ser encarado como uma desculpa pelo nosso vacilante momento. Acredito e muito nesta diretoria e apoiadores , que me representam, como torcedor que sou, acredito nos jogadores e comissao tecnica, acredito que engrenaremos . Nossa volta por cima , contra o bragantino somente nao aconteceu porque todos viram a imoralidade em campo , atuando ; o time jogou um segundo tempo primoroso, intenso com pegada, procurando o placar favoravel. Como em 2021. Galo sempre, contra tudo e todos, ate a morte

  9. Bom dia Massa e Guru

    Se o time fizer em campo o que precisa ser feito, nem CBF,nem TV vagabunda, nem o sujo do STJD, nem a imprensa do eixo, serão capazes de interferir no nosso destino de sermos campeões.
    Mas ajudaria muito se o fogo amigo apagasse. Fogo amigo? Sim, são aqueles ditos atleticanos que estão torcendo por más atuações e até derrota do time só para derrubar o técnico e convencer que eles estão certos.
    Em particular a TV não há mais nada a comentar, pois o programa de esportes aqui de Minas já virou o programa das Marias, babando o gorduxo e seu time descaradamente todos os dias. O pior é que tem rádio de atleticano entrando no mesmo embalo.
    Uma vergonha como diria Boris Casoy!

    1. Prezado JBHGALO
      Atualmente quase não assisto o GE da Globolixo. Às vezes após os dias de jogos e na véspera. Cresce na minha cabeça a ideia do motivo da má vontade com o Galo: o fato de o Rubens Menin ser dono de canal de TV e estar envolvido diretamente com a administração do Galo. A CNN nem tem programa esportivo. Já não é de hoje que mostram indiferença. E ainda tem a diretoria deles no eixo Rio/São Paulo. Acho que só pensam em dinheiro e manipulação, o futebol é apenas mais um negócio lucrativo.
      Mas hoje o Galão joga e vamos enviar só energia positiva para o time. O resto deixa pra amanhã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.