Bolsonaro desce ao fundo do poço e ataca repórter: ‘cara de homossexual terrível’

Bolsonaro não é homofóbico; isso é bobagem. Mas que ele tem alguma questão muito mal resolvida com homossexualidade, isso tem

Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Silvia Izquierdo/AP)

Às vezes acho que o Brasil é indestrutível. Não é fácil um país escolher tão mal, por tanto tempo, os piores governantes possíveis e ainda assim manter-se em pé.

Não vou me alongar muito nem recorrer à colonização, Império ou República. Tampouco ao Estado Novo, Vargas, regime militar etc. Vou me ater apenas aos últimos três eleitos.

Lula sempre foi um presidente tosco e grosseiro. Não poderia ser diferente, já que é o que é. Semi-letrado e apedeuta assumido, terrivelmente preconceituoso em relação às mulheres, gays e pobres. Declarações e vídeos dele, nesse sentido, não faltam.

LEIA: PESQUISA APONTA BOLSONARO EM QUEDA

Para piorar, comandou o maior esquema de corrupção da história mundial e destruiu as instituições nacionais por ideologia e um projeto cego de poder pelo poder. Como se não bastasse, emplacou seu poste (Dilma Rousseff) na presidência e atirou o Brasil na maior crise econômica dos últimos 35 anos.

Dilma é um caso à parte. Reunia incapacidades únicas em uma mesma cabeça oca. Truculenta, soberba e, por que não?, certa forma demente. Saíram dela as maiores barbaridades já ditas por um presidente no Brasil. Estocar vento, por exemplo.

Fraca, confusa, titubeante, leniente com corrupção, metida à economista deixou como legado mais de 14 milhões de desempregados e o país afundado na maior recessão da sua história. Um desastre de proporções bíblicas. Impichada, deu lugar a Michel Temer que, coitado, só teve tempo de se enrolar com a Justiça.

LEIA: TRUMP MUI AMIGO

Eis que, não satisfeitos, escolhemos um novo presidente; um novo desastre. Sim, eu sei que a alternativa a Jair Bolsonaro era ainda pior. Muito pior. Um garoto de recados de um presidiário seria a pá de cal a nos enterrar de vez. Ter escolhido Bolsonaro foi o mais acertado diante da alternativa número dois.

A economia vai se recuperando e os índices financeiros trazem certo otimismo. O combate à criminalidade idem; as concessões e privatizações; a infraestrutura… não são poucos os acertos deste governo. Como esquecer a reforma da previdência? Ao mesmo tempo, como conviver com tantas besteiras, tantos desaforos, tanta controvérsia, todos os dias, advinda do Palácio do Planalto?

Que raios pensa um energúmeno, como Jair Bolsonaro, para atacar um jornalista com “uma cara terrível de homossexual”? Que mente doentia é essa, meu Deus, alçada à presidência da República do meu País? Quando Lula atirou a população brasileira contra a “elite branca de olhos azuis” pensei ter o ouvido o máximo da infâmia. Mas não.

LEIA: CLÃ ODEBRECHT RACHA E PAI DEMITE O FILHO

Tenho amigos gays. Tenho amigos com filhos gays. São todos maravilhosos, pois orientação sexual não define caráter. Quem esse imbecil — sim, estou chamando o presidente da República de imbecil! — pensa que é para adjetivar como “terrível” a cara de um homossexual?

Terrível, Bolsonaro, foi a criação que seus pais lhe deram, isso, sim. Terrível é assistir a um filho roubar — se é que foi só o filho. Terrível é proferir palavras diárias de ira e grosseria, contra tudo e todos que vão de encontro aos seus (péssimos) valores. Terrível é atuar exatamente como atuaram seus antecessores petistas no sentido de desunir e dividir o País.

A imprensa te persegue? Sim, muito. Na maioria das vezes é mentirosa e manipuladora? Ô, se é. Mas e daí, meu senhor? Ninguém te pediu para sentar o rabo na presidência. Sentou, agora aguente. Seu armário — e o da sua família — está cheio de esqueletos? A culpa é de vocês, não do repórter que te pergunta. Nem do Ministério Público ou da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Olhe-se no espelho e veja Lula no reflexo, sempre acusando os outros de perseguição. É isso que você está se tornando. Só que precocemente. Em menos de um ano você conseguiu não só encher, mas entupir o nosso saco. Parabéns.

Leia mais.

30 thoughts to “Bolsonaro desce ao fundo do poço e ataca repórter: ‘cara de homossexual terrível’”

  1. É um neurótico. A neurose está se agravando porque ele encontrou respaldo num bando de seguidores imbecis. Observe que a cada pataquada dita tem um coro de imbecis gritando “mito”.

  2. A histórica zombaria armada contra o Itamar, flagrado ao lado de uma apoiadora sem calcinha prova que todo cuidado é pouco com as raposas. Foi a partir daí, que o desrespeito por ele perdurou até o fim do mandato.
    Está muito claro que, no cenário atual de esperneio partidário e togado contra as ações da Lava Jato, o que mais se busca é criar fatos para atacar o governo.
    Destaque dado a bolinha de papel e ironia como a do Olavo de Carvalho pensar que a terra é plana, por exemplo, são chavões midiáticos mal intencionados de opositores que costumam ser muito explorado por alguns raposeiros do povo brasileiro.
    A isso se junta o inconformismo com o desmame e dieta para emagrecimento financeiro em publicidades na mídia adotado pelo Bolsonaro.
    Apesar da reação do Bolsonaro ter sido desproporcional, os raposeiros são mesmo terríveis na busca de exposição jornalística, podendo destacar, desmoralizar e destruir qualquer presidente titubeante ou desinformado, com suas perguntas marotas.
    O momento atual da pressão pela impunidade do quadrilhão exige firmeza do governante eleito. Ora! Não estamos mais na Era Itamar. Sempre que não há o devido respeito e a pergunta é irônica e com duplo sentido, o Bolsonaro aperta o botão de foda-se, senta a pua e toca a bola para a frente.

  3. Um exemplo de uma manchete raposeira que deixa qualquer governante “rebelde, irônico e mal criado” com atitudes anti-éticas do jornalismo:
    “Tarifas de Trump mostram o fracasso da política externa de Bolsonaro”.
    E esperam o quê com tamanho desrespeito?
    Que o Bolsonaro sinta-se acuado e ofereça toma lá dá cá fazendo contratos publicitários generosos das estatais no seu governo?

  4. O Bolsonaro é uma pessoa muito sincera. Adora a verdade. Não tem medo de jogar a verdade na cara das pessoas. Gosto de pessoas assim. Sinceras e sem escrúpulos para dizer a verdade, custe o que custar. O Bolsonaro é muito transparente. Não tem rabo preso com ninguém. Isso causa estranheza em quem está acostumado com a conversa fiada das velhas raposas. O Bolsonaro tem 28 anos de experiencia parlamentar. Sempre foi um campeão de votos, desde a primeira eleição para vereador. Se o Congresso atual está conseguindo trabalhar e, dentro do possível, apresentando bons resultados, deve muito à conduta do Presidente Bolsonaro que tem o timming adequado para cumprir as suas promessas de campanha. O Presidente Bolsonaro é diferente!

    1. Roldão, o sujeito é expelido da farda, era Tenente, e como os autos do processo indicam era ambicioso por dinheiro. Aliás um dos motivos de sua saída da farda foi, justamente, a busca por melhores ganhos. Ai ele vislumbra o ganho como Vereador, subsídio nanico é verdade, mas podia nomear muitos assessores. Uma turma de viúvas (no caso de Clodovil era a turma dos bingos que o elegiam) de militares foi reconduzindo o personagem a sucessivos mandatos.
      Lá ele foi se ajeitando, sempre no morno, no Baixo Clero da vida, só sugando, qual percevejo que devora até carrapato; aliás sua riqueza é incompatível com os ganhos de parlamentar/congressista e, foi pondo os filhos no mesmo ciclo. Nunca propôs nada de interessante, só cuidava de satisfação imediata.
      Então, resulta impossível que uma espécime dessa ponha a cabeça acima do medíocre universo onde medra.
      Ai o sujeito adota condutas de nível espelunca sem o menor sinal de urbanidade – isso diverte alguns e enche de júbilo os mais toscos – enquanto o Congresso Nacional e alguns ministros vão piorando o país e promovendo mais concentração de rendas.
      Filminho previsível. Mas, aos desavisados resta a oportunidade de deixar os sarcófagos da ignorância e do preconceito.

    2. Caro Roldão.
      Creio que a maneira de falar o que pensa e que não gosta de mandar recado, muitas vezes leva o mito a ser mal interpretado. O seu governo, apesar de pouco tempo, começa a colher bons frutos, e tenho plena convicção de que ele jamais sofrerá impeachment e que nunca será preso por receber propinas ou por desvio de dinheiro público

  5. Minha visão é diferente e muito oposta.
    A mídia esquerdista é que chega ao fundo do poço, quando fica fechando os olhos a tudo e todos no Brasil para simplesmente ter como alvo o representante maior da pátria. Estão claramente desesperados e se apagando a qualquer coisinha tipo escadinha que por ser tão comum entre os políticos deste país já acham até ser normal. O próprio mecanismo do legislativo já contempla estas distorções, quando um vereador recebe 15/ 16 mil e seus acessores e chefe de gabinete recebem 18 a 20 mil.

  6. Irretocável como sempre mas … Ricardo, não sei bem mas no 11º parágrafo você não queria escrever: “… diárias de ira e grosseria, contra tudo e todos que vão AO encontro de seus (péssimos) valores… “

    1. Obrigado, Bruno!

      Sobre sua dúvida, muito comum, aliás, é o seguinte: “ao encontro” significa concordância. Por exemplo: suas ideias vão ao encontro das minhas. Já “de encontro” é o oposto. Bolsonaro ataca todos que não pensam como ele. Que vão de encontro ao que diz.

      Abraço e boas festas!!

  7. Tenho a lamentar a ausência de referências aos três governos anteriores só Lula. Afinal, foram poucos, caberia dizer quão bom ou ruim foram. Até pq o país não começou vem 2002.

  8. Repito: eu sou Boçal, Otário, Canalha, Nazista e Estrume!!!!

    Sou só mais um doente mental!!!!

    Um pulha covarde!!!!!!

    Um merda!!!!!

    Um Nazista oportunista!!!!!

    Dou $$$ pra quem não gosto

  9. Eu sou Boçal, Otário, Canalha, Nazista e Estrume!!!!

    Eu sou Imbecil.

    Eu sou Doente mental adulterador de conteúdo.

    Eu Nazista sem caráter.

    A cada comentário que envio aumento o $$$ do blog

  10. Ricardo,
    Já percebí que você gosta de escrever textos agressivos de vez em quando para agitar os ânimos dos seus leitores e manter vivo o interesse pelos seus posts. Isto é uma estratégia normal e inteligente, tanto é que você tem milhões de seguidores e o número só aumentando.
    Neste caso descrito no seu texto acima também acho que o presidente exagera nas coisas que fala. O certo seria ele parar de ficar dando entrevistas naquele cercadinho todos os dias para este bando de repórteres incompetentes que só querem provocá-lo para ele morder a isca. Ninguém ali está interessado em saber o que o presidente pensa, o que ele vai fazer para o bem do Brasil, ninguém ali está interessado em fazer um bom jornalismo. Só querem provocá-lo com perguntas idiotas e como ele não tem sangue de barata como a maioria dos políticos hipócritas, mentirosos e de rabo preso, ele acaba perdendo a paciência. Ele tem que parar de falar para idiotas. Quando quisesse falar ele deveria chamar alguns dos pouquíssimos jornalistas sérios e dar uma coletiva.
    Mas pelo que eu vejo sempre aqui em suas respostas a alguns idiotas também, iguais aos jornalistas lá de Brasilia, gostaria de ver você eleito presidente e ver como você responderia aos idiotas que lhe provocassem.
    O Jair Bolsonaro é o meu presidente, estou satisfeitíssimo com ele, para mim ele não era só melhor que o Fernando Haddad não, ele era o melhor que todos os outros picaretas candidatos e espero que ele se reeleja em 2022 com o ministro Sergio Moro de vice. Meu voto, o da minha mulher e de milhões de brasileiros ele já tem. Esta esquerda não vai desistir nunca de acabar com o que ainda restou do Brasil.

    1. Sergio, por partes…

      Quando escrevo “agressivamente” não espero agitar nada nem ninguém. Tampouco é uma estratégia. Escrevo o que penso e sinto de uma só vez, num só fôlego. O que sai, sai do coração. Este, sim, é o segredo do sucesso do blog. Todos os dias me dizem “você traduz em palavras o que a gente pensa”.

      Não tenho milhões de seguidores, mas milhares. São cerca de 25 mil dentre Facebook e Portal UAI. Este blog — aí, sim — conta com milhões de leitores (passamos dos 5 milhões de IP’S únicos; ou seja pessoas diferentes), mas são coisas distintas. Gosto de deixar isso bem claro para que não confundam audiência com, digamos, fidelidade/leitura diária.

      Por fim, se um dia eu me candidatasse a algo, obrigatoriamente deveria mudar meu comportamento. Cargos importantes exigem, além de capacidade e equilíbrio, decoro proporcional à função exercida. Do contrário, das duas uma: ou a pessoa não é condizente com o cargo ou atuará de forma desastrosa como vem fazendo o presidente em certas áreas.

      Abraço e boas festas!!

      1. Ricardo,
        Me desculpe a tréplica, você foi muito gentil em me responder então quero esclarecer que quando eu disse “milhões de seguidores” eu quis me referir ao Blog.
        O seu Blog é o único que eu leio e o único que comento, já escreví aqui várias vezes que no dia em que, passeando pelos sites de notícias, coisa que faço todas as tardes, e ví o título do seu Blog fiquei curioso porque gosto de pessoas sinceras e corajosas e o título ” Opinião sem medo” é de uma pessoa corajosa, comecei a ler, gostei e nunca parei.
        Me desculpe por ter tido a percepção de ser uma estratégia mas você tem razão, você escreve num momento em que seu coração está precisando escrever algo importante, eu também só escrevo quando estou meio indignado com alguma coisa, alguma injustiça e normalmente consigo me expressar bem nestes momentos.
        Tenho acompanhado a trajetória do então desconhecido Jair Bolsonaro desde que ele começou a se despontar como um forte candidato a presidente. De lá para cá, este cara nunca teve sossego de ninguém, até matá-lo com uma facada covarde tentaram e ainda veio um canalha chamado Luis Inácio dizer que duvidava que houve uma facada porque não houve sangue. Coisas revoltantes tem acontecido desde então, toda a mídia contra, todo o congresso contra, toda a classe artística contra, alguns canalhas oportunistas “amigos” contra, o stf (assim mesmo, minúsculo como ele é), contra. Eu duvido que mesmo você se preparando arduamente, mudando seu comportamento virando quase um monje budista, duvido que você conseguiria aguentar tanta desfaçatez, tanta provocação, tanta traição, tantos canalhas te provocando. É humanamente impossível aguentar isto então estou dando meu voto de confiança ao presidente Jair Bolsonaro, torcendo para que ele aguente firme porque não vejo ninguém no Brasil neste momento capaz de resistir a esta esquerda canalha, esta mídia podre e estes traidores do congresso e stf.
        Abraço, Feliz Natal, Feliz Ano Novo para você e toda a sua família.
        Muito obrigado.

  11. Descer ao fundo do poço!!! como? !!!…
    Todo fundo do poço nos faz lembrar que, o fundo é o melhor lugar para se tomar IMPULSO.
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Desejo um Natal com saúde, para o blog e comentaristas, familiares.
    O Ano 2020 seja iluminado.
    ¨¨¨¨¨¨¨
    FELIZ NATAL PRESIDENTE JAIR!
    ANO NOVO COM A FORÇA DO CÓSMICO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.