Babacas de Brasília brigam e o País que se lasca. Ou: adultos de fralda no comando

Moro reclama de Maia, que dá chilique, que é sacaneado pelo bolsokid tuiteiro, que é idolatrado pelo pai, que é criticado pela imprensa, que não cobra o Congresso, que não aprova reformas…

Bravinho com a prisão do sogro Mui amigos! (Foto: Dida Sampaio/ Estadão)

Entra semana, sai semana, e o lado do disco não vira. De um lado, um país miserável, quebrado, em frangalhos, onde falta tudo, a inadimplência é gigantesca e a quebra inevitável. Do outro, a casta do funcionalismo público, descolada do dia a dia dos pobres mortais, gastando os tubos e brincando de brigar uns com os outros.

Rodrigo Maia, presidente do Congresso, nababescamente pago com nosso dinheiro, cercado de luxo e conforto, e o que é melhor, segurança, decide, monocraticamente, empurrar o pacote anti-crime, apresentado por Sergio Moro, para o segundo semestre do ano. Compreensível! A vidinha em Brasília não tá nadinha, ruim.

Moro reclama — com razão. Daí Maia dá um chilique em público. Bolsonaro Pai se cala. Bolsokids tuítam. O pau quebra e a Reforma da Previdência sobe no telhado. Quem paga? Bem, acho que não é preciso ser mágico para adivinhar. Ou seja, adultos com fraldas não deveriam ocupar cargos públicos, pois quem se lasca somos nós.

Os políticos babacas, como Rodrigo Maia, e os políticos vis (como tantos!!) adoram dizer que vão derrotar o governo (seja qual for). Governo? Quebrar o País derrota um povo inteiro. Não mexer na segurança pública mata um povo inteiro. O tal do governo que pensam derrotar vive muitíssimo bem, obrigado.

Aliás, o governo e seus opositores. Aliás, o governo, seus opositores e o resto do baronato dos Três Poderes de Brasília. Aliás, o governo, seus opositores, o resto do baronato dos Três Poderes de Brasília e os demais amigos colegas Brasil afora. Só quem vive mal por aqui, meus caros, são os trouxas que apoderam estes trastes. 

Simples assim.

Leia mais.

30 thoughts to “Babacas de Brasília brigam e o País que se lasca. Ou: adultos de fralda no comando”

  1. Olá Inundado, nunca me refiro a inquieto, pois, aí é criancice, como muito bem apontado por um participante.
    A manipulação é contínua e conta com os amestrados de sempre para divulgar e mistificar. Eduardo Cunha deitava e rolava com suas pautas bombas. Claro, se era para inviabilizar o Governo de Dilma tava liberado. Não se importava que era um governo legítimo – nos termos do sistema eleitoral, pois, o que pesava mesmo era que tinha atuação, ainda que tímida, em prol da coletividade.
    Agora o que temos? Os nefastos efeitos da crise de 2008. Os EUA se encarregaram de espalhá-la pelo mundo para que os alinhados como o Brasil arque com as consequências. (Os países não alinhados sofrem muito menos os efeitos da bolha imobiliária). Internamente o que vemos é a supressão de direitos e mais e mais pessoas na indigência. (Todas as medidas dos quatro cavaleiros são contrárias aos povo). Em síntese o que temos, como nos EUA, é uma brutal concentração de rendas, do saber e do poder. Um minoria vai abocanhando enquanto a ampla maioria fica limitada aos farelos que sobrar. Se reclamar, a madeira canta bonito no lombo. (Fala-se em democracia e em liberdades públicas, mas ontem foi retirada das mãos dos torcedores do Sport, nos Aflitos, contra a malfadada reforma da previdência. Sorte, Saúde e Sabedoria.

    1. Cidrac,
      De qual EUA você está falando? Se for dos Estados Unidos da América do norte, você está totalmente equivocado. Você conhece o país? Já foi lá quantas vezes? a crise de 2008 já foi encerrada a muitos anos, todas as consequências da bolha imobiliária foram superadas, não existe desemprego, as empresas lá estão a todo vapor, o poder aquisitivo lá nunca esteve tão bem, lá não existe concentração de renda, o maior número de bilionários e milionários do planeta estão lá e a classe média de lá é a maioria da população. Quando você anda pelas ruas e avenidas de quase todas as cidades americanas você não vê isto?

      1. Olá Murilo, sou um dos puris que nunca transpôs as fronteiras de Pindorama, talvez, como dizia Câmara Cascudo, um provinciano incurável.
        Nesse momento aponto dois fatores da concentração de renda e corrosão das condições de vida do povo de lá. Quando os bancos arrebentaram a economia em 2008 o Estado, sim o Estado saiu pondo dinheiro para proteger e evitar um colapso e hoje, embora o desemprego seja baixo, existe uma piora e aviltamento nas condições de trabalho, ou seja, menor remuneração e piores condições de trabalho.
        Em que pese a relevância desses fatores muitos outros existem que atuam simultaneamente o que levará, se não houver alteração no sentido e na intensidade, a retirada daquele pais do topo, logo logo.

        1. Cidrac,
          Me desculpe, se você nunca foi lá, você não tem nenhuma condição de falar dos Estados Unidos. É a maior economia do mundo, é a maior democracia do mundo e não existe país nenhum do mundo com a qualidade de vida da população toda como a dos Estados Unidos.
          Nenhuma país tem uma população com o poder aquisitivo e o índice de consumo como os americanos. Sem ir lá, sem andar pelas ruas das milhares de cidades de todos os Estados não tem como se ter noção do altíssimo padrão de vida dos americanos.
          Lá não existe concentração de renda como você disse. A diferença de salário de um profissional graduado numa empresa por exemplo de um funcionário simples é pequena, bem diferente daqui onde o gerente da empresa ganha CR$30.000,00 e o funcionário comum ganha CR$900,00, por exemplo.
          Amplie seus horizontes e seus conhecimentos, tire o passaporte e o visto e vá visitar Nova Iorque, Los Angeles, São Francisco, Seattle, aproveite dê uma passada em Aspen, vá a Washington, Boston, e as cidades pequenas também porque todas tem o mesmo padrão , você voltará encantado e vai parar de repetir estas informações distorcidas que você vê nesta mídia brasileira nojenta.
          Agora, vou te dizer o segredo dos americanos: Trabalham pra caramba.
          Pergunto-lhe para finalizar: Por que será que mesmo sendo um país ruim, como você diz, condições ruins de trabalho, remuneração ruim, só uma semana de férias por ano, todo o mundo quer ir para lá e ninguém quer ir para os paraísos de democracia Cuba, Venezuela, Nicarágua, Guatemala?

    2. “Algumas pessoas são imunes à verdade porque conseguem distorcer a realidade, fazendo com que ela corresponda à ideia que formam dela”.
      (Robert D. Hare, em “Sem Consciência”, pág 160)

      Quando o PT assumiu o governo, o Brasil tinha superavits primários nas contas públicas e uma dívida pública que beirava os 1 trilhão. Ao fim do desastre cleptocrata e populista do PT, de superavits passamos para deficits de 150 bilhões/ano e para uma dívida pública beirando 5 trilhões!!! Vou desenhar: com superavits primários sobram recursos para rolar a dívida mantendo-a sob controle; com deficts faltam recursos p/ tal, o que obriga o recorrer a financiamento aumentando a dívida exponencialmente e o sangramento com a rolagem dos juros (100 bilhões ano!!!).
      Os nefastos govs petebas fizeram uma farra clepto-populista, mas tudo isso é culpa “duzamericanu” , “duzistadudinensi”, né mesmo?
      Quando no auge da voracidade do Dragão Chinês, a exportação e o preço das matérias primas subiu enormemente, fazendo chover dólares nos emergentes (todos cresceram bem acima do Brasil), o “milagre” foi atribuído ao Lulinha Propina. E quando, em 2008, a crise do sistema financeiro atingiu fortemente os países Mundo, sem afetar o nosso sistema financeiro devido sua solidez decorrente das reformas do PROER feitas no gov FHC , o demagogo, oportunista e corrupto Rei das Propinas se gabou daquilo a que, à época em que foi implantado, fizera, como de hábito, oposição radical.
      Mas, enfim, essa gigantesca e maldita herança nas contas públicas, no desemprego, no endividamento do povo, na calamitosa insegurança, saúde, educação públicas etc. É TUDO CULPA “DUZAMERICANU”.

  2. Gostei do Bolskids!! Mas na verdade Ricardo, acho q o Moro poderia ter deixado este pacote para o segundo semestre. É obvio que poderia tramitar junto com a previdência, mas em um país civilizado. No Brasil, ainda não. Infelizmente, o governo atual é PÉSSIMO na politicagem… e agora, as vaidades vêm a tona e nós nos fude@##$! Dá vontade de chorar… Pela segunda vez, a reforma bate na trave.. Na primeira, divulgaram o audio de Temer, e foi tudo pelo Ralo.. agora , prendem o filho da puta. Porra , não dava pra prender ele no segudno semestre? Aí fico pensando: esta reforma não interessa a ninguém do setor público: não interessa aos servidores, aos militares, aos políticos, ao judiciário… Talvez isso tudo esteja sendo orquestrado… enfim, bola pra frente e que o Lula se foda. E que o Temer se foda….

    1. Olá Guimarães, desde que o Código Penal foi editado, em 1940, quase duas CENTENAS de leis foram editadas, todas aumentando penas e endurecendo o tratamento com os acusados e ou condenados. A criminalidade diminuiu nesse período? Não, aumentou geometricamente e o país já conta com quase um milhão de presos! Então dá para concluir, com segurança, que o problema não tem solução pelo direito penal. E mais, o tal do pacote de serjomoro tem precedente, pois, já tramita no Congresso Nacional projetos de lei similar. Por isso, meu amigo, trata-se, apenas, de mais uma cortina de fumaça para desviar a atenção do que realmente conta e enganar os desavisados. Fica esperto!

        1. Guimarães, se és mesmo esse guapo atilado que dizes, deves ter percebido que durante o governo do PT, como em nenhum outro, foi o período no qual a Polícia Federal recebeu investimento, adquiriu-se aeronaves, viaturas, construiu-se sedes, concurso público, treinamento, tudo sem perseguição e ou favorecimentos como deve ser feito numa República. Isso sim é UM DOS mecanismos eficaz no combate a criminalidade. Depois que Lulinha Paz e Amor teve de exonerar o Delegado Paulo Lacerda da ABIN tudo piorou muito, e com a chantagem Dilma que teve de enviar ao Congresso Nacional o projeto que redundou na malfada Lei 12.830/13. Ai sim vieram as trevas.

  3. Há muito tempo, não sei se aqui ou no Facebook, disse que vivemos na ditadura dos políticos. Por breves momentos na história conseguimos vencê-los, mas eles sempre voltam. Mudam o discurso, trocam de roupa, de gênero, de cor, mas são sempre os mesmos. Donos do poder. Um exemplo: acabaram o com foro privilegiado mas inventaram direcionar as ações para o TSE. Outro exemplo: exigiram concurso público para estatais e serviço público em geral, mas inventaram os cargos comissionados. Até deputado preso consegue tomar posse. O discurso de meias verdades que os trouxas aqui apoiam mostra como a nossa sociedade não pensa no país. Nunca teremos um país de verdade enquanto as pessoas que sabem ler e escrever estiverem brigando como em uma partida de futebol. Por favor, vamos ser honestos nos comentários. Já passou da hora de parar de brincar com coisa séria! Em tempo, concordo plenamente com o seu texto Ricardo.

  4. Pelo visto, serão mais 4 anos de bagunça, de zorra. Nós mais uma vez pagaremos o pato. Não estou acreditando em mudanças. Haja visto os novos deputados federais: no período de carnaval, o que fizeram? Bateram ponto às 6 da manhã e foram para os seus “currais eleitorais darem ‘suporte aos seus eleitores'”.

  5. “Os políticos babacas, como Rodrigo Maia, e os políticos vis (como tantos!!) adoram dizer que vão derrotar o governo (seja qual for). Governo? Quebrar o País derrota um povo inteiro.”

    Imagina o chilique do bogleiro se eu escrevesse esse exato comentário há 4 anos atrás.

  6. Bom dia!
    Leio com uma certa frequência esse blog…gosto um tanto.
    Mas entendo que Bolsonaro vem trabalhando do jeito que está podendo, quem acha que é fácil governar um país burocrático, corrupto, com uma população semianalfabeta comandada há décadas por uma ideologia esquerdista… vai lá fazer pra ver.
    Desejo que os pensadores direitista, possam se unir mais com um objetivo maior que é destruir essa ideologia nefasta, causadora de tanta desgraça no mundo.

  7. Voces elegeram um palhaço MILICIANO que sabe mexer é com picuinhas, brigas e milicias do Rio de Janeiro. Ele em 30 anos apresentou DOIS projetos na camara do RJ. Todos foram avisados mas resolveram apostar no MILICIANO. Agora divirtam-se.

    1. A dilma apresentou qual projeto? E o temer? pq entao o colocaram como vice? CAro imbecil, nós fazemos o que tem que ser feito: criticar o governo que elegemos. O Bolsonaro nao é candidato da maioria.. ele foi a unica opção contra o Pt. Entenda isso, e vai ser mais feliz. Seu burro

  8. Ricardo,
    É questão de este governo ser mais organizado mesmo.
    O Bolsonaro está levando tapa na orelha por banalidades.

    Outra coisa, mudando de assunto: Cesare Battiti
    confessou os seus crimes. Certamente vale um port.

  9. O “desembargador” que soltou o Temer e quadrilha é o mesmo que teria dito que “propina é uma espécie de gorjeta”.
    Aí eu fiquei imaginando aquelas malas entupidas com uns 60 milhões do Geddel, os milhões que o Lulinha Propina recebeu das odebrechts da vida: apenas gorjetas!
    Agora a Mega Sena da virada passa a ser apenas uma gorjeta.

  10. É isso que dá mexer com o Nhonho! Chilique a prova: se fosse a Popis diria apenas “vai contar tudo pra sua mãe”. Pior é que se o Nhonho resolver sair batendo não tem pra ninguém!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.