Mais cadeia, sim. Chega de tanta dor e humilhação. Lugar de bandido é prisão

Enquanto batemos recordes de assassinatos, assaltos e mortes no trânsito, há quem diga que o País prende muito. Então tá, né

A balança frouxa da Justiça

Não existe furto ou roubo de menor importância. Isso é uma invenção estúpida dos legisladores e operadores do direito a fim de tornarem suas vidas mais fáceis.

Uma senhora de 65 anos trabalha como diarista. Enfrenta duas horas de trânsito, pendurada em um coletivo entupido e sem ar condicionado, para chegar ao trabalho.

Labuta seis horas seguidas e enfrenta a mesma maratona desumana para voltar para sua casa, um barracão caindo aos pedaços numa favela qualquer.

Compra um celular em 36 vezes. É o seu único bem de consumo, digamos, supérfluo. Daí um “de menor” vem e covardemente lhe toma aquilo que seu suor comprou.

Muito mais que o celular, foram roubadas horas e horas de trabalho duro. Horas e horas no trânsito. Horas e horas da companhia dos filhos e netos.

O descaso do Brasil com a noção de posse e propriedade é assustador, é desolador. Relativiza-se bens — e serviços — adquiridos, e reduz-se tudo ao valor econômico.

A humilhação a que é submetida a pessoa assaltada é imensa. Como imenso é o sentimento de impotência e solidão, diante do descaso com que a sociedade encara tal situação.

Tenho muita sorte, também neste quesito. Jamais fui assaltado. Nem qualquer familiar meu. Mas isso não me impede a empatia com quem já foi.

A tal “saidinha de banco” é igualmente cruel. Um operário vai ao caixa eletrônico, depois de uma semana inteira carregando tijolos, sacar R$100, R$200 e pronto! Lá se foi o dinheiro das contas.

Como relativizar algo assim? Como resumir a um crime de menor potencial ofensivo ou de valor insignificante. Pô, é insignificante para quem julga, e não para quem perdeu.

Tá tudo errado. As leis estão erradas, os juízes estão errados, a mentalidade da sociedade está errada. Não à toa tantos assassinatos, tantas mortes no trânsito, tanta corrupção.

Cultuamos a impunidade e a leniência com o crime. Perdoamos facilmente os infratores. Temos pena de um idoso ou menor presos, mas não temos das vítimas.

Aceitamos o falso discurso de “vítimas da sociedade” e permitimos que preguiçosos imorais surrupiem a TV da casa de um aposentado enfermo.

Que raios de valores são esses? Direitos, cuidados, dó apenas para quem é infrator? Que raios de sociedade é essa em que vivemos?

E estes pulhas do STF ainda pensando se cadeia após uma condenação em segunda instância é constitucional. Deixem de cretinice, senhores ministros

Leia mais.

13 thoughts to “Mais cadeia, sim. Chega de tanta dor e humilhação. Lugar de bandido é prisão”

  1. “Não existe furto ou roubo de menor importância.”
    Enquanto não entenderem que crime é pecado, farão escalas da gravidade dos erros humanos sem entenderem que pecado não tem tamanho( onde um ‘pequeno’ erro tem o mesmo tamanho do ‘grande erro’)!
    Quem não respeita(reverência salutar) a Deus, não respeita nada nem respeita ninguém!

    “condenação em segunda instância é constitucional”.
    Sim mas houve a primeira instância e ao meu ver, a segunda instância é um ‘recurso’ e não deve ser usada para ‘cancelar’ a primeira.
    Caso ocorram diferenças entre as duas primeiras instâncias e a segunda ‘absolva’, ela só ‘discorda’ da primeira onde ambas tem o mesmo peso embora sejam conflitantes, então torna-se necessária a terceira instância sem que o condenado seja solto após a segunda.
    Após a terceira instância, caso seja absolvido, haverá concordância com a segunda e só a partir daí haveria a libertação/soltura senão ficaremos lotados de condenados livres para cometerem mais crimes até que se esgotem os recursos que podem durar mais de 10 anos.

  2. Vixe, vim achando que era sobre Bebianno, Carlos, Flávio, Lorenzoni e outros, mas era só sobre bandido ralé mesmo, quando for sobre os chefes da ponha toda eu volto. E não precisam dizer, eu sei que , ‘lulatapreso’, falta o resto né???

    1. Primeiro os membros do quadrilhão que roubou bilhões : J Dirceu, Dilma, Pimentel, Gleisi, Renan, Mantega, Jucá, Temer etc.
      Depois a gente cuida desses peixes pequenos.

    2. As maiores vítimas da sociedade são os milhões de pobres, cujos recursos públicos para educação, saúde, transporte, segurança pública, infraestrutura etc foram pelo ralo da maior roubalheira da história e da incompetência administrativa dos malsinados 13 anos de gov PT!
      Além dos que são roubados e assassinados nas ruas e em suas casas, estão todos os brasileiros que perderam patrimônio, empregos, saúde, educação e quase uma década e meia em suas vidas.

  3. HERBERT MARCUSE E O AMOR DAS ESQUERDAS PELOS CRIMINOSOS
    Assim se explica o amor da esquerda (mídia, universidade, justiça e toda sorte de parasitas “letrados e sabidos” ) pelos bandidos: Herbert Marcuse, pensador marxista alemão e guru da turma letrada pregava que o proletariado, antiga base revolucionaria do marxismo, havia perdido seu ímpeto revolucionário pq tinha se aburguesado com o sucesso do capitalismo na Alemanha e todo o ocidente (sabe como é: melhor ficar em casa vendo futebol e series americanas na enorme Tv de tela plana que ir pra rua gritar contra o capitalismo)
    Mesmo pq nenhum esquerdista típico quer arriscar sujar a roupa em uma revolução, que ninguém é de ferro né?
    (veja sua “valente resistência” ao impichamento de Dilma, prisão de Lula, posse de Bolsonaro, tudo coisa inadmissível que segundo eles seriam combatidas a ferro e fogo)
    …então só restava recorrer ao lumpemproletariado que são justamente bandidos, estudantes ociosos, ladrões, viciados, feministas, mendigos, loucos (por isso a doutrina de esvaziamento dos hospícios e liberação dos malucos liderada por agente da KGB italiano chamado Franco Basaglia, por orientação direta de Moscou ao tempo da guerra fria) e psicopatas em geral… o resultado é esse que vemos.
    (quando vc pensa no Adélio Bispo – o lumpen modelo – fazendo o serviço sujo do PSOL fica bem claro essa dinâmica é ou não é?)

  4. O Brasil precisa consertar essa porcaria de Judiciário porque ele só presta para soltar delinquentes e dão mais insegurança ao povo do que as barragens de resíduos da Vale em MG.
    O Judiciário precisa também valorizar e estimular as ações policiais no combate aos demais ilícitos criminais causados por donos de animais assassinos soltos pelas vias publicas.
    É revoltante que essa Luiza Mel da Vida, Padroeira das Feras Assassinas, generosamente abençoada com grana via ONG de defesa de animais não move uma só palha para propor ao Legislativo, a criminalização por HOMICÍDIO DOLOSO QUALIFICADO (121 e seus §§ do CP) ou LESÕES CORPORAIS DOLOSAS (129 e seus §§ do CP), dos donos que ostentam pelas ruas suas feras assassinas de estimação como doberman, pit bulls, rotweiler circulando sem focinheiras e levando perigo e pânico à vizinhança.
    E depois da desgraça mais que previsível, essa gente irresponsável e zombando da Justiça, ainda têm a cara de pau de dizer que seus animais são dóceis, nunca atacaram ninguém e só tiveram um surto porque se assustaram com os movimentos desesperados da criança ou pessoa adulta morta ou rasgada a dentes.

  5. Olá Bacharel, ai já é demais né? Essa afirmativa é uma das mais desqualificadas dentre as que pululam por ai. É tão fácil refutá-la. Vede: ha trinta anos o Brasil aprisionava 90 mil pessoas, hoje aprisiona 800 mil. Isso custa dinheiro, muito dinheiro de quem trabalha. Porém, todavia, entretanto a criminalidade não diminuiu nessas décadas. Precisa dizer alguma coisa mais? Esses números demonstram insofismavelmente que não se combate crime amontando gente nas imundas prisões. Num caia nessa lábia não !

  6. Pois é. Foi só falar dos coitados dos animais e uma reportagem em mídia de peso aos domingos, mostrou durante 16 longos minutos a gloriosa “epopéia” de uma ong do ABC, incluindo gente de família tradicional da região, indo resgatar animais de alto valor comercial abandonados e famintos, em um canil de cidade do interior.
    Enquanto isso, em Mauá, na mesma região, quatro crianças morando em área de risco, morreram soterradas por causa do deslizamento provocado pelas chuvas o mesmo programa nem tocou no assunto para responsabilizar e cobrar ações das autoridades.
    Diante desse fato, será que resgatar animais já é mais importante do que resgatar crianças das área de risco? Parece que sim.

    1. Juca,
      aproveitando o embalo de seu comentário, acho essa ‘cultura’ de idolatrar cachorros uma das maiores burrices atuais.
      Ninguém me faz crer que alguém que cuida mais de animais do que cuida de pessoas seja normal.

      1. JLT,
        Concordo plenamente com suas afirmações. E essa de remover o cocô na frente dos outros como se fosse leva-lo para o lixo da própria casa, então? Tamanha hipocrisia, na primeira chance, o “cidadão” joga o pacote quente na calçada de outro morador e sai de fininho.

  7. Olhem amigos , sou um velho de 72 anos porem pleno das faculdades mentais.
    Sempre quiz ter para mim ,meus filhos e netos um pais de prosperidade e honestidade , mas a grande e verdadeira realidade e que vivemos atualmente num pais onde o cidadão e hipocrita e defende seu time (entenda posição) .
    O pais esta dividido entre defensores do time direita verde e amarela e a Esquerda vermelha , no meio da tabela esta o time do Piolhos F.C (Aqueles que se posicionam pela cabeça dos outros ou melhor não tem opiniões formadas mas vão na cabeça dos outros.
    O que se ve hoje e puro interesse em defender suas ideologias como as corretas e danem-se quem pensa ao contrario.
    Vejamos um pequeno exemplo de hipocrisia clubistica . Lula o molusco de nove dedos e corrupto e ladrão tem que ficar na cadeia . Ja Renam ,Gedel , Alckimin ,Garotinho ,e ate o filho do presidente junto com seu escudeiro “Queiroz” tem que ter seus processos arquivados e paradas as investigações .. Porque ? Porque ? Que time e este que ignora tais corrupções e roubos que não são praticados pelo PT .?
    Não defendo o PT ou Luladrão mas gostaria de ver justiça e imparcialidade e o fim dos times caso contrario nunca sairemos deste ponto em que se encontramos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.