Por que o NOVO não decola?

O Partido Novo é a melhor — o que não significa perfeição — notícia na política nacional em décadas. Ainda assim não decola

João Amoêdo, candidato a presidente pelo NOVO

Acompanho o NOVO desde sua fundação. Li seu estatuto, sigo seu fundador e ex-presidente nas redes sociais, leio todos os seus artigos. Se discordei de algo já escrito por João Amoêdo, me esqueci. Com a ida de Gustavo Franco para a legenda, me tornei ainda mais fã. Aqui em BH, sigo também de perto os passos do excelente vereador Mateus Simões. Como sempre digo, ao lado de Gabriel Azevedo (PHS), outro jovem vereador em primeiro mandato, é o sonho de consumo dos eleitores brasileiros decentes, politizados e minimamente esclarecidos.

O NOVO pode ser, digamos assim, velho, ou melhor, tradicional, nas práticas partidárias internas. Há os caciques, como em todos os demais partidos, que ditam — sim, ditam — as regras do jogo. Isso não é bom. Nem novo! Certamente o NOVO também tem suas disputas internas, suas correntes, seus vaidosos. Entretanto, jamais poderia ser diferente, já que são situações inerentes à política e aos seres humanos. Ao menos àqueles providos de inteligência, ambição e espírito de liderança.

Pois bem. Por que sendo novo, completamente diferente, não aceitando dinheiro do fundo partidário, não permitindo sequer suspeitos em seus quadros, quiça ladrões notórios, engessando seus possíveis futuros parlamentares em regras duríssimas de comportamento e atuação, impondo provas qualificatórias para candidatos a cargos eletivos, enfim, por que é que com tanta coisa boa e positiva o Partido Novo não avança, não ganha as ruas, não se torna uma estrela? Por que um Luciano Huck consegue tanta adesão e um João Amoêdo, duzentas mil vezes mais preparado, em todos os aspectos, aliás, continua em uma caminhada quase solitária?

Todas as pesquisas indicam que o brasileiro cansou da política e dos políticos. Não é para menos! Igualmente indicam que um candidato de fora, um true outsider (e neste ponto, Doria que me desculpe, pois não é) é aguardado ansiosamente por todos, sobretudo se abrigado em uma legenda que não seja qualquer destas quadrilhas. Por quê, então, repito, João Amoêdo e o NOVO não encantam e desencantam de uma vez? Que diabo impede o eleitorado brasileiro de enxergar neles o que enxerga em, sei lá, Jair Bolsonaro ou mesmo João Doria?

Alô, meu caro Mateus Simões: se ler este post e souber a resposta, por favor me avise, ok? Aguardo ansiosamente  não só a resposta, mas uma solução, meu caro.

Leia mais.

46 comentários em “Por que o NOVO não decola?

  1. Prezado Ricardo,

    por um motivo muito simples: o NOVO é um partido de internet, para pessoas que se comunicam com facilidade pela internet, que leem na internet, que compreendem propostas mais complexas do que aquelas contidas nos discursos de políticos tradicionais. Em resumo, é um partido para uma classe média (alta) que se distingue não apenas pela renda, mas pela escolaridade (porque há uma boa parte da classe média que tem renda mas não tem nível superior).

    Apesar da internet, política ainda é olho no olho, contato direto com o eleitor. Na hora do “vamos ver”, não apenas O QUE o candidato diz, mas principalmente COMO ele diz é que faz diferença.

    Fora isso, não se pode desprezar o fato de que correligionários que sejam lideranças locais fazem a diferença ao levar o nome e o discurso do candidato às bases. Quantos líderes comunitários em favelas de BH, por exemplo, apoiam o NOVO? Não é uma pergunta retórica, realmente não sei a resposta. Meu palpite é de que sejam poucos ou nenhum.

    Se o NOVO quer ser um partido para a classe média, com discurso na internet, sem o contato direto com o povão, é isso que será: um partido com algumas poucas cadeiras nos legislativos de grandes cidades.

      1. Podia começar explicando para nós pobres mortais quem vem a ser esse grande sujeito,o João Amoêdo. Algumas coisas relativas a ele,tais como : quem é ele,de onde ele vem e o que faz na vida, já que ele quer se tornar um homem público, realmente ajudariam muito a aumentar o conhecimento sobre o personagem.

        1. Adianta muito não. Todo mundo conhece e sabe como atuam lixos como Leonardo Quintão, Luíz Tibé, Newton Cardoso Júnior, Mauro Lopes, Delegado Edson Moreira (chega ou vai me dar enjôo) e mesmo assim esses canalhas são reeleitos todo ano. O mineiro deve ser o pior eleitor do país.

        2. Além de ideias liberais de mercado e de estado, com as quais concordo, me chamou a atenção notícia dizendo que o João Amoêdo teria participado de 6 (seis) Iron Man. Eu dou lá minhas corridas, minhas nadadas e pedaladas e sei o quanto exige de uma pessoa que ela cumpra a prova, que é simplesmente 3,8 km de natação, 180 km de bicicleta e 42 km (uma maratona) de corrida, em sequência. Isso exige muita força de vontade, muita disciplina, muita saúde corporal e mental. E excelente administração de tempo e recursos, para algo que é um hobby. O João Amoêdo fundou o partido Novo com um grupo de amigos da faculdade; ele teria liderado esse processo, inconformado com a falta de representação política das suas ideias. Pelo que sei dele, só tenho a admirar.

  2. ‘Pot que sendo novo, completamente diferente, não aceitando dinheiro do fundo partidário, não permitindo sequer suspeitos em seus quadros, quiça ladrões notórios, engessando seus possíveis futuros parlamentares em regras duríssimas de comportamento e atuação, impondo provas qualificatórias para candidatos a cargos eletivos, enfim, por que é que com tanta coisa boa e positiva o Partido Novo não avança, não ganha as ruas, não se torna uma estrela?”

    A afirmativa acima demonstra a completa falta de conhecimento da legislação eleitoral, lei 9.504, pois somente poderá receber verbas do fundo partidário o partido que possui representação no congresso.

    Sendo o partido novo é óbvio que o mesmo não possuirá representação no congresso e como consequência verbas partidárias.

    Por outro lado, a verba partidária do é algo impositivo, ou seja, se o partido possui representação no Congress automaticamente irá receber cota partidária e tempo de televisão.

    Não existe a possibilidade ventilada de abrir mão dos recursos partidária.

    Aliás outra falácia comumente difundida para a população consiste em dizer que os recursos partidária são recursos de natureza pública.

    Na verdade o fundo possui natureza mista, híbrida, parte público e o restante privado, como por exemplo multas aplicadas pelo tre.

    Agora o porquê do partido novo não transparecer no cenário nacional é simples, o novo consiste apenas no nome do partido, pois os membros são velhos políticos, como por exemplo os dois vereadores citados, ambos oriundos do PSDB.

    1. Já disse e repito: o pior não é a burrice, mas a burrice que se quer inteligente. Então o NOVO não recebe verba do fundo partidário e eu desconheço completamente a legislação eleitoral? Sei. Então isso é falso, né?

      http://veja.abril.com.br/blog/radar/partido-novo-tenta-mas-nao-consegue-devolver-fundo-partidario/

      http://www.otempo.com.br/hotsites/aparte/h%C3%A1-mais-de-um-ano-novo-tenta-devolver-r-2-milh%C3%B5es-do-fundo-partid%C3%A1rio-para-uni%C3%A3o-1.1454465

      Bem, para um sujeito que acha que o partido NOVO é um “partido novo” e ” é óbvio que o mesmo não possuirá representação no congresso”, dizer o que além de… Haja capim!!!

    2. João, os valores recebidos por cada partido pode ser consultado em http://www.tse.jus.br/partidos/fundo-partidario-1/fundo-partidario . Neste ano o NOVO teve disponibilizado para si, até o momento, R$ 734.919,11, referentes aos duodécimos, e R$ 70.740,80 referentes a recursos de multas. Você sabia disso ou tinha completa falta de conhecimento?

      Os links diretos para as planilhas:
      Duodécimos: http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tse-distribuicao-do-fundo-partidario-duodecimos-2017-1509457384811

      Multas: http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tse-distribuicao-do-fundo-partidario-multas-2017-1509457078431

      1. Ele vai sumir um tempo Gustavo. Como faz sempre, aliás. A todo instante é desmascarado em mentiras ou informações falsas, sempre travestidas de sabedoria e superioridade. Isso quando simplesmente não ofende e dá no pé.

    3. Tá mal informado, amigão. O partido Novo recebeu milhões do fundo partidário e está tudo depositado, sem utilizar, ainda por ser definida a destinação. Talvez até use o dinheiro pra fazer campanha contra o próprio fundo.

    4. O NOVO recebe o Fundo Partidário, eis que o requisito para receber o Fundo Partidário, não tem a ver com representação em qualquer das Casas, o que se exige é Estatuto registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e prestação de contas regular a Justiça Eleitoral.
      Vale dizer, desde 2015 com o reconhecimento do partido pelo TSE, o NOVO recebe o fundo, a diferença é que o NOVO deposita o valor do fundo partidário, enquanto estudam um mecanismo legal para devolver ao Tesouro e revertê-lo em benefícios para a sociedade.
      Alguém mais incrédulo, poderia dizer, é só não receber, ocorre que se o partido se recusar a receber, sua quota será rateada para os demais.
      O motivo do NOVO não decolar é que as pessoas estão tão acostumadas com os maus administradores, com os maus políticos, com o jeitinho, que as pessoas de bem e com propostas visando o bem da Nação, não são compreendidas, entendidas, e o que é pior, quando você elogia seus políticos, por realmente representar o povo, por honrarem o mandato outorgado a eles, resolvem em razão dos apelidos de família comuns, unir estas pessoas do bem, àquelas que estão sendo investigada, que estão respondendo a processos, etc.
      Vale aqui o lembrete: Voto não tem preço, tem consequência!

  3. Ricardo, o senhor apenas avalizou as minhas observações. Vejamos:

    Primeiramente o senhor disse: “Por que sendo novo, completamente diferente, não aceitando dinheiro do fundo partidário”(…)

    O que disse foi “a verba partidária do é algo impositivo, ou seja, se o partido possui representação no Congresso automaticamente irá receber cota partidária e tempo de televisão”. Por esta razão, ocorreu o que o senhor disse neste novo post, ou seja, o partido não conseguir devolver o dinheiro do fundo partidário.
    Algo extremamente demagogo, pois o partido sabe que não pode devolver o dinheiro, caso não queira, basta fazer uma fundação com cunho social e direcionar os recurso para esta pessoa jurídica.

    Por outro lado, se o partido recebe recursos do fundo partidário, o Partido Novo possui membros no Congresso Nacional oriundos de outros partidos. Sendo assim, de Novo, não possui nada, ocorrendo apenas uma troca de legenda.

    Com relação a sua afirmativa: “bem, para um sujeito que acha que o partido Novo é um “partido novo” e “é óbvio que o mesmo não possuirá representação no congresso”, dizer o quê?

    O Partido Novo criado em 2011 por um grupo de empresário do Estado do Rio de Janeiro, somente recebeu autorização do TSE em 15 de setembro 2015, sendo que em 2016 disputou a sua primeira eleição.

    Portanto, os fatos demonstram que trata-se de um novo partido, pois em 2018 disputará a segunda eleição.

    Por fim é importante lembrar que o “Grande Presidente do Novo Partido” visa privatizar tudo no Brasil, inclusive, as Escolas Públicas e a Universidades Federais, mas porquê?

    Simples, o Presidente do Partido é dono do maior grupo educacional do país, Kroton. Um grupo que visa unicamente lucro não pode proporcionar uma educação de qualidade, haja vista a Faculdade Pitágoras que é abaixo da crítica.

  4. Ricardo, o senhor apenas avalizou as minhas observações. Vejamos:

    Primeiramente o senhor disse: “Por que sendo novo, completamente diferente, não aceitando dinheiro do fundo partidário”(…)

    O que disse foi “a verba partidária do é algo impositivo, ou seja, se o partido possui representação no Congresso automaticamente irá receber cota partidária e tempo de televisão”. Por esta razão, ocorreu o que o senhor disse neste novo post, ou seja, o partido não conseguir devolver o dinheiro do fundo partidário.
    Algo extremamente demagogo, pois o partido sabe que não pode devolver o dinheiro, caso não queira, basta fazer uma fundação com cunho social e direcionar os recurso para esta pessoa jurídica.

    Por outro lado, se o partido recebe recursos do fundo partidário, o Partido Novo possui membros no Congresso Nacional oriundos de outros partidos. Sendo assim, de Novo, não possui nada, ocorrendo apenas uma troca de legenda.

    Com relação a sua afirmativa: “bem, para um sujeito que acha que o partido Novo é um “partido novo” e “é óbvio que o mesmo não possuirá representação no congresso”, dizer o quê?

    O Partido Novo criado em 2011 por um grupo de empresário do Estado do Rio de Janeiro, somente recebeu autorização do TSE em 15 de setembro 2015, sendo que em 2016 disputou a sua primeira eleição.

    Portanto, os fatos demonstram que trata-se de um novo partido, pois em 2018 disputará a segunda eleição.

    Por fim é importante lembrar que o “Grande Presidente do Novo Partido” visa privatizar tudo no Brasil, inclusive, as Escolas Públicas e a Universidades Federais, mas porquê?

    Simples, o Presidente do Partido é dono do maior grupo educacional do país, Kroton. Um grupo que visa unicamente lucro não pode proporcionar uma educação de qualidade, haja vista a Faculdade Pitágoras que é abaixo da crítica.

  5. Prezado Ricardo, não periodicamente venho a este canal. Eu tenho você como um formador de opiniões, apesar de já ter falado aqui algumas vezes que entro sobre o seu jeito “nada amistoso” de responder aqueles que tb não são amistosos com vc (eu sou contra o chumbo cruzado). Pois bem, repito, o tenho como formado de opiniões e acho você muito firme em suas colocações, sem as ilações que infelizmente tomam conta de nossas vidas. Por favor, com sua sinceridade habitual e sem “rabo preso”, pois sei que não tem, esse NOVO é realmente o que há de melhor na política? Quando você fala que um vereador da sigla PHS é um sonho de consumo (não conheço o vereador do PHS, não acompanho seu mandato), seria muito pesado ler ou ouvir isso. Apenas estou falando isso pq fui filiado a esse partido, votei no Marcelo Aro e se tem algo que me arrependo amargamente foi de ter feito isso. Por isso fico questionando sobre alguns representantes sejam novos ou já macacos velhos, mas acredito que tudo se “renova entre eles”, ou seja, ora está vereador, ora está deputado (estadual, federal), ora prefeito, ora secretário…

    1. Mateus Simões (NOVO) e Gabriel Azevedo (PHS) são, na minha opinião, o que há de melhor, em muitos anos, na cena política de BH, e quem dera o Brasil tivesse mais 200 destes em Brasília. Sobre o PHS, não sei dizer, pois não acompanho. Sobre Marcelo Aro, bem, há uns 3 ou4 posts inteiramente dedicados a ele, hehe. Basta ler no blog e verá o que penso deste sujeito. Quanto ao NOVO, sugiro ler o estatuto do partido, ver o que fez até hoje, acompanhar seus eleitos, etc. e tirar suas próprias conclusões. Acho sempre o melhor caminho!! Abrs

  6. Ricardo,
    Mais um partido “mais do mesmo”. Todos os outros [partidos] começaram assim, com boas intenções, mas disso o inferno está cheio e o povo está farto.
    Abs.

  7. Não seria o novo velho discurso? Ou porque quando você foge de um fundo partidário, você esta dando a entender que não quer envolvimento com coisas escusas, quando você quer ser independente, dentro da politica você perde mídia, ninguém faz questão de te citar, porque sua ideologia é progressista mas séria e irredutível no que se refere a coisa publica. Como você lida com uma emissora que pega dinheiro publico emprestado mas só paga o empréstimo com propagandas (permuta)?
    Olha que nem toquei no assunto de ideologia, estou seguindo somente sua linha de raciocinio.

  8. Deveriam ter dois novos. Um novo à direita com os quais parece que você e muitos outros comungam em idéias e um novo mais a esquerda, afinal o povão também precisa comungar. Mas se um novo já está difícil, dois então é tarefa impossível. O problema é a falta dos GERENTES com todas as obrigações, posturas e compromissos que estão nesta cartilha do NOVO, conforme você disse. Infelizmente não acho que o Brasil hoje tenha estes GERENTES, aliás acho que nunca teve.

  9. Ricardo, boa tarde!
    Pode ser que o Novo surpreenda, mas no primeiro contato com o partido não vi nada de “Novo”. Fui abordado por representantes do partido no intuito de divulgá-lo, bem na época do Impeachment da Dilma, de cara já criei uma resistência pela abordagem impositiva e arrogante. Dois senhores me abordaram, informando que eram médicos e queriam apresentar o Novo, como gosto de política e me envolvo escutei com bastante atenção, de “Novo” não vi nada, um PSDB travestido de laranja, com discurso altamente elitista, o que não me agrada, pois, quanto maior a desigualdade, maior a criminalidade e por ai vai. Pela postura que me foi apresentada, será mais um partido voltado para a concentração de renda e com reformas no modelo das que estão em pauta no momento, esmagando o povo e repassando a conta para mais de 96% do país com renda abaixo de R$ 4.000,00.

    1. Todo cidadão brasileiro é rentista por tabela, pois se o governo não arcar com seus compromissos, a economia desmorona e todos os investimentos, desde poupança até ações, vão juntos.

  10. Olá Inundado, o partido novo se escreve com duas letras: PT. É aquele que mais fez pelo povo de Pindorama, dando continuidade nos trabalhos de Getúlio Vargas, João Goulart e de Itamar Franco. Sorte, Saúde e Cidadania.

  11. Essa prática de não aceitar ladrões notórios e regras de comportamento e atuação já é grande avanço na nossa política mafiosa, onde cada político protege as costas uns dos outros. Se os eleitos do NOVO pudessem abrir mão do foro privilegiado então seria quase perfeito.

  12. Desconhecia completamente esse partido, quem mora no interior tem dificuldade de obter informações. Até agora, eu só conhecia o partido do menino que ganhou um ventilador pra soltar pipa dentro de casa e o outro menino, cujo pai ensinou a cortar o dedo mindinho para conseguir uma aposentadoria precoce, que, alias, ensinou a ele também, a beber cachaça para esquecer a vida medíocre que vivi. Vocês que moram na capital, precisam nos informar mais sobre as coisas da política, tem muito voto por aqui.

  13. O problema do Brasil é o esquemão. São grupos formados por Temer, Saney, Marum, Renan e muitos outros que estão no cenário político há muito tempo.
    Quando acabarmos com o voto obrigatório, talvez vejamos luz no fim do túnel.
    Abraço.

  14. Fala serio!!! Este é o perfil deste partido que encontrei entre vários post na internet.
    “”Ter o dono do banco virtual Original, Henrique Meireles, à frente do Ministério da Fazenda do governo Temer, e o sócio e executivo do Itaú Illan Goldfajn na direção do Banco Central não parece ser o suficiente para as ambições e pretensões dos banqueiros. Eles querem mais.
    Preocupados pelo fato de as denúncias da operação Lavo Jato terem atingido em cheio os principais caciques tucanos (Aécio Neves, José Serra e Fernando Henrique Cardoso), os banqueiros temem ficar sem uma representação partidária capaz de disputar com chances reais a eleição presidencial em 2018.

    Quem financia – Não é por acaso que os maiores financiadores da “nova” sigla, segundo matéria publicada no Valor Econômico, são do grupo Itaú Unibanco. Sem lideranças e alternativas para vencer as eleições de 2018, parece que o Itaú e todo o sistema financeiro resolveram criar sua própria legenda. E, para driblar a atual legislação que proíbe financiamento de pessoa jurídica aos partidos, os caciques do banco Itaú bancam, em peso, os custos da “nova” agremiação.

    Os financiadores do novo partido – João Dionísio Amoêdo (ex-dono do BBA e ex-diretor do Itaú): R$4,5 milhões; Jayme Garfinkel (fundador e acionista da Porto Seguro): R$250 mil; Cecília Socupira (filha do dono da 3G Caítal, do grupo Itaú): R$250 mil; Pedro Moreira Salles (Presidente do conselho do Itaú Unibanco): R$150 mil; Eduardo Mazzilli (vice-presidente do Itaú): R$100 mil; Fernão Bracher (fundador do BBA, comprado pelo Itaú): R$50 mil; Israel Vainboim (ex-presidente do Unibanco): R$25 mil e Fábio Barbosa Ex-presidente do Santander e presidente da Itaú Social): R$15 mil.

    O povo precisa abrir o olho. O “novo” partido tem velhos figurões do grande capital e ideias antigas e reacionárias do século XVIII. “”

    Um partido que representa os banqueiros ira nos salvar, melhor chamar o Chapolin Colorado!

  15. SABE PORQUE NÃO DECOLA? PORQUE O NOVO ESTÁ CHEIO DE POLÍTICA VELHA!
    POSTEI NA PÁGINA DO SEU PUPILO, O MATEUS SIMÕES, O SEGUINTE COMENTÁRIO (CLARO QUE FOI RAPIDAMENTE MARCADO COMO SPAM E RETIRADO DA PÁGINA):

    LOBOS EM PELE DE OVELHA! VAMOS COMPARTILHAR ESSA MENSAGEM NO FACEBOOK, WHATSAPP E REDES SOCIAIS!
    Mateus Simões, admirei parte de seu trabalho em um dado momento, mas chegou o momento em que você virou uma grande decepção!
    Quem não se posiciona não merece nosso respeito! Não obstante o fato de não se posicionar a respeito de um dos temas mais importantes votados até aqui pela Camara Municipal de Belo Horizonte, Vossa Excelência demonstrou seu total DESCASO com os funcionários municipais! Você sequer compareceu à Sessão Extraordinária que determinou a retirada de direitos do Município!
    Covarde, seguiu dando uma de anjo, enganando quem não tem capacidade de pensar e analisar as coisas de maneira fria! A verdade é que você pisou feio na bola! Não demonstrou merecer ser parte do NOVO. O que você deixou claro é que faz parte de uma VELHA política, travestida por um partido NOVO. E o problema não está na ideologia do partido que você é filiado e representa, o problema é VOCÊ! Você destoa do contexto em que encontra-se inserido!
    Sinceramente Vereador Mateus, sugiro que você reavalie sua forma suja e porca de fazer política! Analise e mude! O NOVO não admite pessoas sem caráter e sem posicionamento ante quaisquer tipo de polêmicas e decisões que impactam as cidades e os governos! Você é uma decepção e me sinto no dever de expor essa opinião, uma vez que ela tem todo embasamento analítico. Além de ser covarde, não trata com respeito o cidadão, se recusa a tratar com educação e simpatia. Nariz empinado, se acha um DEUS! Mateus, DESÇA logo daí! Saia desse pedestal que sua mente suja criou! Sua casa também caiu, junto com tantos outros que agiram incorretamente nessa cena ridícula da política da nossa CAPITAL! Você é mais um RIDÍCULO POLÍTICO!

    1. Primeiro que ele não é meu pupilo. Quem sou eu para ter alguém deste nível intelectual como aprendiz. Segundo que se postasse algo assim na minha minha página teria uma resposta à altura. Como Mateus é educado e tem uma imagem a zelar — eu nem sou educado nem tenho imagem — achou melhor excluir, no que fez muito bem. Gente como você não aceita opinião contrária e seu comentário grosseiro mostra muito bem isto. Se alguém não pensa como você logo vira covarde e ridículo. Pois bem, rapaz! Covarde e ridículo é você. Você e o bando de babacas que infesta a internet hoje em dia, ofendendo e agredindo todo mundo.

      Ah, como é mesmo? Sujo e porco!!

  16. Patético! Bolsonaro é Lider e demonstrou Coragem em 7 mandatos ao resistir ao antro de corruptos, bandidos e comunistas que é o congresso. Todos o conhecem e suas firmes convicções. Demonstrou evolução com o tempo nas questões econômicas tornando-se um patriota Verde-Amarelo liberal-conservador . Sempre defendeu valores caros ao Povo como D’us, Família, Propriedade e Pátria. O novo ou amoeda conhecem esses valores??
    VIVA BOLSONARO 2018!

  17. Talvez desconfiança, por não concordar, por parecer com projetos do PSDB!
    Olá, só sou um eleitor analisando partidos e políticos, não tenho nada haver com candidatos nem sou filiado a partidos ou outra coisa qualquer, meu comentário do NOVO sobre o ITAÚ é a ligação de ex integrantes deste banco com o NOVO e mais, veja a avaliação de pesquisa do ITAÙ com o NOVO que diz ” • Nas redes sociais, João Amoedo (NOVO) lidera no crescimento de seguidores” qual interesse do ITAÚ nisso?

  18. O partido Novo não decola e o João Amoêdo não deslancha porque as pessoas tem PREGUIÇA de pesquisar sobre candidatos. Querem tudo mastigado. MAS no fim, o eleitor médio, quer é uma boquinha na teta da mamãe estado. Querem saber o que vão ganhar com o político. Querem algumas bolsas esmolas e não terem que trabalhar. Querem invadir propriedades privadas para assim conseguir algum imóvel de graça. Querem um populista que ofereça alguma migalha do seus privilégios como bolsas esmolas, carnaval, copa do mundo, festas, incetivos e por ai vai. Os políticos sabem como levar a boiada.. As pessoas primeiro precisam mudar o pensamento e depois querer a mudança. O João Amoedo e o partido Novo infelizmente são a ÚNICA opção de fato nova….repito INFELIZMENTE…mas quem ainda acredita nos velhos políticos e em seus privilégios…é só continuar votando neles 🙁

  19. Por que? simples… candidato a deputado federal, dusol promete permitir a posse de tanques de guerra. Armas não são o bastante. Amoedo, o candidato mais rico de todos (500 milhões) se diz contra a distribuição de renda no twitter. Obviamente é uma piada pronta que o candidato mais rico não queira “distribuir sua renda”. Mas não para por ai, se diz contra a ideia de igualidade. Amoedo, burro como uma porta, não percebe que igualidade não é comunismo. É uma ideia da revolução francesa (Igualdade, fraternidade, liberdade…) na qual burgueses, como ele, teriam os mesmos direitos que nobres. Eventualmente eles decapitaram os nobres, e a si mesmos. O Marx acho que nem tinha nascido ainda nessa época sabe… igualdade é, por exemplo, prender Lula, prender Aécio, prender Temer, prender todos os bandidos, e não apenas aqueles que apoiaram o PT… coisas que Amoedo não liga. O Novo…. é mais velho que a ponte de londres.

    1. Fala Alex, Tudo bem?
      Seu comentário me deixou um pouco curioso.
      Quanto você possui em bens e dinheiro vivo? Estou ansioso para poder compartilhar o seu dinheiro comigo e com o resto da sociedade.
      Se você acredita que o amôedo deve distribuir as riquezas dele, eu acredito que você também deve distribuir as suas.

  20. O Novo é a velha privataria que só na Vale roubou no mínimo 89 bilhões do brasileiro, porém reformulada. Melhor que não decole ou desse erro o Brasil não se recupera!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.