Desespero! Precisamos de ao menos um candidato

Por que “relativamente”? Simples. Porque qualquer que seja o presidente eleito, postas as atuais variáveis políticas, sociais e econômicas, não conseguirá realizar um boa administração, capaz de colocar o país nos trilhos. No máximo, evitará um desastre cada vez mais iminente. E quanto pior o eleito, mais breve (virá), maior e duradouro será o estrago.

Leia Mais

Para quem ainda não entendeu, vou “desenhar”

A prisão temporária do crápula corrupto interessa a todos, inclusive a ele mesmo. Haverá sempre a narrativa alternativa, mesmo que falsa, a dizer que as eleições de 2018 foram fraudadas e que o herói, o pais dos pobres, foi vítima de uma armação. Sem ele no páreo, o país (os agentes industriais, econômicos, etc) ficam tranquilos, assim como os demais candidatos. E os poderosos corruptos de sempre saem ganhando também. Gilmar Mendes terá lhes garantido a liberdade eterna. É um verdadeiro jogo de ganha x ganha. Para eles, claro! E por falar em jogo…

Leia Mais

O que eu penso sobre Luciano Huck? Pois não

De todo modo, se for esperto — e acho que é — Luciano Huck (se resolver mesmo ser candidato) só irá assumir tal condição aos 45 minutos do segundo tempo. Até porque, já viu o que aconteceu com João Doria, infelizmente, aliás. E se ele entrar de fato na parada, anotem aí minha aposta: Alckmin, Meirelles ou ele próprio serão os concorrentes de Jair Bolsonaro no segundo turno. O que dará? Os eleitores petistas, kkkkkkk, é que irão resolver! Já imaginaram os caras???

Leia Mais