Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

Oferta-se vaga de emprego no Jornal do Galo

Foto: Rafael Ribeiro | CBF

Por Marcelo Alvarenga

Não é mais uma questão de escolha ou de opinião. A demissão de Alexandre Tadeu é sinônimo de honra para o presidente Sette. É inegável que o diretor não tem mais nenhum clima com o elenco, com os funcionários e muito menos com a diretoria, uma vez que não foi nem ao menos envolvido na contratação de Levir Culpi.

Apesar de ser uma das boas ações possíveis para o presidente no ano, a demissão apenas vai confirmar um fato: errou-se drasticamente na escolha o nome para comandar o futebol do Atlético.

Aliás, há quanto tempo estamos remando sem rumo? Vamos analisar os treinadores contratados nos últimos anos e suas características:

  1. Cuca – Ídolo da torcida, foi contratado por ser ex-treinador do Cruzeiro. Conhecia o time do Galo na época e nos livrou do rebaixamento em 2011. O resto da história já conhecemos.
  2. Paulo Autuori – Oposto de Cuca. Treinador comedido, tático, com explicações mirabolantes para cada passo ocorrido no campo e com muito pouco conhecimento de Atlético. Durou pouco, graças a Deus.
  3. Levir Culpi – Oposto à Paulo Autuori. Treinador “boleirão”, já chegou barrando Ronaldinho e Tardelli e querendo intensidade. Mais um adepto do Galo jogando no melhor estilo Galo Doido. Deu muito certo.
  4. Diego Aguirre – Mais um treinador tático, para não dizer retranqueiro. Muitas explicações para quando perdia e uma soberba para quando ganhava, como se tivesse certeza de que era o melhor. Chegou ao cúmulo de poupar o time titular em uma final de campeonato. Deu no que deu.
  5. Marcelo Oliveira – Oposto à Diego Aguirre, montou o Atlético mais desorganizado que consigo me recordar. Os jogos eram vencidos na raça, na vontade e na individualidade dos craques daquele time. Pegou um time mais arrumado na final da Copa do Brasil e não conseguiu ver a bola durante o jogo todo.
  6. Roger – Oposto à Marcelo Oliveira, Roger era metido a entendedor e revolucionário do futebol. Tudo era tática, com explicações em um vocabulário difícil de ser absorvido pelos jornalistas. Imagine para os jogadores. Gostava da posse de bola, mas ganhar jogos não era seu forte.
  7. Oswaldo de Oliveira (C%$@# é você, seu babaca rsrs) – Passada a icônica frase do boleirão Oswaldo, parece brincadeira, mas não é. Mais um treinador com características opostas ao antecessor. Oswaldo é da velha guarda, ganha os jogadores na conversa, colocou cada um em seu lugar preferido e fez um bom final de 2017. O problema foi que o deixaram montar o time para 2018 e aí vieram os jogadores que ninguém acreditava que viriam. Melhor nem comentar.
  8. Thiago Larghi – Começou muito bem. Tirou leite de pedra do time no primeiro turno e ocupava a segunda posição na parada para a Copa. Se perdeu depois. Características? Não preciso dizer, não é? Opostas ao antecessor. Thiago era estudioso, gostava de posse de bola, não era de muita conversa com os atletas e queria apenas um futebol bem jogado. Deu certo por algum tempo.
  9. Levir Culpi – Volta o estilo boleirão, para tentar ganhar os medalhões no papo e fazê-los entrar em campo com vontade de vencer. Eu duvido muito que funcione, porque os medalhões do Galo atualmente não parecem estar muito preocupados com o que vem pela frente. Aliás, nem o Levir teve a audácia de dizer após o jogo que precisa perguntar o nome dos atletas para reconhecê-los.

Resumindo e explicando o porque de todas essas citações: é inacreditável que para um mesmo cargo trouxemos pessoas com características tão diferentes. Uma coisa é se implantar uma ideia e trocar as peças caso as escolhidas não funcionem. O que acontece no Atlético é o oposto. Troca-se as ideias de acordo com as peças que vão chegando. Surreal.

O negócio é esperar para ver quando será o próximo anuncio de vaga no Jornal do Galo:

OFERTA-SE VAGA DE EMPREGO

CARGO: Treinador do Atlético

SALÁRIO: Mais do que deveria

DATA DE INÍCIO: Imediato.

PRÉ REQUISITOS: Absolutamente nenhum. Aliás, um: Ser totalmente diferente do funcionário anterior.

Acorda, Galo. Pelo amor de Deus, acorda.

Abraços,

78 comentários em “Oferta-se vaga de emprego no Jornal do Galo

  1. Torcida acabou de protestar contra Gallo, Sette Câmara, Luan e Cazares em Lourdes. Jaeci de Carvalho que só fala bobagens e se acha o fodão, nunca chutou uma bola sequer em toda vida, diz que não se faz futebol sem dinheiro e que Sette pegou o clube quebrado. Partindo do pressuposto de que isso seja verdade, então mais uma vez o tal Sette Um deu um tiro no seu pé ou no pescoço quando desdenhou da Copa Sulamericana, que além do prêmio financeiro, dá vaga direta na Libertadores ao campeão e hoje só tem os brasileiros “poderosos” Bahia, Atlético Genérico e FlorminenC, disputando com outras potências como Nacional do Uruguai. Ou seja, daria pra termos ganhado o título, feito caixa e ainda amenizado o grande ano do rival, com mais um título sulamericano, coisa que o Crüzeiro não ganha desde o século passado. Mas não, o sabe tudo Sette UM preferiu desprezar como bom entender de futebol pra figurar no Brasileiro e conquistar como consolo G6, que pelo jeito vai virar G7 ou G8. Espero que como Sette e sua turma fingem que pagam e os jogadores fingem que jogam, nós que não fingimos que torcemos, não recebamos em troca novamente um “honroso” nono lugar, longe da Libertadores que é pra onde a vaca ou ainda seria Galo está indo… P.S. Protestar contra Cazares e Luan é válido, acho que o primeiro deveria ter partido com Larghi e o segundo comer banco. Mas e o Elias, apaixonado pelo Flamengo? E o Cone 2? E o Maidana? E o Fábio Santos? Respondam vocês!

  2. Boa noite amigos
    É triste ver meu Galo sendo dirigido por um bando de incompetentes que lembra aqueles diretores que só usou nosso galo pra serem políticos. Mudança de comportamento, mentalidade e planejamento JÁ. TE AMAMOS GALOOOOOOOOOOOOOO9X2OOOOOOOOO

  3. Salários atrasados a 16 dias, confirmados pela assessoria do Galo.
    Deve ter mais ainda não confirmados de direito de imagem etc…
    E ai aos que defendiam a atual diretoria, esta é a austeridade financeira prometida que abrimos mão de disputar as competições para ter caixa para 2019??????
    Outubro salários atrasados e receitas lá no chão, vamos chegar no vermelho final do ano, e ai? valeu a pena montar esta draga de time “baratinho” e não disputar nada para ganhar????
    Com a palavra os “verdadeiros e autênticos”.
    Ai meu GALO o que estão fazendo com você!

  4. Ávila Boa noite!
    No comentário anterior que postei, e neste agora, não se faz presente o capcha code. Notei uma série de alterações durante a postagem: ex. não aparece a mensagem que seu comentário esta aguardando moderação.

  5. Só mais uma. A orgulhosa imprensa desportiva mineira achou “um absuuurdooooo…” que Elias tivesse se aproximado da lateral do campo para dar informações a Larghi. Fritou Larghi só por isso. Duas semanas antes o elogiava pela goleada no Ceará. A mesma provinciana imprensa, com seu lábaro que ostenta estrelado, parece ter fritado Levir lá atrás. Não se iludam. Ela parece nunca ter assistido aos jogos da temporada europeia. Parece que nunca perceberam que SÉRGIO RAMOS sempre foi o informante dos técnicos sobre o que acontece no campo. Parece que não notaram que o time das marias tem também seu informantezinho que toda hora vai lá conversar com o Mano com a mão na boca. E que o sr. Mano – o atual queridinho da mídia, o dono do inoperante (até quando?) – também alterou substituições depois de ser informado. O CRUZEIRO PODE FAZER ISSO, O GALO NÃO, né imprensa mineira…? Se quiserem que eu mande as imagens para alguma rádio de Minas, é só falar. São tantas cenas, do futebol titular (Europa), e do titular ao junior (Brasil), que dá até preguiça lembrar. A propósito, quando não vou no campo, estou gostando muito de ouvir as transmissões do Pequetito. Os comentaristas são muito sensatos e imparciais. Eles não gritam quando comentam. É menos cansativo de ouvir.

  6. Ótimo texto, Marcelo.
    Com a devida vênia, discordo da afirmação sobre o Osvaldo, “o problema foi que o deixaram montar o Time para 2018”. Será que deixaram?
    Fora os que não vieram como Rithely e Hudson, “suas” indicações, que eu saiba, foram Samuel Xavier (?), Eric (?), a volta do Hyuri, Danilo e Pastor. Não?!
    André Cury tentava, a pedido de Mattos, trocar Xavier por Eric ou Arouca e os 3 vieram parar no Galo… Será que Osvaldo foi mesmo responsável por essas contratações?
    Pastor – em que pese ter caído de produção, está sentindo o fim da temporada e merecendo banco, teve seus bons momentos; a meu ver, foi sim uma boa contratação, levando em conta o custo benefício. Boleiro que é, teve papel fundamental de controle do vestiário, algo que o Larghi ainda desconhece. Quando no erro contra o Vasco a Torcida pediu a cabeça do Roger Guedes e a diretoria iria atender, Pastor interveio, chamou a responsabilidade pra si e acolheu Guedes como um pai. Deus suporte emocional que o fez deslanchar, e graças também a isso, nos livramos do rebaixamento. NÃO concordo com sua renovação por ainda mais 1 ano, e já pode ir embora. Mas, nos moldes que foi, aplaudo a sua vinda.
    Danilo – Esforçado, ao menos tinha muita vontade de acertar.
    Hyuri – esse foi péssimo. Não havia jogado nada na primeira passagem aqui. Foi protegido mesmo pelo Osvaldo, só ele enxergou futebol nesse jogador.
    Lembro ainda que Leandrinho e Nathan eram jogadores que interessavam ao Osvaldo (será?), mas vieram na gestão do Larghi.
    A avaliação deve ser conjunta, mas quem contrata é o Diretor. Como esse um parece ser ditador, não duvido nada que ele que tenha indicado sozinho esses mais jovens. Pois o mesmo disse que sua filosofia é investir em jovens que possam ser negociados. Os da base são “doados”.
    Portanto, no MEU entendimento, Osvaldo está isento de culpa, suas indicações não comprometeram esse ano. Recebendo ordens ou não, a responsabilidade é TODA do pseudo diretor.
    #ForaGallo
    obs. os meus comentários também não estão sendo postados.

  7. Boa noite a todos os atleticanos e atleticanas de todos os matizes!
    Boa noite jovem escriba!
    Alguém poderia me fazer o favor de me informar onde esta a tão decantada em verso e prosa AUSTERIDADE?
    A imprensa informa atraso no pagamento dos salários dos jogadores.
    Ou não há austeridade ou não há atraso.
    Pensando bem, como diria os autênticos e verdadeiros, certamente há austeridade, mas esta se acompanha de atrasos salariais.

  8. Levir foi injustamente dispensado (não pediu demissão) à época depois de tomar de 4×2 do Sport e de ter um mau resultado com outro time, no final do Brasileirão (Santos?). Pouco antes, em outubro (?), o Galo havia perdido para o Corinthians (então lider) em casa. Forças ocultas, deuses do futebol, deuses do vil metal talvez tenham conspirado contra. Ou até mesmo – quem sabe? – jogadores quiseram fritar o treinador. Alguém gravou aqurle jogo contra o Sport? Veja a expressão do Victor quando ele toma o quarto gol. Incrédulo e p* da vida. Ele sabia que algo não andava bem. Ficou indignado porque tem dignidade. É só ver quem era daquele time que ainda está por aí… É possível que Levir tenha sido fritado injustamente.

  9. Eduardo so falta o tal Alexandre pedir o chapéu ou o Sette Câmera demiti-lo o quanto antes temos que planejar 2019 com vaga na libertadores ou não e acho que esse planejamento não passa pelo Alexandre como diretor de futebol …abraços

  10. Marcelo Oliveira recebeu um plantel limitado que ele não montou, mas assim mesmo conseguiu deixar o time com uma vaga direta na Libertadores e levou pra final da Copa do Brasil.
    Perdeu o primeiro jogo de 3×1 porque o Grêmio era e é MUITO melhor que o Galo.
    Mas o incompetente do Daniel Nepomuceno o demitiu antes do segundo jogo, numa tremenda injustiça, achando inclusive que o fraquíssimo Roger Machado seria solução… o resto é história!
    Deu no que deu!

  11. Ótima explanação Eduardo. O time do Galo precisa de muitos ajustes mas um que eu queria ver é o Cazares jogando de segundo atacante porque de armador tá difícil !

  12. Dezesseis dias de atraso no salário dos jogadores, diz a imprensa. E dizem também que o Luan ganhar R$ 400 mil por mês. Um clube deve gastar só o que tem. Lancem os garotos da base e saneiem as finanças do Galo. Tem uma bela barca para zarpar aí. Esqueçam G6, isso já era. Vamos pensar 2019.

  13. Muito bom o retrospecto feito pelo autor do texto. Nos impõe a reflexão. Na minha opinião, o grande erro está num ponto abordado pelo Alberto, quando mencionada à famosa frase do presidente atual e a atuação do presidente anterior: O ERRO ESTÁ NA DIREÇÃO DE FUTEBOL.
    Proponho ampliar a linha do retrospecto, iniciando a análise no primeiro mandato do Kalil. Ao assumir efetivamente em 2009 (o fim de 2008 foi apenas “tampão”), acumulou as funções de presidente e de responsável pelo futebol, pois não havia diretor de futebol. Havia sim o auxílio do Bebeto de Freitas, que esteve como Diretor Executivo por um período curto, já que se desligou em agosto daquele ano (retornou ao CAM esse ano, no mesmo cargo, mas infelizmente deixou esse plano pouco meses depois). Kalil não manteve o Marcelo Oliveira e trouxe o Leão, sob a ideia de ter um comandante experiente. 4 meses depois, promoveu a primeira troca de treinador após uma semana conturbada, com resultados péssimos nos primeiros jogos da final do mineiro e fase da copa do Brasil. Soube-se depois que Leão havia brigado com líderes do grupo, como o zagueiro Marcos (dispensado logo depois) gerando descontentamento do grupo. Trouxe o Celso Roth, que com um time limitado fazia ótima campanha no brasileirão, chegando a liderá-lo algumas vezes. Mas, assim como aconteceu com o Leão, o ambiente azedou, o grupo rachou e treinador caiu após um péssimo fim de temporada. Kalil recorreu ao Luxemburgo que, após um começo titubeante, acertou o time, ganhou o mineiro e estava bem antes da copa. Porém, na parada do mundial, ocorreram saída de jogadores, o treinador fraturou o pé, deixou o comando nas mãos dos vários auxiliares e fez, conforme palavras do próprio treinador, um trabalho ruim. Outro fato importante: o ambiente estava péssimo! Maluf, que havia assumido a direção do futebol do Galo em junho, participou da troca de comando, quando no fim de setembro Dorival assumiu e nos livrou do sufoco. Em 2011, nova crise gerada no grupo, quando Ricardinho e Zé Luiz foram dispensados. Meses depois, veio o Cuca, dando início ao retrospecto apresentado.
    Levir deixou o Galo no fim de 2015. Já mencionei aqui anteriormente fatos sobre os bastidores de sua saída e a chegada do Aguirre. Fiz menção a esses fatos porque foram relatados por pessoas ligadas ao clube e, principalmente, porque foram relatados por MALUF, em entrevistas, no plural. Inclusive, o próprio diretor de futebol tentou evitar a demissão e, uma vez ocorrida, foi contrário à contratação do Uruguaio, bancada pelo Nepomuceno, que aderiu ao futebol da “modernidade “ e “CBF Academy”.
    Infelizmente, Maluf apresentou os problemas de saúde no início de 2016, segundo ano de mandato do Nepomuceno. Este, preferiu acumular as funções, como fez Kalil em 2009, até que o turco retornasse. Sabe-se que o Marcelo Oliveira foi também uma opção do Nepomuceno em desacordo com o Maluf, que mesmo afastado, desaconselhou sua contratação. Aliás, Nepomuceno era frequente em tomar decisões no rompante, e tal qual contratou, dispensou o treinador em meio aos jogos finais da CB/16. E novamente foi buscar a “modernidade” dos profissionais formados na CBF Academy ou com passagens na Confederação. Passaram por aqui, em sua gestão, o Roger Machado (um dos primeiros treinadores licenciados), Diogo Giacominni (instrutor), Rogério Micalle (treinador das categorias de base, campeão olímpico), Thiago Larghui (contratado com Osvaldo, foi assessor de Felipão, trabalhou com Parreira na seleção. Aliás, a criação do CBF academy teve muita influência do Parreira. Sette Câmara assumiu trazendo outro pupilo fracassado da Confederação para a direção de futebol. E este, por sua vez, está enchendo do Galo de jogadores com passagens pelas categorias de base, apadrinhados por empresários ligados ao Dirigente.
    O presidente de um clube possui uma enorme responsabilidade, deve se ocupar de uma porção de coisas e, por isso, deve se cercar de profissionais experientes e qualificados. E, mais ainda, competentes. O presidente atual segue o caminho do anterior e busca inovar, trazendo profissionais “modernos”, com novos conceitos. Conceitos esses que não surtem efeitos, e os tornam fracassados por onde passaram.
    Desde a morte do Maluf, o Galo teve André Figueiredo (outro nome forte nos bastidores da CBF) e o Domênico. O primeiro, caiu com toda a estrutura moderna (Micalle, Giacominni) e o segundo, que embora fosse “quebra galho”, conseguiu evitar o pior. Ainda que não seja profissional do ramo, é do ramo da bola! Teve resultado melhor.
    Vamos presidente! Demita o Alexandre Tadeu e busque alguém do futebol raiz! Alguém que entenda de futebol, já que disso vc realmente não entende.
    Saudações alvinegras.

  14. Eduardo, não vejo como correta a inserção de #13# pelo Galo Roberto, pois é uma insinuação política partidária incabível aqui neste espaço e, portanto, não deve e não pode ser permitida, sob pena de transformar o espaço num terreiro de politicagem.

        1. Entendeu agora onde quero chegar, a partir de 30 de outubro poderá fazer sua alusão ao Galo sem ter duplo sentido. Desculpe a forma que me manifestei.

  15. Queria assistir a um treino do Galo, não é possível que esses caras treinam passes, não conseguem dar um passe certo e tome bola no pé do adversário, até que uma hora o adversário aproveita o erro do perna de pau, como aconteceu no passe errado do Luan e faz o gol mais fácil da vida dele. Duvido que esse pernas de pau do Galo treinam, e o pior de tudo é que os treinadores do Galo não falam nada, não vejo o treinador ficar bravo com o jogador que deu um passe errado a 1 metro. O passe certo é o feijão com arroz do futebol, deveria ser obrigação do jogador, mas por incrível que pareça no Galo não é assim. Não treinam e não se exige passes certos dos jogadores, não treinam chutes a gol, ô turminha que chuta mal, enquanto isso, é só sufoco pro Vitor, qualquer jogadorzinho meia boca de times pequenos acerta cada paulada contra o gol do Galo, e os chamados “cobras” do Galo, salários milionários, só naqueles petelecos, e nós torcedores temos o direito de cobrar isso do time, do treinador e dos diretores. Treinam pelo amor de Deus! Aqui é Galo!

  16. Sem dúvida alguma essa foi a melhor explicação de como funciona a falta de planejamento e organização no C.A.M. Resumindo: Casa da mãe Joana…

  17. Boa Tarde,

    Já que este espaço aqui é para falar do nosso Galo, porque que tem um camarada que a 3 dias vem se manifestando politicamente e o mediador não o censura, e ainda publica seus comentários.
    Seu nome é “GALO ROBERTO DE OLIVEIRA” é preciso esclarecer porque na primeira vez que eu li neste espaço uma reprimenda a outro tal de “VIANNA” que também não consegui se conter, fiquei ciente. Será que o sujeito no caso é bobo ou finge, só para poder viver.

    1. Se passou algo, assumo minha falha. Tenho evitado sempre, mas minha mediação é feita muitas vezes em meio a afazeres profissionais. Não sou infalível, para piorar os textos longos e colocações desta ordem – sorrateiramente – postadas não ajudam ao bom debate sobre o Galo. Lamento!!!

    2. Caro, Wellington!
      Creio que você está me caluniando. Só entro nesse espaço pra falar do Galo, caso você perceba que eu esteja falando de política, tem toda a liberdade pra me corrigir. Ok?
      Aqui é Galo

  18. Gostaria muito de estar presente nesta manifestação de torcedores que carregam apenas e somente o Escudo do C.AM. no peito. Como meu cafofo fica longe da Capital Mundial do GALO,deixo meu apoio e torço p q o objetivo seja atingido. Saudações #FORATADEU

  19. Boa tarde amigos do Galo. Do jeito que as coisas estão, ainda vão se vangloriar de terem mantido o NOSSO GALO na elite do futebol brasileiro. O discurso será mais ou menos assim …” apesar das dificuldades que encontramos, conseguimos manter o CAM na elite do futebol brasileiro. Houve uma grande evolução no futebol, economizamos na folha de pagamento e para o próximo ano vamos contratar algumas peças e montar um time competitivo….”.
    E com este discurso continuarão apequenando o NOSSO GALO.

  20. Boa tarde Eduardo, reitero que o aplicativo do Blog está com algum bug, os comentários estão simplesmente sumindo. Não sei se voce já observou, mas o numero de comentário caiu bastante, possivelmente por falha em alguma rotina do aplicativo.

  21. Boa Tarde,

    Poderia começar a mudança barrando o Cazares e o Ricardo Oliveira.
    Bruninho e Alerrandro jogariam no mínimo do mesmo nível, e com maior vontade.
    O Elias já reposicionado pelo Levi pode aguardar a volta do Zé Welison.
    Fábio Santos também poderia pegar um banco de reservas para ficar esperto.
    O Vitor poderia ser trocado pelo Diego Alves que está com problemas la no Flamengo, porque já que jogou bem no último jogo, podemos esperar por outra entregada no futuro próximo.
    Só espero que o Levi não tenha perdido o abito de peitar os medalhões, por aqui eles não fazem falta nenhuma.
    Exelente o post, pura verdade, estamos num barco sem rumo, faz tempo.

  22. Boa tarde Eduardo. Acredito que o aplicativo do Blog está com algum erro de programação, alguns colegas estão reclamando que tentam mandar mensagens e participar mas a mensagem simplesmente some. Nos últimos dias a incidência deste defeito aumento muito, comigo já aconteceu diversas vezes, algumas eu até desisti de participar.

  23. Gosto do Levir e até acredito em uma reviravolta futura neste time… pior do que está não vai ficar porém ganhar títulos com o plantel que foi montado aí já tenho sérias dúvidas… no Brasil têm pelo menos 6 clubes com elencos bem melhores que o nosso GALO!!!!!!!!!!!!!

    Falar da Presidência e Diretoria é chover no molhado… mal preparados e sem o mínimo conhecimento em como administrar uma empresa do porte do CAM… neste momento é necessária uma troca urgente no Diretor de Futebol para quem sabe o ano de 2019 seja mais vitorioso!!!!!!!!!!!!

  24. Oi Eduardo, Marcelo e Amigos, bom dia!
    O Galo hoje virou a casa da mãe Joana. Perderam totalmente o foco. Estão dando tiros para todos os lados.
    Perderam principalmente o foco em montar times com o espírito de vencedores.
    Sette/Gallo arruinaram a entidade Clube Atlético Mineiro.
    Não vejo a médio e longo prazos a reconstrução do Galo. Vejo sim, prenúncio de dias catastróficos e de muito sofrimento para a Massa.
    Para não passar em branco: #FORA ALEXANDRE GALLO!
    Saudações Alvinegras,

  25. Esse presidente tá conseguindo ser pior que o Nepomuceno.
    Que austeridade financeira é essa?? as rendas estão pífias não arrecadou nem 8 milhões até agora.
    O rival só de renda e premiações já arrecadou mais de 100 milhões e aí Sette Camara??
    Não existe austeridade financeira com time ruim Sette Camara, time ruim afasta a torcida e faz agente passar vergonha.
    QUEREMOS TIME CAMPEÃO SETTE CAMARA, MANDA EMBORA ESSE MONTE DE PIPOQUEIROS E BUNDA MOLES.
    QUE O ELIAS, FÁBIO SANTOS, CAZARES E RICARDO OLIVEIRA PUXEM A FILA E SUMAM DO GALO!!

  26. Galo andando firme na direção de se tornar um time mediano no cenário nacional. O maior patrimonio de um clube é sua torcida, é dela que vem a receita para ser gigante. Nosso atual presidente caga para o time e até processa torcedor.
    Da minha parte, não pago mais GNV, não tenho mais premiere e não compro mais na loja do Galo. Faço isso para boicotar ? não ! Faço isso pois não reconheço mais o Galo que aprendi a amar e respeitar o hino que fala em “Lutar, lutar, lutar”.Ja apoiei o Galo com times infinitamente piores tecnicamente, mas nunca vi um time tão longe da nossa essencia, como esse bando de preguiçosos e reclamões que vestem nossa camisa. Perdem o jogo sem correr e saem de campo sorrindo abraçando ‘velhos amigos’ …
    Soma-se isso a um presidente arrogante que não gosta de futebol e um vice despreparado que mais fala de politica que de futebol nas redes sociais
    Pra mim deu !

  27. Por que nossos volantes sempre estão estourados? Porque eles jogam sobrecarregados. Quase ninguém aqui percebe que Elias é o grande culpado disso. Elias não pode jogar de volante. Na verdade ele não pode jogar mais no Galo. Ele prejudica o time. Quem quiser pesquisar vai ver que em quase todos os jogos que esse indivíduo esteve em campo os resultados foram desastrosos. Precisamos de dois volantes marcadores pra não se sobrecarregarem e podermos liberar o armador sem muita obrigação de voltar, bem como deixar os laterais mais livres pra apoiar. Quando digo laterais não estou me referindo ao péssimo Fábio Santos.

    1. Galo Roberto fiz um levantamento através do site Galo Digital e com o zero a esquerda do Elias em campo como titular no pós Copa o aproveitamento é de PÍFIOS 31%.
      Antes da Copa com o Blanco de titular o aproveitamento era de 64.5%.
      Lógico que ele não é o único culpado pois Fábio Santos, Cazares e Ricardo Oliveira estão nessa barca de inoperantes e PIPOQUEIROS MASTER que estão acabando com o Galo.

    2. Eduardo, não concordo que este nosso espaço seja usado com insinuações políticos partidária, incluindo #13#. Política é noutro local. Salvo melhor juízo deveria ser retirada esta “coisa”, porque senão, outros vão tentar a mesma artimanha.

      1. Já manifestei abaixo. Vou tentar retirar os que localizar.
        Fi-lo. Fui até 100 comentários anteriores, algo em torno de cinco conforme seu alerta.
        Estarei mais atento. Seria saudável que todos evitasse esse tipo de expediente, textos longos e ataques pessoais.
        Afinal, somos adultos e seria legal conviver bem. É nais árduo mediar essa situação que propor um debate.
        Abraços!

  28. Texto muito bem explicado…
    Total falta de planejamento, estamos sempre no modo “Apagando incêndio “.
    a melhor pergunta seria : Onde queremos chegar em 2019 ?
    De que maneira ? Como devemos fazer ?
    Isso é planejamento !!!
    ACORDA PRESIDENTE !

  29. bom dia torcida do galo, uma pergunta, porque nunca temos um PRESIDENTE que joga com a nossa torcida, exemplo patrik a torcida odeia mas esta sempre lá,gabriel brinca de zagueiro,pessima brincadeira,a quadrilha:elias,fabio santos,ricardo oliveira e cazares, tem 3 anos que esta lá e vai ficar até 2020(ricardo sem motivo porque renovo).GALLO continua lá,quando teremos um PRESIDENTE que sabe o que é PAIXÃO POR UM TIME, o maior valor de um time é a sua torcida e nossos nunca temos um presidente que escute sua GRANDE TORCIDA, abraços.

  30. Caro Afrânio, bom dia!
    Enquanto o modelo de gestão do CAM for o feudal, o resultado será esse que ai está. Às vezes ocorre um ponto fora da curva. Às vezes…

  31. simplesmente triste com este elenco que mais parece um time de futebol de rua. dificil acreditar que vamos perder a vaga na libertadores para o santos e ao mesmo tempo teremos que torcer para o time do outro lado da lagoa pq se eles entrarem no G6 , abre mais uma vaga na libertadores. a situação este ano além de triste, está humilhante. abraço a todos e que 2019 seja o oposto deste.

  32. simplesmente triste com este elenco que mais parece um time de futebol de rua. dificil acreditar que vamos perder a vaga na libertadores para o santos e ao mesmo tempo teremos que torcer para o time do outro lado da lagoa pq se eles entrarem no G6 , abre mais uma vaga na libertadores. a situação este ano além de triste, está humilhante. abraço a todos e que 2019 seja o oposto deste.

  33. Bom dia!
    Quero o meu Galo brigador e raçudo de volta!
    Fico irritado em ver e ouvir Elias, encarnação da preguiça, da falta de compromisso. E esse lixo de jogador ainda quer dar uma de líder no grupo…Fora Elias! Fora Fábio Santos! Fora Tadeu!

  34. Bom dia Eduardo e massa. Grande texto Marcelo alvarenga. Viramos um time de chacota ,estamos segurando vaga para o peixe.atl pr.flor.se tivesse aí no Brasil ia na porta e gritar fora GALLO e este montes de peladeiros que trouxe. Acaba 2018 rápido e fazer uma varredura neste time.chega.vai galoooooooo.

  35. Bom dia a todos e todas, nunca vi tanta verdade mencionada acima, muito triste nossa realidade, pelo menos espero que o time do outro lado da lagoa não chegue à nossa frente, não suportaria tanta “zuação” , O’ Deus !!!!
    Vamos galo, temos uma semana inteira para trabalhar, não dá nem pra imaginar um empate com o Ceará.

  36. Excelente texto!
    O nome do técnico necessariamente seria o de ABEL BRAGA, até que o Alexandre Tadeu queria, mas o presidente preferiu Levir. Lamentável.
    Como já falei aqui, o nosso adversário conquista mais títulos porque sempre contrata grandes treinadores.
    O cara estava desempregado e fala que não estava assistindo jogos do Galo. Que treinador é esse.
    Demitido do Santos pelos jogadores que reclamaram com a diretoria que ele não sabe dar treinos táticos.

      1. Qualquer técnico que se prese deve estar atualizado.
        A qualquer momento surge uma vaga, a cada mês no brasileirão um técnico é demitido. Se não estava assistindo é porque estava desinteressado.

  37. Bom dia massa, Alvarenga e Guru.
    Além da desvairada mudança de perfil, o que chama mais a atenção, principalmente nos últimos anos, foi a frequência como ocorreram. Isto é mais do que prova cabal, da total falta de inteligência e planejamento de nossas últimas diretorias, e como consequência as contratações esdrúxulas como : Emerson Conceição, Denilson, Arouca, Roger Bernardo etc, ect, etc. Hoje estamos simplesmente constatando a total falta de coerência e incompetência de que está na direção, e só por isto saímos de uma época de títulos para atual como mero coadjuvante.
    E para corroborar com esta constatação, hoje saiu que no segundo turno estaríamos em 11º lugar com 39% de aproveitamento, isto jogando com a equipe titular, ou seja, dedicado unicamente ao brasileirão, sem torneios paralelos.
    FORA ALEXANDRE JADEU!!!!!

    1. Gostaria muito de estar presente nesta manifestação de torcedores que carregam apenas e somente o Escudo do C.AM. no peito. Como meu cafofo fica longe da Capital Mundial do GALO,deixo meu apoio e torço p q o objetivo seja atingido. Saudações #FORATADEU

  38. O NOSSO C.A.M TÁ UMA BAGUNÇA. SEM COMANDO E O TAL DO ALEXANDRE gallo DEITANDO E ROLANDO COM SEUS EMPRESÁRIOS PARCEIROS . FAZENDO NEGÓCIOS , VENDENDO ATÉ A ALMA DO TIME.
    FOI ELE MESMO QUEM DISSE : MEU NEGÓCIO É VENDER E VENDER MUITO.
    FORA ALEXANDRE gallo.
    FORA ELIAS .

  39. A derrocada começou justamente quando o Levir foi demitido, no calor da súplica da Massa. Foi um tiro no pé; e eis que o mesmo Levir está aí de volta. Porém, naquela época, o elenco ainda tinha um nível de qualidade superior a esse canguiço atual, que foi endossado pela diretoria medíocre que assumiu: resumidos no 171cam e no alexandre caLLo. Fora caLLo! E que o conselho já pense num substituto ao 171cam, pois o lugar dele é no depto. jurídico, jamais à frente do futebol. Resta a nós, torcedores, torcer, rezar e vice-versa. Vamu, Galo!

  40. Bom dia Eduardo, Marcelo e Atleticanos,a pressão pela saída de Alexandre Tadeu começa a se intensificar. O problema é que a diretoria atual vai mantê-lo será que o motivo é que as lambanças das contratações do ditos “reforços barca furada” tiveram o dedo dos mandatários e não apenas de Alexandre Tadeu?
    Em recordação à mesma época no ano passado, parece que os comentários no bloq estão sendo repetitivos: time medíocre, sem raça, sem compromisso e indiferente; diretoria fraca, incompetente e sem planejamento. Por sua vez o time parece ter a mesma capacidade daquele do ano passado, com apresentações horrorosas e resultados pífios. E assim a campanha deste campeonato brasileiro caminha para o mesmo resultado do ano passado: classificação vexatória e fora da libertadores.
    Portanto, qual o resultado pratico da reformulação do elenco feita por parte dessa atual diretoria em relação ao elenco do ano passado? Os resultados e a campanha desse elenco respondem a pergunta: quase nada.
    Mudanças já e acentuadas para tentar vislumbrar algo motivador para 2019. Saudações Atleticanas

    1. Caro Afrânio, bom dia!
      Enquanto o modelo de gestão do CAM for o feudal, o resultado será esse que ai está. Às vezes ocorre um ponto fora da curva. Às vezes…

  41. Bom dia a todos os atleticanos e atleticanas de todos os matizes!
    Bom dia Ávila!
    Bom dia vivem escriba!
    Tudo que vc escreveu hoje, se me permite, resume-se com uma frase do nosso ilustre mandatário torcedor da segunda divisão da fórmula 1: “eu não entendo de futebol”.
    O que podemos esperar? Não nos esqueçamos que a diretoria anterior o presidente atuou sozinho, sem diretor de futebol (problemas de saúde), e deu no que deu.
    A característica de lo nosso clube é essa: diretorias amadoras! O CAM mais parece um feudo.
    Enquanto uma empresa for administrada como se fosse a residência daquele que a administra, assim será.
    Alguém vê alguma possibilidade de mudança? Feudo é feudo.( Apenas uma opinião).
    TORCER SEMPRE sem NUNCA PERDER A CAPACIDADE DE JULGAR!

  42. Verdade.
    Cada técnico diferente com filosofias diferentes.
    E nosso Galo só levando no fiofó.
    Um time tem que ter identidade independente de treinador.
    Vai Galo rumo ao G4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*