Um país preso e com medo de viver

Viajar é como sair da caixa que nos aprisiona o corpo e a mente. O duro é olhar de fora o que não enxergamos de dentro

Olhos nos olhos

Estou viajando com minha filha e minha esposa. Por isso o ritmo do blog está mais lento. Peço desculpas aos amigos leitores pela demora na publicação dos comentários e no envio de posts. Mas sabem como é, né? Já que Andréa e Aécio Neves dançaram — e eles são os meus patrões — fiquei desempregado e sem receber para escrever, daí só me restou passear mundão afora, hehe. Os petralhas piram!!! Tem até alguns com crise de abstinência, acreditam?

Pois é. Fui me atualizar sobre o Brasil. Pra quê, né? Para passar raiva; só pode. Não há mísera notícia que valha a leitura. Nada que preste! Apenas um amontoado de besteiras, sensacionalismo brega e a sujeira política de sempre. O pior é que entra ano, sai ano, as férias se sucedem e o sentimento é sempre o mesmo: vivemos num pântano fétido fossilizado no tempo e no espaço. Quase nada muda, e quando muda, pouco ou nada evolui. O Brasil é como uma pedra.

O mundo civilizado acelera. Caminha para frente e em velocidade hipersônica. Novas tecnologias servem ao Estado, que serve ao cidadão, e todos vivem felizes e em paz consigo mesmos. A troca é quase sempre justa: o Capital remunera o trabalho, que gera consumo e renda, que sustenta o Estado, que provém o bem-estar social. É perfeito? Não, não é. Mas é quase! Dentre as imperfeições do verdadeiro Capitalismo não está o desequilíbrio assimétrico entre Estado e sociedade.

Não verei o Brasil assim. Minha filha não verá também. Não creio que meus netos verão, pois meu avós diziam que os seus — ou seja, eu — veriam. Não mentiram, coitados. Apenas se enganaram. Eram ingênuos e realmente acreditavam no tal país do futuro. Imaginavam que, em 50 anos, tudo seria diferente. E poderia, sim, ter sido. Mas não foi. E não será. É pena.

Volto a qualquer hora!

Leia mais, aqui.

22 comentários em “Um país preso e com medo de viver

  1. Caro Ricardo, o que vc sente hoje, jà senti hà 26 anos atràz, renunciando à minha profissao que amava fazer (programador guarani fm e professor), era o periodo “Còlor de Merda” imagine, o sapo cururù ainda nem cantava no Pindorama como hoje canta, e renunciando também às belezas deste pais riquissimo (sò de recursos, mas nao de pessoas honestas, infelizmente) para experimentar, olhando aqui de fora, o que é realmente um estado-social democràtico e por que nao dizer Capitalista. Cai na real, e faria tudo de novo mil vezes, pois aquela idiotice de dizer que “Deus é brasileiro” acaba virando uma ofensa ao “Padre Eterno”. Saluti….

  2. O coxinha shitzman deve estar em miami fazendo o q 10 entre 10 brasileiros fazem por la: comorando superfluos, sonegando e falando nal do Brasil…

  3. Ricardo,
    O problema do Brasil é que tudo foi de brincadeira.
    Não fomos descobertos pelo Cabral, mas ele errou o caminho das Indias.
    Não fomos colonizados, mas explorados pelos portugueses.
    A Inconfidencia Mineira, liderada pelo falastrao Tiradentes, lutou contra um quinto de nosso suor e hoje pagamos dois quintos.
    A nossa Independencia foi um acerto de dividas com Portugal(que estava quebrado) e Inglaterra.
    Os militares de 1964 se uniram aos politicos tradicionais, a corrupçao foi acobertada pela censura,
    e o Brasil continuou o mesmo. Enquanto isso o Pinochet fez o que deveria ser feito. Vejam o Chile hoje. Não estou defendendo a volta dos militares, mas naquele momento tivemos golpes militares no Brasil, Uruguai, Argentina, Paraguai, Peru e outros que nao me lembro. Estou ficando velho e cansado, mas o unico pais que resolveu seus problemas foi o Chile.
    E continuamos com muitos problemas a serem resolvidos deste 1500.

  4. Eu acho que o que mais representa o titulo do texto hoje e a mensagem é o Lulismo, mais que o petismo. Seria neste caso uma caixa dentro de outra. Na política não podemos ter idéias fixas, ídolos fixos, cores fixas… Os lulistas vão até o inferno por Lula. Não mudam. Uma palavra do Lula soa pra eles como uma ordem a ser cumprida. Uma mentira tem valor de uma verdade divina. A que ponto chega uma dominação coletiva de mentes! É espantoso! Já vimos este mesmo filme na história em todo o mundo e sabemos como terminou. Eles são tão aprisionados em seus vícios, em sua manias neuróticas, em seus costumes, em sua doenças mentais que acham o o “inimigo” deles também tem ídolos, não mudam de opinião e não evoluem. Ter liberdade de pensamento não tem preço. Ter a liberdade de mudar e progredir não tem preço. Esta é a diferença

    1. Pode estar certo, Gilney, que a recíproca é verdadeira: os que se deixaram levar pelo ódio que os golpistas disseminaram no Brasil (e os que tiveram a boa fé por eles burlada) também não mudam; “vão até o inferno”, mas não mudam. O tempo é o senhor da verdade. Vamos ver onde como isso vai acabar. Nas respeito sua opinião.

    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      conta outra laura..esse cara é um falastrao.. realmente deve ter ido viajar mesmo,mas pro interior de minas ,pq deve esta sem dinheiro de tanta merda que escreve nesse blog que nem 1 % da populaçao lê;rsrsssrsrss .ainda tem mais essa. temer tirou dele o cartao do bolsa familia.srsrrsrsrs

  5. Olá Inundado, não tenho medo coisíssima nenhuma. Sei quem muito bem que vive a extorquir a força do povo. Tenho é coragem e disposição para a labuta, por isso, levanto todos os dias as 05h para trabalhar e estudar e nessa lida vou até as 21h. Porém a elitizinha rapinosa e extrativista dos Serra, Mininu, Gedel, Moreirel, Michel, Padilhel, Cunha, João Agripino, juiz porta de cadeia das Araucárias, DR Ferrão e tantos outros da laia muito atrapalha. Eles vivem a sagrar esta nação e tudo fazem para inviabilizar a vida e o exito de tantos José Coisa Nenhuma como eu e tantos milhões. Deram o golpe e não deixam que o país forme e instituições e nem mesmo o valor do voto universal e periódico eles respeitam, aliás eles nada respeitam, vivem, tamsomente defendendo seus interesses pessoais mais imediatos. Vamos deixar de mistificação e lançar luzes para clarear o caminho do povo brasileiro. Sorte, Saúde e Cidadania.

    1. Olá Banana de Pijamas.
      O Rio de Janeiro está em estado terminal e a violência é endêmica. Anos de “socialismo tupiniquim” executado pelos palermas progressistas, destruíram a cidade maravilhosa. O Rio de Janeiro se transformou na Venezuela do Brasil. Sei quem que vive a extorquir a força do povo: Lullão Corrupção e Destruição. Não há trabalho para todos. O desmantelamento da economia de mercado, foi conduzida com êxito pela elitizinha rapinosa e extrativista dos PTralhões Lullão, Dilmão, Lindberghão e Maria do Rasarão, dos vassalos Jandirão, Collorão, Sarneyzão, Cunha, Mantegão e os juízes do STB (Supremo Tribunal Bolivariano). Eles vivem a sangrar esta nação e tudo fazem para inviabilizar a vida e o êxito de tantos e com a ajuda de bananões que tiveram a mente lobotomizada como o José Cidrac Coisa Nenhuma, e como ele, euns poucos gatos pingados. Deram o golpe, entrando no cheque especial, deixando a conta astronômica para o povo pagar. As instituições foram contaminadas pelo petismo, lulismo e comunismo. Um processo de depuração será necessário. O vagabundo, analfabeto, corrupto e corruptor das galáxias nunca foi um mito, só um mafioso safado. Vamos deixar de mistificação e lançar luzes para clarear o caminho do povo brasileiro, com a eleição de Jair Bolsonaro. Os palermas socialistas serão aniquilados nessa eleição. Trabalho, estudo e humildade não fazem mal a ninguém.

      1. Olá Sem Nome, (talvez seja o próprio blogueiro que se apresenta assim), com a eleição de Jair Bolsonaro o Brasil voltará expurgar boas cabeças pensantes que não terão mais lugar no país e passará a torturar e a construir Ferrovias do Aço, Trasnamazônicas e aterramento das veredas no cerrado. Essas e outras atrocidades a turma do verde oliva sabe fazer com esmero.
        Nos oito anos da Maria Antonieta Tropical nenhuma universidade e curso técnico foi aberto em Pindorama. Com Lulinha Paz de Amor foram mais de dez universidades e dezenas de curso técnicos federais abertos. Eis uma das diferenças. A elitizinha rapinosa e extratisvista quer a negrada continue analfabeta para ganhar U$ 68, por mês e não reclamar; o PT começou a implementar mecanismos de capacitação e qualificação do povo e sua emancipação. Enquanto isso os juízes querem penduricalho de R$ 5.000 para a educação de seus filhos. Ou seja, não chegamos nem ao nível da Revolução Frances, são muitas Bastilhas a derrubar. Boa Semana.

        1. Olá Banana de Pijamas
          Com a eleição de Jair Bolsonaro o Brasil voltará expurgar boas cabeças de vento medíocres que se dizem pensantes. Esses canastrões não terão mais lugar no país, graças a Deus, e o governo passará a cumprir a lei. Boas iniciativas para privatizar Ferrovias do Aço, novas opções de transportes para o povo amazônico e melhor exploração dos recursos no cerrado. Essas e outras milhares de iniciativas do glorioso Exército Brasileiro, o governo de Jair Bolsonaro fará com esmero.
          Nos oito anos do socialista Fernando Henrique Cardoso nenhuma universidade e curso técnico foi aberto no Brasil, porque o Sarney que sempre apoiou esses malditos governos socialistas vagabundos, principalmente o Lulão só Corrupção e Destruição, não fez nada de produtivo em sua desastrosa gestão. Com o Vagabundo das Galáxias, ladrão, safado, corruptor e corrupto foram mais de dez universidades e dezenas de curso técnicos federais abertos, criando milhares de cargos públicos e aumentando ainda mais a dívida brasileira. Eis uma das enormes diferenças. A elitizinha socialista vagabunda, rapinosa e extratisvista quer que os brasileiros continuem a financiar os sonhos de uma noite de verão dos famigerados messias palermas. Há uma grande maioria analfabeta hoje, que ainda insiste em votar na palermada socialista, para ganhar U$ 68, por mês e não reclamar; o PT torrou milhões de reais em supostos mecanismos de capacitação e qualificação do povo e sua emancipação, para depois destruir 14.000.000 de empregos. Enquanto isso os juízes querem penduricalho de R$ 5.000 para a educação de seus filhos, porque a Dilmanta e o Lulladrão deram aumentos sucessivos aos funcionários públicos, sem a correspondente receita. Ou seja, falta uma revolução brasileira, bem no estilo da Revolução Francesa, com a adoção da guilhotina para julgamento de vários políticos ladrões que apoiaram esse governo socialista corrupto e destruidor de vidas. Os novos políticos que serão eleitos nessa mega reformulação do congresso e executivo, terão que criminalizar o socialismo e o comunismo com prisão perpétua. Trabalho, humildade e estudo não fazem mal a ninguém.

  6. Ricardo, desde criança ouço falar que o Brasil é o País do futuro, mas não sai do passado.
    E quanto à sua viagem, vá espairecer, você merece! Aguardaremos seu retorno com ansiedade.

  7. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    conta outra laura..esse cara é um falastrao.. realmente deve ter ido viajar mesmo,mas pro interior de minas ,pq deve esta sem dinheiro de tanta merda que escreve nesse blog que nem 1 % da populaçao lê;rsrsssrsrss .ainda tem mais essa. temer tirou dele o cartao do bolsa familia.srsrrsrsrs

  8. Meu pai também acreditava que seria diferente quando chegasse “a minha vez”. Porem não mudou muito. Da época dele pra cá ainda temos o Maluf, o Sarney, o FHC, o Serra, o Lula, o Temer…. O que atrapalha o desenvolvimento do país não é o povo, que tem sim seus defeitos de caráter e desvios de conduta mas que usado como massa de manobra por esse povo politico que olha os seus. Pra eles as coisas devem ter prosperado bastante. O que mais me indigna não é o atraso que vivemos, isso até é compreensivo considerando que somos uma nação nova, mas é o fato de não aprendermos com os erros históricos cometidos pelas outras nações até elas se tornarem o que são hoje. Não precisaríamos estar até hoje na era da “monarquia politica” sabendo que outras povos já passaram por isso e que eles fizeram para prosperar como nação.

    1. Só uma correção: ser uma “nação nova” não justifica nada. Basta olhar os EUA, Canadá, Austrália, Nova Zelândia… De atrasados não tem nada e são todos países que foram colônias europeias. A Austrália inclusive era o local para onde os ingleses mandavam os piores bandidos do Reino, como punição por seus crimes, condenados a viver “espremidos” naquela estreita massa de terra entre toda a água do Pacífico e um dos piores desertos do mundo. Abs

  9. Olá Inundado, até Reinaldo Azevedo já avisa das barbaridades do juiz porta de cadeia das Araucárias. Veja se te mancas, deixe o ódio ainda que seja por alguns dias.

  10. Gostaria de saber do Ricardo o que o que os governos brasileiros, todos eles capitalistas fizeram para o povo brasileiro nos 500 anos de historia do Brasil, mais do que rapinar as suas riquezas? Acho que o regime capitalista e ainda o menos pior sistema, menos no Brasil onde os maiores capitalistas tem por habito mamar nas tetas do governo e ainda culpa os menos afortunados pelas mazelas advindas de suas rapinagens ao erário publico? No Brasil o povo não pode ter educação, saúde e nada de qualidade , mas os empresários faz chantagens sistemáticas ao governo ate conseguirem empréstimos sem juros e outras benesse dignas dos marajas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.