Sete perguntas que Dilma teria de responder. Mas não vai.

“Não mexa nisto, querido, pois pertence ao povo brasileiro”. Dilma Rousseff, segundo ela mesma, ao netinho, quando a visitava no Planalto e mexia nas coisas.

Sinceramente, apesar de ter motivos para, eu não duvido da fala da criminosa (por fraudes contábeis e fiscais no exercício da presidência, conforme julgamento pelo Senado Federal), ao neto quando mexia nos objetos do palácio. Acredito mesmo que a “ex” tenha tido, sim, tal comportamento com o pimpolho de sua filha. Agora eu pergunto:

Por que não teve o mesmo critério e cuidado quando era presidente do conselho da Petrobras, e permitiu a compra da refinaria-sucata de Pasadena?

Por que não agiu com a mesma observância, ao abrigar um sem número de corruptos nos mais de 40 ministérios que cuidou?

Por que não pensou no povo brasileiro quando mentiu tanto, quando fraudou tanto, quando enrolou tanto na eleição presidencial de 2014?

Por que não impediu que gente como a sua melhor amiga, Erenice Guerra, utilizasse o cargo para receber vantagens indevidas e recursos ilícitos?

Por que não poupou o próprio neto de assistir a uma nomeação ministerial de ocasião, apenas para dar abrigo jurídico a um investigado pela polícia federal?

Por que, tão zelosa que é, manteve um Aloísio Mercadante no cargo de ministro, mesmo após este ter sido pego em gravação subornando uma testemunha?

Por que, enfim, como último ato de descaso ao país, de desrespeito às leis, golpeou a Constituição e manteve-se empregável e elegível no setor público?

Sim, dona “ex”, eu e o povo brasileiro agradecemos seu zelo pelos objetos do Planalto, mas a agradeceríamos muito mais se este mesmo zelo tivesse sido observado também pelo país e pelo enorme patrimônio dilapidado, destruído, surrupiado, enxovalhado e negligenciado pela senhora e seus colegas de (des)governo. A Petrobras, sozinha, lhe seria eternamente grata.

(leia também)

 

30 thoughts to “Sete perguntas que Dilma teria de responder. Mas não vai.”

  1. Por que um filho seu, que fosse viciado em cocaína, passasse anos em sua companhia e você só viesse a descobrir quando a polícia o apanhasse?

    1. um filho seu passando anos em sua companhia e você só descobrisse o erro dele após anos quando ‘outros’ o apanhasse…comprova seu total descuidado e desatenção com seu ente familiar e total despreparo para zelar por qualquer coisa!

    2. Não sei se você (marcos augusto) tem filho mas se tem e o acompanha desde pequeno sabe que um pai atento saberá quando o mesmo mentir até pela expressão facial dele.
      Passar “anos em sua companhia” não é educar e conhecer seu ente querido é preciso bem mais que isso.
      Não saber que um filho está viciado ou envolvido em alguma falcatrua é o reconhecimento de não conhecê-lo.
      Agora o que podemos ver na maioria dos políticos brasileiros é que assim como alguns pais que estabelecem que o filho deles é o puro e o dos outros é que e o marginal que leva para o “mal caminho” assim são os indicados por eles para os cargos em que não tem nenhuma competência para tal e são “segundo eles” levados por pessoas desonestas à praticar os atos que vemos diariamente.
      É tampar o sol com a peneira e querer se eximir da indicação do mesmo.
      Seja qual partido político esteja no poder os atos dos indicados são de responsabilidade de quem indicou assim como os atos dos filhos são de responsabilidade dos pais até que a lei diga que não ou quem tenham discernimento para tal.

  2. Uma constatação: por ser um indivíduo inundado de paixão, não tenho dúvida de que seja integrante da torcida do “fora Dilma”; portanto, pouco importa a democracia. Todavia, aqui um reparo, não é legal e nem honesto utilizar-se da falácia pois a lógica a desmente. Não utilize a palavra povo, porque faço parte deste e não me incluo; sem contar que parte do povo está saindo às ruas.

    1. Tenho visto! Uma verdadeira multidão!! E sempre muito ordeiros. Baita orgulho deve ser fazer parte de gente assim. Ah!, sr. povo: eu faço parte, sim, do Fora, Dilma! Do Fora, Lula. Do Fora, PT. E também do Fora, Temer. Do Fora, Cunha. Do Fora, Renan. Do Fora, Lindbergh. Do Fora, Gleisi. E do Fora, Vagabundos (de qualquer partido)! E você? É também?

  3. “Por que, enfim, como último ato de descaso ao país, de desrespeito às leis, golpeou a Constituição e manteve-se empregável e elegível no setor público?” Que verborrágica, meu amigo. Foi por vontade dela, mesmo, você jura? Se ele tivesse esse poder não evitaria a saída? Como alguém escreve uma asneira dessa e ainda tem coluna no Uai…

    1. Tá certo! Realmente foi contra a própria vontade que ela manteve os benefícios ilegais. Mas ainda bem que as outras seis perguntas você concordou. Talvez por isso eu tenha um blog, não uma coluna, no UAI. 85% de satisfação dos leitores, como no seu caso, está ótimo.

  4. O quê será que enfiaram nas mencionadas quatro carretas para a mudança dela? O Lula precisou de alegadas sete carretas e agora se recusa a informar ao Moro o quê está escondido no Banco do Brasil e outros galpões.

  5. Eu não entendo! Como é que ainda exista pessoas que tentam arranjar justificativas para a situação, que só piora, que só vemos aparecer mais roubos e roubos. As vezes chego a pensar que por tudo que o povo Brasileiro passa de dificuldades é merecido.

  6. Piada. O cara claramente decidiu usar um espaço pra justificar um golpe político na democracia brasileira. Dessas perguntas, quantas condenações da justiça houve contra a presidente? que eu saiba, nenhuma. Ela barrou investigações? pelo que sei, não. Sem crime com condenação pela justiça, condenada por políticos ilibados,,, continue perguntando e sem peso na consciência… com certeza você achará mais perguntas pra justificar sua posição…

    1. Ué, Márcio, usando sua mesma lógica eu lhe pergunto: qual condenação judicial Michel Temer e o processo de impeachment sofreram?

  7. Parabéns, Ricardo, mais uma vez, pelo comentário corretíssimo sobre perguntas não respondidas por uma irresponsável e hipócrita que foi a grande facilitadora da continuidade da implantação da corrupção no Brasil, com a clara vantagem de se manter no poder(pior corrupção) e o Dr Ricardo e Renan vão ter que consertar a inimaginável abominação que perpetraram contra a Constituição…

  8. Parabéns, você perguntou o que ela não tem capacidade de responder e que os petistas não gostariam que você perguntasse. A chiadeira é normal, não ligue para elas!

  9. Das duas uma: ou o blogueiro é venal ou apenas mais um alienado. Pena que também falta um pensamento crítico na maioria dos que lê suas asneiras.

  10. É preciso ter um pouco de sabedoria para entender o posicionamento alheio. Interessante notar que a maioria dos comentários contrários ao texto demonstram a arrogância de quem “acha” que a única verdade é baseada em sua impressão pessoal. Todas as histórias e estórias tem diferentes versões e lados, bom mesmo seria reunir tudo e procurar uma resposta plausível sem sentimentalismo …. vamos usar mais a lógica! Parabéns ao Ricardo por apresentar seu posicionamento quanto ao assunto e manter o senso de humor ao responder os comentários ácidos.

  11. COITADA DA DILMA, É INJURIADA ATÉ DEPOIS DA SUA SAÍDA, MAS OS VERDADEIROS CRIMINOSOS ESTÃO LÁ, E NOS FAZENDO MAL, MAS CADÊ A MESMA MÍDIA QUE CRITICA O PT, O LULA E A DILMA?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.