Tudo em nome do povo!

Cadê o broche de ouro e diamantes que estava aqui? O gato comeu!

 

É incrível, mas quando pensamos não haver nada mais surpreendente a vir da dupla Lula e Dilma eles se superam. Sim, eles, pois o caso ainda é um mistério! Não se sabe ainda se foi ele ou se foi ela. Ou nenhum dos dois. Qual caso? O rolo da tal faixa presidencial que desapareceu. Aliás, já foi encontrada, porém sem o broche de ouro cravejado de diamantes que confeccionado em sei lá quando e sei lá por quem, mas com valores comercial e histórico inestimáveis. Ah, sim! O conjunto da obra (faixa + broche) foi produzido por meros R$ 55 mil. Tipo assim, um carro zero ou um AP do Minha Casa Minha Vida. Coisinha à toa!!

O descaso e o desrespeito que esta turma possui pelo país, por sua história, por sua cultura e por sua gente é algo fora do comum. Jamais se viu nada minimamente parecido. Sim, tivemos Collor e Sarney, mas convenhamos: até estes tiveram mais “respeito” ao fazer tudo o que fizeram. Já Lula e Dilma, e seus “cumpanheiros”, ultrapassaram qualquer limite do aceitável, mesmo para os padrões dos políticos brasileiros. Desde o Mensalão, passando por todos os casos escabrosos de corrupção estatal, até os dias atuais de Petrolão, o que assistimos esta gente fazer beira o inacreditável. Esta semana fomos informados de que ambos sumiram com 4,5 mil itens pertencentes ao acervo público brasileiro, culminando agora com a tal faixa. Ou por outra: houve mão grande também nos pertences do Palácio do Planalto.

Todo roubo de dinheiro público, até agora protagonizado pelo PT e seus principais líderes, foi justificado em nome de um projeto de poder partidário onde o fim (o bem estar do povo) justificava o meio (corrupção). Pois bem. Admitamos que fosse este mesmo o bom propósito da turma, e admitamos também que, a despeito da desonestidade e ilegalidade, não houvesse outra maneira de fazer justiça social senão roubando (e vá lá entender a lógica deste pensamento…), ainda assim resta, neste caso atual, do sumiço do acervo e da faixa, a pergunta que não quer calar: Em nome de qual bem-estar social e felicidade do povo estes objetos foram subtraídos?

Não, amigos! Não foi o PT, ou Lula e Dilma os inventores da corrupção no Brasil. Nem acho que são os únicos. Aliás, fosse eu listar aqui e não haveria espaço que bastasse. Mas não há como não admitir que esta gente transformou o que já era baixo e execrável em algo ainda mais podre, mais sórdido, mais abjeto. Houvesse um Prêmio Nobel negativo para malfeitos e certamente estaríamos bem representados. Não teria para quase ninguém! Só encontraríamos concorrentes à altura, no meio dos amiguinhos da turma: Os Irmãos Castro, Chavez (já no colo do capeta!) e Maduro, Cristina Kirshner, Evo Morales, Rafael Correa… Definitivamente, estes seriam páreos duros. Mas ainda assim, eu apostaria nos nossos!!

22 comentários em “Tudo em nome do povo!

    1. Renata, obrigado pelo envio da notícia. O texto foi anterior, mas ainda assim não entendi se o broche foi ou não encontrado. Há duas informações neste sentido: uma dizendo que sim, e outra mais abaixo dizendo que não. Mas tomara que tenha sido, né?!? Menos um prejuízo financeiro e histórico para o Brasil. Abs.

  1. Vergonhoso quando um pessoa se baseia em fofocas para emitir opinião, sem ao menos tentar confirmar, isso é igual LADRÃO que vê alguém esquecer algo e aproveita para roubar, não consigo estabelecer se foi por incompetência ou simplesmente má intensão.

  2. Nossa!!! Que blog maravilhoso, que texto bem escrito e que pessoa bem informada… daqui a pouca a Folha de São Paulo, ou o NY Times vão convida-lo para escrever colunas sobre assuntos relevantes.

    1. Se foi sincero, obrigado! Mas é muito exagero. Se foi apenas ironia, Deus te ouça! Imagine o tanto de gente que vou azucrinar?!? Abs.

      1. Pensei que daria para entender… mas sim, foi ironia. Você escreve mal, é mal informado e totalmente parcial. Jamais você seria colunista relevante. Simplesmente por você não ser relevante. Não sei se você, com esse nível de texto raso, consegue “azucrinar” alguém. No meu caso por exemplo, o máximo que você consegue é me fazer rir.

        1. Eu não escrevo mal, vai? Nem sou tão desinformado assim. E é claro que sou parcial, ora. O que você queria? Um blogueiro imparcial, sem opinião? Tenho certeza que jamais serei algum colunista relevante, e nem é esse meu objeto. Quero mesmo é divertir pessoas como você. Parece que estou conseguindo. Fico feliz!

          1. Primeiro, tenho que dar o braço a torcer, de fato, escrever bem ou mal pode ser relativo. Se para você escrever bem é ter um texto ortograficamente correto, sim você não está tão mal. Mas quando digo que você não escreve bem estou me referindo a outros aspectos do seu texto, que na minha opinião, é raso. Profundidade é o que define um texto bom ou ruim para mim.
            Segundo, se supormos que você não acredita no que escreve eu até aceitaria a hipótese que você tem por objetivo divertir as pessoas. Posso estar enganado, mas acho que você quer mesmo é “azucrinar” àqueles que não compartem da sua ideologia.
            Mas minha interação com você acaba aqui, não se preocupe. Vi seu blog por acaso, só li este artigo, achei engraçado e pronto.
            Abraço e sucesso.

  3. “Inundado de paixões” – só não teve coragem de dizer por quem e por que, mas convenhamos, qq trouxa sabe. Patético. Deve se intitular jornalista.

    1. Eu digo, Ana! Sou apaixonado pela minha esposa, Adriana. É sensacional! Pela minha maravilhosa mãe, D. Miriam. A melhor do mundo! Pela filhotinha mais maravilhosa que existe, a Sophia! Pelo glorioso e imortal Clube Atlético Mineiro, o Galo! E sou apaixonado também por escrever. Mesmo que coisas patéticas, idiotas, etc. Ah! Não sou jornalista, não. Só blogueiro mesmo. Abs!!

  4. Ricardo, acharam a faixa! Será que estava no sítio de Atibaia? No duplex de dona Marisa? Diz a matéria que estava “debaixo de um armário” do cerimonial, mas que foi deixado, junto com a faixa, dentro de um cofre. Não era Houdini que ficava acorrentado dentro de caixas submersas, e conseguia sair? Pois o PT consegue mais! Até não petralhas saem do armário, e vêm te atacar no blog, pois notam que você tem um ranço desmotivado contra o PT. E o melhor é ter que manter a linha para responder… Mas vale a pena: dentro de 15 dias, a mulher sapiens voltará ao prostíbulo de origem, e aí começará a caça aos dátilo-deficientes. Quem viver verá!!! kkk

  5. Ricardo, enquanto lia os comentários ao, diga-se se passagem, mais um texto exemplar, meu Petralha Detector quase entrou em curto-circuito….overload!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.