Skip to main content
 -
Eduardo de Ávila
Defender, comentar e resenhar sobre a paixão do Atleticano é o desafio proposto. Seria difícil explicar, fosse outro o time de coração do blogueiro. Falar sobre o Clube Atlético Mineiro, sua saga e conquistas, torna-se leve e divertido para quem acompanha o Galo tem mais de meio século. Quem viveu e não se entregou diante de raros momentos de entressafra, tem razões de sobra para comentar sobre a rica e invejável história de mais de cem anos, com o mesmo nome e as mesmas cores. Afinal, Belo Horizonte é Galo! Minas Gerais é Galo! O Brasil, as três Américas e o mundo também se rendem ao Galo.

O momento expõe a nossa bipolaridade

Todos nós, tanto você – caro leitor – quanto eu, do lado de cá, temos nosso lado dirigente e/ou técnico de futebol. Jamais gostaria de estar na pele do presidente Daniel Nepomuceno e tampouco do treinador Marcelo Oliveira neste momento de total instabilidade do Galo no Campeonato Brasileiro. Nem mesmo de outros do passado, fossem vitoriosos como Kalil e Cuca, pois o Torcedor quer mesmo é só vitórias e títulos. E aqui sou Torcedor!

Tenho por ambos muita consideração. Daniel, que conheci por intermédio de seu saudoso pai, o desembargador José Nepomuceno, que, ao longo dos anos, doou tempo, trabalho e total abnegação ao Galo. Marcelo, filho de outro saudoso – Pacote, que jogou na minha terra, Araxá (embora não na minha época de criança) – conhecido e amigo. Como jogador, Marcelo, brilhou defendendo o nosso time. Em 2000, dividimos espaço no Jornal dos Sports, resenhando sobre o nosso Galo. Minha coluna já era conhecida como “Canto do Galo”.

Daniel Nepomuceno 02
Fotos: Atlético/Bruno Cantini

Durante todo o dia de ontem, segunda-feira (30 de maio), entre ler comentários aqui do blog e ouvir pessoas na rua, cheguei à conclusão de que é mais difícil ser dirigente e comandante técnico do que exercer qualquer função pública. Ainda mais do Galo, onde o próprio Kalil já dizia que é mais importante ser presidente do nosso time que governador de Minas Gerais. Nem vou entrar no mérito sobre escalações e/ou contratações que me foram sugeridas, até porque não tenho poder de decisão.

Mas, vejamos quatro comentários que me chamaram mais a atenção. A veterinária Karine Bersan – fã incondicional e confessa do Marcos Rocha – afirma que há muitos “torcedores de pijama, que não entendem nada de futebol e são levadas por um bando de opiniões contrárias, num momento em que é preciso ter paciência e visão racional”. Ela ainda reclamou da bipolaridade e passionalismo do Torcedor.

Outra representante das mulheres, Sandra das Graças Elias Soares, que é esposa de um grande amigo e PM reformado, já culpa a direção pelo momento do Galo. “Guardiola ensina que em um campeonato de pontos corridos são fundamentais para a conquista: pontuar bem no início, regularidade ao longo da competição e não deixar escapar pontos nas rodadas finais”, disse. Daí, ela lembra que em 2012 o título foi perdido na reta final. Já em 2015 faltou a regularidade, enquanto agora a causa pode estar nestas primeiras rodadas.

Se entre as mulheres não houve unanimidade, também entre os leitores assíduos deste blog as opiniões são divergentes. César Lopes destacou que prefere ser mais otimista. Segundo ele, Carlinhos Neves ainda irá colocar o time “na ponta dos cascos”. Os empates com o Atlético-PR e o Vitória, segundo ele, foram bons resultados. Aliviou, ainda, a derrota para o Grêmio em função dos desfalques. Por fim, garantiu que “a lesão muscular é mais fácil de ser tratada do que as traumáticas”, sinalizando que o time irá se recuperar.

Por seu lado, o médico Jaime Dumont Júnior confessa que foi iludido pelo início da temporada. “Gabei-me com aquele torneio na Flórida. Imaginei e alardeei que tínhamos três times. Passado esse tempo, conclui que não é bem assim e a situação não está fácil. Os jogadores atuais precisam assimilar o que é vestir essa camisa preta e branca de listras verticais. É a camisa do Galo, não de um time qualquer”. O médico também reclamou que o Galo é um time de raça, o que vem faltando a alguns jogadores.

Por fim, caros Atleticanos, mesmo com todo esse desconforto, o blog renova sua confiança na reação Atleticana. Que o mês de maio vá e leve junto toda a maré de azar que nos proporcionou. Que as vitórias já reapareçam amanhã e vitimizem o Fluminense, time carioca que a CBF sempre protegeu. Vide o ano de 2012, o rebaixamento de 2013 e a ascensão para a série A (depois de ter ido até a C), por decisão administrativa.

 

18 thoughts to “O momento expõe a nossa bipolaridade”

  1. Temos que parar de nos iludirmos. Esse elenco não é o melhor do Brasil. Com ajustes, chega novamente entre os quatro melhores. Ainda tem o problema das ausências por lesões e convocações. Precisamos de um atacante de lado do campo, um zagueiro e um lateral esquerdo reserva. E principalmente precisamos montar uma barca: Clayton, Hyuri, Tiago, Patric e Pablo poderiam ser emprestados (os que pertencem ao Atlético) ou terem seu contrato encerrado.

  2. Marcelo, escale o excelente Marcos Rocha no meio de campo e exija um excelente zagueiro de área (pode ser o Otamendi ou o Jemerson).

  3. Eduardo, parabéns pelo Blog.Eduardo, conforme venho observando, o Atleticano acostumou com a vitória e isso é bom, mas temos que lembrar que existem outras equipes no cenário nacional e que se prepararam melhor do que o Galo, essa é a verdade.Vou citar um exemplo recente que consta o mesmo personagem Aguirre, depois que o mesmo deixou o Internacional, o time não foi para a Libertadores, por causa do estrago da comissão técnica.Quero aqui fazer uma observação que vai deixar muitos desanimados, mas nós Atleticanos, temos que pensar que o projeto vencedor virá em 2017, não significa que essa temporada foi por água abaixo, mas querer resultado com o Marcelo de Oliveira em menos de 6 meses não é justo, ainda mais com o banco que o time tem e que enganou a todos.Esperança eu tenho sempre, sempre acredito, mas temos que pensar que o Futebol ficou extremamente profissional e os erros que cometemos esse ano pode não passar impune.Mas como bom Atleticano eu acredito e demonstro a minha bipolaridade típica de Atleticano, pois aprendi desde cedo que eu tenho que torcer contra o vento.

    1. Bizarria você escreveu exatamente tudo o que eu penso. Nosso projeto de título é a médio prazo, pois o Marcelo Oliveira e sua equipe vão precisar de tempo, treinamentos e reforços para consertar a lambança que a turma do Aguirre fez. Ainda que seja possível ganhar títulos ou uma vaga na Libertadores este ano, nós temos que pensar racionalmente e depositar nossas fichas para 2017. Imediatismo agora só vai nos prejudicar.

  4. NUMA BOA ?! Depois do que vi, domingo no barradão, me veio um profundo desgosto! Marcelo Oliveira, que a mídia diz ser top dos tops, me tira o PABLO e me coloca mais um volante. O time do VITORIA tava quase morto, pedindo pra tomar um gol, nosso tecnico me tira o o jogador mais lúcido do ataque ( eu prefiro nao comentar nada sobre o Hyuri ) e me bota um volante. Resultado: O VItoria cresceu no jogo, o esquema foi mudado e o resultado todos viram. O cara ganha 500 mil por mês pra fazer esse tipo de cagada??? AH TENHA PACIENCIA !!!

  5. Pessoal, se o Nepomuceno tiver pensando em Pato e Rever, será o atestado total de incompetência e irresponsabilidade. Ele tem é que cobrar da comissão técnica e dos atletas. Cadê o comprometimento deles? Olhem a cara de preocupação do Hyuri! Os caras estão fazendo a torcida de trouxa e nós não podemos aceitar isso passivamente, temos que protestar ordeiramente, mas não podemos ficar omissos e esperando o campeonato acabar. Os cara ganham muito e precisam agir como profissionais, treinar, melhorar as deficiências e ter entrega e comprometimento com time. abs a todos!!!

  6. Bom dia, Eduardo. Raramente emito opinião, pois acho que nunca elas serão lidas. E se for, nada irá mudar, só serve mesmo como desabafo. Mas, vamos fazer uma análise, digamos, mais abrangente. Vejamos as contratações que o Galo vem fazendo e fez em passado recente. Escudeiro, Araújo, Josué, André, Guilherme, Emerson Conceição, Cleiton, Carlos Eduardo, Yuri, Mansur, etc. Gostaria de saber qual o critério que os dirigentes do Galo usam para contratar jogadores desse nível. Contratam e depois vê se sabem jogar bola? Se for, vamos continuar contratando jogares ruins assim. Segundo, por que priorizar tanto o ataque? Ano passado o Galo teve a segunda pior defesa. Léo Silva não ganha uma na corrida para atacante nenhum. A idade chegou. Edcarlos e Tiago são bons para série C, não para a série A e muito menos para o Galo. Então, por que não investir em zagueiros bons? E, por fim, já reparou como todos os gols, ou quase todos, que o Galo toma sai pela lateral direita do Galo? E quem deveria estar lá e nunca está? Pois é, sem critérios para contratação e sem bom esquema tático, vamos esperar mais 45 anos, no mínimo, por outro título no brasileirão. Cordiais, saudações.

  7. Nenhum planejamento por mais simples que seja, se não for bem executado corre-se o risco de haver fracasso . Não há mágica que dê jeito qdo tem-se de recuperar 5 meses perdidos em 6 restantes em um período curto, com este calendário maluco como é o nosso .Só haverá uma semana livre no mês de julho dia 3/7 – figueirense x GALO , 10/7- flamerda x GALO- depois só jogaremos no dia 17/7 -GALO x coritiba- , que será a 14ª rodada . Serão 8 rodadas sem folga, Marcelo terá de fazer os seus treinamentos/ajustes/ensaios etc… dentro dos jogos – são 2 jogos por semana e com viagens – que valem pontos,nem se baixasse o espírito do Tele Santana,Yustrich,etc … para ajudá-lo, não tem com o cara fazer os treinos para ajustar o time a seu feitio , é impossível ! Realmente caro Dudu,somos bipolares de fato,mas uma coisa é certa o CAM é vítima dele próprio, alguém errou feio e agora colhe frutos- ruins- do que plantou lá atrás .A bola pune meu amigo , a bola pune …SAN
    OFF: Levir sabe das limitações deste time do GALO , terá de ser um jogo de superações para nós,amanhã mais do que nunca LUTAR LUTAR LUTAR … COM TODA NOSSA RAÇA PRÁ VENCER este terá de ser nosso ideal . SAN VAMU GALOOOOOOO…!

  8. Bom dia Edu. Rapaz, penso que um problema que alguns não se indagaram também seria o licenciamento do Maluf por motivos de saúde. Duvido que ele não alertaria a diretoria a respeito dos desfalques absurdos decorrentes da Copa América e que a diretoria não se movimentaria para contornar mais esse percalço. Penso que não há nada perdido ainda, mas esse elenco tem que se apresentar como realmente postulante ao título e não como um tripulante dessa onda de oba-oba que parte da imprensa coloca o Galo como “melhor elenco do Brasil”. Realmente, não é dos piores. Contudo, elenco bom se mostra em campo com resultados bons, derrotas vendidas caras, empates suados e vitórias milagrosas. Esse é o mote que o grupo desta temporada deve incorporar. Saudações alvinegras!

  9. Na minha opinião, Nepomuceno se arrependeu amargamente de ter dispensado Levir. Pensou que ia fechar com Muricy e acabou contratando o Aguirre. Outro equivoco, na minha opinião, foi ter vendido o Jemerson . O Atlético tinha propostas por Pratto e Jemerson. Quem deveria ser vendido era o Pratto na época, que estava super valorizado, mas foi vendido o nosso ótimo zagueiro de 23 anos, que com certeza, se valorizaria muito mais. Hoje o time sofre na parte defensiva com péssimos suplentes. Bom, agora não adianta apontar erros. É rezar para que esse time volte a vencer convencendo.

  10. Realmente temos alguns perna de pau no time do Galo. Prova disso que, mesmo com o empate em Salvador, deu para observar que o CAM melhorou, e isso se deve, na minha opinião, à saída do Clayton.

  11. Na minha opinião os empates seriam bons resultados se não tivessemos perdidos tantos gols e assim deixamos quatro pontos pra trás. Outro fator foi a derrota para o Grêmio, se tivessemos conseguido os 3 pontos hoje estariamos com 8 proximo dos lideres. Culpar o Marcelo é burrice o cara chegou nem teve tempo de treinar o time, sem 12 jogadores no plantel ai fica dificil. Primordial sera a vitoria contra o Flor se ela vier ainda da pra brigar pelo titulo. O negócio é manter a regularidade. Essas contusões são herança maldita do Aguirre e sua trupe, isso todos ja sabiam os colorados avisaram.

  12. Volta Maluf!!! Não deixe o Daniel definir sozinho as contratações, ele está prestes a fazer besteiras novamente. Carlinhos Neves o que você anda fazendo? O time está visivelmente sem preparo físico. Acorda diretoria.

  13. Essa questão desse ou daquele treinador é secundária, quando um time é formado por atletas qualificados. Foi sempre assim no futebol, desde que inventaram esse esporte. Analisemos criteriosamente o plantel do Galo. Não temos um atleta sequer que encha os olhos da torcida. Não temos um craque. Robinho (32 anos), talvez, que está aqui pelo dinheiro. Os outros são apenas medianos, e uma boa parte maltrata impiedosamente a bola. Agora evidenciados, como temos pernas de pau no plantel. Fica caro, meus amigos, formar e manter um grupo seleto de jogadores. Não há como pensar na contratação de atletas de ponta, se o CAM tem muita dívida pra pagar. Se não fosse assim, Jemerson ainda estaria aqui. Contudo, mesmo com altos e baixos, dias melhores virão, porque o maior patrimônio e sustentáculo do Clube sempre existirá: sua imensa e apaixonada torcida.

    1. Fico me perguntando: o elenco de 1971 tinha algum craque (craque, mesmo, desses de fazer brilhar os olhos) ou era um grupo esforçado e que tinha o objetivo de ganhar aquele título?

  14. Temos que colocar o pé no chão e a cabeça no lugar, para essa 34 rodadas que temos ainda para disputar.
    Final do ano, chegar pelo 4º ano seguido disputando pelo o título do campeonato. Jamais jogaremos a toalha e sim #EuAindaAcredtio no título em dezembro. O Galo têm como ganhar este título depois de 45 anos, é só os jogadores, diretoria e o Marcelo querer, “apenas querer”, porque a torcida já quer e está entalado na garganta o grito de “É CAMpeão Brasileiro”.
    #YesWeCAM VAMO GALO!!!
    Borá que dá para tornarmos CAMpeão!

    1. O Kalil já está dentro do Atlético só que não é o presidente, o Neponuceno é fanhote do Kalil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.