Oscar 2022 – Indicados e Previsões

Domingo é dia de Oscar! A 94ª cerimônia de entrega dos prêmios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS) será realizada mais uma vez no Teatro Dolby, em Los Angeles, e vai contar com três apresentadoras dividindo a função, depois que vários artistas recusaram o convite para apresentarem sozinhos. Regina Hall, Amy Schumer e Wanda Sykes são as encarregadas, além de vários convidados para anunciarem as estatuetas.

Este ano, oito das 23 categorias não farão parte da transmissão ao vivo, numa tentativa de reduzir a duração do evento. A ideia não pegou bem entre os profissionais das áreas em questão, ficou parecendo que elas (e eles) são menos importantes. Segundo a Academia, vai sobrar mais tempo para “comédia, clipes dos filmes e números musicais”, ou seja: cortaram parte do essencial para favorecer o supérfluo, como se isso fosse garantir mais público.

Entre os indicados, o destaque é Ataque dos Cães, lembrado em 12 categorias, seguido por Duna, que aparece em 10. A diretora de Ataque, Jane Campion, é a primeira mulher indicada duas vezes na categoria. Troy Kotsur, coadjuvante em CODA – No Ritmo do Coração, é o primeiro ator surdo indicado – a única atriz surda indicada, e vencedora, é a esposa dele no filme, Marlee Matlin (de Filhos do Silêncio, 1986). E Kenneth Branagh, diretor e roteirista de Belfast, já foi indicado em sete categorias diferentes, um recorde!

Há dois casais de atores indicados, um pelo mesmo filme (Jesse Plemons e Kirsten Dunst, de Ataque) e um por dois filmes distintos (Penélope Cruz, de Mães Paralelas, e Javier Bardem, de Apresentando os Ricardos). Há duas atrizes abertamente gays, Kristen Stewart e Ariana DeBose, e Cate Blanchett é a atriz com maior número de participações em indicados a Melhor Filme: nove. E Steven Spielberg conseguiu emplacar indicações como diretor em seis décadas seguidas, além de ter tido 11 de seus filmes entre os indicados na categoria principal.

Abaixo, você confere a lista de indicados por categoria, com links para as críticas disponíveis no Pipoqueiro. O número 1 em frente indica o meu palpite para o vencedor e o número 2 indica aquele que eu gostaria que ganhasse. Se os dois coincidirem, terá apenas um X.

MELHOR FILME

Belfast

CODA – No Ritmo do Coração

Não Olhe Para Cima

Drive My Car

Duna

King Richard: Criando Campeãs

Licorice Pizza

O Beco do Pesadelo

Ataque dos Cães – X

Amor, Sublime Amor

 

MELHOR DIREÇÃO

Kenneth Branagh, por Belfast

Ryûsuke Hamaguchi, por Drive My Car

Paul Thomas Anderson, por Licorice Pizza

Jane Campion, por Ataque dos Cães – X

Steven Spielberg, por Amor, Sublime Amor

 

MELHOR ATOR

Javier Bardem, por Apresentando os Ricardos

Benedict Cumberbatch, por Ataque dos Cães – 2

Andrew Garfield, por Tick, Tick… Boom!

Will Smith, por King Richard: Criando Campeãs – 1

Denzel Washington, por A Tragédia de Macbeth

 

MELHOR ATRIZ

Jessica Chastain, por Os Olhos de Tammy Faye – X

Olivia Colman, por A Filha Perdida

Penélope Cruz, por Mães Paralelas

Nicole Kidman, por Apresentando os Ricardos

Kristen Stewart, por Spencer

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Ciarán Hinds, por Belfast

Troy Kotsur, por No Ritmo do Coração – X

Jesse Plemons, por Ataque dos Cães

J.K. Simmons, por Apresentando os Ricardos

Kodi Smit-McPhee, por Ataque dos Cães

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Jessie Buckley, em A Filha Perdida

Ariana DeBose, em Amor, Sublime Amor – X

Judi Dench, em Belfast

Kirsten Dunst, em Ataque dos Cães

Aunjanue Ellis, por King Richard: Criando Campeãs

 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Kenneth Branagh, por Belfast – X

Adam McKay, por Não Olhe Para Cima

Zach Baylin, por King Richard: Criando Campeãs

Paul Thomas Anderson, por Licorice Pizza

Eskil Vogt & Joachim Trier, por A Pior Pessoa do Mundo

 

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Siân Heder, por No Ritmo do Coração – 1

Ryûsuke Hamaguchi & Takamasa Oe, por Drive My Car

Jon Spaiths, Denis Villeneuve & Eric Roth, por Duna – 2

Maggie Gyllenhaal, por A Filha Perdida

Jane Campion, por Ataque dos Cães

 

MELHOR FOTOGRAFIA

Greig Fraser, por Duna – X

Dan Lautsen, por O Beco do Pesadelo

Ari Wegner, por Ataque dos Cães

Bruno Delbonnel, por A Tragédia de Macbeth

Janusz Kominski, por Amor, Sublime Amor

 

MELHOR TRILHA SONORA

Nicholas Britell, por Não Olhe Para Cima

Hans Zimmer, por Duna – 1

Germaine Franco, por Encanto

Alberto Iglesias, por Mães Paralelas

Jonny Greenwood, por Ataque dos Cães – 2

 

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

Be Alive (King Richard: Criando Campeãs)

Dos Oruguitas (Encanto) – 1

Down to Joy (Belfast) – 2

No Time to Die (007 – Sem Tempo Para Morrer)

Somehow You Do (Four Good Days)

 

MELHOR MONTAGEM

Hank Corwin, por Não Olhe Para Cima

Joe Walker, por Duna – X

Pamela Martin, por King Richard: Criando Campeãs

Peter Sciberras, por Ataque dos Cães

Myron Kerstein & Andrew Weisblum, por Tick, Tick… Boom!

 

MELHOR FIGURINO

Jenny Beavan, por Cruella – X

Massimo Cantini Parrini & Jacqueline Durran, por Cyrano

Jacqueline West & Robert Morgan, por Duna

Luis Sequeira, por O Beco do Pesadelo

Paul Tazewell, por Amor, Sublime Amor

 

MELHOR CABELO & MAQUIAGEM

Um Príncipe em Nova York 2

Cruella

Duna

Os Olhos de Tammy Faye – X

Casa Gucci

 

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

Patrick Vermette, por Duna – X

Tamara Deverell, por O Beco do Pesadelo

Grant Major, por Ataque dos Cães

Stefan Decbant, por A Tragédia de Macbeth

Adam Stockhausen, por Amor, Sublime Amor

 

MELHOR FILME INTERNACIONAL

Drive My Car (Japão) – 1

Flee (Dinamarca)

A Mão de Deus (Itália)

A Felicidade das Pequenas Coisas (Butão)

A Pior Pessoa do Mundo (Noruega) – 2

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM LONGA-METRAGEM

Ascensão

Attica

Flee

Summer of Soul (… ou Quando a Revolução Não Pode Ser Televisionada) – X

Escrevendo com Fogo

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA METRAGEM

Audible – X

Onde Eu Moro

The Queen of Basketball

Três Canções para Benazir

When We Were Bullies

 

MELHOR ANIMAÇÃO EM LONGA METRAGEM

Encanto – X

Flee

Luca

A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas

Raya e o Último Dragão

 

MELHOR ANIMAÇÃO EM CURTA METRAGEM

Affairs of the Art

Bestia

Boxballet

A Sabiá Sabiazinha – X

The Windshield Wiper

 

MELHOR CURTA METRAGEM EM LIVE-ACTION

Ala Kachuu – Take and Run

The Dress

The Long Goodbye – X

On My Mind

Please Hold

 

MELHOR SOM

Belfast

Duna – X

007 – Sem Tempo Para Morrer

Ataque dos Cães

Amor, Sublime Amor

 

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Duna – 1

Free Guy: Assumindo o Controle

007 – Sem Tempo Para Morrer

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa – 2

Sobre Marcelo Seabra

Marcelo Seabra - Jornalista e especialista em História da Cultura e da Arte, é o criador de O Pipoqueiro. Tem matérias publicadas esporadicamente em sites, revistas e jornais. Foi redator e colunista do site Cinema em Cena por dois anos e colaborador de sites como O Binóculo, Cronópios e Cinema de Buteco, escrevendo sobre cultura em geral. Pode ser ouvido no Programa do Pipoqueiro e nos arquivos do podcast da equipe do Cinema em Cena. Twitter - @SeabraM | Instagram - @opipoqueiroseabra
Esta entrada foi publicada em Estréias, Filmes, Indicações, Listas, Notícia, Premiações e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *