Antes de melhorar, piora. Descubra quem é você nesse tiroteio eleitoral sem fim

Dois minutos de leitura que te farão entender o que se passa e quem é você neste tiroteio eleitoral

Imagem Google

O debate político está mesmo aloprado. Porém, ao contrário do que muitos dizem, eu acho ótimo. Explico.

Há até dois ou três anos, havia apenas uma voz: a das esquerdas. Sobretudo a encarnada pelo lulopetismo. Os mortadelas debatiam sozinhos. Pobre da voz contrária! Era imediatamente dizimada pelos “democratas” vermelhos.

Após as manifestações de 2013, e principalmente após o impeachment de 2016, com o advento da mobilização popular através das redes sociais, aliado ao surgimento de grupos como MBL, Vem Pra Rua e outros, uma voz dissonante surgiu forte e poderosa. Contudo, essa voz era difusa, pouco direta e altamente volátil.

Aqui e ali, jornalistas, sites e formadores de opinião, dentre os quais humildemente me incluo, começaram a ganhar relevância e importância. Posso citar O Antagonista, Spotniks, Alexandre Barros, Joice Hasselman, dentre dezenas (notem que não faço juízo de valor sobre ninguém).

YouTube, Twitter e WhatsApp se popularizaram, e foram adotados pelos dois lados da informação opinativa: público e pensadores.

Pois bem. Eis que surge Jair Bolsonaro. Um irrelevante deputado do chamado Baixo Clero do Congresso. Tosco, direto e carismático. Isso lembra alguém? (Uma dica: barbudo, nove dedos nas mãos e preso por corrupção e lavagem de dinheiro, em Curitiba).

Bolsonaro pula do Congresso para o YouTube. De lá para o Facebook. Em seguida, Twitter e WhatsApp. A mensagem não é difusa, indireta ou volátil. Ao contrário. É papo reto! Olhos nos olhos. Em meses, torna-se o representante das ruas de 2013 e 2016. Surge, então, a segunda voz. Aquela disposta a rivalizar, em modos e intensidade, com a turma da mortadela. Surgem os Bolsominions.

Sei que estou me alongando, mas é importante. E está legal, não é verdade? Pois bem. Sigamos um pouco mais. Coragem!

Eleições 2018; e o bicho pegando entre petistas e bolsonaristas. Acompanhando a carnificina, a turma anti-PT. Ao lado dela, incipientes autoproclamados “Novos”, que, como os dois grupos antagônicos originais, atuam cegos e aguerridos — ainda que com um nível indiscutivelmente mais elevado — nas redes sociais.

Eis aí o caldeirão “sócio-político” atual, que reverbera na internet. Besteiras, fakenews, ameaças, xingamentos por toda parte. O bolsonarista que te aplaude hoje é o mesmo que te chamará de Petralha amanhã, e vice-versa.

É tão louco isso que estou dizendo, que apenas por ter postado sobre o papelão que fez Romeu Zema (aqui), passei a ser um “tucano corrupto” ou “antiliberal”. Mais um pouco e serei taxado como esquerdista pela turma laranja.

Bem como toda vez que declaro meu apoio a Bolsonaro (faço parte da tribo anti-PT) e expresso o que penso a seu respeito (nada abonador, hehe) recebo um monte de cacetadas. É tudo ou nada, entendem?

Ou vota-se e elogia-se Bolsonaro ou você não presta. Repete-se, pois, o modus operandi petista. E o mesmo vale para a turma do Novo! Todos um bando de chatos patrulheiros, isso sim.

Como iniciei o texto, apesar desta Torre de Babel político-opinativa bruta (e embrutecida!) tão atuante deturpar e distorcer o bom debate, eu acho ótimo. Acredito que é muito melhor 100 milhões de militontos digladiando-se politicamente, que nenhum. Como é muito melhor 5 mil Ricardos Kertzman escrevendo asneiras, que apenas Rede Globo e Folha de São Paulo.

Por isso, coxinhas, mortadelas, novos e afins, sigam em frente. Discutam, ofendam, mintam e esperneiem mesmo. É assim que se constrói uma democracia. Até porque, como sabemos, tudo, antes de melhorar, piora. Talvez estejamos no nosso pior. Ao menos assim espero.

Bom voto a todos!

Leia mais.

22 comentários em “Antes de melhorar, piora. Descubra quem é você nesse tiroteio eleitoral sem fim

  1. Vou apertar 17 com tanta força na urna que é capaz até de estragar a pobre coitada…
    A todos que não aceitam o socialismo fascista comandado de dentro da cadeia por um corrupto.
    Votem 17.
    Abs.

  2. Um ditado antigo diz que quem nunca comeu melado quando come se lambuza. Finalmente o brasileiro está discutindo política. Temos muito que aprender e o começo sempre é complicado, mas começar é o mais importante. As redes sociais tiveram uma grande participação nisso, mas mais importante, começaram a resolver um problema antigo do brasileiro; a memória curta. Claro que isso está deixando alguns grupos bastante nervosos. Perder o monopólio da informação é perder o controle sobre a grande parte da nação que não tem recursos próprios de pesquisa e informação. E isso será uma briga das boas… to adorando assistir de camarote.

  3. Minha decisão de votar no Capitão Bolsonaro foi definida no dia em que o Haddad, em entrevista, disse que não podia negar sua ligação com o lula. Se uma pessoa se diz ligado ao Nem da Rocinha, a Fernandinho Beira Mar ou ao Marcola, ela automaticamente passa a ser considerada suspeita de fazer parte, colaborar com a quadrilha e com seu chefe, ajudar a mesma na pratica de seus crimes, não é verdade? A partir dai, decidi votar no Bolsonaro e no limite das minhas possibilidades tentar convencer outros a fazer o mesmo. Não precisamos de ninguém ligado a criminoso condenado por corrupção e lavagem de dinheiro na Presidência da República.

    1. Olá Lins, (lugar ignorado e não sabido; é brincadeira, trocadilho dos tempos da escola), por falar em ligação, é bom não esquecer que quem esteve bem ligado, enquanto membro do baixo clero, foi o ex-capitão, justamente com Roberto Jefferson e seu PTB, político e partido dos mais nefastos.

  4. Lema para o governo Bolsonaro
    Se for roubado chame a polícia.
    Se você também é humano, defenda seus direitos

    Lema para o governo Lula disfarçado de Haddad.
    Se for roubado chame o padre.
    País de cagão é país que sustenta quadrilhão.

  5. O dia de hoje, 28/1018, poderá vir a ser o da 2a independência do Brasil.
    Poderemos nos libertar da ditadura do comuno-populismo cleptocrata do PT e aliados. Vamos nos libertar da escravidão de trabalhar e produzir para sustenta essas ratazanas gordas que tomaram conta da despensa do Estado.
    A partir de janeiro, o Estado vai começar a ser reformulado para cumprir o papel a que deve a sua sua existência: o de servir a esse povo trabalhador e empreendedor; e não o de se apropriar do produto dos que produzem em benefício dos que nada produzem.
    Não vai ser nada fácil. Vamos ter que ralar duro e pro um longo período para tirar o País do fundo desse profundo poço, dessa lama moral, econômica e administrativa. vamos ter que enfrentar não só a dura realidade de um País quase falido, roubado, arrombado e desmoralizado, como também a resistência selvagem dessa escória parasita.
    Vamos ter mesmo que refundar esse País.É agora ou nunca. É independência ou morte do País!

  6. Olá Distinto, que neste dia, as luzes, a brisa benfazeja, a sabedoria, a racionalidade, e as forças do bem conduzam os eleitores de Pindorama a escolher a Democracia e a Libertada, pois, elas são bens valiosos imprescindíveis a uma vida dígna e boa. Neste sentido podem ouvir o alerta do negão lá de Paracatu,o Joaquim Barbosa, são coisas inegociáveis. Uma delas é a pluralidade a qual é preservada por Haddad, por sua esposa, pelo PT e por quem ama a diversidade. Vamos que vamos.

    1. ô Paulo, pare de falar bobagem. Que “PT nunca mais”? Olhe para o Brasil como um todo e veja QUAL É O MAIOR PARTIDO DO PAÍS, mesmo após estas eleições fraudulentas, ante a indústria das “fake news” e mídia comprada pelas grandes empresas, com o acobertamento de um judiciário cercado por generais. SE, digo, Se perder hoje, ainda vai sair mais engrandecido que QUALQUER outro partido! A LUTA CONTINUA!

  7. Primeiro que a interface do portal Uai ficou péssima. Sobre Bolsonaro ser o novo presidente eleito homofóbico o povo escorregou na m**** e caiu na bost… Será uma nova versão de anta como chamavam a opositora. É volta ao sec XIX O alento é que no caso de uma ditadura e retrocesso ao passado de armamentos e armando principalmente os bandidos temos aa forças armadas de Trump para abaixar o facho dos mais eufóricos. A privatização é bem-vinda minando a mamata nos setores públicos.

    1. É bom lembrar que o PT não é o único partido político que já roubou o Brasil, existe partido de mais neste país e que muitos outros já roubaram milhões

  8. Blogueiro, claro que “talvez não estejamos no nosso pior”. Vamos estar, SE o boçalnaro ganhar estas eleições. Contudo, como disse o dono do Globope, em 2022 o PT voltará com a força total e dificilmente perderá as eleições. “A luta continua”. Mesmo bombardeado, achincalhado, perseguido pela “grande” mídia, com o acobertamento de um judiciário que se acovardou, AINDA É O MAIOR PARTIDO DO PAÍS, muito distante de todos os demais. Quem viver verá!

  9. Dá para encarar o país presidido por um fantoche de ditador presidiário, tendo como vice uma comunista que “defende” democracia de invasões sobre os patrimônios públicos e privados alheios?
    Recado musical:
    Tudo o que é seu eleitor, também pertence a mim
    Vou dizer agora do principio ao fim
    Da tua casa até dá a caranga e você vai a pé
    Tudo que é seu, eleitor
    Agora é meu, é meu, é meu,
    Tudo que eu falei eleitor
    E o que eu não falei também
    Tudo que você pensar
    É meu, é meu, é meu

  10. Com os defensores do “excesso da democracia assassina venezuelana” caindo de maduro por aqui, já tem toga vermelha do stf de meia tigela levantando a bandeira da pluraridade partidária.

  11. Blogueiro….caso aconteça a vitória do seu candidato, se prepare para a ressaca. Eu terei o prazer de dizer: eu não votei nessa anta. Quanto a você, não venha com mimimi, que não sabia que ele era assim. As suas postagens vão ser desmentidas uma a uma. Você terá a partir de hoje um título novo: OPINIÃO COM MEDO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.