É Michel Temer quem está “elegendo” Lula

O atual Presidente é um injustiçado: faz, diante do possível, o melhor governo que poderia. É o nome que mais influencia estas eleições, e ninguém lhe dá o devido crédito (neste caso, menos pior para ele)

Isso, sim, é cabo eleitoral (Foto: Google Images)

O maior cabo eleitoral que tem o presidiário de Curitiba não é a ignorância popular, ainda que esta tenha enorme peso relativo. Também não é o fanatismo dos comedores de feno, ainda que isso importe bastante. Igualmente não é a ideologização do eleitorado, já que, como vimos, votos do corrupto transferem-se “em píncaros” para o ex-capitão Bolsonaro.

A frase “é a economia, estúpido”, cunhada por James Carville, marqueteiro de Bill Clinton, durante as eleições americanas de 1992, explica, sim, muita coisa. Eu diria 90% das coisas! Contudo, reside talvez na maior das contradições destes tempos, a verdadeira muralha que ostenta, no alto do pódio, o corrupto e lavador de dinheiro: a impopularidade de Michel Temer e seu governo.

Por que contradição? Ora, muito me engano ou Temer era o vice-presidente da criminosa fiscal e ex-presidente defenestrada Dilma Rousseff? Muito me engano ou Temer era o Presidente do MDB, sustentáculo político e cúmplice na roubalheira de Lula e o PT?  Muito me engano ou foram os próprios Temer e MDB que articularam, no Congresso, a queda da tresloucada do Planalto?

Não me peçam para explicar o porquê de a população enxergar Michel Temer como antagonista ao lulopetismo, porque eu não saberia. Mais uma vez, é fato, a narrativa mentirosa que o PT fez dos fatos triunfou sobre a realidade, e 96% da população que odeiam o governo atual migraram boa parte dos seus votos ao ladrão serial Luiz Inácio.

Caminhasse o Brasil em uma condição econômica melhor, imagino que a ojeriza da população em relação ao  “vampiro”  seria bem menor, ainda que existente. Afinal, bem ou não de grana, não dá para engolir facilmente a tropa que lhe cerca. E, assim sendo, o voto de protesto que hoje emigra do resto do país para Curitiba, acabaria rumando para, talvez, São Paulo.

Prova do que eu digo é a rejeição altíssima de Geraldo Alckmin. Uma coisa é o “picolé de chuchu” não contar com grande entusiasmo da população. Outra, bem diferente, é ser ele o mais rejeitado dentre todos. O Brasil desconta em Alckmin sua ira por Aécio Neves e frustração por Lula, coitado. De quebra, desperta os novos radicais, os apelidados de bolsominions.

Convenhamos, né? É pau para todos os lados, hehe. Com inimigos assim, o lulopetismo jamais precisará de aliados.

Leia mais.

25 comentários em “É Michel Temer quem está “elegendo” Lula

  1. É isso aí blogueiro! Bate muito, fale mal do Lulinha todos os dias. Com muita ira mesmo. Você está muito brando. Ele, Lulinha, já está com mais de 40%, em total disparada, sabe por que? Porque ele é igualzinho a bolo, quanto mais batem, mais ele cresce. É aquele velho ditado do saudoso JK: “FALEM MAL, MAS FALEM DE MIM”(nos dias atuais é o caso do Lulinha). Aliás, sempre foi assim, desde 2002. Os “pigais” e assíduos telespectadores do JN sempre menosprezaram Lulinha e ele já faturou QUATRO. Vamos para a QUINTA, É “PENTA”, abrindo caminho para o HEXA! Quem viver verá!

      1. Vai tirar de letra TODAS as acusações. Nenhuma se sustenta. A perseguição política é tão evidenciada que a mídia internacional assim já reconhece. Aliás a ONU também já reconheceu, não é mesmo? A propósito, quais são os índices de “babação” com o Moro? Estão descendo ladeira abaixo, mesmo com os “pigais” tentando mantê-lo de pé. Vamos chegar a um ponto – pode escrever aí – que sentença do Moro prá cima do Lula vai prá lata de lixo! Se chegar a tanto, porque a qualquer momento a suspeição MAIS ESCANCARADA DELE vai ser reconhecida. E nas acusações pífias sob outras jurisdições, sequer decisão de primeiro grau existe.

        1. Olá Marcos, os desmemoriados não se lembram, mas ainda ontem Bush e seus lacaios invadiram e pisotearam o Iraque e seu povo. Açambarcaram a riqueza. Qual o pretexto? Armas atômicas/químicas! Provas? N-e-n-h-u-m-a! Agora, como soi acontecer, os EUA poem o juizeco das Araucárias – sim, aquele cujo rosto não se harmoniza com a própria voz – a praticar desmandos, violências e injustiças. Invade a casa do cidadão que tem domicílio certo e que não se recusou atender a ordem de autoridade e lá abusa, mas não colhe nem ali nem alhures nenhuma p-r-o-v-a que incrimine Lulinha Paz e Amor. Então, como bem dissestes, em pouco tempo as máscaras cairão por terra e a v-e-r-d-a-d-e será restabelecida. Isso a tempo de recolar Pindorama no caminho da Democracia e do Desenvolvimento. Tudo para o bem de nosso povo e para que os invejosos se poquem e destile toda baba de ódio. Grato.

          1. “aquele cujo rosto não se harmoniza com a própria voz”
            sei não, parece conversa íntima entre viados que ficam observando e avaliando homens…tipo:
            o cabelo dele é horrível, acho ele meio gordo, o sapato dele é um horrô,…lulinha paz e amor…(só esqueceu de escrever ‘ódio’)
            eu hein…tô fora ‘docê’, cidrac!

    1. Pra mim, todo ‘inho’ quando se refere a alguém é usado para menino pequeno ou viado.
      Assim sendo, com minha mentalidade não feminista e anti bichista, sempre que leio os apelidos ‘carinhosos’ como:
      ‘lulinha’ e ‘lulinha paz e amor’ visualizo uma mentalização entre viados.
      É ou não é?!?
      Quando escrevem ‘ódio’ então….

  2. KKKKKK mas voce nao bota a minima fé mesmo que seus leitores tenham cerebro. Quem salvou o vampiro da cadeia, foi o Lula ou foi o Ladrao de merenda de maos dadas com o Boçalnaro, os crentes, latufundiarios e demais setores da direita? KKKKKK você é muito engracado.

  3. Você continua desvirtuando tudo. Quem apoiou o governo do Temer foi Alckmim, Aécio e FHC. Quem estava na Petrobrás eram os indicados do PMDB. Quem apoia Alckmim é a mesma turma que o irmão de Ciro teve a coragem de chamar de achacadores. A população associa Alckmin a Temer, aquele que o Centrão (aliado de Alckmin) negou autorização por duas vezes para ser processado, por formação de quadrilha e obstrução da justiça. Já imaginou a conta que o Centrão vai apresentar a Alckmin se eleito? Garanto que um dos acordos é arrumar um lugar para Temer no governo para ele se livrar da justiça. Você colou no seu carro aquele plástico: “Eu não tenho culpa, votei no Aécio”?
    Tenho certeza que sim.

    1. Prô c vê né sô!
      Cada um associa algo conforme imagina e em alguns casos até se consegue comprovação como por exemplo:
      “A população associa Alckmin a Temer”, vc associa dilma e lula como bons ex presidentes corretos e sem máculas enquanto eu associo petistas à jegues.
      Eu visualizo desta forma onde existem duas burrices que conduzem à uma derradeira burrice.

      ps: A ‘culpa’ ou inocência não é de quem votou no aécio, é de quem votou no lula e dilma.

      Por ‘falar’ em dilma, vou dar uma ideia pra ela, que os petistas façam plágio e desenvolvam algo melhor cientificamente:
      Já que a dilma quer estocar vento, podia usar a propulsão das asas das ‘mosquitas’ pra direcionarem os ventos em containers…se é que vai usar containers mas para beneficiar o ‘povo’ que use o espaço vazio na cabeça pelo ouvidos dos petistas como deposito.
      o ‘baruinho’ da mosquita enche menos o saco que ouvir a dilma, os petistas nem vão perceber.
      Ao mesmo tempo será uma enorme progressão feminista com ‘mosquitas’ com ideia de ‘anta’.

  4. Entro nesse blog diariamente apenas para me divertir:
    “O atual Presidente é um injustiçado: faz, diante do possível, o melhor governo que poderia…”
    É melhor do que qualquer programa humorístico!!! hahahaha

  5. O que dá ibope é falar mal do PT, deve ser por isso que este blogueiro é tão parcial. Não vejo outra atividade a não ser bater, bater, bater em Lula, como a indignação é seletiva, você Ricardo, é um gênio e assim se mantem, apesar do fraco conteúdo. Opinião sem medo igual a do Bolsonaro. Só opinão…

      1. Isso tem nome, esse: “o importante não é ser; é aparecer, sacou?!?”..
        FAKE NEWS..

        Mas quem disse que vc se importa com isso, não é mesmo?

  6. COMO A “DIREITA” FAZ DE LULA O MÁRTIR DO POVÃO.

    Neste momento, nas capas dos sites de O Globo e da Folha, o nome de Lula aparece nove vezes. No Estadão, 15 vezes.
    É a CONSPIRAÇÃO DO SILÊNCIO mais barulhenta que se viu na Terra.
    Todas ou quase todas as menções, claro, são negativas, como sempre são na grande mídia.
    Mas, dizia minha finada avó, “falem mal, mas falem de mim” é uma das verdades mais antigas do negócio da propaganda.
    As redações pseudo-intelectualizadas, têm a certeza de que, do trono de sua alta posição de “donos da verdade”, destroem qualquer um.
    Aliás, é no que apostam, também, para desgastar Jair Bolsonaro e abrir caminho para Geraldo Alckmin.
    Só que com LULA, QUE TEM MEMÓRIA VIVIDA E NÃO APENAS IMAGEM CONSTRUÍDA, a resistência é outra.
    Eles vivem de aplaudir o mérito e o sucesso.
    O POVO VIVE, entretanto, A ANGÚSTIA, muitas vezes íntima, da DISCRIMINAÇÃO e do SOFRIMENTO.
    Ou será que pensam que as pessoas vivem na pobreza, vendo os filhos caminharem para ser, de novo e para sempre, pobres estão felizes?
    Não, não acham que seu filhos vão ser empresários, juízes, promotores, doutores, filhos prósperos da livre iniciativa.
    ESTE MUNDO VOLTOU A SE FECHAR PARA ELES.
    As grades que foram sumindo para o povão – a viagem de avião, o filho na universidade, o carro usado comprado a prestação – estão reaparecendo e bem sólidas.
    Tanto quanto as que colocam diante de Lula.
    NÃO CREIAM que o povão, a massa de milhões de brasileiros sempre excluídos, esquecidos, traídos, renegados, amaldiçoados – embora nunca tenham feito mal a ninguém – pelo simples fato de existirem, se sintam muito diferentes de Lula.
    A “direita” brasileira perde a batalha por corações e mentes do povão porque NÃO É CAPAZ DE APONTAR AQUILO QUE É DECISIVO TAMBÉM NA COMUNICAÇÃO: O BENEFÍCIO.
    Ela trabalha, desde décadas, com valores imateriais: honestidade, mérito, leis…
    Mas É INCAPAZ, PORQUE NÃO TEM NADA A OFERECER nisso, de representar emprego, salário, escola, habitação, assistência a idosos. Tudo, enfim, a que diz respeito à vida real.
    No fundo, existe uma percepção inexpressa, quase sempre: a de que o que FAZEM A LULA DEVE-SE ÀQUILO QUE LULA FEZ POR ELES.
    Sabem que é por isso que Lula está preso e maldito.
    E passaram a ver nele um pedaço de si mesmos.
    Mantendo-o preso, perseguindo-o, calando-o, levando-o ao pelourinho, talvez decretem a morte dos que se exibem como algozes festejados.
    SIM, SEMPRE HAVERÁ UM AGLOMERADO DE IDIOTAS A XINGAR, FURIOSOS E UM LOTE DE “HOMENS DE BEM” A EXPLICAR QUE AQUILO É UM EXEMPLO PARA A COMUNIDADE.
    Nos tempos em que uma ideia levava décadas para circular, podiam ter sucesso imediato e derrota apenas na História.
    Agora, porém, o ritmo é mais veloz e, apesar de tudo, talvez outubro lhes revele o erro de sua estratégia.
    Estas seriam, não fosse sua afoiteza, as eleições para a volta da direita ao poder.
    Quis voltar antes da hora e, AGORA, MORREM DE MEDO DO QUE VIRÁ COMO RESSACA DE SUA MARÉ DE ÓDIO.

  7. A ASCENSÃO DE LULA É A DESMORALIZAÇÃO DA MÍDIA E DO JUDICIÁRIO

    É razoável supor que há, dentre o portentoso – e crescente – número de eleitores que pretendem votar em Lula, dois grupos.
    O primeiro percebe a sua condenação e prisão como injusta e como um instrumento para retirá-lo da disputa eleitoral. Para este grupo, É ÓBVIO QUE A INSANA OFENSIVA do Judiciário e da grande mídia contra o ex-presidente não tem nada a ver com combate ao crime – e tudo a ver, para ficarmos no jargão global, com perseguição política.
    O segundo grupo é composto de pessoas que até acreditam na sinceridade da propalada cruzada contra a corrupção empreendida pela Lava Jato sob o foguetório da Globo.
    Entretanto, mesmo estes NÃO COMPRAM a balela de que a corrupção é o grande problema do nosso país. Do contrário, não votariam em Lula, “o chefe do esquema”.
    Há aqui também um previsível efeito colateral da eterna campanha antipolítica levada à cabo pela mídia: se política e corrupção são inseparáveis, como quer fazer parecer a lavagem cerebral diária dos jornais e telejornais, melhor votar no corrupto em cujo governo a vida melhorou, não é mesmo?
    O fato é que ambos os grupos de eleitores não foram convencidos pelo massacre jurídico e midiático imposto a Lula. Este está preso e sem poder falar com o povo (a não ser por cartas) desde o último dia 7 de abril.
    Mesmo assim, os percentuais de Lula subiram acima da margem de erro nas pesquisas. Os adversários estão estagnados. Os números de Lula quase chegam a dar-lhe a vitória no primeiro turno, sendo que ele bate todos os adversários nas simulações de segundo.
    Trata-se de mais um feito invulgar do retirante nordestino que chegou à presidência: disparar na liderança da corrida eleitoral isolado em uma cela, enquanto os outros candidatos fazem campanha. Um fenômeno.
    Há uma conclusão cristalina que emerge deste quadro.
    A máquina de moer gente composta pela mídia e pelo Judiciário CONSEGUE MANIPULAR PARTE da classe média e alta por meio do ódio e do preconceito.
    O POVÃO, POR SUA VEZ, É DURO DE ENGANAR.
    Resta à direita aprofundar o seu golpismo atávico. O timing político do Judiciário para atingir o PT continua afiado.
    NAS URNAS, A COISA ESTÁ CADA VEZ MAIS COMPLICADA PARA A TURMA QUE NÃO É MUITO CHEGADA NESSA COISA DE POVO E DEMOCRACIA.

  8. “Chama o Meirelles!” kkkkkk Seu candidato apelou até para o Lula para ajudar. O grande intelectual Henrique Meirelles. O honesto que usa uma fala do Lula para alavancar a sua candidatura. Que pessoa honesta faria isso? Desconheço. As pessoas verdadeiramente honestas querem distância desse sujeito.
    Alckmin é mais do mesmo (polaridade PT X PSDB). FHC falou que poderá apoiar o PT num segundo turno. É só procurar. Ou seja…
    Apoiadores de Bolsonaro são radicais? Faz me rir. Menos Ricardo. Radicalismo é outra coisa, muito diferente.
    Bolsonaro é o único candidato que se posiciona, que age em defesa de valores que há muito tempo foram perdidos na nossa sociedade.
    Brasil está cheio de isentões, como você.
    Liberais tem que entender uma simples questão: carecemos de valores morais e não de relativizações. Ser liberal na economia e só, não basta. Ficar em cima do mutro diante de tantas questões não dá.
    Veja o João Amoêdo, que defende a Agenda 2030 da ONU. “No geral tem mais pontos positivos do que negativos..”. kkkkkk (globalismo puro, nenhum país precisa disso, somos soberanos). Privatizar tudo também não dá, né, Ricardo. Tudo com bom senso, eliminando as empresas que só servem de cabide de empregos (são muitas, dá para fazer uma limpa). Sem a demagogia do “Petróleo é nosso!” Que nunca foi e será nosso.
    Sou a favor de eliminar entraves na economia, reduzir número de impostos, tornar a vida mais simples, reduzir o tamanho da máquina estatal. Mas alinhado a isso precisamos restabelecer a segurança pública, fortalecer o exército e reestabelecer os valores morais e éticos que há muito são inexistentes no Brasil.

  9. Pesquisa Datafolha: Lula, 39%; Bolsonaro, 19%; Marina, 8%; Alckmin, 6%; Ciro, 5%, Alvaro Dias tem 3% e Amoêdo, 2%. Meirelles, Boulos, Daciolo e Vera têm 1% cada. Demais candidatos não atingem 1%. Levantamento foi feito entre os dias 20 e 21 e ouviu 8.433 eleitores em 313 municípios.
    Quando vemos candidatos como Geraldo Alkmin, Álvaro Dias, Henrique Meirelles e o tal João Amoêdo falando sobre seus projetos para governar o Brasil, fica-nos claro tratar-se de cidadãos que nunca tiveram que levantar as cinco da manhã e se dirigir a uma estação similar à Vilarinho, Barreiro ou Pampulha, entrar na fila dos ônibus e esperar o próximo para chegar ao trabalho às sete. Ou sair na madrugada com um filho com pneumonia em direção a uma UPA, ou posto de saúde, mas, ao chegar lá, descobrir que não há médico para atendê-los. Na maioria das vezes não tem nem ônibus para levá-los à UPA ou ao posto, então o jeito é conseguir uma carona, o que é quase impossível no contexto social onde vivem e ainda na madrugada.
    Se esses candidatos fossem mudos, talvez tivessem mais votos numa eleição presidencial, pois não usariam um discurso que soa como asneira aos ouvidos de mais de 70% da população brasileira com direito a voto.
    Enquanto esses candidatos não “deselitizarem” seus discursos, podem prender o Lula lá em Marte que ele será líder das pesquisas de intenção de voto. Deem-lhe uma caneta, um pedaço de papel e a possibilidade de enviar bilhetes mal escritos para o Brasil e ele ainda poderá eleger seus postes para nos governar.
    E o discurso infrutífero da elite continuará…
    Vejo alguns comentários neste Blog se referindo aos eleitores mais humildes com palavras depreciativas. Talvez esse leitor não saiba que esse tipo de comentário depõe contra sua própria inteligência. Se não, perguntariam: se eu estou fazendo discurso para mais de cem milhões de eleitores burros, analfabetos, porque usar o mesmo discurso que eu uso para me comunicar com as elites? Será que a elite também é burra?
    Porque que um eleitor que vive, por exemplo, no Aglomerado da Pedreira Prado Lopes, na favela do Cafezal ou no semi-árido nordestino votaria em um candidato que não consegue sequer se comunicar com ele?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.