O poder da Rede Globo é gigantesco

A emissora e seus braços na imprensa travam uma guerra sem tréguas contra o Presidente Temer e, no limite, contra o próprio Brasil

Bonner informa: o Brasil vai bem, mas… fora, Temer!

Sabe-se lá o porquê, mas desde de maio deste ano, a Rede Globo trabalha diuturnamente (Dilma Rousseff diria noturnamente também) pela deposição de Michel Temer.

O leitor pode me perguntar: “e não é para trabalhar mesmo? Ou este governo corrupto merece ficar no poder?” Bem, meus caros, eu acho que este governo corrupto jamais deveria estar no poder. Contudo, ele foi eleito junto àquele outro, mais corrupto ainda, lembram-se? Sendo assim, quem pariu Mateus que o embale, e a dona Globo, com a máxima certeza, não só pariu, como gestou e eu diria até concebeu este filho feio. Vejamos:

Se a luta da emissora fosse contra a corrupção do governo, convenhamos, Lula não terminaria sequer seu primeiro mandato. Se a luta da emissora fosse contra um presidente “suspeito”, convenhamos novamente, o criminoso, já condenado a mais de nove anos de cadeia, jamais teria sido reeleito. Por fim, se a luta da emissora fosse contra um quadro generalizado de ministros corruptos, o que dizer da bênção platinada aos quatro anos de governo da gerenta eficienta? Assim, leitores, os motivos pela cruzada contra Temer podem ser quaisquer uns, mas jamais o combate à corrupção, pois nunca foi uma preocupação da Família Marinho, vide o que fez Sérgio Cabral, no Rio de Janeiro, sob os holofotes propagandistas da plin plin.

Agora, vejam vocês, o poder da informação, ou melhor, da desinformação:

O Brasil encontra-se infinitamente melhor que nos anos do lulopetismo. Não há um mísero indicador econômico que não esteja a favor deste governo. Inflação (em níveis escandinavos!), desemprego em queda (1.3 milhão de postos gerados no último trimestre), juros de um dígito, recuperação do PIB (previsão de até 4% de crescimento no último trimestre deste ano) e crescimento da renda média pelo quarto mês consecutivo. Ou seja, o brasileiro está vivendo indubitavelmente muito melhor. Por que raios, então, deveria considerar este governo pior que o da criminosa fiscal? E notem: não estou me referindo à péssima avaliação do Presidente Temer, não, com cerca de 3% de avaliação positiva, pois é mais que merecido, já que, para mim, corrupto tem mais é de se lascar mesmo. Me refiro, isto, sim, à comparação com o governo da Doidivanas Tresloucada, a Siricutica do Planalto. E em matéria de corrupção, se este for o motivo, aí é que não entendo mesmo. Ou o PT era menos ladrão que o PMDB?

Ocorre, senhores, que não há imagem ou dado positivo que suportem a campanha de desmoralização diária do Jornal Nacional. Não há imagem ou dado positivo que suportem os “analistas” da GloboNews. Acreditem: eu vi, outro dia, uma das apresentadoras dizer que o sucesso da equipe econômica atual deve-se à baixíssima expectativa criada em relação a este governo. Ou seja, todos esperavam um fracasso tão grande, que em não se confirmando, os agentes financeiros passaram a acreditar mais no país. É um espanto! Vai ver nos anos da ciclista Dilma, todos acreditavam tanto, mas tanto, que frustradas as expectativas a vaca fora para o brejo, né?

O mais triste é que nesta luta sanguinária não há vencedores. Perdem todos! Perde o país, que deixa de aproveitar um ótimo momento e não faz as reformas que tanto precisa, já que o ambiente político é péssimo. Perdem o governo e a própria emissora, que deixam de colher juntos frutos melhores. E perdem, sobretudo, os brasileiros mais pobres, aqueles que mais dependem de um bom ambiente institucional para terem a vida um pouco mais facilitada.

Pois é. Globo e você… nada a ver!

Leiam também.

8 comentários em “O poder da Rede Globo é gigantesco

  1. “(…)A emissora e seus braços na imprensa travam uma guerra sem tréguas contra o Presidente Temer(…)”. Ora, quer dizer que o crápula “cara seca”, o gangster é flagrado trapaceando, alinhavando conchavos escusos, juntamente com o bandido Wesley Batista, e aí a globo, que antes era “contra o PT”, porque também mostrava as vagabundagens deles, é culpada!!! Ah, sei!!! Está culpando a “ratoeira porque pega os ratos”. Tem que mostrar e falar, está aí, escancarado, Temer é bandido da pior espécie, PT também, PSDB e cia. Que o país comece do zero, mas que esses carniceiros sem dentes, ratos imundos caiam todos por terra, apodreçam na cadeia. É isso que eu desejo a eles.

  2. Será que o tal projac foi construido com dinheiro dos Marinho ou foi com o do BNDES ?
    Ja começaram a pagar o que devem?
    Ou sabem que na política econômica mais liberal adotada pela gangue do PMDB não há mais dinheiro barato e público para seu farisaísmo globalista.

  3. A Globo tem uma divida de bilhões com o BNDES, empréstimo conseguido no governo Lula e sem prazo para quitar, daí o interesse em detonar qualquer presidente que não esteja afinado com eles ou faça o que eles determinem.
    A Globo trabalha ferrenhamente para colocar Luciano Huck como candidato. Se isso acontecer, ADEUS BRASIL, pois a Globo fará deste país o que bem entender.

  4. Ricardo,
    Minha modesta opinião é que o Temer deveria ter saido também no impeachment da Dilma porque sendo vice fazia parte do governo e os crimes pelos quais ela saiu foram por improbidades administrativas, as famosas pedaladas fiscais.
    No impeachment do Collor foi diferente. Os crimes foram de corrupção pessoal dele como o recebimento de uma Elba (veja só) os gastos da casa da Dinda, sua ligação com PC Farias que era seu operador arrecadador e aí o Itamar que era vice assumiu e fez um excelente governo criando o plano Real e não se viu nenhum caso grave de corrupção em seu governo. Ele saiu limpo.
    No caso Temer nós estamos vendo os casos escabrosos de corrupção da gang de ministros dele sob o comando dele. Só de ter recebido um empresário corrupto no porão do Jaburú, de madrugada, fora da agenda e com nome falso, além, claro do conteúdo das fitas já é estarrecedor.
    Não sei qual a motivação da Globo. Se ela cometeu erros tem que ser investigada e punida mas o Temer não pode continuar na presidência impune.
    Seria mais ou menos como perdoar um ladrão que roubou muito dinheiro mas o distribuiu aos pobres. Está errado. Roubar é crime. Não pode.
    Aliás nas favelas do Rio acontece isto. Os traficantes chefes das favelas são autoridades lá e atendem a população resolvendo problemas e roubando cargas de alimentos , levando os caminhões para as favelas para serem saqueados.
    Em São Paulo também eleitores de Maluf dizem que ele rouba mas faz. Tá tudo errado.
    O único mérito do Temer, e qualquer pessoa com um mínimo de inteligência faria foi colocar o Henrique Meireles no ministério da fazenda e o Ilan Goldfajn no Banco Central.
    É preciso retirar todos os políticos ladrões que se reelegem até o fim da vida para terem foro privilegiado e fugir da cadeia e que não permitem nunca que o Brasil seja um país desenvolvido.

  5. Meu caro . Que absurdo e falta de informacao correta baseia sua posicao. Me faz pessar se vc nao é um dos que a irma de Aecio comprou e controou na midia mineira. Tente entender melhor o que passa para emitir sua posicao para seu publico . A Globo foi e continua nefasta mas nao mais que Aecio e sua corja. Cricifica-la nesta conjuntura é simplesmente tentar tirar o foco sobre o Aecio.

  6. Prezado Ricardo, sobre a afirmação de que “o Brasil encontra-se infinitamente melhor que nos anos do lulopetismo”, baseada em indicadores econômicos, acho equivocada. Os números do primeiro mandato do Lula (e diria que até 2009, no segundo) foram muito bons sob vários aspectos – a inflação caiu, o PIB cresceu, a dívida pública (que cresceu absurdamente no governo FHC, em decorrência da estabilização da inflação) caiu bastante em % do PIB, o desemprego caiu, a SELIC caiu, etc. Em termos de política econômica, o Palocci fez um bom trabalho… tinha uma equipe muito competente e dá de 10 em caras como o Mantega e José Serra.

    O caldo começou a desandar quando o Mantega assumiu o MF em 2006, piorou quando o Arno assumiu a STN em 2006 mas entornou de vez quando a Dilma tomou posse. Esses três juntos causam mais estrago que um furacão. Curiosamente a imprensa nunca deu muito destaque ao Arno, que era o cara que deveria dizer “moçada, não vamos gastar!” mas que, sendo gaúcho, era apelidado de “Trotski de bombachas”. Quem conhece a dinâmica dessa turma sabe: Arno dizia “A”, Dilma dizia “B”, Arno dizia “B”. Era um dos mais próximos dela, e sempre mudava de opinião para satisfazer a chefa. Mantega mesma coisa. Por isso que tantas decisões ruins foram tomadas: ela teimosa e autoritária, o séquito medroso e fraco.

    Enfatizo que o elogio à política econômica nos 5 ou 6 primeiros anos do Lula não implica em aprovar qualquer coisa na figura do mesmo e muito menos em desejar seu retorno. Mas no começo a coisa não estava ruim. A tragédia de fato começou em 2011, e impressiona como conseguiram tirar o país dos trilhos tão rápido. O momento atual é de rescaldo, mas a inflação tão baixa (e consequentemente a possibilidade de cortes de juros) decorre mais da crise, com queda no consumo e na renda das famílias, do que de qualquer brilhantismo da equipe econômica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.