Brasília começa a arder. Vá embora, Temer

De um lado, bandidos mascarados, armados de paus e pedras. Do outro, bandidos do Colarinho Branco, armados de advogados. Aos dois grupos, só importa o poder. O Brasil que se dane

O democratas do Lula. Sem terras, mas todos muito bem alimentados

Há um livrinho chamado Constituição Federal, carinhosamente apelidado CF pelos tais Operadores do Direito. Ainda que alguns, como Lewandowski e Barroso não lhe deem muita confiança, há um tal artigo 81 que explica direitinho o que ocorre no caso de vacância da Presidência da República. Pois é. Lá não está escrito, ou melhor, previsto eleição direta em caso de renúncia, cassação ou impeachment de Michel Temer.

Gostemos ou não, amigos — e eu não gosto –, será este Congresso aí que escolherá o próximo presidente até a eleição de 2018. São corruptos, bandidos de toda sorte, incapazes, etc.? Sim, são. Ao menos 90% dos que estão por lá. Mas a tal Democracia é assim mesmo. Nas conhecidas palavras de Winston Churchill: “a democracia é a pior forma de governo, salvo todas as demais.”

Vândalos de esquerda barbarizaram as ruas de Brasília hoje cedo. Com as tradicionais camisas e bandeiras da cor do seu país — sim, eles não são brasileiros — marcharam rumo à Praça dos Três Poderes (simplesmente o coração da Democracia, gostemos ou não dos seus ocupantes atuais) afim de: 1. ditar o que pode ou não ser votado no Congresso; e 2. depor Michel Temer, por bem, por enquanto. De onde tirei isso? Das palavras de ordem dos próprios arruaceiros, incentivados, acreditem, pelos honestíssimos Lindbergh Farias e Gleisi Hoffmann.

A polícia, por óbvio, cumpriu seu papel constitucional e desceu o porrete nos bate-paus do petismo. Veremos como a Rede Globo, a mulher de malandro do PT, que quanto mais apanha mais se apaixona, noticiará o fato no JN. Intuo que continuará sua perseguição implacável à Temer, incentivando ainda mais o vandalismo, que por seu turno, ao invés de pegar a bengala e cair fora, continuará a tentar se manter no poder.

Chegamos naquele famoso “ponto de não retorno”. Daqui em diante, nada mais voltará a ser como antes. Ao menos até a memória de curtíssimo prazo do brasileiro esquecer de tudo e voltar a alojar os Lulas, Renans e Aécios da vida no poder. Mas, por enquanto, Temer e seu bando podem esquecer a vida boa. Como gritava o golpista arruaceiro, do alto do caminhão de som: Ou sai por bem ou sai por mal.

Vá embora, Temer!

Leia também.

 

11 comentários em “Brasília começa a arder. Vá embora, Temer

  1. Caro Ricardo,
    Admiro e tento assimilar seu otimismo e expectativa de uma boa saída desta crise.
    Porém, lá do fundo dos muitos anos vividos, vem sempre a assertiva:
    Agora, ou o Brasil acha de vez o caminho para se tornar uma Noruega,
    ou pega a trilha da Venezuela. E esta parece ser a mais provável.
    Exceto se…

  2. Não concordo que protesto seja sinônimo de bagunça, no meu modo de ver isso é bagunça. Nunca foi e nunca será protesto. Protesto é legítimo e extremamente necessário para que chame atenção diante do que não se concorde. Mas isso já passa dos limites. Deve ser colocado um basta. Mas em um país onde o comando está pior que o bordel aqui da rua Guaicurus, não se pode esperar algo muito diferente.

  3. Dia de semana (útil) e a cambada de vagabundos, sugadores dos nossos impostos, vandalizando Brasília. As forças de segurança são muito moles. Não dá para aceitar uma coisa dessa. Quando Janete foi impinchada, não se viu baderna. Foram manifestações. Agora o que se vê é um descalabro. Bandidos a soldo dos sindicatos. Fora com esses miseráveis!

    1. É isso mesmo Aragorn, só sendo muito ingênuo ou do time Lulista para não notar que desde sábado, início dos protestos, só tinha os famosos contratados de Lula para tais ocasiões, até mesmo o jornal Folha de São Paulo mostrou o a baixa adesão nas manifestações do último sábado em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro, hoje em brasilia só se via os mascarados e os inocentes úteis do MST, se a população ainda não aderiu aos protestos é porque estamos temendo fazer o jogo do calhorda maior Lula da Silva.

  4. Segundo blog do Noblat, em 2015 o ministro Edson Fachin pediu a JBS uma mãozinha para ser nomeado para o STF.
    E AGORA REDE GLOBO E MINISTRO FACHIN?
    http://noblat.oglobo.globo.com/meus-textos/noticia/2017/05/jbs-cabo-eleitoral-de-fachin.html
    ——————————————-
    Achei muito estranho essa pressa da Rede Globo e Fachin /Janot tentado tirar logo Temer, demorou apenas um pouco e, no próprio jornal O Globo sai uma notícia péssima para o ministro Fachin, duvido que a Rede Globo já não soubesse de mais essa.

    1. dá uma olhada no “reloginho” do Facebook aí deste post. Só 2.3 mil compartilhamentos. Realmente a adesão tá bem baixa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.