Gravação de pornô vira pesadelo no novo filme da A24

A badalada produtora A24 divulgou o trailer do seu mais novo longa de terror: X (2022). Vemos uma equipe de um filme pornô, no final dos anos 1970, que aluga uma casa numa cidadezinha do Texas para as gravações. Os donos do imóvel não são exatamente o que parecem e eles acabam tendo que lutar pela própria sobrevivência. 

O longa é produzido pela A24, responsável também pelos sucessos de Ari Aster: Hereditário (2018) e Midsommar (2019). E a direção ficou a cargo de outro nome experiente no gênero terror, Ti West, de A Casa do Diabo (2009) e Hotel da Morte (2011). Clique aqui para conferir o trailer.

Previsto para chegar aos cinemas dos Estados Unidos em março, X conta com Mia Goth, Jenna Ortega, Martin Henderson, Brittany Snow, Owen Campbell, Stephen Ure e Scott Mescudi (Kid Cudi) no elenco.

Mais sobre a indústria pornô

Apesar de retratar a década 70, quando a pornografia não tinha as proporções atuais, o tema do filme é atemporal, uma vez que o ser humano sempre assistiu e, muito provavelmente, sempre vai assistir a pornografia.

Para traçar um paralelo com a década atual, um infográfico disponibilizado pelo site porno brasil mostra alguns dados impressionantes da indústria pornográfica, confira.

Créditos infográfico: Porno Brasil

Outra produção já fez sucesso com os temas terror e pornô

Cam fez sucesso na Netflix ao apresentar ao público uma premissa bastante simples, e ao mesmo tempo muito criativa: “e se elementos do terror invadissem o mundo dos shows eróticos da internet?” O filme foi dirigido por Daniel Goldhaber e escrito por Isa Mazzei, baseando-se nas experiências pessoais da roteirista como camgirl.

O longa acompanha a história de Alice Ackerman (Madeline Brewer), uma jovem que trabalha como camgirl (com a alcunha de Lola) e luta acima de tudo para figurar no Top 10 de seu site. Mas a protagonista tem escrúpulos, e não aceita fazer “de tudo” para subir no ranking.

Alice começa a se envolver em uma jornada de loucura e violência quando uma mulher idêntica a ela toma controle de seu canal e começa a produzir vídeos cada vez mais desconcertantes. A protagonista então luta para entender o que está realmente acontecendo: seria um clone? Um vídeo de deepfake? Algum tipo de inteligência artificial? Ou quem sabe um demônio ou espírito vingativo?

Sobre Marcelo Seabra

Marcelo Seabra - Jornalista e especialista em História da Cultura e da Arte, é o criador de O Pipoqueiro. Tem matérias publicadas esporadicamente em sites, revistas e jornais. Foi redator e colunista do site Cinema em Cena por dois anos e colaborador de sites como O Binóculo, Cronópios e Cinema de Buteco, escrevendo sobre cultura em geral. Pode ser ouvido no Programa do Pipoqueiro e nos arquivos do podcast da equipe do Cinema em Cena. Twitter - @SeabraM | Instagram - @opipoqueiroseabra
Esta entrada foi publicada em Estréias, Filmes, Notícia, Publicidade e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *