Skip to main content
 -
Psicólogo graduado pela Universidade FUMEC, Pós-graduado em Psicologia Médica pelo departamento de Psiquiatria e Neurologia da Faculdade de Medicina da UFMG e Mestre em Educação, Cultura e Sociedade pela UEMG, tendo desenvolvido dissertação na área de Violência Contra a Mulher.

Quero deixar de ser GAY. Isso é possível? Estou angustiado…

homossexualidade não é doença

“Olá, Dr. Douglas Amorim.  Estou precisando muito de ajuda. Tenho vinte e sete anos e sempre passei por muitos problemas e pressões familiares; por isso, sofro muito. Sou homem (gosto de ser assim), no entanto, minha orientação é homossexual. Ninguém sabe. As pessoas podem, no máximo podem desconfiar, por não ter tido namorada até hoje. E esse é o problema: não gosto de ser gay. Por outro lado, nunca tive atração por mulheres. Posso ver uma nua na minha frente que não fico excitado. Já com os homens, basta eu ver um sem camisa, que meu pênis fica ereto. Por isso até evito ir a lugares onde tem rapazes de sunga, como em cachoeiras, por exemplo. Cheguei a um ponto insuportável, pois considero a homossexualidade pecado e não tenho coragem de assumir. Devido à minha extrema timidez, nunca tive relação sexual, porque só fico em casa. O tesão que sinto  por homens é incontrolável e parece ser irresistível. Agora, estou viciado em pornografia. Assisto vídeos gays e vejo caras pelados todos os dias. Estou pensando em procurar ajuda profissional, porém, não tenho coragem. Se possível, me responda o que fazer nessa situação. É possível deixar de gostar de pessoas do mesmo sexo? Como agir quando perguntam sobre arranjar namoradas etc.”?

 

Envie sua dúvida para perguntaUAI@gmail.com  Não identificamos os autores das perguntas

 

Reposta:

Querido leitor, vamos por partes. A primeira observação a ser feita é sobre a sua relação com seu corpo e com sua orientação sexual. Você usou a palavra “orientação” de forma absolutamente correta. Muitas pessoas usam o termo “opção sexual”, o que é incorreto. Ninguém escolhe se vai ser homo, hetero ou bissexual. Nenhum de nós, num determinado momento da infância ou adolescência, para e pensa: vou decidir se irei me sentir atraído por homens, mulheres, ou ambos. O desejo sexual, que não é controlado por nossa racionalidade, é quem nos impulsiona para determinada direção. Portanto, não se trata de uma opção, muito menos, de maneira consciente. Seu corpo e sua mente te dão demonstrações diárias sobre quem e o que te interessa. Tanto, que não sente a menor atração por mulheres e chegar a ter ereção ao ver homens sem camisa. Ou seja, seu desejo não deixa dúvidas.

Tudo está muito claro pra você. Só, que há um descompasso, entre o desejo que você sente e sua aceitação. Boa parte da sociedade é homofóbica, principalmente se levarmos em conta aspectos religiosos. Não estou aqui para discutir crença de ninguém. Primeiro, porque não tenho esse direito. Segundo, porque não sou profundo conhecedor de temas religiosos. O que posso dizer, é que você acabou introjetando essa homofobia e passou a ser uma pessoa preconceituosa consigo mesma. A questão não é não gostar de ser gay. A questão não é sentir desejos por homens. O grande ponto a ser refletido, é que você não se aceita bem por considerar pecado, além de ter vergonha e/ou medo. Está escondendo sua orientação sexual de tudo e de todos, inclusive, de si mesmo. O resultado não poderia ser outro: insatisfação, angústia e solidão. Todos nós temos de dar vazão à nossa energia sexual de alguma forma. Você está escolhendo uma forma solitária, assistindo vídeos pornográficos todos os dias e, provavelmente, se masturbando. Isso está errado? Claro que não. O que está insatisfatório, ao meu ver, é resumir sua vida sexual a isso.

Será que todos os homossexuais estão condenados a uma vida triste, solitária e sufocante? É claro que não, querido leitor. Não precisar fazer consigo mesmo o que tem feito ao longo destes vinte e sete anos! Você é jovem, cheio de energia e está se anulando em virtude de um preconceito idiota colocado por parte da sociedade. Não estou dizendo que lidar com a homossexualidade é uma coisa fácil para todos que tenham essa orientação sexual. Cada um lida de uma forma. Algumas pessoas não desejam que os outros saibam, porém, não anulam seus desejos sexuais. Outros revelam apenas para pessoas que são escolhidas a dedo. Alguns, não tem o menor problema e fazem, inclusive questão, de que todos saibam. Há ainda aqueles que se tornam ativistas da causa gay. Portanto, várias são as maneiras de se vivenciar a homoafetividade. Qual forma é a certa? Depois de mais de vinte anos de Psicologia, eu respondo: depende. Já atendi dezenas de homossexuais com as mesmas dificuldades que você mencionou e cada um, aos poucos, encontrou o caminho mais saudável para si. Portanto, não creio que exista forma certa, mas sim, forma saudável para se fazê-lo.

Dicas pra você: a homossexualidade é um assunto estudado por várias áreas há muitos anos. Freud, em 1.935, escreveu uma carta para uma senhora americana, mãe de um filho homossexual, que solicitara orientações ao Psicanalista. Ele respondeu da seguinte maneira:
“A homossexualidade não é, certamente, nenhuma vantagem, mas não é nada de que se tenha de envergonhar; nenhum vício, nenhuma degradação, não pode ser classificada como doença; nós a consideramos como uma variação da função sexual.” (Jones, 1.979, p. 739).

 

Além disso, é importante você saber que, o Conselho Federal de Psicologia, proíbe os psicólogos tratarem a homossexualidade como doença e os impede de colaborarem com eventos ou serviços que proponham tratamentos e cura da homossexualidade. Ainda seguindo as normas da Organização Mundial de Saúde, proíbe que os profissionais participem e se pronunciem em meios de comunicação de massa, de modo a reforçar o preconceito social existente em relação aos homossexuais como portadores de desordem psíquica.

Portanto, como se pode perceber, não existe nada de errado com a homossexualidade. O erro é a homofobia. Se você sente necessidade de procurar ajuda, passou da hora de fazê-lo, ora! Procure um bom psicólogo pra te acompanhar e não tenha medo e/ou vergonha disso. O profissional de Psicologia é a pessoa habilitada  e capacitada para ajudar em situações como essa. Se por um acaso você se consultar com alguém que proponha reversão da homossexualidade, não só fuja dele, como o denuncie no Conselho de Psicologia. Creio que tenha chegado a hora e você começar a encarar essas dificuldades de frente, para ter uma vida honesta, digna e saudável, permeada pelo auto- amor. É chegado o momento de começar a cuidar bem de si mesmo e de fazer as pazes com seu desejo, não acha? A vida pode ser muito melhor do que tem sido. No entanto, tem arregaçar as mangas e lutar pra isso. Na verdade, todos nós, de uma forma ou de outra, temos de lutar pra fazermos com que a vida seja melhor. Cada um com suas questões e dificuldades. O que posso dizer é que vale a pena. Que hoje seja o dia da inauguração da sua virada de vida! Boa sorte!

Um abraço do

Douglas Amorim

Psicólogo clínico, pós-graduado em Psicologia Médica, mestre em Educação, Cultura e Sociedade

Consultório: (31)3234-3244

www.douglasamorim.com.br

Instagram:@douglasamorimpsicologo

Canal no youtube: https://www.youtube.com/user/douglasdanielamorim

 

 

 

118 thoughts to “Quero deixar de ser GAY. Isso é possível? Estou angustiado…”

  1. Logo nos primeiros comentários, identifiquei uns 4 bissexuais querendo negar o que são, não julgo! A sociedade é que faz essas pessoas agirem assim, e é uma pena pois tbm vivo um dilema parecido. Boa sorte e fiquem com Deus.

  2. Concordo com o MARCOS consegui me recuperar, gente para vocês que quer larga de ser gay e ser hetero e possível sim, mais tem que lutar por isso (nada de olhar porno, nada de olhar fotos de homens que vcs acham atraentes, e nada de conversa sem sentido: conversas que meninas costumam falar. Vocês têm que olhar fotos de mulheres mesmo sem querer e Assim que vcs vão se recuperar e não é só isso vcs tem que andar mais com os meninos e etc…

  3. Concordo com o MARCOS consegui me recuperar, gente para vocês que quer larga de ser gay e ser hetero e possível sim, mais tem que lutar por isso (nada de olhar porno, nada de olhar fotos de homens que vcs acham atraentes, e nada de conversa sem sentido: conversas que meninas costumam falar. Vocês têm que olhar fotos de mulheres mesmo sem querer e Assim que vcs vão se recuperar e não é só isso vcs tem que andar mais com os meninos e etc…

  4. Sou heterosexual e já tive experiência com um gay,eu sabia que ele era gay e fizemos sexo e ele foi mais homem na cama do que os próprios que diziam ser homem.Eu fiz ele se sentir a vontade e todo o desejo está no poder da mente,e não precisou ele ser hetero pra me dá prazer,ou sentir prazer os nossos corpos se completavam, porque eu fiz acontecer a minha mente me levou a loucura,senti prazer com ele que nunca senti com um hetero.Fui casada 12 anos com um homem hetero que nuncae deu prazer e que não gostava de fazer sexo comigo,doze anos sem sentir prazer com uma pessoa,nunca o traí,cheguei a pensar que ele é gay, só que ele demonstra aversão a gays,mas se ele me falasse que era gay eu ia entender se ele quisesse ficar com um homem eu não importaria.O que eu quero passar é que vocês que são gays procurem encontrar alguém que compreenda vocês no caso de uma mulher e aceite vcs como são,e não vivam sofrendo por causa de opinião dos outros,se joguem,vivam a vida de vcs se é pecado ou não Deus é quem vai julgar,Deus é pai e como todo pai de verdade,vai compreender seu filho,Deus é passiente,soberano e justo e quem vai saber mesmo se é pecado,nenhum gay morreu e voltou pra falar isso,tem hetero q são gays na mente e não tem coragem de assumir,vivem seus desejos mais ocultos,vivam,vivam intensamente,vcs não pediram pra ser gay,podem ser gay e viver com uma mulher e ter filhos,basta q ela lhes compreendam, então vão viver,ser feliz só temos essa vida e não tem que se lástimar por achar que é pecado ou porque é filho de pastor,ou de militar ou de quem quer que seja ninguém pediu pra nascer na família errada,ser gay não é decepção para os outros,eu mesma sou separada e preferia mil vezes casar com um gay do que com um hétero e mais uma vez viver intensamente,se joguem com respeito e usem preservativo…beijos

  5. Tenho 14 anos, tinha me aceitado como gay e estava tendo uma vida boa, porém eu comecei a querer deixar de ser gay ( pelo simples fato de fazer com que conversas entre eu e meus amigos sobre bundas de meninas tornacem verdade, gosto de conversar sobre sexo hetero com amigos, só que gosto de garotos!) comecei a me marstubar vendo pornografias de mulheres para tentar me salvar… Só que não posso ver as costas de um certo menino da mInha sala de aula que já fico com uma ereção. Nem sei ao certo minha orientação sexual, ainda estou me descobrindo, porem quero ser hetero, não por causa das criticas da sociedade, más por vontade de fazer parte de uma sociedade hetera, ou seja quero ter uma namorada.

  6. Tambem estou passando por isso, tenho 13 anos e sinto atração por um garoto da minha sala, quando vejo homens musculosos já fico com tesão, e com mulheres não sinto nada. Pretendo me assumir quando for embora de casa, porque sei que nao tem cura. Pelo menos nao estou sofrendo com isso, nao choro escondido nem nada, só tenho medo do bolsonaro ser eleito.

  7. Concordo com o Dr. Douglas, não é uma opção. Você precisa simplesmente aceitar e ser feliz não tem nada de errado nisso aliás eh maravilhoso, você precisa tirar esse preconceito e medo que vc tem de si mesmo. Desejo felicidades e muito amor e caso vc seja religioso lembre-se, Deus não comete erros.

  8. Olá pessoal!
    Estou em um conflito terrível na minha orientação sexual, sou da assembleia e desde menino quis casar, ter filhos, ver eles casarem e não só eu como a mulher q me casar ser feliz, mas estou encima de um muro que não sei como descer.
    Nunca pedi para nascer assim queria ser normal como alguns amigos que amam jogos, falam gírias, são unidos, falam a mesma língua, mas eu não sou assim…..
    ??? Socorro quero ter meu final feliz, como sonhei e com Deus, sem esses desejos indesejados me perseguindo (perdoe-me as palavras amigos)
    Falem comigo Ana Carolina e Marcos
    Meu número: (73) 999475602

  9. que comentário extremamente sensato,vc está de parabéns.
    a pessoa tem que seguir seu coração e ir pra igreja
    ler muito sobre o assunto,orar pra Deus ajudar..
    se PURIFICAR: abandonar masturbação,pornografia,etc ….
    e pedir pra Deus tirar o que tiver de ruim…
    se a pessoa diante disso sentir que a homossexualidade é o caminho errado
    começa a lutar contra,no caso do homem
    busque ajuda na igreja e com as pessoas certas
    é o que estou fazendo
    eu antes de aceitava como gay
    mas depois de uma experiencia em que quebrantei o coração eu senti o poder dele
    e ele encaixou muita coisa na minha mente
    pessoas,acontecimentos..o passado dessas pessoas
    isso somado a alguns testemunho de ex-homossexuais que assisti
    e concluí pelo menos por enquanto que homossexualidade é COMPORTAMENTAL e demônio ao mesmo tempo…. e estou na luta pra vencer isso caso eu esteja certo
    eu sei que vou ter minha esposa e filhos e no momento que perceber que n estou bem
    fico só mesmo…
    ”só” na verdade nunca estarei … a presença de Deus é poderosa e cura qualquer carência
    quero sim ter uma família …vou fazer tudo certinho
    mas antes vou estudar muito .. muito … ter meu emprego
    fazer tudo certo
    se nao conseguir acho que fico só mesmo
    ou me interno logo numa igreja rsrs ,pois infelizmente nao vejo futuro nessa vida de gay
    nem do ponto de vista social muito menos bíblico
    além de 1000 outras complicações que existe nesse mundo
    se vcs se sentem bem
    vao em frente embora HOJE eu não recomende..
    que Deus tenha misericórdia de todos nós

  10. Gostei muito do comentário do Marcos o rapaz de 19 anos que conseguiu com a ajuda de sua noiva a mudar a sua prática ou melhor desejos por outros caras .
    O meu caso e semhante .
    Mais hoje estou passando por um dilema e preciso de ajuda .
    Mais sei que posso confiar em Deus .
    Marcos se possível entre em contato comigo para me ajudar.
    Meu e-mail e Skype e :
    rennanmaia149@gmail.com

  11. Oi miguel sou eu o carlos nao ti ligiuei mais porque o meu celular teve um pane e apagou todos os numeros dos telefones e fotos e etc tu tem meu numero me liga estou com saudade de ti aguardo ancioso ok liga ta ba guri

  12. Olá rapazes, e moças. É complicado sim. Li vários comentários,da vida real de vocês,que sentem atração por homens e etc. Eu vou ser realista e sem condenar ninguém,pois acredito que não vai uma folha de Deus não permitir. Eu tenho dificuldades muito grandes de aceitar esta tal orientação sexual,que vocês dizem que é involuntária, não pediu para ter. Não seria uma opção,e etc. Pois vivi dentro de uma igreja, desde criança. Hoje escolho o que eu quero,é onde eu quero ir. Leio bastante, procuro entender que as coisas mudam,mais outras não deveria mudar, e sim conversar com o criador, pedir em oração, com muita fé, pois tudo ele fará para vcs. Pessa se for de suas vontades mesmo,que Deus faça gostarem e se atraírem por uma moça. Que gostaria de se casar,constituir uma família, e etc. A oração com fé, é querendo de verdade,duvido não ser ouvida. Já pensou amigo, um pai é uma mãe,ter os filhos, e sonharem os vendo tendo esposas e filhos,é na verdade serem todos homossexuais? Sinceramente,eles não vão demonstrar,mais choram escondidos. Porque para a maioria da humanidade, a lei natural da vida humana, é esta! E o homem deichará pai e mãe e tomará uma esposa e se tornarão uma só carne. Me perdoem de coração, não estou aqui para aponte,condenar vocês. Até me sensibilizei com os que sofrem calados. A natureza é regida por uma lei, perfeita! Algo está saindo diferente. Mais ele os ama,assim como ama os heterossexuais. Só nos resta sermos sábios,para buscar uma resposta, em oração. Depois que vocês orarem e conversarem com Deus, pedindo ajuda, me falem. Não é em psicólogos, é diretamente com Deus,em oração. Porque aqui o mundo também inclui bastante. Pode até inconcientemente está influenciando.
    Quando eu era criança,eu minhas primas, já aprontamos coisas absurdas juntas, é com meninos também! Eu cheguei a chupar a….da minha prima! Tenho vergonha quando lembro. Cresci e gosto de homens,sou casada,tenho um homem de 21 já para fazer 22. Desde a minha gravidez falava com Deus,pedia muito saúde, é que ele fosse perfeito, claro! Mas, também eu me preocupando muito com este lado, pedia muito a Deus, que ele fosse hetero, ajente costuma dizer, homem. E ele tem mulher, e para mim, está tudo bem,como pedi ao criador. Eu vejo que esqueceram de falar com Deus, muitos não falam com Deus. Ele sempre me respondeu a todos os meus clamores. Abraços a todos.

  13. Olá galera tudo bem, eu TB sofro com esses problemas. Muito difícil lidar com essa situação. Gostaria de poder conversar com alguém sobre isso. Eu sinto atração sexual por homens e mulheres. Com homens é mais sexo mesmo. Com mulheres é mais sentimental e sexual. Vou deixar meu e-mail pra quem quiser entrar em contato. rafabweb@gmail.com
    Valewwwww. Vamos juntos nessa luta. Deus abençoe vocês

  14. Ouço o tic-tac do relógio do tempo passando, seus 70 ou 80 anos de vida a cada momento são mais preciosos, a essa altura você ja usou quase 1/3 deste tempo ou mais. Apresse-se, decida-se logo, pois o tempo não perdoa, ainda da tempo.

    O maior dilema de um homossexual é o medo de enfrentar suas crenças para então seguir o caminho da felicidade.

    A religião, em nosso caso (cristãos ocidentais) é a crença no Deus bíblico que nos condena a uma eternidade no inferno se seguirmos nossos desejos carnais ao invés dos espírituais. Escolher entre a carne ou espírito parece uma escolha impossível, esse dilema leva-se anos, até mesmo uma vida inteira.

    Sente-se no divã de Deus e reflita com ele sobre todas as suas dúvidas, medos, anseios, desejos e sonhos.
    Não deixe que ninguém interfira em suas decisões, seus pais, família e amigos também são seres humanos como você, cada um decide seu próprio caminho e doa a quem doer a escolha é sua e não deles! Então no mínimo o que eles devem fazer é respeitar sua decisão.
    Após se resolver com Deus, talvez você não esteja disposto a encarar o mundo homofóbico dos homens que se enverniza de vez enquando de sociedade amiga dos gays, mas por traz há uma casca de ódio e rancor contra os pobres coitados que tem coragem para sair das sombras.
    Se você não se sentir a vontade para encarar estas feras no seu dia-a-dia, crie uma máscara para poder viver entre eles e ter dignidade como ser humano. A utopia de uma socidade livre sem preconceitos ainda está a algumas dezenas de anos a frente, infelizmente nossa geração não vai ser a afortunada que vai usurfruir dela.
    Se você quiser ser um guerreiro e lutar pela causa, boa sorte na sua luta, você com certeza fará com que outros tenham a alegria e felicidade que você tanto deseja almegar. Mas pense bem, sua vida é muito curta para brincar de herói e ainda poder aproteita-la plenamente, se quiser ser um dos mártires gays para a próxima geração, vá enfrente por sua conta.

    Uma vez feita a escolha é so seguir adiante e evitar olhar para atrás. Certamente o caminho escolhido te dará felicidade e você aproveitará o restante dos seus dias em total plenitude.

    Deus rejeita o morno. Escolha logo, quente ou frio. Ficar a vida inteira sendo morno é o que não dá, pois a felicidade é ingrata, aliou-se ao tempo e não perdoa tempo perdido.

    Aproveite sua vida enquanto ainda é tempo.
    Não caia na lábia de sabichões e charlatães que alteram as religiões para exaltarem seus próprios egos e desejos.
    A escolha está dentro de você, só você é capaz de determina-la.
    Se apesar de todas estas reflexões, você ainda estiver em dúvida sobre qual caminho seguir, saiba que este seu dilema vai te acompanhar até sua sepultura.

    Boa sorte e não espere demais, pois o tempo não para e não volta jamais.

  15. (Por favor, leia até o final, talvez eu possa te ajudar) Olá. Me chamo Marcos e tenho 19 anos. Como todos aqui, tive a mesma experiência de sentir atrações pelo mesmo sexo, e também nunca aceitei isso, porque sempre tive a certeza que homens foram criados para procriação, e homens com homens não procriam. Eu nunca tive uma relação com um homem, pois nunca aceitei esse desejo em mim. Arrumei duas namoradas, mas quando chegava na hora H eu broxava, não conseguia sentir atração por elas. Porém, eu comecei a namorar outra garota, no começo foi pra tentar fugir desse desejo, mas com um tempo ela se tornou bem mais que isso, se tornou muito especial pra mim, então na primeira vez que a gente foi transar eu cheguie a broxar. Porém, ela ficou super tranquila e me passou bastante confiança. Então eu comecei a tentar me masturbar vendo os nuds que ela me mandava(o que de fato me ajudou 70%) então a gente tentou uma 2 transa, o que foi mais ou menos, ela me deixou super tranquilo e eu me entreguei ao momento, enfim tive uma ereção depois de um oral dela, a gente transou por uns 5 minutos e eu perdi o foco, e broxei outra vez, mas ela tornou a me deixar calmo. Na terceira vez que a gente tentou transar(depois de eu ter criado uma rotina repentinua me masturbando olhando apenas fotos dela e nada de porno gay ou algo do tipo), quando estavamos tirando a roupa e nas preliminares, eu tive uma ereção maravilhosa e correu tudo perfeito. Hoje em dia temos relações normais e estamos noivos. O que eu tenho a dizer pra vocês é que não desistam, vocês conseguem superar isso da mesma forma que eu consegui. Meu conselho e que deixem de lado qualquer tipo de porno, seja gay ou não, e evite no máximo os pensamentos também. Vocês encontrarão uma mulher especial que te ajudará a se libertar de tudo isso. E se forem se masturbar, tentem apenas com fotos de mulheres. E na hora que forem transar, fassam algo que excitem vocês, como pedir pra ela fazer um oral, mas se entreguem ao momento por completo e não vai de vez tentando a penetração se ocorrer uma ereção, esqueça isso, deixe que ocorra naturalmente a penetração. Só não se entreguem de forma alguma a esse desejo. Se eu consegui, vocês também conseguem! Boa sorte para todos que leram até aqui!

  16. Galera eu tenho só 16 anos, diferente da maioria do pessoal que vi. Porém, estou numa situação muito igual, como nunca vi antes.
    É tenso ser filho de pastor e dirigente do círculo de oração da Assembleia de Deus e ter tendências homossexuais. Meu irmão se assumiu há algum tempo, e vi o quanto ele sofreu e as coisas que as pessoas falam dele COMIGO. Meus pais acham que eu sou muito crente, na Verdade, todo mundo acha. A verdade é que eu não sou e sempre gostei mais de meninos (por mais que fossem desejos apenas sexuais, já sentimentais foram sempre pro lado de meninas), e agora que estou crescendo eu vejo que estou condenado a me casar com uma mulher que pode até me fazer feliz, mas nunca satisfazer meus desejos sexuais. Hoje mesmo vi no twitter uma foto de uma mulher de lingerie em cima de um homem e ele agradecendo pelo melhor presente de aniversário da esposa. Quando eu li esposa, entrei em pânico porque sabia que eu já me havia condenado a casar com uma mulher, mas ao ver a foto, me apavorei porque não sei como vou transar o resto da minha vida com alguém que não me atrai fisicamente. Bacana desabar aqui, saber que não estou sozinho. #Paz

  17. Não tem como vocês homossexuais falarem que homossexualidade é pecado, é errado e etc… isso é a coisa mais natural do mundo e enquanto vocês negarem esse desejo mais irão sofrer.

  18. Eu acredito que ser gay não é normal, tem gente que nasce com dois sexo, e isso também não é normal, pessoas nascem gay NÃO por que escolhe, e sim por algumas deficiência de algumas coisa. Acredito que daria para curar, mais quem é assim não quer ser curado é o conselho de Medicina não quer disponibilizar também a cura. É doencia? Acredito que não mais sim uma deficiência do próprio corpo.

  19. Fico pensando…..depois de tudo que o Psicologo falou nesse artigo sobre orientação sexual, aceitação, homofobia e cultura religiosa, algumas pessoas ainda insistem em fazer comentários aqui dizendo que homossexualidade é problema espiritual!!!!! Até quando veremos esses alienados falando em nome de Deus que ser homossexual é pecado? Até quando vamos viver em uma sociedade doente moralmente que deturpam todos os desígnios de Deus e que julga em nome Dele? O mandamento maior de Deus é o amor incondicional, Ele nos disse para amarmos uns aos outros como Ele nos ama. Amar antes de mais nada é aceitar diferenças. Ele nos fez diversos porque quis. A homossexualidade existe pq Deus também quis, na bíblia não tem uma passagem que diz que nem uma folha cai de um árvore sem o consentimento do Criador !? Então….Tudo que existe é obra Divina. Mesmo as coisas consideradas por nós como ruins contribuem para a ordem do universo. Nos é que temos na cabecinha limitada e que não entendemos as dualidades é diversidades da criação de Deus. A sociedade tem um dívida muito grande com nós homossexuais, só quem vive na pele sabe o que é ter medo e vergonha de existir. Não é fácil viver se sentindo errado o tempo todo porque uma cultura te nega historicamente. Não é fácil tentar ser o que não se é.
    Repensem suas palavras ao dizerem que ser gay é ser errado. A bíblia é um livro histórico acima de tudo. Ela foi escrita em uma época que não se entendia ou tolerada a homossexualidade, não podemos nos embassar nela hoje. Estamos mais desenvolvidos tecnologicamente, cientificamente falando não há anomalia alguma na pessoa homossexual. Doentes são aqueles que acham q homossexualidade é algo errado e que se julgam Deuses na hora de condenar é apontar aquele(a) que é diferente em sua individualidade.

  20. Me identifiquei muito com o comentário do Lucas. Tenho 27 anos e tenho lutado contra esses sentimentos desde bem novo. Em muitos momentos já pensei em desistir de tudo. Tento aguardar também alguma solução, um milagre, sei lá, alguma coisa que mude essa situação.

  21. É terrível porque já vi muitos testemunhos de cura de câncer. Aids desaparecerem do sangue das pessoas em igrejas pentecostes. Na universal milhares….mas o terrível desejo por homens fica a desejar. Parece que Deus esqueceu está área que ninguém sabe ao certo como agir

  22. Olá para todos, encontrei o site muito provavelmente através da mesma forma que os demais, procurando no Google qualquer coisa que me ajude com o relação a esse problema que todos passam pelo que vi pelos comentários. Quero deixar bem claro que não sou contra nem repugno pessoas que praticam o sexo homossexual, na verdade, acredito que seria até injusto com alguns que negasse o desejo, afinal a vida muitas vezes não é fácil e uma relação às vezes ajuda bastante. Mas vamos ao que interessa, tenho 21 anos e da mesma forma que a maioria, também tenho desejos homossexuais e nunca namorei. Fui criado em um lar cristão mas garanto a todos os leitores que em nenhum momento minha família foi impessilio para que eu pudesse viver qualquer relacionamento seja ele hétero ou homo. Pra falar a verdade ao ter uma conversa bastante sincera com meu pai ( que é muito amigo meu) ele me falou que se eu quisesse viver assim ele continuaria me amando e não me impediria. Porém pra mim as coisas não são tão simples, desde muito pequeno aprendi que a sociedade requer respostas rápidas ao seu desenvolvimento ( inclusive sexual), é bastante comum que parentes e perguntarem sobre os ” namoradinhos” ou ” namoradinhas”. Quando que noivar?
    Quando que vai casar?
    E os filhos quando vai ter?
    Infelizmente, aprendi da pior forma que nem todos se desenvolvem na mesma velocidade que a maioria. Mesmo sem nem saber o que era ereção comecei a me preocupar sobre essas relações humanas que pra mim pareciam Extremamente complexas, com um pai que naquela época era bem ausente e depois de um abuso duradouro por parte de alguém MUITO próximo a mim ( não foi meu pai) comecei a criar traumas em minha mente. Além da inerente homossexualidade, sempre que penso ou fico sabendo de algo relacionado a casamento, eu entro literalmente em pânico, e não só isso, quando sei que amigos meus ou algum parente está desenvolvendo suas relações seja através do casamento já citado ou noivado ou filhos e etc eu entro em pânico, como se minha mente me obrigasse a não pensar nisso ( sei que parece ridículo mas é verdade). Então como podem ver são problemas que vão além da homossexualidade. Como já disse, não tenho nada contra quem tem uma vida assim mas EU não me vejo vivendo com um homem ( nem com mulheres) eu entro em pânico ao tentar pensar em qualquer relacionamento, o desejo existe, mas não me sinto satisfeito nem vendo homens pelados e suas práticas sexuais. Acredito sim em Deus e inclusive já pedi muito pra mudar mas vejo que talvez ele não seja o responsável por essa mudança, talvez tenhamos que descobrir por nós mesmos as repostas para essas indagações. Queria apenas desabafar pois não conheço ninguém que passa por problemas tão parecidos com os meus quanto os que vi aqui. Desejo a todos vocês ( a nós) que possamos ter uma esperança de mudança em nome do Senhor Jesus Cristo.

  23. Amigo, todos temos algo a vencer em nossa propria carne e se você não gosta de ser assim é porque sabe que Deus criou o homem e a mulher e você e eu só nascemos por causa de uma união hetero. Respeito a opinião de todos, inclusive dos que gostam de ser assim e se sentem felizes, mas pelo que disse não é o seu caso. O melhor caminho pra quem não quer seguir a homossexualidade é Cristo pois somente pelo espirito podemos vencer a nossa propria carne, ela quer todos os prazeres e facilidades do mundo por isso não há como vencer sem Deus.

  24. Estou na mesma situação que você, tenho 26 anos, gosto de coisas de homem, mas não aguento mais essa maldição.
    Já sai com duas meninas e na hora H eu simplesmente broxei, eu não consigo sentir atração por mulheres, somente por homens.
    Tudo que eu quero é ter uma vida normal, casar e ter filhos. Não quero envergonhar minha família, mas a unica solução que eu vejo e acabar com tudo, mas nem tirar a própria vida eu tenho coragem de fazer.

  25. O seu comentário está aguardando moderação.

    Cara não tome decisões precipitadas, vc pode estar com trauma, confuso mentalmente ou espiritualmente. Busque conversar com alguém de CONFIANÇA( pai, mãe, irmão) ou alguém anônimo( padre, pastor, Psicólogo) e conte teu problema, trauma e peça conselhos para tentar superá-los, lidar com isso.
    Lembre-se Deus sabe de todas as coisas, devemos buscar a VERDADE sempre, ore a ELE e sinta a presença dele por perto de ti.
    Irmão, Deus o abençoe!

  26. Atentar-se contra a própria vida é um dos piores pecados. Faça orações e nunca deixe de crer em Deus!
    Depois de muito tempo sofrendo, estudando e pesquisando sobre o assunto (sexualidade em geral) Entendi que relação fora da heterossexualidade, é muito estranho, vai muito contra a própria natureza do ser “humano”, homem é homem, apenas aceite o que a vida, Deus te proporcionou. Se não consegue sentir-se atraído por mulher, somente ore, e se abstenha de pensamentos ruins, pois conclui que não estamos aqui para buscar a depravação, ódio, libertinagem sexual( de qualquer tipo, prostituição [homo, hétero, …]) e sim vivenciar e aprender os valores morais e a simplicidade é o que realmente importa na vida, não preciso de sexo( isso tanto homo ou hétero) para me realizar, mas sim lições e buscar viver em santidade( realmente, é difícil, mas deve-se buscá-la) para a ter a salvação da alma.
    Se a homossexualidade é um problema, Deus sabe e houve quem supostamente tem este “problema”, só não ceda a ela, busque realizar-se moralmente e fielmente em Deus.
    Se acreditas em Deus e Jesus Cristo ou não, essa é minha opinião.

    Abraço e seja feliz, Deus sabe do teu sofrimento, e talvez, esteja te testando, ELE não dá uma cruz que não se possa carregar, uma questão de fé.
    Sinta-se livre para conversar ou pedir-me conselhos, Deus o abençoe!

  27. Isso sim para mim é falta de caráter. Assuma e seja sincero com ela e verdadeiro, afinal ela não tem nada a ver com seus conflitos.
    Abraço

  28. É lamentável que ainda nos dias atuais, em pleno sexo XXI ainda se pensa dessa maneira arcaica que em outros países não deu certo.
    Amigo, já tive vários relacionamentos na igreja com pessoas que, no altar sagrado, se diziam curados, com falsas namoradas e tudo mais. Tudo teatro. Saíamos dali com um “cachê” e íamos para um motelzinho perto. Vi a hipocrisia estampada nesses lugares e, embora eu tb fosse da igreja, me sentia envergonhado.
    Triste é alguém ficar te julgando baseando seus sentimentos em um livro que foi modificado milhares de vezes desde que foi criado (pelo HOMEM) e que estimula um preconceito em cima de um sentimento de ser GAY. Outra coisa, sentimentos não mudam, é nossa natureza. É como pedir para gerar um filho dentro de vc sem ter útero.
    Quando se fala em GAY se fala em SEXO e esquecesse do SENTIMENTO. Eu me assumi a partir do momento em que me apaixonei. Quando isso acontece, será quase impossível ainda continuar na dúvida e sua natureza falará mais alto, pode ter certeza.
    Deixemos as religiões de lado, já que ser GAY não é falha de caráter e sim uma maneira de ser HUMANO.
    Boa tarde

  29. Bom, hoje muitos homens tímidos e até levados a timidez, criados de forma mais delicada sofrem com isso, saiba todos temos um pouco de bissexualidade, mesmo quem diz q não q é aberracao, já se pegou fantasiando algo com uma pessoa do mesmo sexo. Acredito q sua timidez o trava diante de uma mulher, a melhor forma de vc perder isso é tentar mudar, diminuir essa barreira, é muito difícil, muito mesmo. Alguns nem tentam. Vá a ambientes mais competitivos, de atitudaes mais másculas. Treine pra diminuir a delicadeza e vá tentando, vá se acostumando com o visual feminino, depois se for o caso pague uma PG. E tente por varias e varias vezes, logo vc estará solto com elas e vai rolar, fale sobre seu bloqueio tb, elas o ajudarão.

  30. ??

    Anônimo de 01/12/16, gostei da parte em que você fala que não escolheu sentir atração por homens e que achou que a atração por mulheres viria naturalmente com o tempo!

    Também vivi nessa ilusão até hoje 🙁

  31. João do Caminhão, ainda sou virgem e nunca tive uma experiência em ter relações sexuais ou morar com um outro homem, mas imagino a dificuldade imposta por esta sociedade hipócrita que ambos enfrentam no relacionamento amoroso: não poder andar de mãos dadas, sem abraços, nada de beijos, o sentimento de desaprovação que emana das auras alheias e captado facilmente por nós… é muito complicado, sofrimento é pouco pra quem se desenvolve “premiado”.

    Também gostaria muito de ter um relacionamento hétero, mas simples e infelizmente não dá!

    Não, não tenho raiva de Deus! No momento, nem sei o que pensar do nosso Criador ? ?

  32. Quem me dera se eu tivesse condições de me casar com uma mulher e ter 2 filhos biológicos!

    Você é abençoado por Deus e não sabe…

    Continue assim e peça força ao SENHOR!

    Que Ele abençoe a todos nós! ?

  33. O segredo pra não se apaixonar é não deixar os desejos homossexuais fluírem, corte-os assim que surgirem, e isso você só vai conseguir fazer com habilidade ao longo do tempo.
    Mesmo não conhecendo o indivíduo pessoalmente, pense coisas do tipo: é só um pedaço de carne que apodrecerá como todos, os que acham os gordinhos sexys sequer olhariam pra isso (dependendo do seu ideal masculino, é só inverter), deve ser um nojo de pessoa, deve ser desagradável, porco, idiota, imbecil, mau caráter, desonesto, interesseiro, etc… Tente “degradar” o indivíduo mentalmente pra tentar frear seus desejos em relação a ele.
    Espero tê-lo ajudado! 🙂

  34. Acredito que apenas 1 em cada 6 homossexuais masculinos tenha trejeitos, eu mesmo não tenho, pois nunca me aceitei assim, até chegar ao ponto de planejar meu suicídio em janeiro deste ano, quando comecei a me aceitar e, mesmo assim, sem traços femininos de comportamento. ?

  35. Comecei a me aceitar e ainda sou virgem.
    Me sinto melhor, porém me sentiria melhor ainda se o SENHOR me concedesse o dom da heterossexualidade, pois olhar prum belo e jovem corpo feminino ainda se resume a uma total indiferença, é o mesmo que olhar pra uma árvore no meio da rua ou para a fachada duma construção qualquer. 🙁 ✝

  36. Só não enxerga quem não quer!

    Rapazes jovens, de boa aparência e inteligentes que nunca aparecem com pretendentes só podem ter um problema, e com certeza não é calvície ou dificuldade financeira.

    Assim somos todos nós, bem-vindo ao infame clube! :'( ?

  37. Ainda bem que nem todos são cristãos e acreditam na Bíblia, onde Eva para procriar o mundo, teve que fazer amor com seus próprios filhos…

  38. E quem diz que sendo gay não pode constituir família? E quem me diz que vc que está dizendo isso, mesmo dizendo o que diz, vc não vai acabar sozinho, abandonado por todos? Amigo, cuidado com as palavras. Para sentir o que o outro sente, basta colocar-se no lugar dele e mesmo que não aceite, deve respeitar.

  39. Olá
    Cara vou ate dar parabéns por ter coragem e expressar o seu problema aqui. Assim com você existe centenas de homens com e esse problema.
    Vejo que a sua sã consciência rejeita o desejo que sente dentro de ti. Por outro lado o desejo as vezes é maior do que a vontade de resistir e se acaba nos filme eróticos de gay. Posso até afirma que após se satisfazer com esses vídeos. Você sente uma grande tristeza em seu coração e pensa… “Eu não queira ser assim.
    SEU PROBLEMA É ESPIRITUAL PODE CRÊ.
    Bem meu caro Você tem a consciência de que esse ato te incomoda, Sente medo e vergonha pela pratica mesmo escondida sozinho.
    Lute para ser o homem hétero que está em você. Busque a sua felicidade, se liberte desse trauma, confusão da sua mente. Peça a Deus ajuda. Se buscar em Deus forças, vencerá esses desejos que está dentro de você, os quais não são seus e será um homem Feliz. Não se entregue!
    Deus não quer te condenar por nada. Mas se continuar, no que Ele acha errado. Deus não poderá fazer nada por você?
    O homem é livre pra fazer tudo o que quiser.
    Existe Leis, Um estatutos, Deveres e compromissos. Se nós seres humanos cumprimos, certamente estaremos bem com o Criador. Se desconsiderarmos estamos sendo rebeldes a vontade Dele. Deus quer sua felicidade.
    Você é quem decide qual caminho a seguir
    Fique em paz
    Deus seja contigo!!!!

  40. Boa noite. Belas palavras do profissional. Tentei me matar aos 18 anos, pós vi que não havia como fugir, não só de atração sexual, mas de amor. Só quando me apaixonei não pude mais esconder que eu era. Desde 1985 me assumi gay. Tinha ido à igrejas e só foi pior quando vi que haviam muitos lá como eu e testemunhando cura. A depressão foi forte, mas minha mãe me ajudou. Hoje tenho 47 anos, fui casado por alguns longos anos com outro homem. Hoje sou o que sou e sou muito feliz! Quero deixar só uma observação: Nunca verão uma ovelha parir um Cabrito ou uma mangueira dar morangos. Cada um tem a sua natureza que Deus sabiamente de apenas diferente um do outro

  41. Eu tento praticar o celibato, ser eunuco (não praticar relação sexual) porque acredito em Deus e No seu filho Jesus Cristo. Me sinto muito bem com fé em Deus e fazendo orações, porém, quando se pensa muito em sexo é o tesão carnal tenta me levar ao pecado, quando a carne fala mais alto, eu por achar menos pecado, vejo pornografia gay e, consequentemente, me masturbo, porém ao pratica-la me sinto envergonhado. Tenho 26 anos e nunca tive namorada (até sinto tesão forçado) não saio com homens apesar de sentir, muitas vezes, forte atração por eles. Espero conseguir resolver, essa indefinição da minha orientação sexual na minha vida, porque não quero casar e ter filhos pra viver na mentira de um pseudo-amor por uma mulher. Por tudo isso, penso em seguir firme na prática do celibato. Espero fielmente em Deus para qual caminho seguir, e caso você leitor deste relato, não se aceita homossexual, aconselho buscar a Deus e Jesus Cristo, como conforto e possível solução para a homossexualidade, que por própria consciência, também acredito que não seja uma doença.

  42. Sou gay mas ninguém sabe, no entanto não quero ser, eu observo meus amigos e família e vejo que á muito preconceito. Então me pergunto, Será que vale a pena eu ser gay em um ambiente assim ? Será que as pessoas que falam sobre o que é certo estao cientes de que isso não é facil pra pessoas como eu ? Então eu penso no quanto seria difícil pra um companheiro meu viver assim, no quanto seria difícil vê a tristeza em seus olhos por esta com uma pessoa como eu com uma família assim. É muito doloroso viver com isso, tenho 19 anos e ainda sou virgem porque não sinto tesão pelo sexo oposto, tenho medo do meu futuro, nunca me senti tão sozinho como estou agora, a solidã, o medo, a angustia, a raiva são coisa que me fazem pensar que a morte é minha única saída e não vou mentir quero morrer. Ja me apaixonei por uma pessoa do mesmo sexo mas tive que desistir pois tive medo de como seria minha vida depois, o preconceito por parte da minha família, amigos e todo resto. Sei que parece covardia mas talvez existam pessoas que tenham sorte em lidar com isso, que nasceram em uma família que os ajudem com isso pois sabe que existe amor, e talvez existam pessoas como eu que nasceram em uma família que não saibam lidar com isso e por isso pregam uma conduta com opressiva . Enfim so queria dizer que é horrível viver assim, pra aqueles que vivem em situações como a minha, que Deus nos ajude e que isso acabe logo.

  43. Eu também penso assim, mas às vezes fica difícil de prosseguir. O que eu mais queria é ser livre da minha homossexualidade.

  44. Estou tentando servir a DEUS e nego a cada dia minha vontade homossexual, a palavra de DEUS condena e o que adianta viver o prazer carnal temporário e ter a alma condenada ao tormento eterno, devemos nos arrepender e se santificar, fiquem com Jesus.

  45. O Giuliano não tem como provar que não é gay. Nem ele, nem homem nenhum, pode provar que secretamente nunca pensou no assunto. Podem dizer que nunca, mas provar não tem como.
    Isso é o que apavora os homens como o Giuliano. Eles morrem de medo de não ter como se livrar de alguma suspeita, mesmo que seja infundada. O único meio que encontram de aliviar o medo da coisa é dar um jeito para que a coisa não exista. Dizer que é pecado, doença, dizer que está errado e deveria ser corrigido, é o único refúgio dos apavorados. Fobia não é ódio: fobos, em grego, é medo. Homofobia é o simples medo de não poder provar que não é gay. O moralismo e/ou a violência são só disfarces para esse bando de homens adultos que no fundo se sentem como como donzelas em perigo.

  46. Resumidamente, você é muito burro, cara.
    Pessoas estudam e chegam a conclusões. A homossexualidade é estudada em vários pontos há muito tempo e a cada dia que passa mais se confirma que é um fator biológico e não comportamental. Ser “elétrico, gostar de chamar a atenção, extravagantes em/com tudo” não é fator determinante da homossexualidade. Existem héteros que agem dessa mesma maneira, mas sempre que vemos um homem agindo assim pensamos logo que é gay. Seu argumento não tem fundamento nenhum, típico de leigo generalizador.

  47. Deixe de ser religioso amigo, religião nos impõe culpas da qual não merecemos.
    Para viver uma vida com dignidade, felicidade e respeito não é necessário de religião, evolua sua mente, afinal as religiões foram criadas pelos humanos e para os humanos, não sofra por isso.
    Vc é um exemplo do quão as religiões são prejudiciais, os tais livros sagrados como a Bíblia foram escritos por seres humanos e adulterados no decorrer dos séculos para se adequarem aos preceitos humanos.
    A Biblia chega ao absurdo de condenar quem come carne de porco.
    Estude a história do cristianismo e descobrirá do que estou falando.

  48. Caro Adenio, ser extravagante ou qualquer outra característica pessoal, não destina-se ser homem/mulher isso é comportamental e não biológico. – A soja melhora o hormônio feminino, e as mulheres deveriam ser/permanecer mais femininas (não acha?); existe mudança sexual nas mulheres ou haveria de ter em meninos agora? porquê? Por favor, compartilhe essa informação conosco, livros, artigos…; Se a sexualidade é comportamental, pela lógica, toda sexualidade existente assim o é. Acredito que o reino animal, as plantas…, também devam estar fazendo uso regular de soja.

  49. E outra, muitos gays não tem esse comportamento que vc disse, muitos são masculinos sem trejeitos, o que não diz absolutamente nada, pois o CARÁTER de alguém não é medido pelos seu jeito de ser. Vc só vê o que a mídia mostra, saia dessa concha de ignorância no qual vc vive.

  50. E vc se vangloria por gostar de mulheres desse jeito? KKKKKKKKKKKKKKKK
    Amigo, isso não é vantagem alguma, a orientação sexual é apenas um detalhe na vida da pessoa e nada mais, bobos são os que sofrem por isso.
    A nossa vida é muito complexa para se preocupar apenas com isso, até parece que as pessoas vivem fazendo sexo como animais a todo momento a todo instante. Temos contas a pagar, Trabalhos a fazer, família para dar atenção.
    Temos é que procurar a nossa felicidade da forma melhor para cada um, pois felizmente somos diferentes. Partindo do ponto da cura gay que vc mencionou, então procure uma cure para esse seu desejo por “novinhas” isso tb não é normal do ponto de vista sexual, vc pode ser compulsivo sexual e isso sim é passível de tratamento.

  51. Olha o que vc pode fazer é orar e pedir a Deus para ele te mudar porque só quem muda é ele,mais não fica angustiado e nem triste não ora e deixa Deus agir

  52. Graças a Deus sou hetero, com muito desejo sexual por mulheres. Não posso ver uma novinha que já fico suando, pensando nela nua e eu a beijando… Com relação aos gays, não entendo essa insistencia em não querer nem debater a questão da cura gay, como se não houvesse a mínima chance de se tratar a homossexualidade. Dizem que ser gay é a coisa mais normal do mundo ( risos), mas já pararam para observar o comportamento da maioria dos gays? São elétricos, gostam de chamar a a atenção, são extravagantes em/com tudo etc. É um comportamento quem nem a mulher tem. A orientação sexual é apenas um detalhe a mais no conjunto dos problemas. Eu acredito sim que a homossexualidade é algo relacionado à saúde da pessoa e que deve ter uma causa, consequentemente, uma soluçã ou, pelo menos, uma forma de se evitar novos gays. Já pararam para pesquisar sobre a soja na alimentação? A soja, em substituição ao leite de vaca nos alimentos de 1998 para cá, pode ser a responsavel por essa grande massa de gays atualemnte, agindo no biologico dos meninos novos e os fazendo mudar todo o seu comportamento, gostos, biotipo etc.

  53. Ótimo artigo!

    Como ser um cristão homossexual e não fantasiar sobre suicídios para fugir da solidão e depressão?

    ??✝?

  54. Primeiramente, parabenizo ao autor Amorim pela generosidade em compartilhar suas ideias onde muitos podem encontrar conforto e alento.

    É duro eu dizer, mas prefiro ser gay com 26 anos, encarando a realidade de frente – só poucos sabe de mim. O resto não interessa, quanto ganho, com quem eu durmo…

    Partindo da ideia dos gostos em comum, “o mundo hétero” é totalmente diferente do “mundo gay” isso todo mundo tá gagá de saber, (mesmo um cara sendo pseudo hétero – uma hora a casa cai), daí já da pra perceber a dificuldade de relacionamento entre estes dois grupos, pois a linha de pensamento hétero & gay não se conversam 100%, (assuntos como bebida, mulheres e futebol estão entre os favoritos deles; há exceções), mas, é heterogêneo (“não se misturam”) – há machismo; o gay é visto como aberração – nenhum hétero é visto como aberração, mesmo que este seja.

    Temos nossos próprios “demônios”. Somos frágeis. Nascemos ignorantes… (gay/hétero)

    As pessoas buscam ser felizes em vários áreas da vida, financeira, amorosa, bem-estar… – mas tentar mudar a condição sexual para ser _feliz_ (ACEITO), é algo bastante complexo – é impossível? Não sei dizer. Hipoteticamente, seria a mesma coisa que você tentasse mudar a personalidade formada de quem tu és hoje depois de adulto ( se você cresceu num meio de sofrimento/tortura, você tende a confiar menos nas pessoas). Por aí você já tira que não dá pra mudar a sua essência da noite para o dia (Você precisa se doar pra selecionar em quem você pode confiar). Eu não estou insinuando que existe cura gay. Pois não existe. Ainda que você queira mudar tudo em si, sem exceção, requer muito esforço, ex.: *perder peso, ter status, sucesso, ter seguidores (antes só Cristo tinha), hoje tão séc. XXI isso, enfim…* demanda tempo. Mas só garante felicidades para os outros, a não ser que você ambicione isso naturalmente. Tudo isso para sermos aceitos em grupos?! – mas será que estes grupos nos valorizam pela nossa essência, mesmo se você for hétero?! Acho que não… Não vou fundamentar, não quero competir com a bíblia.

    É muito difícil aceitarmos algumas fases ruim da vida, talvez essa agonia de orientação sexual, seja por um tempo, ou digo mais, veio pra ficar pra sempre – e se fosse uma doença/uma deformidade física…?! Difícil né? NÃO SOMOS DOENTES! – eu entendo vocês, a sensação é como se tivéssemos aprisionados neste corpo – mas, do que vale a pena viver uma vida de tortura psicológica achando que felicidade é ser aceito pela sociedade? (pra mim, felicidade são momentos que vem e vão, assim como a tristeza – tentar se adaptar, respirar fundo e seguir o fluxo, é o segredo).

    Há 3 dificuldades que passaremos na vida, uma delas teremos que atravessar financeira, amorosa e saúde (isso vale pra todo mundo), enquanto não revermos o que é prioridade na vida, temos tempo de sobra pra pensar bobagens e entrar em desespero pela nossa fragilidade como humanos em geral, pois, a condição humana e de todos seres vivos é frágil e dolorosa em qualquer lugar – Hoje temos isso para nos preocupar em excesso, “amanhã” talvez não mais. Você escolhe! Um forte abraço meus amigos e boa sorte!

  55. Você é muito mais do que dizem que você é.
    O ser humano tem o físico, o psíquico e o espiritual.

    Então você ter esperança e lutar por aquilo que realmente quer.

    Desconfie de conselhos rasos que falam em direito de ser feliz. Defina felicidade do jeitinho que você imagina. Não por um minuto, por uma transa, mas para uma vida toda. Até a mais longa e frutífera velhice.
    Defina o seu conceito de pós morte. Decida no que quer acreditar e porque quer acreditar nisso.
    Se decidir que sua vida vai ser uma vida feliz sendo gay, vai em frente e trabalhe nisso.
    Se decidir que sua vida vai ser mais frutífera e feliz se você for heterossexual, lute por isso.
    Tem muita gente que tem conseguido mudar, embora essas histórias sejam tão boicotadas e negligenciadas.
    Veja se nesses comentários tem alguma definição de felicidade que realmente seja de conteúdo.
    Ela é uma busca. Você tem direito de se inconfornar.
    Busque na internet essas histórias. Uma puxa outra. É difícil separar as boas histórias das ruins. Os sites que ajudam, dos que só querem nos fazer confirmar. Mas você consegue. Você é gente. E com gente tudo é possível. Boa sorte, amigo.

  56. Estou interessado em saber de religiões em que o divino tenha como aceitável a vida conjugal homossexual. Sabemos de ritos de passagem em que temporariamente os jovens fazem sexo gay, mas só.
    Sabemos que algumas religiões aceitam casamento /sexo com crianças. Mas casamento/sexo homossexual só as contemporânea igrejas que se dizem cristãs censurando e manipulando muitos trechos da Bíblia para defender seus interesses.
    Fiquei interessado em saber como são encaradas as situações semelhantes em que as pessoas procuram o psicólogo e dizem que sentem sua orientação sexual ser para crianças ou para polirelaçoes sexuais ou para o sadismo ou incestuosas, ou qualquer coisa menos aceita que a homossexualidade?

    A pessoa afirma que não quer ter essa orientação, quer ter uma orientação que a possibilite ter família e uma relação honesta e transparente com seu cônjuge…
    O profissional também vai dizer para ela se aceitar e ser feliz com o que é?
    Gostaria que defendem felicidade para mim.

  57. Nem imagino o que vc está passando pois até agora estou sofrendo uma paixonite de uma noite por um hétero (não queira também é horrível).
    Mais meu conselho é vá em frente fale para ele pois tudo na vida é passageiro e você está se magoando mesmo sem falar nada.
    Então é melhor vc contar logo não se guarde porque este sentimento como qualquer outro é como uma criança e vai crescendo dentro de você até que não tenha mais como se livrar dele.
    Afinal as coisas já estão ruins qualquer coisa você assiste skam e come brigadeiro como eu e minha paixonites por heteros.

  58. Se vocês puderem por favor me ajudem.Eu tenho 14 anos sou gay e tenho o tal “jeito” porém sempre que me perguntam eu nego.
    E agora não sei como me sinto pois sexta passada fui em uma festa e encontrei um menino muito maravilhoso mais ele nem deu bola porque era hétero.
    Minha pergunta é o como eu preciso pensar diante de uma situação dessa ?!
    Gente preciso mesmo de ajudo porque eu ia até arrumar ele para minha amiga mais graças ao senhor ele não conseguiu ver ela.

  59. Moro sozinho des dos meus 18 anos eu sempre sofri fico sempre sozinho as pessoas joga direta pois nunca me viram com namorada mas eu me faço de etero mas no fundo não sou ja pensei ate que a morte seria muito melhor doque ficar com este sentiento de solidão e aceitação, ja faz duas semanas que meu amigo ta ficando na minha casa gosto muito dele e sei que ele gosta de mim bastante mas não sei se o mesmo sentimento dele e que nem o meu e tenho muito medo de falar para ele e ele ir em bora nos dorme junto ja nos pegamos na madrugada e tudo mas no outro dia ele finge que não foi nada eu peguei ele esses dias com minha vizinha no meu salão de festa no escuro mandei ela embora e para ele eu não disse nada mas ele fica indo ver ela e fica dormindo aqui na minha casa não me ajuda em nada não sei oque fazer não quero ficar sozinho gosto de ter alguem por perto eu não sei oque faço toda noite penso em morrer logo assim isso tudo passa e tão ruim não poder contar para ninguém e orrivel viver com isso tenho 27 anos e fico so esperando a morte para ver se vai passar pois vejo o preconceito de todos ao meu redor eu fico imaginando se eles soubessem de mim, eu tenho certeza que deve ter mas pessoas na mesma situação que eu o ruim e que cada ano fico mas velho e não tomo uma decisão na vida, vou tentar arrumar uma namorada e casar sei la oque fazer. Que Deus nos ajude.

  60. oi gente me ajudem ! tenho 15 anos e acho que sou bi ou gay ! não quero ser assim de forma alguma , muito menos infrentar e me assumir , então eu pergunto , tem como ser gay ou bi guardando isso so pra voce pela vida toda , e ate que idade a orientação sexual esta formada

  61. Bom, a sua história apenas reitera o que eu e muitos outros já sabemos: ser homo, bi ou transsexual é bastante difícil. Mas não se sinta só. Embora o preconceito impere, sempre haverá um bom grupo que te valoriza –
    e que você deve valorizar, ao buscar seu propósito nessas pessoas. Claro, se você sente que quem te valoriza é pouca gente, saia da zona de conforto, desafie-se a procurar, em um novo ambiente mais propício talvez, pessoas que lhe impulsionem à postura mais positiva.

    Atente-se a que o sofrimento é um sinal de uma aresta mal resolvida. No caso, você ignorou a falta de apoio que sentia, e isto ganhou força em você hoje, uma vez que se estabilizou mais em seu sonhos e teve tempo de olhar para as suas falhas. Para resolver questões assim, é preciso ampliar sua visão, ter paciência, ousadia para tomar atitudes necessárias.

    Tenho fé de que tudo se tornar-a melhor.

  62. Vivo com um homem da minha idade ha 11 anos. Tenho 36. Em boa parte desse tempo vivemos bem, porém não me sinto feliz de uns anos pra cá. Não tenho mais meus pais perto de mim, vivo longe de minha terra de origem e minha família é ele e nosso cachorro. Me sinto muito sozinho. Não consigo fazer boas amizades, seja com vizinhos com colegas do trabalho enfim….as vezes estou pra fazer amizades e dai a pessoa ou o casal descobre que sou homossexual e tudo muda. É muito triste. Isso ocorre em todo ambiente. Sou professor em uma universidade pública na área de exatas e por lá não é diferente. Existe um certo discurso mas na prática é muito preconceito. Quase ninguém compreende nem aceita de verdade. Dá para sentir isso nas pessoas. Elas não dizem isso na minha frente, claro, tenho titulação, bom salário, etc, porém vejo que é só moda mesmo da TV, ninguém evoluiu muito. Acredito sim, que se for abordado nas escolas primárias como componente obrigatório, nossos filhos e netos serão diferentes mas nessa geração? No creio. Desde os 6 ou 7 anos tenho consciência de minha orientação, nunca neguei nunca me enganei e nunca achei que fosse doença ou “pecado” punível por Deus. No entanto, descobri na prática uma questão proibitiva da felicidade muito maior: a própria sociedade e a família. Eles nunca permitirão que vivamos uma vida plena, com problemas claro mas como a dos outros…isso nunca! E eu decidi que não quero mais. Não pq é pecado ou pq é doença ou pq eu não me aceito (afinal vivo isso abertamente a pelo menos 15 anos). Mas simplesmente pelo fato de que, depois de experimentar, viver e refletir muito sobre essa questão coloquei na balança e concluí que NÂO vale a pena todo esse sacrifício. Triste, porém verdade. Estou com depressão e transtornos de ansiedade. Tomando remédios e me tratando. Gostaria de tentar uma dessas terapias de reorientação. sexual, tenho esperanças. Nunca fiz sexo como sendo passivo e tenho curiosidades em homens grávidos e com vagina, desde que sejam masculinos. Essa Tereza Brant da novela por exemplo, me excita bastante, gostaria de entender isso melhor em mim. Tenho esperanças. Aqui onde moro um juiz concedeu recentemente liminar autorizando essa possibilidade a psicólogos e técnicos no assunto e eu gostaria muito de experimentar. Conhecer uma mulher na mesma situação que eu, com os mesmos interesses e objetivos de construir uma família e tentar ser feliz talvez ajude. Mas onde encontrar essas pessoas? Peço ajuda se alguém puder me orientar.
    Muito obrigado.

  63. Muito raro de isso acontecer,
    Talvez ele realmente mudou sua orientação (oque acho difícil) , ou ele está tentando impor para si mesmo uma vida heterossexual, por medo de se assumir publicamente. Me arisco ainda a dizer que talvez por você ser super amiga dele, ele acredita que você pode ser a pessoa que o vai tornar hétero.
    Ah sim… menos provável ainda, mas pode ser que ele sempre foi hétero e fingia ser Homossexual para se aproximar de você.
    Bjs e tudo de com sempre.

  64. Acho que a questão em si não é não constituir família, mas sim o fato de não ter aproveitado a vida ao máximo, com medo do julgamento negativo por parte da sociedade opressora e preconceituosa.

  65. Apenas corrigindo, o Queer na verdade não se baseia em gêneros o termo correto para essoas que não se identificam com o seu corpo de origem é Transgênero (que pode este ser ou não ser homossexual)

  66. Meu amigo Luis,
    É importante deixar claro que os tratamentos nos EUA e na Europa, referem-se a CRISE DE IDENTIDADE que não é a mesma coisa que ORIENTAÇÃO SEXUAL – Crise de identidade se refere ao termo Queer – que por sua vez é utilizado para descrever pessoas que não se identificam com o seu corpo de origem, como por exemplo: Um indivídua que nasce com orgão reprodutor masculino, porém se sinta feminino por dentro.
    Já orientação sexual está voltada à prática sexual em si, por isso o termo HomoSSEXUAL.
    Quanto a sua ideologia religiosa, é importante lembrar que há diversas religiões no mundo todo e o que pode ser certo para você pode não ser certo para o outro. Nenhuma religião é “Verdade Absoluta” todas são Paradigmas empregados à sociedade que pode aderir ou não a seguir às crenças e ideologias da mesma. E mesmo assim, não se pode dizer com toda certeza que a Bíblia condena a homossexualidade pelo simples fato de ela ter sido traduzida de uma linguagem muito e há várias formas de interpretação de sua leitura. Sendo assim, claro que diversos pastores fanáticos e etc. podem se utilizar do que está escrito nas escrituras sagradas para defender sua própria ideologia que pose estar certa ou não.
    Abçs e obrigado.

  67. @Henrique, Não sou psicologo e estou longe de ser, mas pelo que você relatou acredito que o fato de você sentir alguma coisa por algumas garotas e também por garotos, te qualificaria como um Bissexual e não há nada de errado com isso.
    O importante é que diferente de muitos é que você se aceita e isso já trona a situação mais fácil de lidar.
    Na minha humilde opinião, acredito que o fato de você não conseguir chegar no sexo oposto, não é um problema relacionado ao fato de você ser Bi, ou gay, ou seja lá o que for e sim relacionado a algum bloqueio no seu cérebro (Como acontece com as pessoas tímidas).
    Sou gay assumidamente mas nem sempre consigo “chegar em cima” de algum homem, isso varia muito dependendo da situação, do meu estado emocional naquele determinado momento e etc. Acredito que você deva pedir auxílio a algum profissional para saber o que de fato causa este bloqueio no momento de “chegar em cima” de alguém.
    Abçs e tudo de bom sempre.

  68. O caso acima e o que muitos homossexuais vivem (conflito entre orientação sexual e valores/crenças) é de fato complexo pelo simples fato que a religião sempre teve e tem até hoje uma grande influencia sobre o mundo. O que o Dr. Douglas respondeu está certíssimo e mostra como de fato o psicologo deve agir nos casos em que o indivíduo que esteja em conflito consigo mesmo procure-o para orientação. Em momento algum ele “ultrapassou os limites” da antiga Resolução 01/1999 onde vários profissionais da área da psicologia se sentiram censurados pela mesma. Nunca houve censura… O que houve foi a má interpretação da redação original, que tinha como seu simples objeto evitar que direitos humanos fossem quebrados através dos “tratamentos de reversão” que foram uma realidade na história de fato. ~Não sei quem já assistiu American Horror Storie 2 (Asylum), mas o abuso sofrido por uma das personagens que era Lésbica através do “Tratamento de reversão” retratado na história acontecia de fato, conhecido como “Terapia de Aversão” onde se colocavam os indivíduos expostos a Estímulos negativos como: Choques, remédios para vômitos e etc. enquanto assistiam simultaneamente algo que os deixavam exitados. Resumindo: A resolução 01/1999 nada mais tentou evitar que tipos de “terapia” como essa fossem aplicadas de qualquer forma, e não houvessem nenhum tipo de agressão aos direitos humanos de qualquer indivíduo.

  69. Cara, você está um tanto equivocado.
    Se a pessoa tem duas pernas e quer andar plantando bananeira, qual o problema nisso? Isso não caracterizará a pessoa como uma doente e sim como uma pessoa diferente das demais por ter um gosto um tanto peculiar. Assim como a questão da homossexualidade, não utilizar as pernas para andar (como no exemplo que você colocou acima) é simplesmente uma questão de orientação (a pessoa sente um impulso dentro de si por andar plantando bananeira ou sente atração por pessoas do mesmo sexo).
    Você sitou um bom exemplo mas a forma como interpretou está um tanto equivocada. É aquele velho ditado… cada um usa seus instrumentos (seja perna, braço, orgão reprodutor, como bem achar melhor sem ser julgado pela sociedade como doente ou com preconceito.
    Obrigado, abcs.

  70. Me encontro na mesma situação que o rapaz a cima, com poucas diferenças. Não tenho preconceito com relação a isso, meio que me aceito, mas gostaria de gostar do sexo oposto na mesma intensidade em que gosto do meu. Nem sei mais de gosto mesmo. Eu até funcionei com algumas garotas que fiquei para ter certeza que eu era gay, mas pelo visto gosto dos dois. Todavia, Não consigo chegar em cima no sexo oposto, e o motivo ru nao sei mas tenho medo disso tudo.
    Existe algum jeito, maneira ou método de treinar ou doutrinar os meus instintos?

  71. e doença sim, meu tio estava com gay, foi internado, depois de um mês já estava com um papo de macho, dando cantada na enfermeira ate pegou no peitinho dela e tudo,, GENTE DESCULPE MAS N RESISTI… se for doença eu quero o antidotoooo

  72. Olá, Luis. Eu sempre acho legal que haja pessoas que tentam ajudar da melhor forma, como você. No seu caso, através do Deus bíblico. No meu e do psicólogo me. Douglas Amorim, através do conhecimento que adquirimos com a nossa leitura cientifica e/ou clínica.

    Infelizmente, a Ciência ainda não conseguiu trabalhar de forma concreta com os saberes elevados dos quais a Bíblia trata da mesma forma que faz com o dia-a-dia clínico. E, com base neste último (quero dizer, o dia-a-dia), é possível afirmar que a maioria das reversões sexuais mudam o comportamento – mas não as vontades – de forma que, no máximo, é possível alcançar um controle dos desejos, mas não o fim dos mesmos. Mas, sim, ainda é possível encontrar em qualquer lugar do mundo quem, sem ter o mínimo de conhecimento de causa, trabalhe com isto – o que aqui, no Brasil, é irregular.

    E, fazendo um adendo rápido: existe o sexo do parceiro com o qual você prefere ter relações sexuais (que é a orientação sexual); o gênero, homem ou mulher, ao qual você sente pertencer (que é a identidade de gênero); o conjunto de comportamentos e regras que movem e são movidas pela sua satisfação geral, com o qual você se identifica (que é a identidade sexual). Só há clínicas legalizadas nos Estados Unidos e na Europa – e também no Brasil, aliás – para lidar com a identidade de gênero e, até certo ponto, com a identidade sexual. Portanto, acredito que você se confundiu.

    Por fim (agora sendo mais pessoal), eu não posso me esquecer de dizer que é fácil pensar que muitos heterossexuais tornam-se gays, esquecendo-se de que a Sociedade reprime a homossexualidade dos homossexuais e nos – pois eu, como homossexual, me incluo – faz viver, na palavra de muitos de nós, “uma mentira”.

    Como todo profissional e pessoa ética, eu acredito que aquilo que não prejudica ninguém, não merece ser tolido, ao contrário da repressão à homossexualidade, que me parece ser bem mais prejudicial. Por isso, seria bom ter uma conversa com você sobre os nossos pontos de vista.

    Obrigado.

  73. O Deus descrito na Bíblia não aprova o homossexualismo não! E por mais que se queira dizer que é normal duas pessoas do mesmo sexo fazerem sexo, isso nunca será o natural! Se uma criança for criada por pais amorosos e prudentes, se essa criança se identificar positivamente com o genitor do mesmo sexo e se não sofrer abusos sexuais, ela ira ser perfeitamente heterossexual. Existem nos Estados Unidos e na Europa centros especializados em tratar a crise de identidade sexual. Porém aqui no Brasil os conselhos de medicina são politicamente controlados pelo movimento LGBTQ. Se é possível um hetero virar homo logo é possível um homo virar hetero! Enquanto isso várias pessoas que sofrem de crises de identidade sexual estão se suicidando por aí por acharem que o caso deles não tem jeito.

  74. Eu vejo muita ansiedade em você e isso, do ponto de vista médico, é uma possível causa de anorgasmia (impossibilidade de alcançar orgasmo), anedonia (falta de prazer global), disfunção erétil e uma variedade infinita de doenças que podem estar relacionadas ao seu “não gosta de mulher como queria”. Em todos os casos, é importante que você não se pressione tanto, para poder, então, atingir algum auto-conhecimento sobre a sua sexualidade. Se livre de qualquer culpa e seja feliz. Ninguém vai sofrer (de verdade) com isso ou tirar proveito disso além de você. Eu sei que exige muita coragem, mas, mais cedo ou mais tarde, você terá que tomar uma atitude e exercer a mesma coragem em outros aspectos da sua vida.

    Agora, se quiser uma ajuda, seria um bom começo, para aliviar o peso, falar com alguém da sua família com quem você tenha uma abertura maior. Não precisa ser um “eu sou gay”, só seja sincero: diga como acha que gosta de homens, que isso te incomoda etc. Geralmente o medo inicial é muito pior do que a resposta que virá depois. A propósito, não estou repetindo clichês, eu passei por isso e alguns dos meus amigos também.

    É importante lembrar de que ser gay porá você na mesma trilha de problemas que alguns héteros também sofrem, como as questões de auto-imagem, rejeição, superficialidade nos relacionamentos, traição… E a juventude é muito boa nesse sentido, porque aprender a lidar com essas coisas é bem desgastante e demanda um certo tempo.

    Qualquer coisa, pode entrar em contato comigo pelo email que eu deixei como nome. Sempre gosto de dividir experiências.

  75. Olha doença não é, mas em muitos caso digo que é “um sintoma” por exemplo a febre não é doença, é um sintoma que o corpo não está bem, assim em alguns casos (não posso generalizar) é apenas um sintoma de que alguma outra coisa precisa ser tratada, desde a relação mal construída com os genitores ou um ausência de referencial até um trauma de abuso. Abraços e DEUS te abençoe

  76. Tenho consciência de que a homossexualidade é algo extremamente normal.
    Eu tenho quase certeza que eu sou homossexual, pelos mais diversos motivos, como insucesso em relacionamentos heterossexuais, falhas ao tentar conquistar mulheres, ausência de um desejo forte por mulheres e, sim, desejo pelo corpo masculino.
    Eu não assumi. Não sei se vou, nem como fazer isso.
    Tenho muito medo. Choro.
    Sou homem, tenho muitos amigos homens, jogo futebol e pratico outros esportes de identificação masculina. Sou estudante de uma área mais voltada aos interesses masculinos.
    Já namorei uma garota na adolescência. Tive momentos de desejo sexual por ela. Mas tive momentos de total aversão àquele corpo com o qual me relacionava. Enfim, não tinha uma ereção completa e as relações sexuais às vezes ocorriam, às vezes não.
    Eu venho passando por dificuldades. Isso atrapalha meus estudos, me faz perder sono.
    Meus amigos pensam que sou hetero, apesar de desconfiar que eles desconfiam de minha homossexualidade.
    Eu confesso que queria muito poder ser hetero, conhecer uma mulher, ter uma família normal.
    Às vezes penso que isso pode ser coisa da minha cabeça, e que vai passar.
    Às vezes fico até confiante que é possível eu ser hétero! Tento ficar com garotas, pra ver se surge algum desejo e eu ganho confiança em ficar com mulheres.
    Mas logo meus pensamentos me derrubam e eu entro na tristeza de ver que eu não gosto de mulher como queria.
    É muito triste essa situação. Muito difícil.
    Não sei como sair disso.
    🙁

  77. No meu serviço conheci um rapaz, desde sempre briquei , nos abraçamos, conquistamos umaafinidade gostosa, so que ele é já havia dito que gostava de homem e eu, so que abraçamos e bricamos bastante, a pouco ele mim chama no privado e fala que tem enteresse em ficar comigo , desejo de mim fazer mulher ainda mais feliz é possível?? Ou ele vai continuar gostando de ficar com homem? Nunca esperei por isso então estou achando estranho..

  78. Quanto ao fato de você considerar isso um “pecado”, não tem jeito: você só vai conseguir viver sua sexualidade sem culpa se mudar suas crenças. E, dependendo de quão convicto você seja delas, poderá ser muito mais difícil do que de olhar no espelho e dizer: “Sou homossexual”!

    Vou te dar o tratamento de choque: o clássico problema da permissão do mal por parte de deus. (Assim mesmo, em minúscula.) Se você é cristão praticante, certamente acredita que deus é onisciente e onipotente. Se ele é onisciente, sabe o quanto sua condição te faz sofrer. E se é onipotente, pode acabar com seu sofrimento imediatamente. Se não o faz, é porque *não quer* que seu sofrimento termine. Ou não se importa. Se ele não quer acabar com seu sofrimento, ele é um deus *sádico*. Se não se importa, é *indiferente* ao seu sofrimento. Sádico ou indiferente, não é o deus bondoso, amoroso e atencioso que te fizeram crer que ele fosse. Sendo assim, por que você deve se importar com o que *dizem* que ele considera “pecado” ou “virtude”?

    Não é mais plausível que, se existir um Deus digno da inicial maiúscula, ele estará ocupado demais CRIANDO UNIVERSOS pra se importar com o que uma criaturinha feito você, que rasteja num planetinha qualquer em torno duma estrelinha qualquer entre CEM BILHÕES de outras duma galaxiazinha qualquer entre CENTENAS DE BILHÕES de outras deste imenso Universo, faz ou deixa de fazer com o seu pênis?

    Seria como você se importar com o que uma bactéria específica que vive numa gotícula de água específica sobre uma folhinha específica dum galho específico da copa duma árvore específica da FLORESTA AMAZÔNICA resolve fazer com outra bactéria!

    Então, meu rapaz, deixa essa bobagem de pecado pra lá, e vai viver sua vida!

  79. Minha experiência foi muito parecida com a sua. Também era religioso (evangélico), e isso dificultou muito minha autoaceitação, e atrasou um bocado minha iniciação sexual.

    Respondendo bastante objetivamente sua pergunta. Não é possível mudar *voluntariamente* sua orientação sexual. Algumas pessoas de fato mudam sua orientação ao longo da vida, mas isso ocorre espontaneamente, sem que elas controlem. (Além de ser raríssimo.)

    Também pode ocorrer, *raramente*, de uma pessoa sofrer um trauma encefálico (pancada na cabeça, aneurisma, etc.), e quando se recupera, sua orientação sexual se inverte — tanto de hétero para homo quanto de homo para hétero. Certamente há neurônios no cérebro responsáveis por esse traço de personalidade, embora a neurociência ainda não saiba localizá-los, muito menos alterá-los. Mas, por puro acaso, um trauma na região específica onde se localizam pode mudar seu comportamento.

    Mas não vá dar uma martelada na cabeça! Em caso de trauma encefálico, é muitíssimo mais provável que você, caso sobreviva, fique com sequelas físicas e mentais, e continue tão homossexual quanto antes.

  80. Homossexualidade é doença, sim! Imagine se você, pessoa normal, que tem dois braços, gostasse de andar apenas plantando bananeira. Isto não seria uma síndrome do mau uso do próprio corpo? Existem pessoas que gostam de se mutilar, apanhar e até comer cocô! E foda-se todo mundo que vier me xingar, antes que eu me esqueça. Se a pessoa tem pênis e não gosta de vagina é como ter pernas e não gostar de andar… Pensem bem, é doença sim, porém nada justifica a homofobia e os comentários imbecis que seguem logo abaixo.

  81. Dr. Douglas, obrigado pela resposta. O sr. tocou no ponto exato : nunca me lembro de ter escolhido sentir atração por homens, pois isso foi desenvolvendo naturalmente. Eu pensava que o interesse por mulheres viria com o tempo, porém isso nunca aconteceu e não fui eu quis assim. Vou seguir sua sugestão e tentar melhorar minha vida.
    Mais uma vez obrigado por responder minhas perguntas.

  82. O Relato do rapaz é exatamente o que eu vivi. Escondido de todos e de mim mesmo. Esse preço de não me aceitar gay, me deixou, ao longo do tempo, sem vontade de me relacionar com pessoas do mesmo sexo, assumidamente gay. Por isso eu só gostava e me sentia atraído por Heteros, assim, inconsciente, eu não teria problemas em vivenciar a minha homossexualidade pois hétero não transa com o mesmo sexo. Hoje, cansado de fugir e tentando me aceitar, eu já me relaciono com homens… discretos… estou com 55 anos. e me arrependo muito de não ter vivido minha sexualidade quando eu era jovem. Atualmente é mais difícil, ´pois as pessoas só querem caras maios novos…

  83. O Relato do rapaz é exatamente o que eu vivi. Escondido de todos e de mim mesmo. Esse preço de não me aceitar gay, me deixou, ao longo do tempo, se vontade de me relacionar com pessoas do mesmo sexo, assumidamente gay. Por isso eu só gostava e me sentia atraído por Heteros, assim, inconsciente, eu não teria problemas em vivenciar a minha homossexualidade pois hétero não faz seco com o mesmo sexo. Hoje, cansado de tentar me aceitar, eu já me relaciono com homens… discretos… estou com 55 anos. e me arrependo muito de não ter vivido minha sexualidade quando eu era jovem. Atualmente é mais difícil, ´pois as pessoas só querem caras maios novos…

  84. ´´amigo“ infelizmente a nossa sociedade é muito preconceituosa, mas vc não pode viver para a sociedade, por que ela não vive para vc…Se vc é gay, ninguem tem nada haver com isso…. F*O*D*A*S para o mundo, desculpe a palavra, seja feliz e tenha fé em Deus, Ele não olha a sua orientação sexual e sim a tua fé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.