Agents of S.H.I.E.L.D. leva o universo Marvel à TV

por Rodrigo “Piolho” Monteiro

Agents of SHIELD logo

Alerta: Agents of S.H.I.E.L.D. se passa após os eventos vistos em Os Vingadores e Homem de Ferro 3 e faz referências diretas a ambas as produções. Assim, algumas surpresas contidas neles podem ser estragadas aqui.

Em o Homem de Ferro (Iron Man, 2008), há duas cenas que, uma de maneira bem sutil e outra mais às claras, dão indicações de que a Marvel Studios sempre teve planos bem ambiciosos para seus personagens no cinema. Na primeira, a secretária de Tony Stark, Pepper Potts, é abordada por um membro de uma agência de segurança identificada como S.H.I.E.L.D. chamado Phil Coulson (Clark Gregg) que quer conversar com seu patrão sobre os eventos relacionados ao seu sequestro e quase morte no Afeganistão – eventos esses que levaram Tony a bolar a primeira versão da armadura do Homem de Ferro. A segunda cena, que inaugurou a tradição das sequências pós-créditos nos filmes da Marvel, mostra Nick Fury (Samuel L. Jackson), outro agente da S.H.I.E.L.D., abordando Stark a respeito de um projeto que ele chama de “Iniciativa Vingadores”.

Desde então, Coulson e Fury fizeram aparições em praticamente todos os filmes da Marvel Studios, as exceções sendo O Incrível Hulk (2008) e Homem de Ferro 3 (2013). Essas participações – fossem em pontas, como em O Capitão América, fossem em papéis maiores, como em Thor – logo se mostraram serem as ligações entre todos aqueles filmes, uma preparação para Os Vingadores. E, incidentalmente, tornou Coulson – um personagem original do cinema, criado especialmente para o primeiro Homem de Ferro – bastante popular, a ponto do mesmo ter feito o caminho inverso e migrado da TV para os quadrinhos. A comoção que sua morte no longa dos “Maiores Heróis da Terra” causou na internet à época do lançamento do filme pode dar uma idéia dessa popularidade. Coulson, afinal, é o agente secreto “nerd” e, muitas vezes, tem reações típicas de um fã que finalmente tem a oportunidade de trabalhar com seus ídolos, o que gera situações engraçadas.

Não é de se estranhar, então, que Phil Coulson seja o principal dos Agents of S.H.I.E.L.D. (acrônimo para Superintendência Humana de Intervenção, Espionagem, Logística e Dissuasão) na série que acompanha as repercussões de tudo o que o espectador viu nos filmes da Marvel até o momento. Ela começa poucos meses após a “Batalha de Nova York”, que revelou ao público a existência de seres super-poderosos, deuses e alienígenas caminhando entre nós. Em face desse acontecimento, a S.H.I.E.L.D. precisa montar uma divisão especializada com o objetivo de localizar novos indivíduos super-poderosos na medida em que eles aparecem e determinar se eles devem ser protegidos ou eliminados.

Agents of SHIELD cast

O piloto da série – a temporada tem 13 episódios – começa meio que convencionalmente. No momento em que um homem salva uma vítima de incêndio pulando com ela do alto de um prédio e caindo no meio da rua sem sofrer qualquer dano, imagens do ato inundam o Youtube e chegam ao conhecimento da agência, que tem dois objetivos: descobrir a identidade da pessoa que postou aquele vídeo na internet e a de seu protagonista. Para isso, Coulson e a agente Maria Hill (Cobie Smulders, de Os Vingadores, mais conhecida pela série How I Met Your Mother) montam um time que (clichê!) terão que aprender a trabalhar juntos: o agente Grant Ward, (Brett Dalton, de séries como Army Wives e Blue Bloods) é o típico operativo eficiente que trabalha melhor sozinho e precisa se adaptar à dinâmica do grupo; a agente Melinda May (Ming-Na Wen, de séries como Plantão Médico e Two and a Half Men) é a verterana especialista em artes marciais e veículos que fora colocada em funções burocráticas e reluta em voltar a campo; e a dupla Fitz-Simmons, formada pelo ansioso engenheiro Leo Fitz (Iain De Caestecker) e a empolgada bioquímica Jemma Simmons (Elizabeth Henstridge). Completa o grupo a hacker Skye (Chloe Bennet, da série Nashville), cuja entrada no grupo é estabelecida nesse episódio.

Com um ritmo interessante, um bom volume de piadas e sequências de ação decentes, com algumas surpresas reservadas tanto para o espectador regular quanto para os fãs de longa data dos quadrinhos da Marvel, esta nova série promete ser bastante divertida, como as outras produções lideradas por Joss Whedon (diretor de Os Vingadores e criador de séries como Buffy: A Caça-Vampiros e Angel). Basta manter as qualidades de seu piloto e lapidar melhor uma coisa ou outra. A exemplo do que acontece com produções como The Walking Dead (Fox) e Game of Thrones (HBO), os episódios de Agents of S.H.I.E.L.D. serão veiculados por aqui dois dias após sua transmissão nos EUA. A série estreou no dia 24/09 na terra do Tio Sam e no dia 26/09, às 21h, no canal pago Sony.

A Disney convocou o elenco para o lançamento da série

A Disney convocou o elenco para o lançamento da série

Sobre opipoqueiro

Marcelo Seabra - Jornalista e especialista em História da Cultura e da Arte, é o criador de O Pipoqueiro. Tem matérias publicadas esporadicamente em sites, revistas e jornais. Foi redator e colunista do site Cinema em Cena por dois anos e colaborador de sites como O Binóculo, Cronópios e Cinema de Buteco, escrevendo sobre cultura em geral. Pode ser ouvido nos arquivos do podcast da equipe do Cinema em Cena. Twitter - @SeabraM
Esta entrada foi publicada em Estréias, Homevideo, Quadrinhos, Séries e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta para Agents of S.H.I.E.L.D. leva o universo Marvel à TV

  1. Pingback: Os destaques do ano, na TV e no Cinema | opipoqueiro

  2. Pingback: O que aconteceu na TV em 2013 | opipoqueiro

  3. Pingback: Winslet e Brolin são Reféns da Paixão | opipoqueiro

  4. Pingback: Tom Cruise estrela nova invasão à Terra | opipoqueiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*