Museu Picasso: 4 mil obras de Pablo Picasso

Publicado em Barcelona
Crédito: Más de arte

Barcelona tem muitos museus importantes e bacanas de serem visitados. Mas acredito que o mais interessante e visitado deles seja o Museu Picasso, onde é possível ver mais de 4 mil obras do pintor espanhol. Nele, está a maior coleção do mundo de trabalhos da juventude de Picasso.

O Museu Picasso é enorme (ou seja, prepare seus pés). São cinco palácios góticos que foram interligados para a construção do museu, com vários andares e ambientes. Aliás, só os edifícios onde o museu está já fazem valer a pena a visita no lugar. É muito lindo. Está no bairro Born, na parte mais antiga de BCN, e foi inaugurado no ano de 1963, a pedido do próprio pintor, que fazia questão de um museu dele na cidade.

Grande parte das obras que estão lá são da juventude de Picasso, coincidindo com os anos que morou na cidade. Mas, mesmo quando já não vivia aqui, o pintor sempre procurou manter fortes vínculos com Barcelona. Inicialmente, o museu tinha a coleção do secretário pessoal de Picasso e dos Museus de Arte de Barcelona. Com o passar dos anos, foi ampliando o número de trabalhos.

Uma das áreas mais interessantes para mim foi a enorme coleção de 58 quadros Las Meninas (“versão” de Picasso para o Las Meninas, de Velázquez), entregue ao museu pelo próprio Picasso em 1968. Mas também há muitas obras da época cubista e da chamada “Época Azul” do pintor, quando ele utilizava a cor azul para dar mais força às suas criações (quase uma entendedora, não?). Ah, as obras estão todas ordenadas cronologicamente.

No dia que fui, ainda estava tendo a exposição temporária “Picasso/Dalí – Dalí/Picasso”, que faz uma comparação dos trabalhos dos dois pintores, buscando mostrar uma aproximação entre eles. De acordo com dois de meus professores do mestrado, essa exposição é muito forçada, já que, segundo eles, Picasso não suportava Dali e era contrário de muitas das ideias dele. Como já tinha ouvido essa opinião deles antes de ver a exposição, a sensação que tive foi que Dali era um grande imitão de Picasso. Lembrando que essa é a opinião de uma leiga em arte, por favor. Essa exposição vai até 28 de junho e depois será substituída por outra, ainda não divulgada. Vale a pena ficar ligado na programação do museu, no site.

Claro que museus sempre ocupam um grande tempo em qualquer viagem, mas se você tem um tempinho a mais na cidade, esse é um que vale a pena conhecer. Afinal, é Picasso. E os prédios são lindos.

Vale lembrar que o Museu Picasso é gratuito todo primeiro domingo de cada mês e todas as quintas-feiras, das 18h às 21h30. E mesmo para esses dias de entrada gratuita, é necessário reservar o seu ingresso no site. Eles começaram a fazer isso devido as enooooormes filas que se formavam na estreita rua do Museu. O site está aqui.
O museu tem ótima localização, bem no Born, o que faz da chegada até ele bem fácil. São três linhas de metrô próximas e que facilitam a vida. Por estar em uma região bem turística, o movimento é grande e o que não faltam são restaurantes, bares e lojas de souvenirs próximos.

História e curiosidades – Pablo Ruiz Picasso é, sem dúvida, um dos artistas mais importantes e influentes do século XX. O museu foi inaugurado oficialmente em 9 de março de 1963, com o nome de Coleção Sabartés (secretário pessoal de Picasso), devido às conhecidas diferenças políticas entre Picasso e o regime franquista, que governava no momento. Inclusive, o então prefeito chegou a desobedecer às instruções do governo espanhol para poder abrir o museu.

Museu Picassosite
End.: carrer Montcada, 15-23 – Bairro Born (estações Jaume I (linha 4), Arc de Triomf (linha 1) e Liceu (linha 3)
Tel.: +34 93 315 01 02
Preço: Coleção + exposição temporária: 14 euros
Coleção: 12 euros
Exposição temporária: 6,50 euros

Curta o Viva Barcelona no Facebook: https://www.facebook.com/blogvivabarcelona
Siga o Viva Barcelona no Instagram: @blogvivabarcelona

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *