Mercado de Sant Antoni: um lugar que conserva sua alma

Publicado em Barcelona, Comidinhas

Quem acompanha o blog há algum tempo, já sabe como é forte a cultura e a tradição dos mercados de bairro na cidade. Por isso, no início do mês, quando o Mercado de Sant Antoni foi reinaugurado, depois de quase nove anos de reforma, foi um fim de semana inteirinho de festa e atividades.

O mercado reabre as suas portas para o público tinindo de novo, depois dos mais de 80 milhões de euros gastos, com espaço para 235 estabelecimentos, sendo 52 deles para os produtos frescos (como carnes, ovos, frutas, verduras e legumes), 105 para lojas de roupas e 78 para a feira de livros dos domingos. Estacionamento e ar condicionado agora também fazem parte do local e ele é o único mercado da cidade que fica aberto os sete dias das semana (domingo, a feira de livros).

O tamanho do Sant Antoni chama a atenção, já que é bem maior do que a maioria dos mercados de bairro, com seus quase 54 mil m2, mas o que mais se destaca no “novo” mercado da cidade é a sua estrutura linda, imponente e de ferro. Com estilo modernista, o mercado foi construído em 1882 e tem forma de cruz.

Logo na semana de inauguração, fui dar uma conferida no local para saber se por dentro ele era tão lindo quanto por fora. No quesito beleza, o teto é maravilhoso. Mas, de resto, se assemelha muito a outros mercados recém-reformados, como o do Ninot (post aqui). Todas as banquinhas super novas e limpinhas, com muitas opções dos mesmos produtos (babei nas azeitonas e embutidos), e gostei muito da divisão entre a área das roupas e dos alimentos.

A minha primeira ideia era comer algo por lá, aproveitando os produtos frescos e já imaginando que teria restaurantes e bares como no do Ninot ou em La Boqueria (post aqui), por exemplo. Que nada. São apenas três bares e um restaurante (que estava com mesas lotadas e uma fila de espera imensa!). Resultado: desisti e fiquei meio “ah, é só isso?”.

Sim, Paula. É “só” isso. Depois fui ler jornais e vi que a ideia depois da reforma era realmente manter o mercado como um mercado, sem ser goumertizado, para ser utilizado pelos moradores do entorno e não ser invadido por turistas (como, infelizmente, quase todos os lugares legais de Barcelona). Até porque a região na qual ele está, Sant Antoni, já está lotada de cafés, bares e restaurantes super-decorados, super-trend, super-hipster, super na moda.

Isso quer dizer que não vale conhecer o local? Claro que não! Se estiver na região, vale dar uma passada pelo mercado porque realmente é muito bonito, tirar umas belas fotos e entrar para ver como um verdadeiro mercado de bairro é (pra não achar que todos são iguais a La Boqueria). E não há nada melhor para conhecer os verdadeiros costumes, cultura e gastronomia de uma cidade do que ir em um mercado, não? Você vai ter diante dos olhos, um lugar onde a alma de Barcelona está conservada para seus moradores.

Curiosidade – Durante a reforma, foram encontradas partes de uma antiga muralha do século XVII e ela ainda está lá, em uma sala no andar abaixo do mercado. Só descer a escada, ainda fora do mercado, que você vai poder vê-la.

Mercat de Sant Antoni
https://www.mercatdesantantoni.com/cat/index.html
End. calle Comte d’Urgell, 1 (estação Sant Antoni – Linha 2 lilás)
De segunda a sábado, das 8h às 20h

Curta o Viva Barcelona no Facebook: https://www.facebook.com/blogvivabarcelona
Siga o Viva Barcelona no Instagram: @blogvivabarcelona

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *