Festa de Santa Eulália

Publicado em Sem categoria

Além do LlumBCN 15, no fim de semana, Barcelona recebeu a Festa de Santa Eulália, uma das maiores e mais importantes do inverno daqui. O evento, totalmente gratuito, sempre tem diversas atrações para pessoas de todas as idades e gostos, em diversas partes da região mais antiga da cidade. Não consegui ver muita coisa (confesso, o frio me venceu), mas gostei muito do que fui.

Além do frio, cogitei não ir pelo medo de ficar muito cheio e insuportável (fiquei mal acostumada com os eventos gratuitos em São Paulo). Mas quando cheguei na Praça de Sant Jaume, já me animei. Tinha muita gente, claro, porém tudo muito suportável. Nada daquele mundo de gente empurrando e colado um no outro.

Peguei logo no comecinho uma apresentação de alguns dos famosos gigantes da cidade, com música ao vivo. Achei as danças deles muito bonitinhas e divertidas porque gigantes são engraçados e eles ainda dançam em pares, como se fosse um baile.

Depois, vieram os grupos (colas, como eles falam aqui) de Castellers (tema de um breve post). Eles entram já mostrando o talento, com uma torre de quatro pessoas. Em seguida, subiram mais alguns “castelos” humanos e, a cada torre completada, a praça lotada aplaudia.

A Festa de Santa Eulália deste ano também teve outras atrações como apresentações musicais, de dança, museus e monumentos de graça e correfocs (pessoas fantasiadas de diabo com fogos de artifício – esse eu queria muito ter visto, mas o frio me impediu). Nesta quinta-feira (12), ainda tem mais atividades, fechando a programação desse ano. Bailes, encontro de gigantes e outras apresentações estão previstas. O programa completo está aqui.

Pelos dois últimos posts, deu pra saber que fevereiro é um mês agitado para quem quer visitar Barcelona, né? E você? Animou?

Curiosidades – Junto à Nossa Senhora das Mercês, Santa Eulália é a patrona de Barcelona. Ela, quando tinha 13 anos, sofreu 13 tipos de torturas diferentes, por ordem do imperador Diocleciano, por ter se recusado a renunciar o cristianismo. Acabou sendo crucificada em tábuas cruzadas, formando um X. Os restos mortais da Santa estão na Catedral de Barcelona.

O desfile e a apresentação dos gigantes de Barcelona já fazem parte da cultura de festas na rua da cidade, e os primeiros registros deles por aqui são do ano de 1424 (!!!). Os bonecos representam figuras importantes da história de cada povoado ou cidade, como reis, rainhas e outros nobres. Normalmente, suas aparições são acompanhados por grupos de percussão, ao vivo. Antigamente, eram representados apenas homens e tinham conotação religiosa. Porém, com o passar dos anos, também começaram a utilizar figuras femininas e, mais tarde, de pessoas comuns e animais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *