11/9 – Diada: o dia da Catalunha

Publicado em Barcelona, Tradição

O dia 11 de setembro é muito importante por aqui. É quando se comemora o Dia Nacional da Catalunha ou, simplesmente, a Diada. É feriado e milhares de catalães saem às ruas para relembrar a data da queda de Barcelona na Guerra de Sucessão Espanhola, no ano de 1714, depois de 14 meses sitiada. Foi aí que a região catalã foi anexada à Espanha.

Desde de manhã, tem programação por toda Barcelona, incluindo atividades para crianças, jovens e adultos, mas as mais simbólicas e fortes são a entrega de flores ao monumento de Rafael de Casanova, líder e autoridade política e militar máxima na cidade durante a resistência, e uma “passeata” de milhares de pessoas (ano passado, por exemplo, falaram em 1 milhão de pessoas) pelas principais avenidas da capital catalã (cada ano tem um trajeto definido previamente).

Desde que cheguei em Barcelona, já participei de duas edições da Diada e é um evento que realmente para a cidade, principalmente nas partes da tarde e da noite, até porque corta o trânsito de importantes vias da capital. Mas o que mais me impressiona no evento é o tanto de gente que vai, de TODAS as idades. Quando cada um chega ao seu “posto” (de acordo com a região onde moram, tem uma região no trajeto), eles ficam paradinhos, com família e amigos, cantando músicas e conversando, até que chega a ordem para eles colocarem as suas placas sobre a cabeça para montar o mosaico que será visto do céu.

Centenas de milhares de pessoas querendo simplesmente mostrar o seu amor pela Catalunha, pela história e mostrar o quanto eles são fortes. É emocionante. A parte mais linda pra mim é quando eles começam a cantar o hino catalão, sempre entoado com muita força e seriedade.

História – A primeira celebração do 11 de setembro foi em 1886, bem católica e conservadora, com uma missa na paróquia de Santa Maria del Mar, já que em seu cemitério estavam enterrados muitos dos que defenderam a cidade em 1714. Depois dela, em alguns anos a data foi lembrada, em outros, proibida.

Mas o dia só se tornou uma festa depois da morte do ditador Franco e do primeiro governo da Catalunha. Havia dúvida se deveriam comemorar ou não nessa data porque marcava um dia de derrota diante do rei espanhol. Hoje, pra mim, é uma das datas mais legais de se viver em Barcelona.

Curta o Viva Barcelona no Facebook: https://www.facebook.com/blogvivabarcelona
Siga o Viva Barcelona no Instagram: @blogvivabarcelona

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *