Os adolescentes e a quarentena #4: a falta de exercício físico

Nesta semana estou escrevendo uma série: “Os adolescentes e a quarentena”, com orientações sobre as dificuldades comuns aos adolescentes nesta fase inesperada da sociedade, seus sofrimentos e dificuldades e algumas sugestões para ajudá-los. Leia os artigos anteriores: #1: a falta de rotina, #2: sobrecarga de tarefas online, #3: as distrações. 

Muitos adolescentes fazem exercício físico regularmente (se não fazem deveriam fazer!). Isso ajuda a diminuir a ansiedade, melhorar o sono, movimenta a vida social e aumenta a autoestima. Para quem tem TDAH, a prática física é essencial para “gastar”energia e melhorar o foco. 

Com os clubes e as academias fechadas, o que fazer? 

Podemos pensar em algumas soluções, como sair para uma caminhada nos arredores de casa (com máscara e distanciamento), sair com o cachorro, dar uma corrida de manhã cedo ou um pouco mais tarde à noite, quando há menos pessoas por perto. Se há quintal ou jardim em casa, podar as árvores, cortar grama ou e galhos ajuda a se exercitar a alivia a “mente”. 

Outra opção interessante e seguir os treinos online – muitas academias e professores individuais oferecem. Pode também fazer esteira, alguns treinos com peso, abdominais e toda sorte de exercícios físicos que você já conhece. Se nada disso te apetecer, ponha uma música e dance. Garanto que será divertido e você suará um bocado!

Siga nosso blog e fique por dentro das novidades no mundo da mente saudável. 

2 comentários sobre “Os adolescentes e a quarentena #4: a falta de exercício físico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *