Essa tal de ansiedade…

It's only fair to share...Share on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

É bem difícil conviver com a ansiedade mas é possível conhecer alguma maneiras eficazes de lidar com ela. Encontre, neste artigo, alguma estratégia que funcione para você.

De todas as doenças psicológicas e mentais existentes, os distúrbios de ansiedade são os mais comuns e afetam mais de 30% de todos os adultos nos Estados Unidos (dados da pesquisa são deste país). Os transtornos de ansiedade são classificados em:

  • Transtorno de ansiedade generalizada (TAG): Ansiedade excessiva ou preocupação com coisas como saúde pessoal, trabalho, relacionamentos e cotidiano da vida
  • Fobia específica: Um medo intenso ou aversão a situações específicas, coisas ou lugares que são desproporcionais ao perigo real causado pela situação ou objeto, por exemplo: barata, avião, chuva.
  • Ansiedade social: a preocupação excessiva com situações sociais, como medo de se sentir envergonhado ou observado. Isso faz com que as pessoas com ansiedade social evitem situações sociais, como reuniões, festas ou eventos.
  • Transtorno do pânico: Episódios de medo intenso que acontecem rapidamente e atingem seu pico em minutos. Os ataques podem ocorrer inesperadamente ou podem ser causados ​​por ansiedade ou um gatilho, como um objeto ou situação temida

É necessário dizer que a ansiedade não é de todo ruim. Às vezes, ela é um sinal de alerta, para nos manter a salvos de situações de perigo. Mas quando a ansiedade excede sua função protetora, quando inunda nossa mente com pensamentos tóxicos e libera os hormônios do estresse do corpo, ela provoca alguns estragos. É aqui que precisamos nos tratar e lidar seriamente com a ansiedade.

 

Tratamentos de Ansiedade

Os tratamentos mais conhecidos para transtorno de ansiedade são:

1. Terapia comportamental cognitiva (TCC): baseia-se na ideia de que nossos pensamentos causam nossos sentimentos e comportamentos. Através da TCC  podemos mudar a maneira como pensamos e sentir e agir melhor, mesmo que a situação não mude.

2. Terapia Comportamental Dialética (DBT): é uma terapia cognitiva que enfatiza a psicoterapia individual, bem como o treinamento de habilidades pessoais, para ajudar as pessoas a aprender novas habilidades e estratégias – incluindo atenção plena e tolerância à angústia – para controlar sua ansiedade e pânico.

3. Terapia de exposição: expõe o paciente com ansiedade ao seu ambiente ou situação fóbica, de forma segura e gradual. A ideia é que se expor repetidamente a essas situações desencadeante de ansiedade, os gatilhos acabarão por perder seu poder.

4. Medicação: pode ser usada para controlar ou diminuir os sintomas relacionados ao transtorno de ansiedade. É mais eficaz quando combinado com outros tratamentos psicoterápicos, como mencionados acima.

Embora esses tratamentos clássicos tenham uma taxa de sucesso, as opções de tratamento estão se expandindo, complementando casos que continuam sintomáticos.

  • o EFT ou Técnicas de Liberação Emocional é uma desses tratamentos, baseados em estímulos feitos pelo próprio paciente em seu corpo, de forma repetida, para estimular alguns pontos clássicos na acupuntura. É uma técnica simples como você poderá ver em um próximo post.

Espero que tenha gostado deste artigo e possa compartilhá-lo para que mais pessoas tenham conhecimento e acesso a uma melhor vida emocional.

A clínica Vida & Mente tem profissionais competentes, que atuam com diversas formas de tratamento para cura dos transtornos ansiosos.

Esta entrada foi publicada em saúde emcional. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *