Ansiedade x Depressão: como saber a diferença?

It's only fair to share...Share on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Se eu te pedir que me cite algum problema em saúde mental, existe uma enorme chance de você falar em Depressão e Ansiedade. Isso porque realmente esses 2 problemas são muito comuns e, embora sejam duas condições médicas diferentes, seus sintomas, causas e tratamentos podem se parecer muito e, inclusive, se sobrepor.

Aproximadamente 50% das pessoas diagnosticadas com depressão também são diagnosticadas com um transtorno de ansiedade. Portanto é importante obter um diagnóstico preciso para tratar as condições corretas.

Muitas pessoas sentem o que chamamos de uma “angústia ansiosa”. São tensas, inquietas e têm dificuldade de concentração porque se preocupam muito. Elas também têm medo de que algo ruim aconteça ou de que possam perder o controle de si mesmos. Esses sintomas podem ser sinal de um transtorno ansioso conhecido com TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada) ou podem estar associados a um quadro depressivo. 

Veja neste artigo as diferenças entre Ansiedade e Depressão:

Sintomas de depressão maior

  • humor deprimido: que é a tristeza ou angústia a maior parte dos dias
  • falta de interesse em atividades que anteriormente eram agradáveis
  • aumento ou diminuição do apetite
  • insônia ou hipersonia
  • falta de energia, apatia
  • sentimentos recorrentes de culpa ou inutilidade
  • dificuldade de concentração
  • pensamentos de que a vida não tem sentido ou até mesmo que não vale a pena.

Para um diagnóstico de transtorno depressivo maior, você precisa apresentar cinco ou mais desses sintomas por pelo menos duas semanas. Alguns desses sintomas também podem estar presentes em outras condições psiquiátricas, como transtorno depressivo persistente (distimia), transtorno disfórico pré-menstrual ou outra forma transtorno depressivo (como, por exemplo, devido a uma doença clínica. Para complicar mais um pouco, esses sintomas podem ser parte de um transtorno bipolar.

Sintomas do Transtorno de Ansiedade Generalizada

  • preocupação excessiva
  • inquietação, incapacidade de relaxar
  • sensação de cansaço frente a pequenas atividades ou sensação de fadiga
  • dificuldade de concentração
  • irritabilidade
  • distúrbios de sono
  • tensão muscular
  • Sintomas físicos, como sensações de falta de ar, taquicardia, dores de estômago, tonturas, dores de cabeça.

Se você tiver esses sintomas, na maioria dos dias, por mais de seis meses, e eles impactam negativamente em sua vida diária, você pode estar sofrendo de Transtorno de Ansiedade Generalizada.

Se você comparar as duas listas de sintomas, poderá ver que há alguma sobreposição. Problemas de sono, dificuldade de concentração e fadiga são sintomas de ansiedade e depressão. Irritabilidade também pode se manifestar em formas de ansiedade ou depressão (em vez de tristeza).

Existem, no entanto, algumas características distintivas que podem te dar algumas dicas sobre o problema:

  • As pessoas com depressão tem algum grau de lentidão psicomotora e suas reações podem parecer apáticas ou entorpecidas. Pessoas com ansiedade tendem a ficar mais ativas, mas lutam para  controlar seus pensamentos acelerados.
  • Outra característica importante é a presença de medo sobre o futuro (intolerância à incerteza) em pessoas com ansiedade. Pessoas deprimidas que não têm ansiedade são menos propensas a se preocupar com acontecimentos futuros, pois muitas vezes se resignam a acreditar que as coisas continuarão ruins.

Conversando com seu médico

Se você tem ansiedade, depressão ou ambos, é necessário procurar um psiquiatra ou psicólogo para ter o diagnóstico correto e tratamento adequado. Se você se identificou com alguns desses quadro, anote seus sintomas e mantenha um registro de como você se sente a cada dia, pois isso pode ajudar no processo de diagnóstico.

É muito importante saber que a ansiedade e a depressão compartilham são condições muito tratáveis e você pode recuperar sua saúde e qualidade de vida.

Na clínica Vida&Mente temos uma equipe de profissionais em Saúde Emocional para te ajudar.

 

Esta entrada foi publicada em saúde emcional. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *