Compulsão Alimentar

It's only fair to share...Share on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Compulsão alimentar é um transtorno mental, uma doença, na qual a pessoa sente a necessidade de comer, ainda que não esteja com fome. Ela pode ainda começar a comer porque está com fome, mas mesmo satisfeita, não consegue parar de se alimentar.

Pessoas com compulsão alimentar podem ainda comer escondido para que ninguém a veja sabotando uma dieta. Mas o que todas as pessoas que têm compulsão alimentar tem em comum é que elas comem grandes quantidades de alimentos em pouco tempo e, logo após o episódio compulsivo, sentem-se culpadas, o que aumenta a certeza de incapacidade de controle emocional e reforça uma autoestima já fragilizada.

O tratamento é complexo, mas possível e com bons resultados. Geralmente uma equipe de profissionais como nutricionista, psicólogo e psiquiatra é necessária.

Experiências vividas no passado podem afetar sua maneira de agir, sentir e pensar e influenciar a sua relação com a alimentação. Cientistas há anos estudam a relação entre o transtorno de estresse pós traumático (TEPT) e a compulsão alimentar. São alguns dos eventos traumáticos que podem desencadear o TEPT acidente com risco de morte, violência sexual, morte acidental ou violenta de um ente querido e outros.

O paciente ainda, pode ter crescido sob a influência de familiares que tinham também uma relação abusiva com a comida e usava dos alimentos como forma compensatória de afeto.

Tudo depende da vulnerabilidade emocional do paciente e como ela absorve o conteúdo emocional que o evento traumático desencadeou nele. A terapia EMDR tem obtido excelentes resultados porque é capaz de reprocessar conteúdos traumáticos de difícil resolução para o paciente, possibilitando assim uma oportunidade para ressignificar sua vida e sua relação com a alimentação.

Esta entrada foi publicada em saúde emcional. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *