Parque do Rola-Moça começa revitalização para atrair turistas

Publicado em Sem categoria
Parque Estadual da Serra do Rola-Moça (Foto: Tiago Degaspari/Wikimedia Commons)

O Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, está renovando sua estrutura de sinalização e placas para tentar atrair turistas durante a pandemia de COVID-19.

Nesta sexta o Mirante dos Planetas recebeu nova sinalização, para substituir placas que haviam sido depredadas por visitantes. No início do ano, outras 198 placas dentro da unidade de conservação.

Segundo a administração do parque há projetos para atrair mais turistas. Mas antes é necessário melhorar a estrutura, para que as trilhas se tornem “autoguiadas”. Para o próximo, a intenção dos administradores é revisar as placas das rodovias que dá acesso ao parque.

Ainda de acordo com os diretores do parque, a pretensão é usar sinalização educativa, para receber o visitante com informações sobre a história do local e possibilidade de autolocalização com base na sinalização.

O Parque do Rola-Moça é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, administrada pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF).

Prevenção a incêndios

O parque conta com sistema de videomonitoramento com câmeras que, além de levar mais segurança aos visitantes, ajuda no controle das queimadas. São câmeras com visão normal e térmicas que alertam os cerca de 36 brigadistas em caso de incêndio.

A unidade de conservação possui uma área total de 4006,51 hectares. Neste ano, 13 hectares foram queimados. Segundo a administração, é um “número baixo” se comparado aos focos de incêndio ocorridos em volta do parque.

A média do tempo de resposta entre o início das chamas e o início do combate é de 10 minutos. Já a média de tempo entre começar o combate e debelar um incêndio está em 30 minutos.

Para combater eventuais chamas, há brigadistas e outros apoiadores no entorno. Além do trabalho do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

View this post on Instagram

O Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, na região metropolitana de #BeloHorizonte, está renovando sua estrutura para tentar atrair turistas durante a pandemia de #covi̇d19. As principais alterações são no sistema de sinalização e placas. . Nesta sexta o Mirante dos Planetas recebeu nova sinalização, para substituir placas que haviam sido depredadas por visitantes. No início do ano, outras 198 placas dentro da unidade de conservação. . Segundo a administração do parque há projetos para atrair mais #turistas. Mas antes é necessário melhorar a estrutura, para que as trilhas se tornem “autoguiadas”. Para o próximo, a intenção dos administradores é revisar as placas das rodovias que dá acesso ao parque. . Ainda de acordo com os diretores do parque, a pretensão é usar sinalização educativa, para receber o visitante com informações sobre a história do local e possibilidade de autolocalização com base na sinalização. . O Parque do Rola-Moça é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, administrada pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF), órgão do @meioambienteminasgerais . PREVENÇÃO A INCÊNDIOS . O parque conta com sistema de monitoramento com câmeras que, além de levar mais segurança aos visitantes, ajudam no controle das queimadas. As câmeras com térmica alertam os cerca de 36 brigadistas em caso de incêndio. . A unidade de conservação possui uma área total de 4006,51 hectares. Neste ano, 13 hectares foram queimados. Segundo a administração, é um “número baixo” se comparado aos focos de incêndio ocorridos em volta do parque. . A média do tempo de resposta entre o início das chamas e o início do combate é de 10 minutos. Já a média de tempo entre começar o combate e debelar um incêndio está em 30 minutos. . Para combater eventuais chamas, há brigadistas e outros apoiadores no entorno. Além do trabalho do @bombeirosmg.

A post shared by Viajando Direito (@direitoviajando) on

Siga o VIAJANDO DIREITO nas redes sociais e fique por dentro dos seus direitos e deveres!

Instagram: @DireitoViajando

Facebook.com/ViajandoDireito

Twitter: @ViajandoDireito

Fonte: Estado de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *