Chile: protestos e recomendações aos turistas

Publicado em Deixe um comentárioblogueiros

Nas últimas semanas, a mídia internacional tem divulgado diversos protestos, iniciados na capital chilena (Santiago) e espalhados por outras regiões do país. As manifestações começaram devido ao aumento da tarifa do metrô, acarretando a destruição de suas estações, de ônibus, concessionárias de carros e postos de gasolina, além de inúmeros saques em lojas, supermercados, bancos e hotéis. Com o intuito […]

Manchas de óleo nas praias do Nordeste: A repercussão quanto aos direitos do consumidor

Publicado em Deixe um comentárioblogueiros

Desde o final de agosto, verificou-se a presença das primeiras manchas de óleo no litoral nordestino. Segundo informações divulgadas pela imprensa, a substância escura e pegajosa, já atingiu 187 locais em 76 municípios de todos os nove estados do Nordeste, além de 12 unidades de conservação federais. A Polícia Federal, a Marinha e os órgãos ambientais, até o momento, não […]

Turista quer e precisa ser respeitado!

Publicado em Deixe um comentárioblogueiros

Já se tornaram frequentes relatos de amigos e conhecidos sobre os percalços enfrentados em relação ao serviço aéreo. Vivemos em uma sociedade de consumo e é previsível que a prestação deste serviço apresente “algumas falhas”, independentemente da empresa. Respeito os profissionais que trabalham neste setor, mas pondero que devem ficar atentos em solucionar, de forma efetiva, os danos inesperados impingidos […]

Acidente de ônibus: A responsabilidade das empresas de turismo

Publicado em Deixe um comentárioblogueiros

Uma família de Belo Horizonte, mãe e dois filhos menores, contratou um pacote de viagem para Fortaleza que incluía passeio de ônibus para Canoa Quebrada, no Ceará. Durante o passeio, o veículo que transportava os turistas se envolveu em um acidente, causando ferimento à mãe, além de abalo emocional à família. Em virtude do ocorrido, a família ajuizou ação indenizatória […]

Atraso no voo: temos que comprovar a nossa indignação?

Publicado em Deixe um comentárioblogueiros

Há vários anos, os tribunais superiores e estaduais pacificaram o entendimento de que o dano moral suportado pelo passageiro aéreo, em virtude do atraso do voo, não precisava ser “provado” pelo passageiro, já que era presumido. No momento em que a empresa negou-se a fornecer o serviço conforme contratado, vinculou sua responsabilidade pelo desconforto e aflição do consumidor, já que […]