Convocatória nacional para artistas grafiteiros em Minas Gerais, patrocinada pela Fundação Arcelor Mittal

A próxima parada da Fábrica de Graffiti é em Sabará (MG), onda será pintado um muro de 2 mil m² próximo ao centro histórico da cidade, e dois novos artistas se juntarão ao projeto que tem o propósito de humanizar distritos industriais por meio do graffiti. De 20 a 26 de outubro, artistas de todo o Brasil podem se inscrever no convocatória que vai selecionar uma mulher e um homem para integrar a equipe de grafiteiros do projeto. 

Os interessados devem criar um layout, com tema livre, para ocupar 117 m² do muro. A inscrição e o  regulamento da convocatória está disponível no site fabricadegraffiti.com.br. O projeto Fábrica de Graffiti em Sabará é patrocinado pela Fundação ArcelorMittal, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, em comemoração pelos 100 anos da ArcelorMittal Aços Longos.

Promovida pela a POMME, produtora cultural da Fábrica de Graffiti, a iniciativa tem o objetivo de democratizar a arte através dos maiores murais de graffiti do Brasil e humanizar distritos industriais por meio da arte de rua são o propósito que move Realizando projetos de graffiti através de Leis de Incentivo à Cultura e para clientes particulares, foi responsável pela pintura dos maiores murais de graffiti de Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro. Todos os projetos desenvolvidos levam em consideração os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), praticando igualdade de gênero, sustentabilidade e promovendo geração de renda para artistas locais.

O convocatória funcionará em duas etapas. Na primeira, a equipe curatorial da Fábrica de Graffiti selecionará oito artistas. A segunda etapa é com o público: a partir do dia 31 de outubro, quem quiser participar da votação pode entrar no Instagram da Fábrica de Graffiti (@fabricadegraffiti) e escolher seus artistas favoritos acessando os stories do perfil. O resultado do convocatória sairá em 3 de novembro.

“Buscamos artistas que tenham forte o sentimento de democratização da arte e das ideias. Ao realizarmos o projeto no centro histórico da cidade, a comunidade estará em contato direto com a pintura no dia a dia. O que essa pintura dirá a essas pessoas? Ou qual é a sensação que o artista espera suscitar em quem passa pela rua? Estamos ansiosos para descobrir!”, comenta a fundadora e produtora executiva da Fábrica de Graffiti, Paula Mesquita Lage.

A pintura do muro, localizado na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, será iniciada na segunda quinzena de novembro, unindo o tradicional e o contemporâneo, a estética do século XVII e a arte urbana. Surpresas aguardam Sabará! “A liberdade criativa é uma característica central da Fábrica de Graffiti. Não estabelecemos temas para os grafiteiros e trabalhamos exclusivamente com artes autorais. Essa também é uma forma de estimular o setor cultural e apoiar os artistas”, afirma Paula.

A última edição do Fábrica de Graffiti aconteceu em João Monlevade, quando 14 artistas criaram a maior empena grafitada do interior de Minas Gerais, de 18m de altura e 50m de comprimento, além de darem vida a 2 mil metros quadros de arte em muros. O projeto também já passou por Contagem (MG), Feira de Santana (BA) e Barra Mansa (RJ).

tecnoveste

A missão do TECNOVESTE é apresentar a tecnologia como um meio para um estilo de vida produtivo, acessível e sustentável. Trabalhamos na criação de conteúdo em 4 frentes principais: artigos em texto, podcasts, vídeos e eventos. Venha com a gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *