Linkedin: o que é, para que serve e como funciona

Reconhecida hoje como uma das maiores redes para quem está no mercado de trabalho, o Linkedin  é não apenas a versão digital do seu currículo, mas é capaz de apresentar seus relacionamentos profissionais e o seu ethos de trabalho. Para evitar erros e tirar o máximo do que essa rede tem para lhe oferecer e causar uma boa impressão aos seus futuros colegas de trabalho e recrutadores, apresentamos algumas dicas para potencializar suas qualidades.

Em tempos de crise, tem sido dada, à maior rede profissional da internet, mais atenção sobre como utilizá-la. Tudo o que se possa colocar de orientação de como utilizar ou a melhor forma de compor um perfil torna-se um conteúdo valioso. Sempre somos exigidos a expor cada vez mais orientações nesse sentido. Reestruturação da  carreira, mudança de empresa para uma melhor colocação profissional ou o início da busca de uma colocação no mercado são as motivações mais comuns para uma visitinha na rede Linkedin.

 

O seu perfil no Linkedin pode ter mais informação que seu currículo e elas não precisam ser tão concisas quanto no documento que envia às empresas relatando suas experiências profissionais. Além do formato mais livre, é recomendável apresentar traços de informalidade que facilitem a expressão da sua personalidade, mas que não cheguem ao ponto de parecer um conversa de bar.

As informações dadas aqui são orientações específicas do que se pode fazer no LinedIn, nas CUIDADO: apesar de muitas empresas utilizarem o Linkedin  como principal fonte de busca de candidatos a novas vagas de trabalho, elas costumam também analisar como o profissional se apresenta em outras redes, como Facebook, Twitter e Instagram, para verificar se sua conduta na vida privada pode ser lesiva à empresa, ou se existe coerência no que você coloca na rede profissional Linkedin com as demais informações nas outras redes.

Vejamos alguns cuidados para alavancar a sua carreira ou melhorar seu networking.

Marketing Pessoal, este ponto é muito importante, por que trata-se da forma como você parece profissionalmente pras pessoas que visitarão o seu perfil.

Esse marketing pessoal começa pela foto que você utiliza, não precisa ser extremamente formal, tipo 3X4, nada disso. Basta ser discretamente informal, leve sorriso, procurando estabelecer uma posição de força e segurança, com olhar fixo em um ponto, não obrigatoriamente na câmera.

O título criado deverá refletir de forma objetiva no que você mais focou na sua formação profissional, passando por dizer como se encontra e qual seu objetivo ou seu maior interesse para os próximos momentos que virão. Isso deve caber numa frase rápida, do tipo “slogan”.

A experiência profissional deve ser super resumida, concentrando-se nas principais colocações, aquelas nas quais você exerceu atividades que compuseram o seu perfil profissional principal.

O que interessa pra você na nova oportunidade que você procura. Essa informação deve conter, intrinsicamente, pontos da formação para a atividade principal. Não especificamente ponto-a-ponto, mas de forma mais global, não tendo uma leitura como uma forma de lista, mas como um verso sem rima.

Há uma observação técnica a ser feita aqui: é o caso da URL do perfil. É extremamente recomendável que você edite a URL do link do seu perfil pra tornar este ítem mais pessoal, com seu nome, o que otimizará o perfil aumentando as chances de aparecer nos resultados de buscas, inclusive nos motores de busca da web (Google, por exemplo).

Quanto mais elementos contiver o seu perfil melhor. Isso vale muito pra dois elementos que comporão o seu networking. Os amigos de trabalhos anteriores ou atuais e os amigos da faculdade. Quanto mais pessoas conectadas melhor e quanto maior a qualificação das pessoas conectadas melhor o seu perfil vai ficar.

Habilidades possuem valor agregado maior que quaisquer outros elementos, pois, dependendo das conexões, elevam a sua colocação relativa àsua rede. Quanto mais habilidades mais conexões relativas a essa habilidade serão fortalecidas. Uma boa dica é fazer uma leitura nas habilidades de outros perfis. Faça uma leitura crítica da forma de colocação dos outros e como eles definem suas habilidade e monte as suas habilidades.

O cuidado com o seu perfil é tão importante quanto o cuidado com a sua capacitação e carreira profissional.

tecnoveste

A missão do TECNOVESTE é apresentar a tecnologia como um meio para um estilo de vida produtivo, acessível e sustentável. Trabalhamos na criação de conteúdo em 4 frentes principais: artigos em texto, podcasts, vídeos e eventos. Venha com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *