TEM GENTE QUE NÃO SE EMENDA…

Publicado em Sem categoria

 Tudo parecia caminhar às mil maravilhas para Flavio Briatore. O ex homem forte da Renault, inicialmente banido da F-1 pela FIA, mas reabilitado pela Justiça francesa – para refrescar a memória, um processo aberto pela Federação depois de denúncias de Nelsinho Piquet comprovou que o acidente do brasileiro no GP de Cingapura de 2008 foi cuidadosamente planejado pela equipe para favorecer Fernando Alonso, que acabaria vencendo. A tramóia manchou a reputação da categoria e mostrou, se é que ainda havia dúvidas, a que ponto os interesses podem chegar no circo.

Mas, voltando à vaca fria, foi só entrar em acordo com Jean Todt, novo soberano do esporte motor sobre quatro rodas para que o fanfarrão italiano voltasse a dar as caras. Deu entrevista à revista italiana Auto Sprint dizendo que ainda empresaria Fernando Alonso e Mark Webber, disse que não apostaria um euro na volta bem sucedida de Michael Schumacher (que a seu lado conquistou os dois primeiros títulos), apareceu em Mônaco com pompa e circunstância.

Tudo muito bem até que… a Justiça italiana decretasse o sequestro, no porto de La Spezia, do megaiate Force Blue, um transatlântico em miniatura de 62 metros de comprimento que o italiano transformou em palco das mais animadas festas do GP de Mônaco ao longo dos anos (e também das reuniões da Associação das Escuderias da F-1, a FOTA). O motivo? Segundo os magistrados responsáveis pelo caso, a nave pertence a uma empresa de charters sediada fora da União Europeia e, por isso, para atracar em qualquer cidade do continente, seria necessário pagar um montante de taxas e impostos estimado em 4 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões), além de 800 mil euros devidos de impostos sobre o diesel abastecido. Valores que nem a tal empresa nem Briatore pagaram. E o pior é que a mulher do ex-dirigente, Elisabetta Gregoraci, e o filho Nathan Falco estavam à bordo quando as autoridades chegaram. Tem gente que não se emenda mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *