Será apenas coincidência?

Publicado em Sem categoria
Começo do Mundial de F-1 de 2012 e a Ferrari, que mudou a suspensão dianteira de pushrod para pullrod (o elemento principal liga o topo do cubo de roda à parte inferior do chassi, e não o contrário), sofre com a dificuldade para gerar downforce. Inicialmente credita-se o problema a divergências entre os números do túnel de vento e a realidade – tanto assim que o F138 foi inteiramente concebido na estrutura da Toyota Motorsport, em Colônia (Alemanha) – mas está claro que a mudança de filosofia depois de tantos anos seguindo o mesmo conceito também ajuda a explicar o fenômeno.

Começo do Mundial de F-1 deste ano e o rendimento das McLarens nos primeiros treinos livres é decepcionante. O experiente Button e o menos experiente Pérez reclamam da mesma coisa: o MP 4/28 não consegue produzir downforce. Só para refrescar a memória, a equipe de Woking foi a única a copiar a receita de Maranello. Não bastasse, se valeu do mesmo túnel de vento da Toyota que, teoricamente, é o que há de mais próximo do real em termos de escala e modo de funcionamento. Donde eu, modesta e humildemente pergunto: é só coincidência? E emendo: será que desta vez as tropas de Martin Whitmarsh serão tão rápidas para consertar o barco com ele em movimento quanto de costume? Que a pista traga as respostas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *