Que em 2012…

Publicado em Sem categoria

Tá bom, eu fui dizer no facebook que “minha primeira resolução de ano-novo seria não tomar resolução alguma, já que é possível decidir e começar o que quer que seja a qualquer hora” – nada contra o fato de o planeta completar mais uma volta em torno do sol, muito pelo contrário, mas é a tal história de começar dieta na segunda-feira.

E como o blog não é um ser à parte, mas reflete o pensamento daquele moço escondido no capacete da foto ao lado, vale para este espaço também – se dá para assumir um compromisso, é o de manter o espírito do blog, aprender e procurar evoluir cada vez mais.

Mas, sempre existe uma forma de flertar com os limites do regulamento (não é assim que se faz em toda e qualquer categoria do automobilismo?), então veio a ideia. Por que não elaborar uma lista de desejos para o ano que começa (e xô com essas histórias de fim do mundo)? Sim, alguns deles podem ser mais complicados de realizar do que acertar na loteria, mas não custa sonhar…

Assim sendo, que em 2012…

* A participação brasileira na F-1, seja de que número for (e parece que teremos um representante solitário), volte a nos dar orgulho não apenas pelos resultados, mas pela postura, pela garra e, acima de tudo, dê perspectivas de um 2013, 2014, 2015, 2016 e tantos mais…

* A chegada e a homologação de chassis dos principais fabricantes mundiais e de novos verde e amarelos no Brasil ajude o kart a deixar de ser brinquedo de luxo e, com a concorrência, possibilite preços mais em conta e a valorização do talento…

* Organizadores e pilotos da IndyCar se entendam e façam da categoria o que ela sempre foi, sem o lado trágico. Que seja emocionante, incerta, de tirar o fôlego, mas guardadas as preocupações de segurança. E nunca mais se tente encaixotar 34 carros num oval de 1,5 milha. E já que o desejo é livre, que a rivalidade entre fornecedores de motor não provoque a bancarrota definitiva do campeonato…

* O renovado Mundial de Endurance seja um sucesso e constitua uma opção válida para todas as feras que, por falta de espaço, vão ficar fora do circo. E a etapa de Interlagos garanta público e emoção suficientes para não mais sair do calendário…

* O circuito do Mega Space, em Santa Luzia, abra as portas com sua versão ampliada e receba provas nacionais de porte, além de ajudar a revelar os campeões do futuro, assim como o Autódromo do ECPA, em Piracicaba, ou o Velopark. E campeonatos como a F-Vee, a Fórmula +, que vem por ai, ou a planejada Copa Short sirvam tanto para quem quer se divertir a custo razoável quanto como escola para os mais novos…

* Não nos iludamos com títulos ou vitórias e façamos (ou os dirigentes façam, já que é papel deles), uma arrumação da casa no automobilismo nacional. Ver a F-Futuro com sete pilotos no grid, o Brasileiro de Rali com nove carros ou a Copa das Federações de Endurance escondida (sem contar a morte de provas como as Mil Milhas ou a hibernação do Rali da Graciosa) é de cortar o coração. E não serão os grids cheios de Stock Car, Porsche Cup, GT Brasil, Trofeo Linea a esconder a realidade…

* As categorias recém-criadas, como o novo Brasileiro de Marcas, ou aquelas que vêm por aí, como o XRC Brasil (rali) e a já citada Fórmula +, além de provas como as 24h de Interlagos, tenham sucesso, patrocinadores, visibilidade…

* Sebastian Vettel e Adrian Newey não sejam tão próximos da perfeição e façam do Mundial de F-1 um campeonato mais emocionante, equilibrado (essa vai ser complicada)…

* A segurança seja, cada vez mais, prioridade, para que o risco fique cada vez mais teórico. Wheldon e Sondermann não voltam, mas ficam o exemplo e as lições…

* O blog continue tendo motivos interessantes de sobra para palpitar, mostrar novidades, fazer críticas quando necessário. E, já que surgiu a chance, que a experiência deste que vos escreve como piloto continue por bons caminhos, para seguir tendo histórias, fotos e vídeos para compartilhar com você, estimado leitor… Aliás, sinta-se à vontade para acrescentar algum item à lista… E feliz 2012!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *